XP Expert

Tesouro Educa+: saiba mais sobre o título que investe em educação

Veja aqui tudo sobre o novo título de planejamento do período de estudos do Tesouro Direto: o Tesouro Educa+.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
  • Desde o dia 1º de agosto de 2023, está disponível no Tesouro Direto um novo título, para facilitar o planejamento para custeio de estudos: o Tesouro Educa+.
  • O Tesouro Educa+ é atrelado ao IPCA, o índice mais utilizado de inflação no Brasil, visando manter o poder de compra ao longo do tempo, além de garantir retorno real de quem ficar com o título até a data de vencimento.
  • Os investidores têm à disposição, inicialmente, 16 opções de datas de conversão (quando o título passará a pagar rendimentos mensais).

Um dos objetivos apontados comumente por investidores ao realizar investimentos é a formação de uma reserva para custear a educação dos filhos no futuro. Isto pode envolver o pagamento de mensalidades de instituições privadas e até mesmo cobrir as despesas necessárias naquele período.

Com o objetivo auxiliar pessoas de todas as idades a conquistar uma renda complementar para custear estudos, sejam eles de ensino superior, especialização ou qualquer outra natureza, um novo título foi lançado pelo Tesouro Direto.

Tesouro Educa+: O que é?

O Tesouro Educa+ é o nome do novo título do Tesouro Direto, disponível desde o dia 1º de agosto de 2023. O título tem uma estrutura que permite ao investidor obter uma simplificação no planejamento de seus estudos.

O Tesouro Educa+ é atrelado ao IPCA, o índice de inflação mais utilizado no Brasil. Desta forma, o investidor poderá manter o poder de compra ao longo do tempo, além de garantir retorno real (se ficar com o título até a data de vencimento).

O que esperar do Tesouro Educa+?

A expectativa do Tesouro Direto com a disponibilização do novo título em sua plataforma é que os investidores:

  1. Façam o primeiro aporte no Tesouro Educa+, a partir de cerca de R$ 30,00.
  2. Façam aportes periódicos, no valor que desejarem, até a data de conversão, garantindo, assim, a renda mensal complementar que pretendem obter no futuro.
    • É possível realizar simulações na plataforma do Tesouro Direto para definição de quanto investir em cada período para atingir a renda futura esperada: Clique aqui para acessar.
  3. Mantenham os títulos em carteira até a data de conversão.

Período de acumulação: Ao escolher um título pela data de conversão, o investidor fará a compra das quantidades, acumulando assim seus rendimentos ao longo dos anos para recebimento de fluxos mensais no futuro.

Data de conversão é a data a partir da qual o título passará a pagar rendimentos mensais. Ou seja, é a data de início dos estudos estimada pelo investidor.

Período de conversão: É o período pós-data de conversão, em que ocorrerão os pagamentos mensais.

Como investir no Tesouro Educa+?

O investimento nos títulos Tesouro Educa+ funciona da mesma maneira que outros títulos do Tesouro Direto. Ou seja, apenas pessoas físicas podem investir, seguindo o horário de funcionamento da plataforma (das 9h30 às 18h em dias úteis).

Há limite de compra, ou seja, no mínimo 1% do valor de cada título, limitado ao mínimo de R$ 30,00 e no máximo R$ 1 milhão por mês.

A liquidação dos resgates ocorre no mesmo dia para pedidos realizados até às 13h e no dia útil seguinte após este horário.

Acesse aqui o simulador do Tesouro Educa+

O que o Tesouro Educa+ tem de diferente de títulos já existentes?

Apesar de, em diversos aspectos, o novo título ser semelhante ao Tesouro IPCA+, existem diferenças importantes que o tornam ideal para o planejamento do período de estudos:

Como funcionam as taxas e impostos do Tesouro Educa+?

Assim como os outros títulos do Tesouro Direto, o Tesouro Educa+ tem incidência de imposto de renda (IR), imposto sobre operações financeiras (IOF) e taxa de custódia da B3.

No caso do IR e IOF, nada muda: ambos seguem as mesmas tabelas regressivas – veja aqui como funciona.

Já no caso da taxa de custódia, existem diferenças para o novo título em relação aos já existentes. Sob a nova modalidade, assim como no Tesouro RendA+, o “fato gerador” da taxa de custódia do Tesouro Educa+ é o resgate (saída antecipada). Sendo assim, não haverá cobrança semestral automática (de 0,2% a.a.) sobre o saldo do título.

Além disso, para incentivar o viés de longo prazo do título, a taxa de custódia também é regressiva para o Educa+. Ou seja, quanto mais tempo o investidor fica com o título na carteira, menor é a taxa, podendo inclusive chegar a zero para quem mantiver o título até o final.

Após a data de conversão, quando se iniciam os pagamentos mensais, há cobrança de taxa sobre a renda mensal, de acordo com a regra abaixo:

Quais são os riscos do Tesouro Educa+?

Os riscos são os mesmos de se investir em qualquer outro título do Tesouro Direto, sendo mais comparável aos títulos IPCA+.

  • Risco de crédito: também conhecido como risco de “calote”, é o risco de o governo brasileiro quebrar. Ou seja, é o menor risco dentre emissores brasileiros.
  • Risco de mercado: é o risco de oscilações no preço do título antes do vencimento como resultado de variações nas condições de mercado. Quando o risco de mercado sobe (e, portanto, as taxas), o preço desvaloriza e vice-versa. Quanto mais longo o título, maior sua sensibilidade a essas oscilações.
    • No entanto, vale lembrar que o objetivo do título é o custeio de estudos. Sendo assim, o foco do investidor deveria ser mantê-lo até o vencimento (mitigando o risco de mercado).
  • Risco de liquidez: refere à facilidade para negociações do título no mercado secundário, no qual um título com poucos compradores potenciais pode ser desvalorizado no momento de uma cotação de venda. No caso de títulos do governo, o risco de liquidez é consideravelmente baixo.

Para formar a reserva para estudos dos seus filhos ou a sua própria, o ideal é buscar diversificar, fazendo uso de diferentes alternativas, visando a melhor composição para o investidor.

Gostou? Ficou com alguma dúvida? Não deixe de avaliar e comentar abaixo.

Fontes: Tesouro Nacional e Tesouro Direto

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.