XP Expert

Atenções do investidor seguem na questão fiscal do Brasil e no avanço da Covid-19

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -1,10% | 106.119 Pontos

CÂMBIO 0,72% | 5,36/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa encerrou o pregão de ontem em baixa de 1,10%, fechando em 106.119 pontos, atenção do investidor segue na questão fiscal do Brasil e no avanço da Covid-19, mesmo com a expectativa de o lançamento de uma vacina e a consequente retomada das economias. Os principais destaques positivos do índice foram as ações de educação, aviação e alimentos. As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em alta, principalmente nos vencimentos mais longos. O movimento ocorreu em antecipação ao leilão de títulos prefixados (LTN e NTN-F) do Tesouro Nacional que ocorrerá hoje. Além disso, serviu como correção após dias de quedas nas taxas, embora sem avanço na agenda de reformas. DI jan/21 fechou em 1,92%; DI jan/23 encerrou em 4,97%; DI jan/25 foi para 6,78%; e DI jan/27 fechou em 7,58%.

Nessa quinta-feira, os mercados globais operam em baixa, com futuros do S&P e bolsas europeias caindo 1% e bolsas asiáticas fechando sem direção definida, refletindo preocupações diante da nova onda de casos de Covid-19 e dos prováveis impactos na atividade econômica da Zona do Euro e global, conforme manifestado pela presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde.

Ainda no cenário internacional, o Senado americano deve sair para o recesso do feriado de ação de graças deixando em aberto a nomeação de Judy Shelton para o Fed. O retorno no dia 30 de novembro ainda coincide com a confirmação do resultado no Arizona, que pode confirmar o democrata Mark Kelly no lugar da republicana Martha McSally no Senado. A manobra, portanto, deve ficar ainda mais difícil.

Sobre a recontagem dos votos e a disputa do resultado das eleições presidenciais, o estado da Geórgia deve divulgar o resultado da certificação eleitoral nesta sexta-feira. Michigan, Pensilvânia e Nevada também devem certificar os resultados até a próxima semana, Arizona em 30 de novembro e Wisconsin em 1º de dezembro.

Segundo matéria divulgado no The Times, os líderes europeus vão exigir que a UE publique os planos para um não-acordo no Brexit. Holanda, França, Bélgica e outros países da linha de frente estão preocupados com o fato de que as empresas e comunidades pesqueiras serão atingidas por uma crise econômica sem medidas de contingência da UE para amortecer o golpe do não-acordo.

No final do dia de ontem, a Bloomberg ainda divulgou que o Reino Unido e o Canadá estariam prestes a anunciar um acordo comercial. O anúncio oficial é esperado para os próximos dias e evitaria a aplicação de tarifas em USD 23 bilhões em produtos a partir do dia 1 de janeiro.

Já no Brasil, o Congresso retomou as atividades com votações no Senado de projetos que criaram uma nova fase do Pronampe, programa de empréstimos a micro e pequenas empresas, com aporte de R$ 10 bilhões do Tesouro para garantias. Ademais, permitiram socorro ao setor de transporte público e regulamentaram pagamentos do governo federal aos estados para compensar isenções da Lei Kandir. Na Câmara, não houve acordo para votar o marco da cabotagem.

O governo segue em discussões internas e com parlamentares para tentar definir um desenho para a PEC Emergencial, que tratará da revisão de despesas, definição de gatilhos para o teto de gastos e criação de um programa de transferência de renda. O martelo ainda não foi batido, o que tende a acontecer depois do segundo turno das eleições municipais.

Em economia, destaque para a necessidade da aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias no Congresso, sem a qual não há como executar despesas em 2021. O governo espera que a votação aconteça em breve, diante da severidade da questão. Além disso, jornais abordam a manutenção do rating soberano do Brasil em BB- com perspectiva negativa, destacando a posição da agência sobre a necessidade de aprovação das reformas administrativa e tributária, além da manutenção do teto de gastos em 2021, como principais pontos a serem monitorados para um próximo movimento na nota do Brasil.

Por fim, do lado das empresas, iniciamos a cobertura das ações da Aura Minerals com recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 95 por BDR. Nossa recomendação é baseada principalmente em: (1) um valuation atrativo, (2) perspectivas de crescimento com a aquisição e desenvolvimento de minas, (3) baixa alavancagem com alocação de capital eficiente e (4) dividendos saudáveis. Ademais, no relatório analisamos o impacto da variação dos preços dos metais no valuation da mineradora, além de fazer uma reflexão sobre o comportamento das empresas de ouro durante períodos de estresse de mercado.

Além disso, também iniciamos a cobertura do Grupo Mateus com recomendação de Compra e preço alvo de R$11,0/ação. Os principais pontos que sustentam nossa tese de investimento são: (i) crescimento acelerado, com um crescimento médio anual do lucro em 40%; (ii) forte malha logística, que deve suportar expansão e gerar ganhos de alavancagem operacional; e (iii) liderança e forte posicionamento na região de atuação. Além disso, trazemos uma análise sobre a performance de vendas para frente e seu impacto no valuation, assim como um estudo um pouco mais aprofundado sobre o potencial impacto do auxílio emergencial.

Tópicos do dia

Internacional

  1. Política Internacional: nomeação de Judy Shelton para o Fed fica mais difícil e Reino Unido e Canadá se aproximam de um acordo comercial
  2. Petróleo: Aumento nos estoque dos EUA abaixo do esperado pelo mercado
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Grupo Mateus (GMAT3): Uma Joia Garimpada no Nordeste; Iniciamos com Recomendação de COMPRA
  2. Aura Minerals (AURA33): Iniciando a cobertura com Compra
  3. Petrobras (PETR4): CADE aprova venda da Liquigás
  4. Vale (VALE3): Vale informa sobre a paralização preventiva da barragem Norte
  5. Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): GPA Digital Day – Dando mais detalhes sobre as iniciativas digitais do Grupo


Veja todos os detalhes

Internacional

Política Internacional: nomeação de Judy Shelton para o Fed fica mais difícil e Reino Unido e Canadá se aproximam de um acordo comercial

  • Nos EUA, o senado deve sair para o recesso do feriado de ação de graças deixando em aberto a nomeação de Judy Shelton para o Fed. O retorno no dia 30 de novembro ainda coincide com a confirmação do resultado no Arizona, que pode confirmar o democrata Mark Kelly no lugar da republicana Martha McSally no senado. A manobra, portanto, deve ficar ainda mais difícil;
  • Sobre a recontagem dos votos e a disputa do resultado das eleições presidenciais americana, o estado da Geórgia deve divulgar o resultado da certificação eleitoral nesta sexta-feira. Michigan, Pensilvânia e Nevada também devem certificar os resultados até a próxima semana, Arizona em 30 de novembro e Wisconsin em 1º de dezembro;
  • Segundo matéria divulgado no The Times, os líderes europeus vão exigir que a UE publique os planos para um não-acordo no Brexit. Holanda, França, Bélgica e outros países da linha de frente estão preocupados com o fato de que as empresas e comunidades pesqueiras serão atingidas por uma crise econômica sem medidas de contingência da UE para amortecer o golpe do não-acordo;
  • No final do dia de ontem, a Bloomberg ainda divulgou que o Reino Unido e o Canadá estariam prestes a anunciar um acordo comercial. O anúncio oficial é esperado para os próximos dias e evitaria a aplicação de tarifas em USD 23 bilhões em produtos a partir do dia 1 de janeiro.

Petróleo: Aumento nos estoque dos EUA abaixo do esperado pelo mercado

  • Ontem a Agência de Informação de Energia dos EUA (EIA) divulgou, em seu relatório oficial de fornecimento, um aumento no estoque de +0,768 milhões de barris contra expectativa de +1,650 milhões de barris, o que foi visto como positivo por indicar uma menor oferta em relação à demanda. Com disso, ontem a commodity encerrou o pregão em alta de +1,3% em US$44,34/barril;
  • Por outro lado, os estoques de gasolina nos EUA cresceram +2,611 milhões de barris, acima das expectativas de mercado de um aumento de +0,084 milhões de barris;
  • Nessa manhã de quinta-feira, o petróleo tipo Brent opera em território ligeiramente negativo, em queda de -0,97% em US$43,91/barril (Brent).

