XPnomics: a economia pelos olhos da XP

Tivemos algumas surpresas positivas ao longo desse ano. A primeira foi o ambiente mais favorável no congresso, o que facilitou a tramitação da reforma da previdência e sua aprovação nos dois turnos da câmara com ampla maioria de votos. A segunda diz respeito ao início quase sincronizado de cortes de juros no mundo, com destaque para a decisão do banco central americano (FED) de cortar sua taxa de juros em 0,25%. Esses dois eventos abriram espaço para que um ciclo de corte de juros mais acentuado se iniciasse no Brasil também, sendo essa uma terceira surpresa.


Compartilhar:


Por: Zeina Latif e Marcos Ross

Tivemos algumas surpresas positivas ao longo desse ano. A primeira foi o ambiente mais favorável no congresso, o que facilitou a tramitação da reforma da previdência e sua aprovação nos dois turnos da câmara com ampla maioria de votos. A segunda diz respeito ao início quase sincronizado de cortes de juros no mundo, com destaque para a decisão do banco central americano (FED) de cortar sua taxa de juros em 0,25%. Esses dois eventos abriram espaço para que um ciclo de corte de juros mais acentuado se iniciasse no Brasil também, sendo essa uma terceira surpresa.

Nesse quesito, esperamos que o Banco Central siga cortando juros e leve a Selic para a sua mínima histórica de 5,00% até o final de 2019, ficando nesse patamar até o final de 2020. Com relação à inflação, ainda vemos um quadro confortável, com o IPCA próximo à meta de 4,00% nos dois anos: 3,74% em 2019 e 4,00% em 2020. Esse cenário segue condicionado a avanços concretos das reformas estruturais que dependem de consenso político e do cenário de crescimento econômico.

A economia brasileira ainda fraqueja e preocupa, mas alguns sinais positivos já surgem e vemos crescimento do PIB de 0,9% em 2019 e de 2,1% em 2020. Esperamos que o consumo lidere a recuperação da economia, sustentado por juros mais baixos, maior oferta de crédito e pelas medidas de liberação do FGTS e PIS/Pasep. Em contrapartida, vemos recuperação ainda lenta dos investimentos dada a alta ociosidade da indústria (transformação e construção civil), e dado o quadro político ainda incerto.

No campo fiscal, dúvidas ainda existem em relação à magnitude do impacto fiscal da Previdência, com ampla dispersão das estimativas do mercado e do Governo. Entretanto, mesmo no cenário mais conservador, vemos a trajetória do endividamento brasileiro estabilizando na próxima década. Ainda assim, novas medidas de ajustes serão necessárias para o cumprimento de regras fiscais e para que a resultado primário (receitas menos despesas do governo) volte ao terreno positivo.

Por fim, a desaceleração da economia mundial confirmou nossas expectativas. A guerra comercial, travada não apenas, mas principalmente entre EUA e China, é grande parte do problema. Acreditamos que tensões comerciais seguirão no radar, o que deve impactar negativamente as expectativas de crescimento mundiais. O Brasil não deve sair imune a isso.

Leia abaixo o relatório completo ou clique no botão (três pontos) para baixar o relatório em PDF:

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM