Radar Imobiliário XP #30

Confira os principais acontecimentos de Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em queda de -0,15%, impulsionado positivamente principalmente pelos fundos de recebíveis. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,24%, o XPFT de -0,60% e XPFP de -0,02%.

No Brasil, a geração de novos empregos segue superando expectativas, impulsionada pela retomada no setor de serviços. A pesquisa CAGED apontou criação líquida de 309,1 mil empregos formais em junho, acima da expectativa dos economistas da XP.

Na política, a proposta de reforma do imposto de renda está se tornando mais expansionista, com o relator indicando aumentar o espectro de empresas isentas da taxação sobre dividendos. O deputado Arthur Lira, presidente da Câmara, reafirmou ontem que pretende votar a proposta já na semana que vem, a primeira depois do retorno do recesso legislativo. O relator Celso Sabino segue em negociações com o time econômico e os setores da economia, além de anunciar nessa semana a isenção na distribuição de dividendos para empresas do Simples. Disse também que há a possibilidade de ampliar a faixa de isenção na distribuição, hoje prevista em R$ 20 mil/mês.

No âmbito econômico, foi divulgado essa semana o do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) que apresentou crescimento de 0,78% em julho, após alta de 0,60% em junho. No ano, o índice acumula elevação de 15,98% e, em 12 meses, alta de 33,83%.

Por fim, na seara dos fundos imobiliários, divulgamos hoje nossa Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários para agosto. Optamos por manter seu caráter mais defensivo, por isso, alteramos apenas o peso entre os fundos já presentes na carteira, mantendo o foco do portfólio em ativos de alta qualidade (tanto nos fundos de tijolo como nos fundos de papel). No entanto, com a melhora na performance dos fundos VILG11 e XPCI11 em julho, acreditamos que seja mais oportuno uma redistribuição da alocação em seus pares, BRCO11 e RBRR11. Clique aqui para acessar o relatório completo

Sexta-Feira | Dia 30/07

FGV: Vacinação eleva confiança do empresário de comércio e serviços (Valor)

IGP-M acelera mesmo com menor pressão no atacado (Valor)

Comunicado de Alteração – Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Agosto de 2021 (Expert XP)

SARE11 – Positivo: Por meio da celebração de uma carta proposta (“MoU”), o Fundo comprometeu-se a, atendidas determinadas condições precedentes, adquirir a totalidade do imóvel detido pela CDTNBH Empreendimentos Imobiliários S.A., localizado no município de Ribeirão das Neves – MG, com área locável aproximada de 13.271,00 m². Nos termos do MoU, atendidas determinadas condições precedentes, o Fundo pagará ao vendedor do CDTNBH, o valor de R$ 43.606.410,92, fazendo uso dos recursos disponíveis no caixa do Fundo. O imóvel encontra-se 100% ocupado, com contrato na modalidade atípica e prazo de vigência até agosto de 2024, o Cap Rate estimado da transação é de 8.8% a.a.

RBCO11 – Neutro: Foi assinado nesta data o instrumento particular de antecipação do contrato de locação atípica das áreas vagas do Ed. Morumbi – Renda Mínima Garantida (RMG), celebrado com o vendedor do ativo, com o recebimento integral do valor referente às parcelas vincendas. Com a totalidade dos recursos em caixa será possível à equipe de gestão trabalhar de forma mais assertiva visando o controle de caixa e consequente distribuição de rendimentos a curto e médio prazo.

Quinta-Feira | Dia 29/07

Com região da Faria Lima na liderança da retomada, momento é positivo para compra de FIIs de lajes corporativas, dizem RBR e Capitânia (InfoMoney)

Log eleva plano de expansão de galpões para atender comércio eletrônico (Valor)

SP antecipa vacinação de adultos e imuniza adolescentes a partir de 18 de agosto (Valor)

Ânima faz acordo com fundo imobiliário para moradia estudantil (Valor)

Quarta-Feira | Dia 28/07

Operações short (vendidas) em fundos imobiliários (Valor)

XPPR11 – Positivo: O fundo celebrou Contrato de Sublocação com a Telefônica relativo à integralidade do 10º pavimento, subdivido em 4 conjuntos do Condomínio Empresarial Iguatemi Alphaville com área bruta locável de 1.519,20 m², por 60 meses a partir de 01/08/21. De acordo com o gestor, a receita acumulada bruta do Contrato, considerando a soma dos recebíveis relativos aos 24 primeiros meses de vigência, é estimada em R$ 0,3194 por cota.

PVBI11 – Informativo: O fundo informa realização da 2ª emissão de cotas do, as quais, respeitado o Direito de Preferência, o Direito de Subscrição das Sobras e de Montante Adicional dos Cotistas, serão objeto de oferta pública nos termos da Instrução CVM nº 476. O valor total da Oferta Restrita, incluindo a subscrição por meio do exercício do direito de preferência, sobras e montante adicional e a subscrição no âmbito da Oferta Restrita, é de até R$ 334.579.114,52, correspondente a até 3.507.854 Novas Cotas, pelo valor unitário de R$ 95,38, sem considerar a Taxa de Distribuição Primária.

Terça-Feira | Dia 27/07

Mercado de trabalho será diferente, com demandas cada vez mais específicas (Estadão)

Focus: com previsão de inflação de 6,56% em 2020, mercado já vê alta de 1 ponto percentual da taxa Selic em agosto (InfoMoney)

Viver de Renda: Como Planejar e Investir para alcançar a independência financeira (Expert)

MGLG11 – Informativo: O fundo informa oferta pública de distribuição, nos termos da Instrução CVM nº 400, de inicialmente 2 milhões de cotas da 2ª emissão do MOGNO LOGÍSTICA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO – FII, com valor unitário de R$ 100,00 na Data de Liquidação, sendo que referido valor já inclui a Taxa de Distribuição Primária, totalizando a Oferta o valor de, inicialmente: R$ 200 milhões.

Segunda-Feira | Dia 26/07

Venda on-line dobra e já detém 21% do varejo, indica FGV (Valor)

Investimento Imobiliário Privado vs REITs (Expert)

HGLG11 – Positivo: O fundo concluiu a aquisição da SPE que detém o ativo logístico localizado cidade de Ribeirão Preto – SP, com área bruta locável de ~59 mil m² atualmente 100% ocupado, locado para Magazine Luiza e Drogaraia, e o ativo localizado na cidade de Duque de Caxias – RJ, com área bruta locável de ~48 mil m², com 69% de ocupação e tendo o principal inquilino o Carrefour. O valor total dessa aquisição é de aproximadamente R$ 277 milhões. (i) uma parcela de R$ 204. quatro milhões de reais), paga aos vendedores no dia 12 de maio de 2021; (ii) uma parcela de ~R$ 28. milhões, paga aos vendedores na data da assinatura dos Termos de Fechamento; (iii) um CRI que atualmente onera o Imóvel Ribeirão Preto e tem como lastro parte do fluxo dos contratos de locação da Droga Raia S.A., locatária do Imóvel Ribeirão Preto, e do Carrefour Comercio e Industria Ltda, locatário do Imóvel Washington Luiz, no valor aproximado de R$ 45 milhões. Dessa forma, o valor total a ser recebido pelo Fundo mensalmente, até o término do valor complementar a ser pago pelos vendedores, aproximadamente R$ 0,04 por cota, considerando, para esse cálculo, a quantidade atual de cotas do Fundo.

Últimos Relatórios

Como a Proposta da Reforma Tributária Impacta os FIIs

1 Ano de Pandemia: Segmentos mais impactados em FIIs

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Julho de 2021

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.