Por que ter exposição no mercado exterior?

access_time 06/11/2019 - 21:40
format_align_left 3 minutos de leitura

De acordo com os melhores investidores, diversificação é o caminho para minimizar riscos e potencializar ganhos.

Para ser tão bom quanto o respeitado Warren Buffet, precisamos aprender com um de seus principais ensinamentos: “Não colocar todos os seus ovos numa mesma cesta”. Uma carteira diversificada ajuda a lidar com as incertezas do mercado, melhor distribuindo os seus recursos em diferentes ativos.

Quando o assunto é diversificação de carteira, nada melhor do que buscarmos mercados globais, pois a correlação entre ativos locais e internacionais é muito baixa. Investir em fundos ou ações no exterior abre portas para capturar crescimento sustentável em outras economias e mercados.

O mundo é maior do que se imagina

Você sabia que o Brasil representa apenas 2% do PIB global? Como comparação, os EUA representam 23%, China 17% e Índia 4%.

Seguindo esta linha de raciocínio, você investiria todo seu dinheiro apenas em um país? Este conceito é simples, mas ilustra o tamanho da oportunidade para o investidor que acessa outros mercados além do Brasil.

Atualmente, das 100 marcas mais valiosas do planeta, segundo o ranking da Forbes-2019, 55 estão nos EUA. Sabe quantas são brasileiras? Infelizmente, nenhuma.

Como o Brasil está posicionado no contexto global?

O Brasil ainda é uma economia fechada e pequena quando comparada ao resto do mundo. Quando falamos de exportações, os Estados Unidos respondem por quase 10% do total global, China 9%, Índia 2% e Brasil apenas 1%. Em relação ao consumo, EUA e China representam mais de 30%, enquanto o Brasil não chega a 3%.

Segundo o Banco Mundial, o Brasil ocupa a posição de número 71 em competitividade e 124° lugar no ranking de facilidade para fazer negócios.

Dentre as 43 mil empresas listadas no mundo, mais de 5 mil estão nos EUA, 3 mil na China, 6 mil na Índia, e apenas 330 no Brasil, sendo que em 2007 eram 400.

Para se ter uma ideia, apenas uma ação da bolsa americana, a Apple, é maior do que a Bovespa inteira (em capitalização de mercado).

Mas existem investidores conservadores que já investem com exposição no mercado exterior?

Sim! Como exemplo, a alocação de fundos de pensão dos nossos países vizinhos, naturalmente conservadores, é significativa em ativos internacionais. No Chile 42% dos recursos desses fundos estão alocados no exterior, no Peru 38%, na Colômbia 28%, enquanto no Brasil este número nunca atingiu mais de 2% – há potencial para este número aumentar.

E se a recessão vier?

Ciclos não morrem por velhice e mercados desenvolvidos normalmente apresentam ciclos de expansão mais longos.

Nos EUA, a economia segue sólida. A inflação permanece controlada, próximo da meta de 2%, enquanto o aumento dos salários mantem-se estável, o que sustenta o consumo. A taxa de desemprego se mantém próximo de 3,6%, mínima histórica desde o final da segunda guerra mundial, com melhora da produtividade e forte criação de vagas.

Como foi o desempenho das bolsas ao redor do mundo nesta última década?

Nos últimos 11 anos, o índice IBOVESPA apresentou retorno acumulado de 166% em reais, porém apenas 18% em dólares. No mesmo período, o índice de Ações Americanas S&P 500 apresentou alta de 236% e o índice de Ações Globais MSCI World 142%, ambos em dólares.

É importante lembrar que o dólar americano é considerada o “porto seguro” e reserva de valor do mundo, por sofrer menos com os efeitos da inflação ao longo do tempo, preservando o poder de compra.

Ok, mas como posso investir com exposição global utilizando um veículo local?

Conheça duas alternativas para acessar o mercado internacional com capital protegido e sem risco cambial.

