XP Expert

XP Morning Call 17/12/2018: Mercados no aguardo do Fed

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.  Política Brasil: Apoio a Rodrigo Maia e a nova forma de fazer política

Internacional

  1. May deve atacar partidários de um segundo referendo sobre Brexit
  2. Ministros da Itália chegam a um acordo sobre orçamento
  3.  México: AMLO apresenta orçamento de 2019 com superávit primário de +1%

Empresas

  1. Gol: Migração para o Novo Mercado é rejeitada, empresa estuda outras alternativas
  2. Magazine Luiza Day: Foco na plataforma multicanal
  3. Petrobras: ANP reajusta preços do diesel em +0,73%

COE News

  1. Amazon: Redefinição de estratégia sobre produtos com margem menor
  2. Facebook: Falha na plataforma pode ter exposto fotos de ~6,8mm de usuários

Resumo

Mercados no aguardo do Fed

Os mercados começam a semana no aguardo da reunião do Fed que termina na quarta. Ásia fechou sem direção, Europa segue o movimento, petróleo estável em $60/bbl, mineradoras em destaque, subindo 1,5-2%.
 
Em relação ao Fed, o consenso ainda é de alta de 0,25% para 2,5%, mas a probabilidade que o mercado atribui a essa alta vem diminuindo. Se a mensagem de menor necessidade de alta no curto prazo for confirmada, esperamos reação positiva.
 
Na Europa, o Brexit continua em foco, com a primeira ministra sob muita pressão e muita indefinição. Enquanto isso, após meses de embate, líderes da Itália chegam a consenso em relação a proposta de orçamento de 2019, a ser enviado para a UE.
 
No México, AMLO apresenta proposta de orçamento para 2019 prevendo superávit fiscal de 1%, o que se entregue seria positivo, mas mercados ainda vem o novo presidente mexicano com ceticismo.
 
No Brasil, integrantes do governo Bolsonaro apoiam reeleição de Rodrigo Maia para presidência da Câmara. General Mourão, Paulo Guedes e Joice Hasselman trabalham informalmente em favor do deputado do DEM.
 
Na área econômica, projeto da previdência e a estratégia para sua aprovação devem ficar prontos apenas em fevereiro. Em foco neste final de semana discussão sobre a reforma tributária e a criação de um IVA, ou imposto sobre movimentações financeiras.
 
Do lado das empresas, a B3 vetou migração para o Novo Mercado da Gol e a empresa estuda outras alternativas, mas sem grandes destaques hoje.


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Apoio a Rodrigo Maia e a nova forma de fazer política

  • A disputa pela presidência da Câmara ganha novo contorno com o apoio de integrantes do governo Bolsonaro à reeleição de Rodrigo Maia. General Mourão, Paulo Guedes e Joice Hasselman trabalham informalmente em favor do deputado do DEM;
  • Nova maneira de fazer articulação política. Governo eleito tem negociado cargos com deputados no varejo. Os líderes partidários estão céticos. Versado no assunto, Michel Temer foi além: “nomear deputados sem mandato para negociar cargos e emendas não tem chance de dar certo”;
  • Propostas. Eduardo Bolsonaro (eleito deputado federal) defendeu lei e plebiscito sobre pena de morte ainda em 2019. Na área econômica, projeto da previdência e a estratégia para sua aprovação devem ficar prontos apenas em fevereiro. E ainda se discute se a reforma tributária será a criação de um IVA ou imposto sobre movimentações financeiras.

Internacional

May deve atacar partidários de um segundo referendo sobre Brexit

  • Segundo a Bloomberg, a primeira-ministra britânica Theresa May deve atacar os partidários de um segundo referendo ao Brexit nesta segunda-feira, enquanto explica ao parlamento por que líderes da União Europeia rejeitaram sua tentativa de tornar o divórcio entre Reino Unido e União Europeia mais atraente para os legisladores;
  • A especulação se intensificou em torno de um segundo referendo sobre a saída da EU, desde que May postergou votação na Câmara dos Comuns sobre seu acordo, na semana passada, que encaminhava para a derrota. No entanto, ela sobreviveu ao voto de desconfiança, se mantendo no cargo, e se dirigiu a Bruxelas na quinta-feira para buscar ajustes que suavizassem o acordo;
  • O Reino Unido deixará a União Europeia em 29 de março e se May não conseguir encontrar um plano que o parlamento aceite, o divórcio acontecerá sem nenhuma suavização para a transição.

