XP Expert

Semana se inicia com otimismo diante de mais uma potencial vacina

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -0,60% | 106.043 Pontos

CÂMBIO 1,52% | 5,39/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou em queda na última sexta-feira (20) pressionado pelo cenário internacional, mas conseguiu encerrar a semana com alta de 1,26%, se descolando, por sua vez, do movimento apresentado em Wall Street, onde os principais índices recuaram nestes cinco pregões.

Nessa segunda-feira, mercados internacionais abrem em leve alta. Na Europa (+0,4%), o laboratório AstraZeneca anunciou que sua vacina desenvolvida em parceria com a universidade de Oxford atingiu entre 65% e 90% de eficácia; junto com a Pfizer e Moderna, já são 3 alternativas contra a pandemia. Nos EUA (+0,6%), a vacinação deve começar no dia seguinte à aprovação para uso  emergencial.

Nos cenário político internacional, a resistência de Donald Trump a aceitar a vitória de Joe Biden continua em foco. Com o caminho afunilando no Judiciário, Trump pediu que as legislaturas republicanas revertam as decisões. Vale lembrar que os legislativos estaduais selecionam os eleitores do colégio eleitoral até 8 de dezembro, data-limite para a resolução de disputas eleitorais nos estados. Apesar de ser tecnicamente possível que legislaturas republicanas selecionem eleitores alinhados a Trump, consideramos que a chance que isso ocorra é praticamente nula.  

Apesar das alegações de Trump, Joe Biden continua se preparando para assumir a presidência em janeiro. A ex-presidente do FED, Janet Yellen, é a favorita à vaga de Secretária do Tesouro. Já Antony Blinken deve ser nomeado como secretário de Estado e Linda Thomas-Greenfield como embaixadora dos EUA na ONU.  

Vale destacar ainda que o Congresso americano está em recesso essa semana pelo feriado de Ação de Graças, o que reduz chances de avanços nas conversas por um novo pacote de estímulo à economia.

Na economia, semana curta para o mercado financeiro americano também por conta do feriado. Na Europa, a semana se inicia com indicadores prévios de Índice de Gerente de Compras (PMI) na Zona do Euro caindo mais que a expectativa. O PMI Composto foi de 50,0 pontos em outubro para 45,1 pontos na prévia de novembro, com destaque negativo para o setor de serviços, que retraiu para 41,3 pontos.

No Brasil, o ministro Paulo Guedes reafirma que fará retirada gradual dos estímulos sobre a economia. Já matéria do jornal Estado de São Paulo destaca o melhor desempenho da agropecuária desde 2003, puxado pelo câmbio alto e forte demanda.

Na agenda econômica da semana, destaque para o IPCA-15 de novembro (0,81% expectativa XP) na terça-feira, para o CAGED (281K expectativa XP) na quinta-feira e para a PNAD (14,6% expectativa XP) na sexta-feira, além de números de arrecadação federal e resultado primário do governo central.

Na política, o líder do centrão e apontado como candidato de Bolsonaro ao comando da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, busca apoio de empresários com discurso tranquilizador de que agenda do governo no Congresso ficará mais clara pós-eleições, e de que a PEC Emergencial deve ser votada até dezembro.

Enquanto isso, João Doria defende frente de centro-esquerda para eleições presidenciais em 2022, com participação de Sergio Moro e Luciano Huck, e critica Bolsonaro por politizar a vacinação contra Covid-19. Já o Ministério da Saúde vai assinar carta de intenções com laboratórios que produzem vacinas contra a Covid. Vale notar que o laboratório Sinovac não está no grupo que participou dessas conversas com o governo federal.

Finalmente, do lado das empresas, comparecemos na sexta-feira passada no Investor Day do Porto Seguro e tivemos uma visão positiva para a seguradora. Os principais destaques foram: i) planos para melhora de eficiência em 2021, incluindo projetos digitais e de integração; ii) progresso da diversificação, com planos continuados; iii) iniciativas da Porto com private equity para aquisição de participações minoritárias em empresas inovadoras que tenham sinergia com a companhia; e iv) as iniciativas ESG da seguradora por meio do projeto Renova. Reiteramos nossa recomendação Neutra e preço-alvo de R$ 57,0 por acreditarmos que a Porto é bem administrada, conforme refletida em sua sinistralidade historicamente abaixo da média, mas também bem precificada.

Tópicos do dia

Brasil

  1. Boletim Focus: Projeções de Selic são elevadas para 2021

Internacional

  1. Política internacional: Trump continua sem aceitar vitória de Biden, mas caminhos legais se afunilam para o republicano
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Atualização da potencial cisão do atacarejo; Ações já precificam um re-rating do Assaí
  2. Porto Seguro (PSSA3): Investor Day
  3. Setor Elétrico: Justiça Federal derruba liminar que afastava diretoria da ANEEL e ONS


Veja todos os detalhes

Brasil

Boletim Focus: Projeções de Selic são elevadas para 2021

  • A projeção de IPCA para 2020 continuou em ritmo de expansão, passando de 3,25% na última semana para 3,45%. Para 2021, as projeções foram elevadas de 3,22% para 3,40%;
  • A projeção de PIB passou de -4,66% para -4,55% para 2020 e de 3,31% para 3,40% para 2021;
  • A projeção da taxa de câmbio passou de 5,41 para 5,38 para 2020 e permaneceu em 5,20 para 2021. E a projeção de Selic permaneceu em 2,00% ao final de 2020, mas passou de 2,75% para 3,00% ao final de 2021. Clique aqui para conferir mais detalhes.

