XP Expert

Início da cobertura de Aeris Energy e monitor para rastrear os embarques de minério de ferro nos principais portos do Brasil e da Austrália são os destaques do dia

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -0,80% | 117.381 Pontos

CÂMBIO 0,48% | 5,50/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Com a bolsa brasileira fechada por conta do feriado do aniversário de São Paulo, os índices de ações dos Estados Unidos fecharam com leves ganhos nesta segunda-feira, com os investidores na espera da bateria de resultados desta semana. O Dow Jones fechou com queda de 0,12%, enquanto o S&P 500 avançou 0,36%. Já o principal índice de ADR’s do Brasil teve forte queda de 1,73%, em meio à notícia de que o CEO da Eletrobras renunciou ao cargo.

Hoje, as bolsas internacionais amanhecem mistas, com os Estados Unidos em leve queda de -0,2% após mais um fechamento recorde na segunda-feira e em meio às preocupações com os atrasos na aprovação do pacote emergencial. Na Europa (+0,7%), a confiança dos exportadores da indústria alemã alcançou o maior nível desde outubro.

Nos últimos dias, o dólar americano tem se valorizado contra as principais moedas do mundo diante das preocupações acerca da capacidade do Governo Biden de aprovar o pacote de estímulos apresentado. O aumento dos casos de COVID-19 no mundo, especialmente na Europa, também preocupa os mercados. Nos EUA, no entanto, os dados recentes parecem um pouco melhores.

No Brasil, segue a discussão sobre uma possível extensão do auxílio emergencial. Alguns parlamentares têm feito pressão sobre o governo para novos gastos, ainda que fora do teto. O Presidente Jair Bolsonaro, no entanto, reafirmou que não há espaço fiscal para prorrogar o programa. Os jornais sugerem que a equipe econômica vem trabalhando na proposta de um novo programa social permanente e dentro do teto para ser apresentando logo após as eleições nas casas Legislativas, acalmando a pressão pela extensão do auxílio. Alternativamente, a equipe econômica parece aceitar a prorrogação do auxílio, desde que o Congresso aprove cortes de gastos simultaneamente.

Resta saber se será possível cortar gastos como remuneração de servidores ou outros gastos sociais para abrir espaço no teto para o novo programa. Tentativas anteriores neste sentido foram frustradas. Para o Ministro Paulo Guedes, a melhor alternativa para retomar o crescimento sustentável é um programa eficiente de vacinação em massa.

Na agenda econômica do dia, os destaques serão o IPCA-15 de janeiro e a divulgação da ata da reunião do Copom de semana passada.

Na política, além das discussões sobre o futuro do auxílio emergencial, os destaques são a pressão esperada para a sequência das eleições para a presidência da Câmara e do Senado na próxima segunda-feira e a saída de Wilson Ferreira Jr da presidência da Eletrobras. Ontem ele afirmou que a dificuldade para que a privatização da empresa ganhasse tração foi um dos motivos que levaram a sua renúncia.

Do lado das empresas, ontem publicamos o relatório de início de cobertura de Aeris Energy (AERI3) com recomendação de Compra e preço-alvo de R$15 por ação, implicando em 21% de potencial valorização para o papel. A Aeris é uma das líderes mundiais em fabricação de pás para turbinas eólicas, com localização de seu parque fabril estrategicamente localizado no Nordeste do Brasil, atendendo aos maiores fabricantes de turbinas do mundo. No nosso relatório (link), abordamos: (i) um panorama da indústria eólica a nível global e nacional, com um enfoque em suas altas perspectivas de crescimento; (ii) descrição da companhia e de suas principais vantagens competitivas; e (iii) análise completa em relação ao nível atual de valuation da Aeris, reforçando nossa visão positiva para as ações mesmo após valorização de 123% desde seu IPO.

Além disso, publicamos também um relatório com uma análise ESG completa para a Aeris (link), destacando os tópicos que vemos como os mais importantes para a empresa. Na nossa visão, o modelo de negócio da companhia, somado à crescente demanda de investidores e empresas por soluções sustentáveis ​​- incluindo no setor de energia – é uma combinação poderosa, que nos leva a ver a Aeris muito bem posicionada para se beneficiar das tendências ESG ao redor do mundo.

Do lado das commodities, desenvolvemos um monitor para rastrear os embarques de minério de ferro nos principais portos do Brasil e da Austrália, que representam mais de 55% da oferta global de minério, além de serem responsáveis por mais de 83% das importações da commodity na China. Para o quarto trimestre de 2020, estimamos uma queda de 5,3% e alta de 0,2% na comparação com o terceiro trimestre nos embarques de minério de ferro no Brasil e na Austrália, respectivamente. Adicionalmente, acreditamos que os dados de produção do quarto trimestre de 2020 e das primeiras semanas de 2021 no Brasil possam dar suporte aos preços de minério de ferro no curto prazo.

