PIB: Como o mercado reagiu à 1ª divulgação na crise do coronavírus?

Saiba como os investidores receberam a noticia da retração do PIB, que deve sofrer ainda mais ao longo do ano


Compartilhar:


O IBGE divulgou nesta sexta-feira os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, no 1º Trimestre. É a primeira prévia do que será da economia brasileira no fim do ano, em que as expectativas são de forte retração econômica.

Como será que o mercado reagiu à notícia de queda de 1,5% do PIB na comparação com o trimestre anterior?

As expectativas do mercado em relação ao PIB

Exatamente por ser um PIB de um trimestre que já se conhecia os enormes efeitos negativos do coronavírus na economia brasileira, os investidores e o mercado, de forma geral, já precificavam uma retração do indicador no 1º Trimestre. O que isso significa?

No jargão do mercado, a queda já era esperada e, por isso, não houve tantos impactos, afinal, o mercado geralmente reage mais às imprevisibilidades.

A reação do Ibovespa

Logo que o PIB foi divulgado na manhã desta sexta, O Ibovespa, que mede o desempenho da Bolsa brasileira, caía aproximadamente 1,30%, indicando uma reação ligeiramente negativa aos resultados.

No entanto, segundo os especialistas da XP, o fato de as outras Bolsas ao redor do mundo também estarem em desânimo mostra que a parcela da queda pode estar dividida com mais um capítulo na Guerra Comercial entre EUA e China, desta vez em uma investida do presidente Trump.

O fechamento da Bolsa, nesta sexta-feira, mostra o quão já estava precificado o resultado do PIB, com o índice apresentando uma leve alta de 0,52%.

“O PIB já ficou no retrovisor. É claro que olhar o PIB é sempre bom, principalmente na visão setorial. Mas como já era um resultado esperado, o que tem chamando mais atenção do mercado são realmente esses dados semanais de confiança do empresário e do consumidor, dados de isolamento, coletivas de governo, etc.”, diz o economista da XP, Vitor Vidal.

Saiba a visão da XP sobre o PIB e a economia brasileira

A equipe de Economia da XP, por conta da crise do coronavírus, revisou nas últimas semanas as suas projeções pela terceira vez no ano. Conforme o cenário de forte deterioração, a estimativa para o fechamento do PIB em 2020 é de queda de 6%.

Veja essas e outras projeções para a economia

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM