XP Expert

XP Morning Call 18/01/2019: Mercados operam no campo positivo

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.   Política Brasil: Suspensão da investigação de Flávio Bolsonaro e divulgação da reforma da Previdência em Davos

Internacional

  1.  Departamento do Tesouro dos EUA nega relatório sobre potencial flexibilização de tarifas sobre importações chinesas 
  2. China prepara novas iniciativas para estimular consumo doméstico 
  3. Discussões sobre o Brexit complicam enquanto May procura por um acordo

Empresas

  1. Petrobras (PETR4): Diretoria decide retomar processos de venda de ativos | POSITIVO
  2.  Aéreas: Anac cancelará licença de 10 jatos da Avianca 
  3. Engie retoma plano de aquisição da TAG após queda de liminar no STJ

COE News

  1. Netflix: Resultados do 4T18 são impactados pelos gastos com conteúdo próprio
  2. Facebook dá sinal positivo ao mercado ao atuar à favor da segurança de dados

Resumo

Mercados operam no campo positivo

Os mercados operam no campo positivo nesta quinta-feira, em meio à maior otimismo com negociações comerciais entre China e Estados Unidos. Ásia fechou subindo 1,5%, Europa opera em +1% e Petróleo sobe 1%.

As ações americanas subiram ontem após relatório do Wall Street Journal de que autoridades do governo estariam considerando flexibilizar tarifas de importações chinesas. Mesmo que posteriormente negado pelo Departamento do Tesouro, reforça a retórica de que a administração está ansiosa por um acordo.

Na China, o governo anunciou que planeja ampliar medidas para estimular gastos dos consumidores neste ano, como incentivos à compra de carros e eletrodomésticos, conforme informou a Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional hoje.

No Brasil, Jair Bolsonaro e Paulo Guedes vão a Davos apresentar reforma da Previdência, mas ainda sem detalhamento final do texto, cuja versão inicial já foi apresentada ao presidente. A previsão é que ele seja apresentado ao Congresso na primeira quinzena de fevereiro.

Na eleição para presidente do Senado, oposição a Renan Calheiros se articula para enfraquecer o emedebista. Davi Alcolumbre (DEM-AP), que também é candidato, tem a prerrogativa de presidir a sessão da eleição e pretende exercê-la, para decidir questões de ordem, como a realização ou não de segundo turno – e até mesmo a votação ser aberta ou secreta.

Do lado das empresas, diretoria da Petrobras anuncia retomada de processos de venda de ativos, bem como a formação de parcerias em refino. Em aéreas, Anac cancelará licença de 10 jatos da Avianca, o que pode impactar positivamente as ações do setor devido à leitura de potencial redução na oferta doméstica


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Suspensão da investigação de Flávio Bolsonaro e divulgação da reforma da Previdência em Davos 

  • A suspensão da investigação que atinge Flávio Bolsonaro, filho do presidente, cria ruídos e se mantém pedra no sapato presidencial: abre espaço para conflito com discurso de campanha e vira munição para a oposição na volta do recesso parlamentar. O ministro Marco Aurélio só deve decidir sobre a continuidade da apuração em fevereiro;
  • Jair Bolsonaro e Paulo Guedes vão a Davos propagandear reforma da Previdência, mas ainda sem apresentar um detalhamento final do texto, cuja versão inicial já foi apresentada ao presidente. Previsão é que ele só seja mesmo apresentado ao Congresso na primeira quinzena de fevereiro;
  • Na eleição para presidente do Senado, oposição a Renan Calheiros se articula para enfraquecer o emedebista. Davi Alcolumbre (DEM-AP), que também é candidato, tem a prerrogativa de presidir a sessão da eleição e pretende exercê-la, para decidir questões de ordem, como a realização ou não de segundo turno – e até mesmo a votação ser aberta ou secreta.

Internacional

Departamento do Tesouro dos EUA nega relatório sobre potencial flexibilização de tarifas sobre importações chinesas 

  • As ações dos Estados Unidos subiram ontem após um relatório do Wall Street Journal sobre autoridades do governo Trump considerando a flexibilização das tarifas sobre as importações chinesas para acalmar os mercados. No entanto, ganhos diminuíram após o Departamento do Tesouro negar a publicação; 
  • Nem Mnuchin, secretário do Tesouro, nem Lighthizer, representante de Comércio dos EUA, fizeram quaisquer recomendações com respeito a tarifas ou outras partes das negociações com a China, de acordo com um porta-voz do Tesouro, que caracterizou as negociações como um processo contínuo.

China prepara novas iniciativas para estimular consumo doméstico 

  • Segundo o Dow Jones Newswires, a China planeja ampliar medidas para estimular gastos dos consumidores neste ano, como incentivos à compra de carros e eletrodomésticos, conforme informou a Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional; 
  • A comissão apontou que governos locais também devem definir políticas de estímulo aplicadas a situações específicas, e também devem direcionar estímulos a comunidades rurais.

Discussões sobre o Brexit complicam enquanto May procura por um acordo

  • Segundo a Bloomberg, em menos de 24 horas após May iniciar conversas com altos políticos de seis partidos no Parlamento, ela entrou em um impasse político com o líder do principal partido trabalhista da oposição, Jeremy Corbyn;
  • May está tentando restaurar seu acordo do Brexit depois da derrota na votação de terça-feira. Ela está se reunindo com os partidos de oposição para encontrar uma solução, mas em uma carta Corbyn exigiu que May excluísse a possibilidade de um Brexit sem acordo antes mesmo que ele se encontrasse com ela;
  • Faltando 70 dias para que o Reino Unido deixe a União Europeia e até o momento sem acordo fechado, há uma crescente especulação de que talvez seja necessário adiar o Brexit. Em 21 de janeiro, May entregará o Plano B e o governo confirmou que o Parlamento votará no dia 29 de janeiro.

Empresas

Petrobras (PETR4): Diretoria decide retomar processos de venda de ativos | POSITIVO

  • A Petrobras anunciou que sua Diretoria Executiva decidiu retomar os processos competitivos para o desinvestimento de 90% da TAG, 100% da Araucária Nitrogenados SA (ANSA), bem como a formação de parcerias em refino; 
  • A decisão de retomar o desinvestimento da TAG foi baseada na reversão, em 15 de janeiro, pelo STJ de uma liminar emitida pelo TRF-5 em maio de 2018. Em relação aos demais desinvestimentos, a decisão de avançar com o processo baseou-se na conclusão da AGU que a Petrobras já detém autorização legislativa para vender suas subsidiárias de acordo com a Lei 13.303 / 2016 (Lei das Estatais) e pelo Decreto nº 9.188 / 2017; 
  • Temos uma avaliação positiva dos anúncios. Com base nas nossas análises, estimamos (1) fluxo de recursos entre US$ 17,4 bilhões e US$ 21,9 bilhões, uma adição entre R$ 5,0/ação e R$6,3/ação ao nosso preço-alvo e (3) redução entre (0,66)x e (0,83)x na Dívida Líquida / EBITDA da empresa, atualmente em 2,96x. Para mais detalhes, por favor consulte nosso relatório.

Aéreas: Anac cancelará licença de 10 jatos da Avianca 

  • De acordo com o Estadão, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai retirar, até a próxima terça-feira, a matrícula de dez aviões operados no País pela Avianca Brasil. Com isso, os aviões serão obrigados a parar de voar imediatamente, e deverão ser devolvidos; 
  • Os aviões em questão não são os mesmos usados em rotas internacionais. A decisão da Anac ocorre após pedido da empresa de arrendamento GE Capital Aviation Services; 
  • A Anac informou que a medida poderá ter impactos nos voos da Avianca nos próximos dias. A notícia deve impactar positivamente as ações do setor, devido à leitura de potencial redução na oferta doméstica por parte da companhia. Vale relembrar que a Gol possui sobreposição superior a 90% com a Avianca.

Engie retoma plano de aquisição da TAG após queda de liminar no STJ

  • Em continuidade à queda da liminar que impedia a venda da TAG, notícias apontam que a francesa Engie pretende finalizar as negociações para adquirir a subsidiária da Petrobras por um valor estimado entre US$8 e US$9 bilhões;
  • A Engie estaria aguardando a definição de detalhes contratuais e da segunda rodada de ofertas para definir a estratégia para o negócio. Segundo fontes, a empresa francesa planeja construir um consórcio com sua subsidiária Engie Brasil (EGIE3, recomendação Neutra) e o fundo de pensão canadense CDPQ;
  • Em teleconferência com analistas em novembro, o presidente da Engie Brasil, Eduardo Sattamini, afirmou que a partir do momento que a partir do momento que as conversas fossem retomadas, seriam necessários aproximadamente 3 meses para fechar o negócio. Seria necessário desenhar aspectos contratuais, como o contrato com a Transpetro.

COE News

 
Facebook dá sinal positivo ao mercado ao atuar a favor da segurança de dados

  • O preço das ações da Netflix encerrou o dia com 0,5% de alta, reflexo de resultados mistos no 4T18. A gigante do segmento de streaming continuou a expandir sua base de clientes rapidamente no quarto trimestre, graças ao forte crescimento no exterior. Por outro lado, o aumento nos gastos com conteúdo pesou no lucro, com crescimento mais lento das receitas no trimestre;
  • Os resultados apresentaram 8,8 milhões de novos inscritos no período, número abaixo das expectativas de mercado em torno de 9,2mm. As receitas de US$ 4,19bi e lucro de US$ 134mm no trimestre foram abaixo do consenso;
  • Recentemente, tem-se visto uma aceleração do movimento secular de migração de espectadores de TV por assinatura para consumo de streaming de vídeo (conteúdo online). A estratégia da empresa é manter (i) exclusividade de conteúdo, com uma série de novos lançamentos em andamento, o que deve a acelerar o crescimento da base de novos inscritos, (ii) execução operacional diferenciada e (iii) potencial de ganho de escala.

Netflix: Resultados do 4T18 são impactados pelos gastos com conteúdo próprio

  • Nesta quinta-feira, o Facebook informou que removeu páginas e contas ligadas a temas políticos, baseadas na Rússia e Ucrânia. Tal movimento foi visto como positivo pelos investidores e o preço das ações encerrou o dia com 0,5% de alta;
  • Segundo Nathaniel Gleicher, diretora de política de segurança cibernética da gigante de mídias sociais, foram removidas 500 páginas tanto na plataforma tradicional do Facebook, quanto Instagram;
  • Enfrentando críticas de líderes de todo o mundo sobre como lida com “fake news”, dirigentes da empresa vêm dedicando esforços para combater a desinformação. Em julho e agosto de 2018, diretores do Facebook alegaram ter conseguido desmantelar campanhas políticas no Irã e Rússia, planejadas para semear a discórdia na política global.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.