Tópicos do dia

Internacional

  1. Política internacional: Senado dos EUA recebe artigo de impeachment e negocia estímulo à economia
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Aeris Energy (AERI3): O vento vai soprar… então, compre um cata-vento; Iniciando cobertura com recomendação de Compra
  2. Radar ESG | Aeris Energy (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG 
  3. Data Expert: Iniciando o monitor de exportações de minério de ferro
  4. Iguatemi (IGTA3) – 4T20: Iguatemi divulgou dados operacionais referentes ao quatro trimestre
  5. Eletrobras (ELET6): CEO da Eletrobras renuncia ao cargo, mais incertezas para a privatização


Veja todos os detalhes

Internacional

Política internacional: Senado dos EUA recebe artigo de impeachment e negocia estímulo à economia

  • Nos EUA, a Câmara dos Representantes enviou o artigo de impeachment contra o ex-presidente Donald Trump ao Senado nesta segunda-feira (25). Nas próximas semanas, a Câmara Alta deve informação relevante e organizar o julgamento, mas o processo não deve começar de vez até 8 de fevereiro;
  • A diferença do último processo, poucos senadores republicanos têm se manifestado claramente a favor ou contra o impeachment, assim gerando dúvidas sobre seu potencial de aprovação. Vale lembrar que o impeachment requer 67 votos, ou seja, democratas precisam do apoio de 17 republicanos. Destacamos também que mesmo se aprovado, a inelegibilidade de Trump não seria automática, mas dependeria de votação separada que requer maioria simples;
  • Também na noite desta segunda-feira, Janet Yellen foi confirmada como secretária do Tesouro dos EUA. A nova secretária deve ter um papel importante em impulsionar o pacote de estímulo de USD 1.9 trilhões apresentado pelo novo governo que enfrenta resistência entre senadores moderados. Reiteramos que o projeto terá que ser diluído para ser aprovado;
  • E ainda na seara da política econômica americana, Biden assinou ontem um decreto que torna mais difícil para que agências federais comprem produtos importados com o intuito de impulsionar a indústria dos EUA.

Empresas

Aeris Energy (AERI3): O vento vai soprar… então, compre um cata-vento; Iniciando cobertura com recomendação de Compra

  • Estamos iniciando cobertura da Aeris (AERI3) com recomendação de Compra e preço-alvo de R$15,0/ação, implicando um potencial de valorização de 21% para as ações;
  • Como um dos principais fabricantes independentes de pás para turbinas eólicas no mundo, acreditamos que a Aeris combina:
    • (i) Fortes fundamentos setoriais, beneficiando-se do aumento contínuo da participação da energia eólica dentro da matriz global, à medida que o mundo continue aumentando o uso de energias limpas em detrimento de combustíveis fósseis;
    • (ii) Sólido posicionamento da companhia, haja vista as altas barreiras de entrada impostas devido ao seu domínio no mercado eólico nacional, aliado com sua estrutura verticalizada e planta altamente tecnológica, o que ajuda a prevenir novos entrantes de se tornarem mais relevantes; e
    • (iii) valuation atraente em termos relativos – a 30x P/L em 2021, Aeris negocia em linha com empresas expostas ao segmento de energia renovável, o que, em nossa visão, não reflete o posicionamento mais forte da empresa tanto para crescimento quanto para retornos.
  • Para mais detalhes sobre nossa visão da companhia, clique aqui para ler o relatório completo.

Radar ESG | Aeris Energy (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG 

  • O modelo de negócio da Aeris – participante do mercado de fabricação de pás para turbinas eólicas no Brasil e no exterior e também prestadora de serviços em parques eólicos espalhados pelas Américas – está aprimorando a agenda ESG, ao permitir que mais pessoas tenham acesso à energia limpa gerada por fontes renováveis ​​e com impactos limitados ao Meio Ambiente;
  • Esse modelo de negócio, juntamente com a crescente demanda de investidores e empresas por soluções sustentáveis ​​- incluindo no setor de energia – é uma combinação poderosa, que nos leva a ver a Aeris muito bem posicionada para se beneficiar das tendências ESG em curso ao redor do mundo, ao mesmo tempo em que atua no sentido de combater as mudanças climáticas;
  • Em relação à divulgação das métricas ESG da Aeris, notamos que a empresa tem um relatório de sustentabilidade desde 2016, o que vemos como positivo. No nosso relatório destacamos os tópicos ESG que vemos como os mais importantes para a Aeris e analisamos como essa empresa se posiciona quando o tema é ESG. Clique aqui para ler o conteúdo completo.

