Radar Imobiliário XP #24

Confira os principais acontecimentos de Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em queda de -0,55%, impulsionado negativamente principalmente pelos fundos de ativos logísticos. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,55%, o XPFT de -0,48% e XPFP de -0,77%.

No Brasil, o destaque no cenário político desta semana foi a aprovação no Senado Federal do projeto de lei que abre espaço para a capitalização da Eletrobrás. O texto agora retornará à Câmara dos Deputados, onde deverá ser votado até a próxima terça-feira (22/06).

Nessa semana, o deputado Eduardo Cury, relator do projeto de lei PL 1026/2021, deu um parecer contrário ao texto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Esse projeto de lei determina que o índice de correção dos contratos de locação residencial e comercial não poderá ser superior ao índice oficial de inflação do País (IPCA). Caso o parecer do deputado seja aprovado, o projeto será encerrado.

No âmbito econômico, o Comitê de Política Monetária (COPOM) elevou a taxa Selic em 0,75 pp, para 4,25% a.a., conforme esperado. Ainda, o COPOM sinalizou outro ajuste de igual magnitude (0,75 p.p.) na próxima reunião, mas acrescentou que uma deterioração das expectativas inflacionárias poderia exigir uma aceleração no ritmo de elevação da taxa Selic. De acordo com os economistas da XP, a expectativa é de que a taxa Selic atinja o patamar de 6,5% a.a. até o final de 2021.

No âmbito dos fundos imobiliários, a B3 publicou essa semana o boletim mensal de FIIs. Em maio o número de investidores pessoa física alcançou o patamar de 1.375.902 investidores. Além disso, o boletim demonstra que na média os fundos têm sido negociados com descontos em relação ao valor patrimonial, indicando potenciais oportunidades.


Sexta-Feira | Dia 18/06

Nova alta da Selic não deve impactar otimismo do mercado imobiliário (Estadão)

Bank of America convoca vacinados de volta ao escritório (InfoMoney)

Lajes Corporativas: Paulista (Conteúdos XP)

RBVA11 – Positivo:  Foi concluída, após superação de todas as condições resolutivas da operação de alienação, a assinatura da Escritura Pública de Compra e Venda de Imóvel do imóvel Hebraica. Com isto, foi recebido pelo Fundo o saldo remanescente de R$ 7,9 milhões, completando assim o valor total da venda de R$8,0 milhões. O Imóvel Hebraica, no momento da alienação, estava locado para a Caixa Econômica Federal. O montante do principal será reinvestido pelo Fundo em ativos core.

Quinta-Feira | Dia 17/06

Banco Central eleva Selic em 0,75 p.p., para 4,25% ao ano (InfoMoney)

Cenário de inflação piora e IPCA deve aumentar 6,2% em 2021, diz LCA (Valor)

Opinião Consolidada da Gestão de FIIs e FIPs-IE | Junho 2021 (Conteúdos XP)

RBVA11 – Positivo: Foi concluída, após superação de todas as condições resolutivas da operação de alienação divulgada no Fato Relevante de 09 de março de 2021 e de 31 de maio de 2021, a assinatura da Escritura Pública de Compra e Venda de Imóvel do imóvel Juiz de Fora. Com isto, foi recebido pelo Fundo o saldo remanescente de R$18,9 milhões. Ainda, após superação das condições resolutivas da operação de alienação divulgada no Fato Relevante de 09 de março de 2021 e de 02 de junho de 2021, foi recebido pelo Fundo o montante de R$4,0 milhões referente à primeira parcela do saldo remanescente referente à alienação do imóvel Itaquaquecetuba. A segunda parcela do saldo remanescente, de R$3,8 milhões será paga em 19 de novembro de 2021.

Quarta-Feira | Dia 16/06

Estudo mapeia as ansiedades de quem retorna ao escritório (Valor)

Brasil pode ser único país a ter faixa de isenção na tributação de dividendos (Valor)

RBRL11 – Positivo: o Fundo recebeu, nesta data, o montante de R$ 16,6 milhões a título de sinal e princípio de pagamento pela venda do galpão Resende I. Considerando o lucro total que o recebimento de todas as parcelas do Preço de Aquisição gerará para o Fundo, os gestores informam que o valor do Sinal representa uma parcela de lucro equivalente a R$ 0,39 por cota.

MGLG11 – Positivo: O Fundo pagou a parcela inicial no montante de R$ 16,6 a título de sinal e princípio de pagamento da aquisição do imóvel Resende I. Em razão do Primeiro Pagamento, o Fundo obterá a posse total do imóvel e passará a fazer jus ao recebimento de 100% dos aluguéis referentes ao imóvel, que corresponde a R$ 553.089,00 mensais, e um incremento de R$0,35/cota nos próximos 12 meses.