Internacional

Política internacional: Trump continua sem aceitar vitória de Biden, mas caminhos legais se afunilam para o republicano  

  • A resistência de Donald Trump a aceitar a vitória de Joe Biden continua em foco nos EUA.No Judiciário, os caminhos se afunilam para o republicano. Por exemplo, Pennsylvania, estado que foi chave para consolidação da vitória do democrata no colégio eleitoral, deve certificar resultados da eleição nesta segunda-feira (23);
  • Sem sucesso no Judiciário, Trump pediu que as legislaturas republicanas revertam as decisões. Vale lembrar que os legislativos estaduais selecionam os eleitores do colégio eleitoral até 8 de dezembro, data-limite para a resolução de disputas eleitorais nos estados. Apesar de ser tecnicamente possível que legislaturas republicanas selecionem eleitores alinhados a Trump, consideramos que a chance que isso ocorra é praticamente nula;
  • Apesar das alegações de Trump, Joe Biden continua se preparando para assumir a presidência em janeiro. Segundo seu chefe de gabinete, Ron Klain, o democrata deve anunciar alguns membros do gabinete na terça-feira (24). Biden disse anteriormente que já escolheu seu secretário do Tesouro, mas o anúncio ainda não foi feito. A ex-presidente da Reserva Federal dos EUA, Janet Yellen, é a favorita à vaga. Antony Blinken deve ser nomeado como secretário de Estado e Linda Thomas-Greenfield como embaixadora dos EUA na ONU;
  • Vale destacar ainda que o Congresso americano está em recesso essa semana pelo feriado de Ação de Graças, o que reduz chances de avanços nas conversas por um novo pacote de estímulo à economia.

Empresas

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Atualização da potencial cisão do atacarejo; Ações já precificam um re-rating do Assaí

  • GPA publicou fato relevante na sexta informando que eles obtiveram as aprovações dos credores para prosseguir com a potencial segregação do seu negócio de cash & carry, além de informar que não haverá realocação de dívidas entre o Grupo e a controlada (Assaí);
  • O mercado reagiu positivamente à notícia, uma vez que alguns investidores estavam preocupados com uma potencial realocação das dívidas do Grupo para o Assaí com a potencial segregação;
  • Nós estimamos, que após a reação da ação de sexta, o mercado já está precificando um re-rating do Assaí para ~8,5x EV/EBITDA 2021, assumindo que o GPA negocie em linha com seu múltiplo atual depois da potencial segregação. Mantemos recomendação Neutra.

Porto Seguro (PSSA3): Investor Day

  • Comparecemos na sexta-feira passada no Investor Day do Porto Seguro e tivemos uma visão positiva para a seguradora.
  • Representando a administração, estiveram Roberto Santos (CEO), Celso Damadi (CFO), Bruno Garfinkel (Presidente do Conselho) e Emerson Faria (IRO).
  • Os principais destaques foram: i) planos para melhora de eficiência em 2021, incluindo projetos digitais e de integração; ii) progresso da diversificação, com planos continuados; iii) iniciativas da Porto com private equity para aquisição de participações minoritárias em empresas inovadoras que tenham sinergia com a companhia; e iv) as iniciativas ESG da seguradora por meio do projeto Renova.
  • Reiteramos nossa recomendação Neutra e preço-alvo de R$ 57,0 por acreditarmos que a Porto é bem administrada, conforme refletida em sua sinistralidade historicamente abaixo da média, mas também bem precificada. Clique aqui para ler o relatório completo.

Setor Elétrico: Justiça Federal derruba liminar que afastava diretoria da ANEEL e ONS

  • De acordo com nota divulgada pela ANEEL, O desembargador federal Italo Fioravanti Sabo Mendes, presidente do Tribunal Regional Federal da 1a Região acatou recurso da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e suspendeu liminar da 2a Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Amapá que afastava temporariamente a diretoria da Agência e do ONS. A liminar buscava evitar que os gestores interferissem na apuração das responsabilidades pelo apagão que atingiu o estado do Amapá;
  • A argumentação que balizou a decisão prossegue afirmando que retirar o poder decisório do órgão regulador não contribui em nada para a normalização do abastecimento de energia no Amapá, e pode inclusive prejudicar a determinação de medidas urgentes para tal;
  • A ANEEL refuta o argumento que baseou a liminar, segundo o qual teria havido falta de diligência da Agência na fiscalização, no caso do Amapá. Além disso, nesse caso o procedimento estabelece que seja instaurado processo administrativo e aberta fiscalização para apurar a causa e a responsabilidade pelos incidentes. Durante a apuração, a empresa é notificada para fazer os esclarecimentos necessários, respeitando-se o princípio do contraditório e da ampla defesa.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.