Data Expert: Iniciando o monitor de exportações de minério de ferro

  • Iniciamos um monitor para rastrear os embarques de minério de ferro nos principais portos do Brasil e da Austrália, que representam mais de 55% da oferta global de minério. No relatório, destacamos a importância de entendermos o fluxo comercial da commodity e de acompanhá-las em tempo real, a fim de antecipar movimentos nos preços das ações de nossa cobertura;
  • Para o quarto trimestre de 2020, estimamos uma queda de 5,3% e alta de 0,2% na comparação com o terceiro trimestre nos embarques de minério de ferro no Brasil e na Austrália, respectivamente. Acreditamos que os dados de produção do quarto trimestre de 2020 e das primeiras semanas de 2021 no Brasil possam dar suporte aos preços de minério de ferro no curto prazo;
  • Na semana até o dia 24 de janeiro, estimamos uma alta de 13% nos embarques no Brasil e queda de 14,7% na Austrália. Destacamos o aumento no volume em Itaguaí, que compensou a queda no porto de Ponta da Madeira, possivelmente impactado pelo incêndio de uma semana atrás ou pelas fortes chuvas no período. Na Austrália, a forte queda pode ser explicada pelo fechamento de alguns terminais na região de Pilbara devido a um ciclone. Clique aqui para ler o conteúdo completo.

Iguatemi (IGTA3) – 4T20: Iguatemi divulgou dados operacionais referentes ao quatro trimestre

  • Na sexta-feira, a Iguatemi divulgou alguns dados operacionais referentes ao quarto trimestre de 2020, que mostraram alguns sinais de recuperação após a companhia (e o setor) serem altamente impactados pelas restrições imposta pelas medidas de combate ao covid-19. Durante o trimestre, a companhia operou 91,1% da capacidade no quarto trimestre (vs. 51,3% no terceiro trimestre) após as autoridades abrandarem algumas medidas de restrição;
  • Vendas nas mesmas lojas apresentou uma queda de 11,8% no quarto trimestre e as vendas na mesma área caíram 13,8% no quarto trimestre. Além disso, a companhia reportou uma taxa de vacância de 9,0% (contra 8,4% no terceiro trimestre de 2020), mas revelou que já locou 2,1% de sua área bruta locável e outros 0,6% está em processo de assinatura, o que pode potencialmente diminuir a taxa de vacância para 6,3%;
  • Assim como praticado no terceiro trimestre de 2020, a Iguatemi continuou retirando gradualmente os descontos, cobrando 97,6% dos aluguéis no quarto trimestre (vs. 66,5% no terceiro trimestre). Apesar dos descontos menores, a inadimplência líquida foi de 9,3% no quarto trimestre (vs. 13,4% no terceiro trimestre) e o custo de ocupação foi de 13,0% (redução de 1.4 p.p em relação ao terceiro trimestre);
  • Embora mantenhamos nossa recomendação de compra e preço alvo de R$41,0/ação, esperamos volatilidade para o papel em razão das crescentes restrições na capacidade e horário de funcionamento dos shopping centers em São Paulo (que regrediu para a Fase Laranja durante a semana e Fase Vermelha durante os finais de semana), o que pode levar a um ritmo mais lento de recuperação nas vendas e aluguéis dos lojistas.

Eletrobras (ELET6): CEO da Eletrobras renuncia ao cargo, mais incertezas para a privatização

  • Neste domingo (24) a Eletrobras informou, via fato relevante, que seu CEO Wilson Ferreira Junior renunciou ao cargo alegando motivos pessoais. Segundo o ofício, o executivo vai deixar a presidência da empresa no dia 5 de março. Ainda não há um sucessor indicado. Wilson Ferreira Júnior foi nomeado presidente da Eletrobras durante o Governo Temer, com a missão de reestruturar a companhia e prepará-la para o processo de privatização;
  • A renúncia do executivo aconteceu menos de uma semana depois de um novo revés à desestatização da empresa. Na quinta-feira, 21, as ações da Eletrobras caíram 6,15% (ELET6) depois de o candidato apoiado pelo Palácio do Planalto para a presidência do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), declarar que a privatização da estatal não seria um foco da sua gestão. Adicionalmente, no último domingo (24), a candidata à presidência do Senado pelo MDB, a senadora Simone Tebet (MDB-MS), em entrevista ao Broadcast, condicionou a privatização da Eletrobras a um “momento mais tranquilo” no Congresso;
  • A renúncia, somada às declarações dos candidatos à presidência do Senado, colaboram para o aumento das incertezas quanto a privatização da Eletrobras durante o governo atual. Ontem, as ADRs da Eletrobras que negociam na bolsa de NY (EBR) caíram -11,76% como reflexo dos fatos recentes;
  • Notamos que não temos cobertura das ações da Eletrobras na XP.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.