CXTL11 – Neutro: o Fundo recebeu uma nova proposta para venda do imóvel situado na cidade de Itapevi, Estado de São Paulo. Além do Imóvel de Itapevi, atualmente o Fundo é proprietário de outros dois imóveis localizados em Duque de Caxias/RJ e Macaé/RJ. O Fundo ainda busca as devidas autorizações judiciais para que seja possível evoluir em qualquer transação de venda do Imóvel diante da existência de discussão judicial relativa à posse dos silos e do gerador que se encontram no Imóvel, de maneira que a venda do Imóvel possa ser encaminhada para deliberação da Assembleia Geral de Quotistas do Fundo.

Terça-Feira | Dia 15/06

Gestores de fundos imobiliários apostam em ‘efeito vacinação’ (Valor)

Mercado vê chance maior de elevação de 1 ponto na Selic (Valor)

MGLG11 – Positivo: O Fundo pagou a parcela inicial no montante de R$ 43,7 milhões referente a compra de 4 imóveis, sendo 3 localizados em São Paulo e 1 no estado do Rio de Janeiro. Dessa forma, o Fundo passará a fazer jus ao recebimento de 60% dos aluguéis referente aos imóveis Supermarket (RJ) e Itambé (SP), que correspondem, juntos, a R$ 307.496,07 por mês, e um incremento de R$ 0,29 por cota por mês.

Segunda-Feira | Dia 14/06

Aposta em Selic a 6% ou mais em 2021 ganha força (Valor)

As cidades em que os preços dos imóveis mais subiram (spoiler: São Paulo e Rio estão fora da lista) (InfoMoney)

Problema no sistema da B3 provoca atraso na liquidação de operação (Valor)

BRCO11 – Positivo: O fundo comunica aos Cotistas do Fundo que, em complemento ao Fato Relevante divulgado em 04 de dezembro de 2020 e em decorrência de alterações de projeto e escopo das Benfeitorias solicitados pelo inquilino, celebrou o Quinto Aditamento do Contrato de Locação com a WHIRLPOOL. O valor limite do investimento será aumentado de R$19 milhões para R$26 milhões e suportado com os recursos disponíveis atualmente no Fundo, oriundos da Oferta Pública de Distribuição Primária de Cotas da 4ª Emissão. O valor do aluguel será incrementado em, aproximadamente, R$ 0,02 por cota do Fundo ao mês, após a Data de Entrega das Benfeitorias.

BTLG11 – Positivo: Em fato comunicado recentemente sobre a venda de quatro Imóveis, sendo três destes localizados no Estado de São Paulo e um no Estado do Rio de Janeiro. O Fundo recebeu a parcela inicial no montante de R$ 43,7 milhões referente à venda de 60% dos imóveis Supermarket (RJ) e Itambé (SP), conforme devidamente ajustado entre as Partes no fechamento. Adicionalmente, resta o pagamento da 2º Parcela a ser recebida em agosto de 2021 no valor de  R$ 82,4  milhões e da 3º Parcela a ser recebida em janeiro 2022, no valor de R$ 42,6 milhões.

MCCI11 – Positivo: A Gestora decidiu, de forma voluntária, renunciar ao recebimento de parte da taxa de performance prevista no item 12.2 do regulamento do Fundo, apurada em junho de 2021. Dessa forma, os valores a serem pagos à Gestora a título de Taxa de Performance com relação ao período referido acima foram reduzidos em R$ 3.880.466,18, o que equivale a R$ 0,43 por cota do Fundo.

TRNT11 – Negativo: A Administradora informa que até esta data o Fundo não recebeu de algumas de suas locatárias o pagamento do aluguel, referente à competência de maio/2021 com vencimento em junho/2021. Desta forma, a distribuição de rendimentos foi impactada negativamente em, aproximadamente, R$ 0,12 por cota. Adicionalmente, o Fundo recebeu os valores referentes a determinados aluguéis que estavam em situação de inadimplência referente a competência de abril/2021. Desta forma, a última distribuição de rendimentos foi impactada positivamente em, aproximadamente, R$ 0,05 por cota. Portanto, considerando o impacto conjunto da inadimplência e da adimplência conforme elencado, a distribuição de rendimentos foi impactada negativamente em, aproximadamente, R$ 0,07 por cota.

Últimos Relatórios

1 Ano de Pandemia: Segmentos mais impactados em FIIs

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Junho de 2021

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.