Disclaimer:

Por conta da atividade de distribuição de COEs, a XP Investimentos recebe dos bancos emissores uma remuneração de no máximo 1,8% ao ano. Esta remuneração é recebida no momento da emissão do COE, independente do cliente manter o investimento até o vencimento.

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É DESTINADO A CLIENTES COM PERFIL DE INVESTIMENTO MODERADO (VALOR NOMINAL PROTEGIDO) E AGRESSIVO (VALOR NOMINAL EM RISCO), SENDO ESTE O PÚBLICO A QUE SE DESTINA O PRESENTE MATERIAL. O EMISSOR DO COE SE RESERVA AO DIREITO DE CANCELAR A EMISSÃO OU ALTERAR AS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO, CASO O VALOR MÍNIMO NÃO SEJA ATINGIDO OU HAJA ALTERAÇÃO NAS CONDIÇÕES DE MERCADO. ESTE DOCUMENTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS MELHORES PRÁTICAS DE MERCADO PELO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE NEGOCIAÇÃO DE INSTRUMENTOS FINANCEIROS O RECEBIMENTO DOS PAGAMENTOS DESTE CERTIFICADO ESTÁ SUJEITO AO RISCO DE CRÉDITO DO SEU EMISSOR O COE É UM PRODUTO FINANCEIRO QUE NÃO CONTA COM GARANTIA DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS – CVM. A DISTRIBUIÇÃO DE CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS – COE NÃO IMPLICA, POR PARTE DOS ÓRGÃOS REGULADORES, GARANTIA DE VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS OU DE ADEQUAÇÃO DO CERTIFICADO À LEGISLAÇÃO VIGENTE OU JULGAMENTO SOBRE A QUALIDADE DO COE, DO SEU EMISSOR OU DA INSTITUIÇÃO INTERMEDIÁRIA. LEIA O DOCUMENTO DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS ANTES DE APLICAR NESTE CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS ESTE CERTIFICADO. NÃO SE TRATA DE INVESTIMENTO DIRETO NO ATIVO SUBJACENTE. O CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS – COE é um produto complexo. ESSE MATERIAL NÃO DEVE SER CONSIDERADO MATERIAL PUBLICITÁRIO DO FUNDO E/OU DOS ATIVOS SUBJACENTES AQUI TRATADOS. TRATA-SE DE UM CONTEÚDO EDUCACIONAL SOBRE OS ATIVOS ADJACENTES, COM O OBJETIVO APENAS DE INFORMAR O INVESTIDOR SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL, FUNDOS INTERNACIONAS E/OU INDÍCES. OS ATIVOS SUBJACENTES QUE CONSTAM DESTE MATERIAL NÃO SÃO DISTRIBUÍDOS PELA XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. Certifique-se da compreensão de todos os seus aspectos antes da decisão de investimento Este documento trata-se de material publicitário, elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A ("XP Investimentos" ou “XP”). O conteúdo disponibilizado não deve ser entendido como análise, consultoria, sugestão de investimento, recomendação de compra e venda, oferta de produtos ou serviços financeiros. Este material foi elaborado pela XP Investimentos e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598, de 6 de julho de 2010. As informações são válidas na data de sua publicação, qualquer informação contemplada neste material deve ser confirmada quanto às suas condições, previamente à conclusão de qualquer negócio Os investidores devem buscar aconselhamento profissional com relação aos aspectos tributários, regulatório e outros que sejam relevantes à sua condição específica, sendo que o presente material não foi elaborado com esta finalidade. A rentabilidade prevista ou passada não é garantia de rentabilidade futura Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. É obrigatória a leitura do Documento de Informações Essenciais – DIE previamente à aquisição do COE, com especial atenção aos fatores de risco. Recomenda-se uma profunda análise das características, prazos e riscos dos investimentos antes da decisão de compra/venda/aplicação/resgate. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. Os custos das operações e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Corretora: www.xpi.com.br. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.