XP Expert

XP Morning Call 12/11/2018

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Tópicos do dia

Brasil

  1. Política Brasil: Joaquim Levy presidirá o BNDES; Ivan Monteiro e Mansueto Almeida devem continuar no Governo Bolsonaro
  2. Equipe de Bolsonaro estuda corte de tarifas de importação sem compensações

Internacional

  1. OPEP sinaliza cortes de produção | POSITIVO
  2. Libra enfraquece com preocupações sobre Brexit
  3. Presidente do México diz que é contra mudanças nas leis bancárias e acalma mercados

Empresas

  1. Vale anuncia recompra de até US$1 bilhão de seus títulos
  2. Abílio Diniz reduz participação em Carrefour Brasil

COE News

  1. Alibaba: Recorde de vendas no “Dia dos Solteiros”
  2. SAP: Compra startup “Qualtrics” por US$8 bilhões


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Joaquim Levy presidirá o BNDES; Ivan Monteiro e Mansueto Almeida devem continuar no Governo Bolsonaro

  • De acordo com a imprensa local, Joaquim Levy aceitou o convite para presidir o BNDES;
  • Levy deverá ter o mandato de reestruturar o BNDES e perseguir a meta de acertar todos os pagamentos do banco ao Tesouro Nacional;
  • O Economista vem de uma escola liberal, e já havia sido Ministro da Fazenda. Paulo Guedes defende um BNDES menor, mas o tema ainda sofre divergências dentro do meio político;
  • Além de Levy, Ivan Monteiro deverá continuar como presidente da Petrobras no Governo Bolsonaro, e Mansueto Almeida poderá continuar na Secretaria do Tesouro ou ser o novo Secretário da Fazenda (correspondente ao cargo de Ministro da Fazenda, mas abaixo do Ministério da Economia chefiado por Paulo Guedes).

Equipe de Bolsonaro estuda corte de tarifas de importação sem compensações

  • De acordo com o Estado de São Paulo, a equipe de transição de Bolsonaro estuda hoje três propostas de redução de tarifas de importação:
  • 1. Que as tarifas de todos os bens importados sejam reduzidas em quatro anos, onde produtos atualmente taxados de 20% a 35%, como eletrodomésticos e automóveis passariam para 15%, os com tarifa de 15% a 20%, como bens de capital, para 10% e tarifas de 5% a 15%, que atinge produtos siderúrgicos, cairiam para 5% e, as abaixo de 5%, como matérias-primas, para zero;
  • 2. Outra proposta, sugere que as tarifas para bens de capital, informática e produtos siderúrgicos seriam cortadas gradualmente até chegar a 4% em 2021, em linha com a média mundial;
  • 3. A terceira proposta, prevê o corte para 4%, até 2021, da alíquota de importação de bens de capital, de informática e telecomunicações, não incluindo, nessa proposta, os siderúrgicos;
  • A discussão de remoção de tarifas de importação deve pesar nas ações do setor siderúrgico, à medida que poderia pesar no preço de aço doméstico se / quando implementado. A medida também poderá impactar ações do setor de bens de capital, especialmente aquelas que possuem maior exposição à economia local.

Internacional

OPEP sinaliza cortes de produção | POSITIVO

  • Os preços de petróleo sobem + 1,3% após uma reunião da Arábia Saudita, Rússia e outros produtores nos Emirados Árabes no final de semana para debater se serão necessários cortes de 1 milhão de barris/dia no próximo ano;
  • A Arábia Saudita declarou que já reduzirá sua produção em 500 mil barris / dia em dezembro devido à menor demanda;
  • ​Com relação à Rússia, o ministro da Energia do país forneceu mensagens contraditórias, afirmando que o atual excesso de oferta é sazonal, mas também que os russos estariam abertos para reduzir a produção se a OPEP chegar a um consenso.

Libra enfraquece com preocupações sobre Brexit

  • De acordo com o Financial Times, a libra esterlina caiu mais de 1% em relação ao dólar na segunda-feira, tornando-se a moeda de pior desempenho, com as dúvidas se intensificando sobre a capacidade da premiê Theresa May de ganhar apoio parlamentar para um acordo do Brexit, que ela está tentando negociar com a União Europeia;
  • Além disso, o pedido de demissão na sexta-feira passada de Jo Johnson, Ministro dos Transportes do Reino Unido, sinalizou que o acordo que a Sra. May está tentando firmar enfrenta oposição não apenas dos que são a favor do Brexit, mas também de parlamentares conservadores que em 2016 votaram a favor da permanência do Reino Unido na UE.