Empresas

Grupo Mateus (GMAT3): Uma Joia Garimpada no Nordeste; Iniciamos com Recomendação de COMPRA

  • Iniciamos cobertura do Grupo Mateus, com recomendação de Compra e preço alvo de R$11,0 por ação;
  • Vemos a empresa como bem posicionada para consolidar o mercado no Norte e Nordeste, dada sua estratégia de expansão bem-sucedida, formatos de lojas complementares e sólida rede logística;
  • Trazemos também uma análise sobre a performance de vendas para frente e seu impacto no valuation, assim como um estudo um pouco mais aprofundado sobre o potencial impacto do auxílio emergencial. Clique aqui para ler o relatório completo.

Aura Minerals (AURA33): Iniciando a cobertura com Compra

  • Ontem, iniciamos a cobertura das ações da Aura Minerals com recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 95 por BDR para o fim de 2021;
  • Na nossa visão, vemos uma oportunidade nos papéis da companhia principalmente por conta de (1) um valuation atrativo, (2) perspectivas de crescimento com a aquisição e desenvolvimento de minas, (3) baixa alavancagem com alocação de capital eficiente e (4) dividendos saudáveis;
  • Analisamos o impacto da variação dos preços dos metais no valuation da mineradora, além de fazer uma reflexão sobre o comportamento das empresas de ouro durante períodos de estresse de mercado. Clique aqui para ler o relatório completo.

Petrobras (PETR4): CADE aprova venda da Liquigás

  • Ontem a Petrobras informou, via comunicado ao mercado, que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou a venda da Liquigás, sua subsidiária de distribuição de gás de cozinha, em um negócio que envolveu Copagaz, Itaúsa, Nacional Gás Butano (NGB) e Fogás. O acordo para venda da distribuidora pela Petrobras ao consórcio foi assinado em novembro do ano passado e envolve R$ 3,7 bilhões;
  • Adicionalmente, o CADE afirmou em comunicado que o aval à operação foi condicionado à assinatura de um Acordo em Controle de Concentrações (ACC), para assegurar que o compartilhamento de ativos e prestação de serviços entre concorrentes “não favoreça a adoção de práticas coordenadas pelas empresas”;
  • Além dessa aprovação, a conclusão da transação ainda está sujeita ao cumprimento de outras condições precedentes usuais. O valor de R$ 3,7 bilhões, sujeito a ajustes, será pago à Petrobras na data do fechamento da operação.

Vale (VALE3): Vale informa sobre a paralização preventiva da barragem Norte

  • Ontem, a Vale anunciou a paralização da barragem Norte/Laranjeiras, da mina de Brucutu, no Município de Barão de Cocais (MG). Segundo a companhia, a decisão foi tomada de forma preventiva, por conta da elevação do nível de emergência, embora não tenham sido observadas mudanças significativas nos fatores de segurança da estrutura.
  • Como protocolo, a Vale iniciará, nos próximos dias, a remoção dos residentes da região junto com a Defesa Civil municipal e estadual. É estimado que 34 pessoas sejam removidas.
  • Acreditamos em uma reação neutra das ações no curto prazo, pois os preços de minério de ferro podem reagir positivamente e por se tratar de uma barragem que não recebe rejeitos, ou seja, sua paralização não impacta a produção. Mantemos nossa recomendação de Compra, com preço-alvo de R$85 por ação.

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): GPA Digital Day – Dando mais detalhes sobre as iniciativas digitais do Grupo

  • O GPA promoveu seu Digital Day hoje, com foco em detalhar as principais iniciativas digitais da companhia. GPA já está bem posicionado no segmento de comércio eletrônico de alimentos, com liderança consolidada e uma operação rentável;
  • Conforme a empresa avança no seu projeto do Marketplace, eles abrem espaço para uma nova avenida de crescimento, enquanto também devem enfrentar uma concorrência maior;
  • Por fim, a empresa mencionou que está criando uma empresa de logística focada em seu Marketplace, para reduzir custos de entrega. Mantemos nossa recomendação Neutra e preço-alvo para os próximos 12 meses de R$ 70/ação, dado o potencial limitado de retorno. Clique aqui para ler o relatório completo.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.