XP Expert

XP Morning Call 14/11/2018

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.   Segundo ABPO, expedição de papelão ondulado sobe 4,55% em outubro

Internacional

  1. Petróleo mergulha -7% com preocupações de sobreoferta
  2. China: Dados ainda mistos de atividade
  3. Theresa May tenta aprovar acordo sobre Brexit

Empresas

  1. BR Malls: Resultados em Linha, Revisão do Preço-Alvo
  2. JBSS3: Fortes resultados do 3T principalmente por Brasil e na USA Carne Bovina
  3. Eletrobras: MPs para continuar operações da Amazonas Energia são publicadas; CEO Ferreira Junior pretende permanecer

COE News

  1. GE: Investidores reagem positivamente após a venda de 50% na divisão de extração de petróleo
  2.  Tencent: Resultados positivos no 3T18


Conteúdo na íntegra

Brasil

Segundo ABPO, expedição de papelão ondulado sobe 4,55% em outubro

  • As expedições de caixas, acessórios e chapas de papelão ondulado, importante termômetro do nível de atividade no país, mantiveram-se em trajetória de crescimento no mês de outubro, segundo dados preliminares da Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO);
  • Em outubro, o volume expedido totalizou 326,987 mil toneladas, um aumento de +4,55% A/A, comparado com  0,32% A/A em setembro e acumulando no ano alta de 2,3% em 2019, para 2,985 milhões de toneladas;
  • Para 2018, a expectativa da ABPO é de crescimento de 2,2%.

Internacional

Petróleo mergulha -7% com preocupações de sobreoferta

  • Os preços do Brent caíram -7% para US$ 65 / bbl após a publicação do relatório mensal da OPEP, sinalizando uma menor demanda global em 2019, em vista do menor crescimento econômico e maior crescimento de produtores que não integram o bloco, principalmente impulsionado pelo xisto dos EUA;
  • Somando-se às preocupações de excesso de oferta, a Agência de Informação de Energia dos EUA corroborou principalmente todas as projeções da OPEP. Amanhã, será fundamental monitorar os dados dos estoques de petróleo dos EUA, com previsão de + 3,012 milhões de barris;
  • ​A Arábia Saudita, líder da OPEP, prometeu fazer “o que for preciso” para equilibrar o mercado de petróleo, embora desacordos com a Rússia tenham levado ao ceticismo do mercado.

China: Dados ainda mistos de atividade

  • Produção industrial e investimentos em ativos fixos surpreenderam positivamente na China, em 5,9% e 5,7% A/A respectivamente, acima do consenso em 5,8% e 5,5%, impulsionados pela indústria de base e infraestrutura, reagindo a recentes estímulos do governo;
  • No lado negativo, os dados do setor imobiliário e do varejo ainda retraíram, com vendas do varejo crescendo 5,6% em outubro, contra 6,4% em setembro;
  • Espera-se que o crescimento na China seja mais moderado no quarto trimestre e provavelmente no primeiro trimestre, antes que a política de estimulo surja efeito entre no 1T-2T19.


Theresa May tenta aprovar acordo sobre Brexit

  • A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, enfrentará hoje (14h00 horário local) uma reunião do gabinete da premiê britânica, na tentativa de conquistar o apoio para um acordo no Brexit entre o Reino Unido e a União Europeia;
  • Se aprovado pelo gabinete, a Comissão da UE deverá publicar mais tarde os detalhes do acordo, bem como a declaração sobre futuras relações econômicas e de segurança. Os mercados reagiram de forma positiva, com a libra subindo mais de 1,4% ontem para US$1,3;
  • Embaixadores dos 27 membros restantes da UE discutirão a possibilidade de organizar uma cúpula de emergência no final deste mês, marcada para o dia 25 de novembro.

Trump atrasa decisão sobre tarifas de automóveis

  • O governo do presidente dos EUA, Donald Trump, deve decidir em breve sobre a adoção ou não de uma sobretaxa as importações de carros e autopeças, depois que membros do governo Trump expressaram ceticismo sobre o plano;
  • No início deste ano, a UE e o Japão, os mais prejudicados pelas tarifas, chegaram a acordos preliminares para iniciar negociações comerciais com Washington, mas a tensão comercial entre Washington e Bruxelas aumentou bastante no mês passado, elevando a perspectiva de que as tarifas ao setor automotivo seriam implementadas;
  • Este será o principal tema de discussão do encontro entre a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmström, e o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, hoje em Washington. Uma vez definido, o presidente tem até 90 dias para reconsiderar as tarifas, embora possa se mover mais rapidamente para implementá-las​.