 
Ministros da Itália chegam a um acordo sobre orçamento

  • Segundo a Reuters, o governo da Itália concordou com orçamento que irá propor a Bruxelas em uma tentativa de evitar medidas disciplinares sobre seus planos de aumentar os gastos deficitários no próximo ano. A Comissão Europeia rejeitou o orçamento italiano em outubro, estimando que não reduziria a enorme dívida do país e violaria as regras fiscais da UE;
  • Porém, um acordo final com Bruxelas ainda não havia sido alcançado, e o governo se reuniu no domingo à noite para discutir os detalhes de um possível acordo. Também estão incluídas no orçamento medidas para aumentar os impostos sobre carros de luxo, a fim de fornecer incentivos para modelos elétricos e híbridos;
  • No domingo, tanto Di Maio, Vice Primeiro-Ministro da Itália, quanto Salvini, Primeiro Ministro, expressaram confiança de que poderiam acabar com o conflito com Bruxelas.

México: AMLO apresenta orçamento de 2019 com superávit primário de +1%

  • O presidente do México, Lopez Obrador (AMLO), enviou ao Congresso seu Orçamento de 2019, propondo um superávit primário de 1% do PIB;
  • O presidente jurou compromisso absoluto com a disciplina fiscal e financeira. O orçamento prevê um crescimento do PIB de 2% em 2019, ligeiramente acima das previsões do mercado de 1,8-1,9%;
  • Apesar de serem bem recebidos pelos mercados, alguns analistas têm um certo grau de ceticismo sobre se a nova administração está comprometida em entregar tal superávit ou não.

Empresas

Gol: Migração para o Novo Mercado é rejeitada, empresa estuda outras alternativas

  • A B3 decidiu que a adesão da Gol ao Novo Mercado nos moldes propostos seria inadmissível, e, portanto, a empresa estuda novas alternativas para seguir com a reestruturação e com a incorporação da Smiles;
  • No fato relevante, a companhia informa que está avaliando novas alternativas, levando em conta a recém-aprovada medida provisória que permite 100% de capital estrangeiro nas empresas locais;
  • Apesar de a rejeição da migração para o Novo Mercado dificultar a reorganização proposta inicialmente, a MP que permite capital estrangeiro traz novas alternativas para a companhia.

 
Magazine Luiza Day: Foco na plataforma multicanal

  • A Magazine Luiza realizou hoje seu Investor Day anual. Com tom otimista e foco na plataforma multicanal (marketplace), a empresa apresentou a evolução das iniciativas já implementadas e iniciativas lançadas para acelerar 2019:
  • (1) Magalu Pagamentos; (2) Marketplace em loja e (3) Magalu Entregas, com lançamento de entrega a partir da loja no mesmo dia (compras até meio dia, recebimento até meia noite). 2016 a 2018 foi o ciclo da multicanalidade, agora inicia-se um novo ciclo com foco no marketplace.Clique aqui para relatório completo.

Petrobras: ANP reajusta preços do diesel em +0,73%

  • A ANP anunciou os novos Preços de Comercialização de diesel para o período de 16 a 31 de dezembro, que já foram implementados pela Petrobras. Na média, os preços subiram 0,73%, comparados à variação de +4,1% dos preços do Brent em reais em relação ao mês passado (-1,5% depreciação do real combinado com alta de +2,6% nos preços do petróleo);
  • Após o anúncio, calculamos um prêmio de exportação de diesel para paridade (incluindo subsídios) de US$ 15,1 / barril, em linha com os US$ 15,4 / barril do último ajuste e acima de nossa referência de US$ 6,9 / barril para custos de internalização (o que implica em melhores margens de refino para a Petrobras);
  • Além disso, estimamos um prêmio doméstico total para paridade de US$ 11,5 / barril após a revisão da ANP, que compara com (1) o prêmio de US$ 10,7 / barril observado do último ajuste, (2) níveis do 3T2018 de US$ 6,0 / barril e (3) níveis anteriores à greve dos caminhoneiros de US$ 5,4 / barril.