Presidente do México diz que é contra mudanças nas leis bancárias e acalma mercados

  • De acordo com a Bloomberg, na última sexta-feira, o novo presidente do México, AMLO, afirmou que não tem planos de mudar as leis bancárias, o que impactou positivamente a bolsa do Mexico e também a sessão final do Ibovespa;
  • Andres Manuel López Obrador disse a repórteres na tarde de sexta-feira que é contra uma proposta apresentada pelo líder de seu partido no Senado que obrigaria os bancos a cortar as taxas que cobram dos clientes;
  • Com isso, o peso mexicano subiu 0,4%, após queda anterior de 1,1%, enquanto a bolsa mexicana negociou em queda de 0,3%, depois de ter caído mais de 3%, mas a percepção de risco continua elevada.

Preços no atacado nos EUA saltam 0,6% em outubro

  • O Departamento de Trabalho informou na última sexta-feira pela manhã que o índice de preços ao produtor (PPI) – que mede o aumento antes de chegar ao consumidor – subiu 0,6% em outubro, após um aumento de 0,2% em setembro, liderado por gás, alimentos e produtos químicos mais caros;
  • Apesar da surpresa para cima, o que poderia trazer preocupações, o aumento em relação ao ano anterior é menor do que no verão, quando chegou a 3%, enquanto que os preços do petróleo caíram em outubro, o que deverá reduzir os custos do gás nos próximos meses.

Empresas

Vale anuncia recompra de até US$1 bilhão de seus títulos

  • A Vale informou na sexta-feira o início de ofertas de aquisição de até US$1 bilhão de títulos externos em circulação (bonds);
  • Tendo levado o endividamento de US$30bi em 2016 para próximo de US$10bi hoje, a recompra faz parte de um reperfilamento de dívida para refletir a realidade atual da Vale;
  • O foco agora está no pagamento de dividendos, que esperamos que aumente materialmente a partir do começo de 2019.​

Abílio Diniz reduz participação em Carrefour Brasil

  • ​Segundo Valor Econômico, a Península, fundo de investimentos de Abílio Diniz, reduziu na última sexta-feira sua participação no Carrefour Brasil de 11,46% para 8,91%, levantando R$805 milhões ao valor médio da ação de R$15,94;
  • A Península manterá os dois assentos que tem no conselho do Carrefour Brasil e continuará como segundo maior acionista da rede, depois do Carrefour França;
  • De acordo com a notícia, os recursos captados irão para o caixa do fundo para futuros investimentos.

COE News

Alibaba: Recorde de vendas no “Dia dos Solteiros”

  • Neste domingo, a Alibaba registrou US$ 30,8 bilhões, número recorde, durante a data festiva “Dia dos Solteiros” que foi precedido por um show de TV em Xangai com o Cirque Du Soleil;
  • Segundo o vice-presidente executivo, Joe Tsai, a guerra comercial com os EUA tem afetado negativamente a venda de produtos no exterior e atividade econômica do país. Por outro lado, a grande aposta continua sendo o consumo interno. No geral, e-commerce (online) representa 20% das vendas no varejo e o apresentou crescimento anual de 24% no 3T, ante 36% no 2T;
  • O Dia dos Solteiros tornou-se importante data festiva nos últimos anos, além de representar importante teste para a atividade na China, que luta contra a crise no setor imobiliário, tensões comerciais com os EUA e maior volatilidade de preços no mercado acionário.

SAP: Compra startup “Qualtrics” por US$8 bilhões

  • A SAP acordou a compra da startup de análise de dados “Qualtrics” por ~US$ 8 bilhões, dias antes do IPO (oferta inicial de ações) que a empresa realizaria mediante o valuation de US$ 5bilhões. A aquisição já foi aprovada pela diretoria de ambas as empresas e será concluído no primeiro semestre de 2019;
  • Nos primeiros nove meses de 2018, a Qualtrics gerou ~US $ 289 milhões em receitas, 40% superior a 2017, além de ter registrado lucro operacional de US$ 2,3 milhões, quase o dobro neste mesmo período;
  • Segundo os executivos, O objetivo da aquisição desta empresa de CRM é o ganho de conhecimento tecnológico para melhor orientar o design de alguns produtos e publicidade, além de oferecer uma nova base de clientes. Atualmente a Salesforce, principal competidor no seguimento, apresenta uma participação de mercado três vezes maior que a SAP no mundo.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.