Empresas

BR Malls: Resultados em Linha, Revisão do Preço-Alvo

  • A BR Malls reportou ontem resultados em linha com nossos números e com o consenso no 3T18. Embora não haja grandes surpresas no trimestre, observamos avanço em métricas importantes, como vendas em mesmos shoppings (+5,2%), vendas em mesmas lojas (+2,5%) e redução na inadimplência líquida. O lucro ajustado ficou acima das nossas expectativas em R$ 123 milhões;
  • Revisamos nosso preço-alvo para R$ 13,20 (potencial de valorização de 16% nos próximos 12 meses em relação ao nível atual), e elevamos o papel para compra. Reconhecemos que o nível atual de valuation é atrativo, e que mesmo após a alta recente a assimetria é positiva;
  • Nossos cálculos ainda não incorporam mudanças estruturais que poderiam acontecer em um cenário de um Governo Reformista, e não consideramos expansões além das contratadas, o que poderia resultar em valorização maior.​ Para maiores detalhes, clique aqui.

JBSS3: Fortes resultados do 3T principalmente por Brasil e na USA Carne Bovina

  • ​A JBS reportou ontem resultados fortes do 3T, com EBITDA ajustado de R$4,4 bilhões, 4,7% acima de nossas estimativas e 9% acima do consenso (+87% A/A). A margem EBITDA de 9% se compara à nossa em 8,5%, principalmente devido à evolução de resultados no Brasil da JBS Brasil e Seara, enquanto a USA Carne Bovina continua com resultados sólidos;
  • Além disso, a alavancagem caiu para 3,38x a dívida líquida/EBITDA, de 3,42x no 3T17, enquanto a companhia reportou forte geração de caixa de R$2,3 bilhões. O prejuízo líquido de R$ 134 milhões foi impactado pelo efeito extraordinário do Programa de Regularização Tributária Rural (Funrural) e impactos do câmbio;
  • Esperamos reação positiva do mercado. Mantemos nossa recomendação Neutra para o papel. Para maiores detalhes sobre a nossa tese, clique aqui.

Eletrobras: MPs para continuar operações da Amazonas Energia são publicadas; CEO Ferreira Junior pretende permanecer

  • O governo brasileiro publicou duas Medidas Provisórias (855 e 856) para permitir a continuidade das operações da Amazonas Energia e evitar sua possível liquidação;
  • A MP 855 afirma que as distribuidoras ainda não privatizadas têm direito a receber até R$ 3,0 bilhões para reembolsar suas operações entre julho e dezembro de 2017. A MP 856, por outro lado, atribui à ANEEL a tarefa de contratar um operador de emergência até 31 de dezembro para continuar as operações da Amazonas;
  • Além disso, os artigos de notícias mencionam que o CEO da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, pretende permanecer em seu cargo se ele for convidado por Jair Bolsonaro a fazê-lo, e se o processo de privatização da empresa estatal continuar no próximo governo​.

BR Distribuidora: Vice Presidente Mourão menciona possível privatização​

  • Em uma conferência com investidores realizada em NY, o vice-presidente Hamilton Mourão declarou que o presidente eleito Bolsonaro acredita que a BR Distribuidora poderia ser privatizada em sua administração, assim como várias outras estatais;
  • De fato, dada a posição de Bolsonaro em privatizar as refinarias da Petrobras, faria sentido vender também a BR Distribuidora de modo a evitar um buraco na cadeia de valor de combustíveis;
  • A notícia levou a BRDT a fechar em alta de + 3,7%. As ações são negociadas a 9,0x 2019E EV / EBITDA contra 7,7x para a par UGPA3, embora possa haver maior potencial de valorização com redução de custos administrativos.

COE News

GE: Investidores reagem positivamente após a venda de 50% na divisão de extração de petróleo

  • Nesta terça-feira, as ações da GE reagiram positivamente ao anúncio sobre a venda de ~50% da participação na divisão de extração de petróleo (Baker Hughes), com alta de 7.7%;
  • A empresa segue em processo de redução de custos, endividamento e reestruturação do conglomerado, que perdeu sinergia ao longo dos últimos anos. Os outros ~50% de exposição serão mantidos até julho de 2019, mas os executivos já informaram que pretendem vender 100% da posição residual;
  • Além disso, o CEO Larry Culp reiterou os cortes de US$ 700 milhões em custos no negócio de geração de energia e intenção de venda ou redução de participação na divisão de aparelhos hospitalares. Embora a empresa tenha revisão de maneira expressiva o pagamento de dividendos, recentemente, não há problemas de liquidez e sim mudança de foco. O nível atual de endividamento está em ~6x dívida líquida por EBITDA e o valor residual dos passivos segue em ~US$ 80i e o valor da companhia segue em ~US$ 180bi.

Tencent: Resultados positivos no 3T18​

  • A Tencent reportou hoje os resultados do 3T18, que no geral vieram acima do consenso de mercado. Lucro (Yuan 23bi) 24% acima no A/A e receitas (Yuan 80,6bi) 39% acima neste mesmo período;
  • Destaque para (i) a divisão de jogos online, sobretudo para smartphone dado o sucesso de “Honour of Kings” e “QQ Speed Mobile”, (ii) aumento do número de usuários ativos no WeChat/Weixin, atingindo 1,08bi (iii) e receitas com publicidade online.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.