Eletrobras: Leilão da Ceal adiado para 28 de dezembro

  • O leilão da Ceal, distribuidora da Eletrobras em Alagoas foi adiado para 28 de dezembro;
  • A data das entregas de documentos para o leilão é 27 de dezembro. Os motivos para o adiamento não foram informados pelo BNDES;
  • O secretário executivo do MME, Márcio Félix, disse esperar mais de uma proposta pela companhia, considerada a mais atrativa das distribuidoras da Eletrobras.

Papel e Celulose: Novo ciclo de expansão nas embalagens

  • A indústria brasileira de papéis para embalagens e de papelão ondulado experimenta novo ciclo de crescimento e, possivelmente, de consolidação, com investidores interessados em aportar recursos no setor, ativos à venda e investimentos em curso para ampliação da capacidade instalada;
  • As duas maiores fabricantes no Brasil, Klabin e WestRock, já se movimentam para ampliar produção, com ~R$10bi em projetos – US$470mi da WestRock e ~US$2bi da Klabin. A International Paper e Celulose Irani buscam alternativas estratégicas, como venda dos ativos no país, a chegada de novos investidores ou a combinação com outra empresa. Já a irlandesa Smurfit Kappa planeja crescer no mercado local, com aquisições não descartadas. Além dos irlandeses, investidores chineses têm olhado ativos no país e a chilena CMPC declarou que pode avaliar oportunidades em embalagens fora de sua sede;
  • Ao mesmo tempo, o mercado doméstico de papelão segue dando sinais de recuperação. Em novembro, os números divulgados pela ABPO mantiveram-se em trajetória de crescimento, acumulando alta de 2,03%, para 3,29 milhões de toneladas.

COE News

Amazon: Redefinição de estratégia sobre produtos com margem menor

  • Com o objetivo de aumentar sua lucratividade, a gigante online Amazon segue pressionando fornecedores de produtos de margem menor, como alimentos e bebidas, para alterar a quantidade vendida e assim reduzir a venda de itens não-lucrativos;
  • Atualmente, produtos com preço final de US$15,00 ou menos são vendidos direto pela Amazon via o formato de e-commerce, no qual há o risco de estoque. Certos produtos, como engradado de coca-cola, apresentam margem inexistente além de utilizar parte da força de trabalho para entrega;
  • A Amazon está tentando impulsionar a lucratividade de sua principal linha de negócio, plataforma de varejo online, após anos focando em crescimento. Assim, a estratégia da empresa está embasada em pressionar os fornecedores e reeducar clientes acostumados a comprar produtos com menor valor agregado.

Facebook: Falha na plataforma pode ter exposto fotos de ~6,8mi de usuários 

  • A gigante das redes sociais diz que aplicativos de outras empresas podem ter acessado inadequadamente fotos e outros dados de ~6,8 milhões de usuários, devido a uma falha de sistema no final do mês de setembro; 
  • Supostamente, desenvolvedores de 1,5 mil aplicativos de outras empresas tiveram acesso inadequado a tal conteúdo, independentemente de ter sido compartilhado pelos próprios usuários; 
  • O próprio Facebook informou à Comissão de Proteção de Dados da Irlanda, que é o principal regulador de privacidade da empresa na Europa, sobre o incidente. Em sua defesa, a empresa informou já ter notificado os usuários afetados, além de aconselhá-los sobre o risco de utilizar aplicativos que solicitem a permissão de compartilhamento de fotos presentes na plataforma.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.