XP Expert

Foco no campo político doméstico e negociações comerciais

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 0,7% | 108.367 Pontos

CÂMBIO -0,5% | 4,15/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou ontem em 108.367 pontos, alta de 0,7%. O foco no mercado doméstico está no lançamento de medidas voltadas à fomentação do emprego e à promulgação da Reforma da Previdência pelo Congresso, que deverá ser seguida pelo início da análise da PEC paralela da Previdência.

No Brasil, o Governo federal lançou ontem o pacote de medidas conhecido como “Carteira Verde e Amarela”, que reduz em até 34% o custo de contratação de jovens entre 18 e 29 anos. A expectativa do governo é de que 1,8 milhões de vagas sejam criadas sob as novas regras nos próximos dois anos, mas, para compensar o custo do programa, estimado em R$ 10 bilhões em 5 anos, o governo propôs a taxação de 7,5% de quem recebe seguro-desemprego. Era esperado que o programa se estendesse também a pessoas acima de 55 anos, mas o governo recuou diante da necessidade de compensar um impacto fiscal ainda maior.

Ainda no campo doméstico, a Reforma da Previdência será promulgada hoje pelo Congresso, marcando oficialmente a inclusão das novas regras na Constituição. Também hoje, o Senado começa a analisar os destaques da PEC paralela da previdência, que entre outras mudanças, trata da possibilidade de adesão de estados e municípios à reforma. A reforma administrativa, cuja apresentação já havia sido adiada para esta semana, foi mais uma vez postergada. Segundo Bolsonaro, fica para a próxima semana.

Na seara política, Bolsonaro se reunirá hoje com deputados aliados do PSL e deve anunciar sua saída do partido para criar uma nova sigla. A expectativa é que as cerca de 500 mil assinaturas necessárias sejam reunidas de forma digital até o final do mês e que o TSE possa avaliar a criação do partido até abril, data limite para que candidatos estejam habilitados para disputas as eleições municipais de 2020. Considera-se ainda a possibilidade de aportar em um partido cujo processo de criação esteja mais avançado. O PSL busca maneiras de manter os mandatos de deputados que seguirem o presidente para nova legenda.

No campo internacional, as bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, movimento acompanhado pelas bolsas europeias e pelos futuros das bolsas de NY. A alta generalizada é reflexo da expectativa de que a decisão dos Estados Unidos de impor tarifas de até 25% sobre carros e autopeças importadas da União Europeia seja adiada por mais seis meses. Essa medida pode ser anunciada durante o discurso que o presidente Trump fará nesta terça-feira no Economic Club de Nova York.  

Do lado das commodities, os preços de celulose de fibra curta na China, após consecutivas semanas de queda e recuo de 30% no ano, mostraram alta de +US$1,1/t nessa terça-feira, para US$459,7/t. Na nossa visão, embora a visibilidade ainda permaneça baixa, sinais de desestocagem por parte da Suzano são positivos e, olhando para frente, temos uma visão positiva para a dinâmica de oferta/demanda no médio-longo prazo. Mantemos Compra em Suzano, Neutro em Klabin.

Finalmente, na agenda de empresas, apontamos para os resultados de Sanepar, que vieram acima das nossas estimativas, mas em linha com o consenso, e de Marfrig, com fortes resultados no terceiro trimestre. Por outro lado, Cosan e BR Distribuidora divulgaram resultados em linha com nossas estimativas, mas esperamos reações potencialmente negativas em vista de (1) revisão negativa das projeções de 2019 da Cosan e (2) desapontamento dos resultados da BR em relação ao consenso quando ajustando para efeitos não-recorrentes. No lado negativo, o Banrisul reportou ontem seus resultados e, apesar de o lucro ter vindo em linha com nossas estimativas, estava 5% abaixo das estimativas do mercado e 13% abaixo do número reportado no trimestre anterior.

Saiba como diminuir sua carga tributária com a Previdência Privada!

Tópicos do dia

Agenda de resultados hoje

Equatorial (EQTL3): Após o fechamento
Copel (CPLE6): Após o fechamento
Clique aqui para acessar o calendário completo
Clique aqui para acessar nossa visão sobre a temporada de resultados

Brasil

  1. Política Brasil: Governo lança “Carteira Verde e Amarela”, mas atrasa reforma administrativa

Empresas

  1. Sanepar (SAPR11): Acima das nossas estimativas, em linha com o consenso; Continua sendo o melhor risco-retorno no setor de saneamento, reiteramos Compra
  2. Cosan (CSAN3): EBITDA ajustado do 3T19 exatamente em linha com o esperado, mas projeções de 2019 revisadas para baixo
  3. BR Distribuidora (BRDT3): EBITDA ajustado para impactos não recorrentes exatamente em linha com nossas estimativas, mas abaixo do consenso
  4. Banrisul (BRSR6): sem surpresas, fraco | Revisão do 3T19
  5. Marfrig (MRFG3): Fortes resultados no terceiro trimestre; Mantemos Compra
  6. Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros de carne bovina
  7. Vale (VALE3): Atualização do projeções; Vendas de minério de ferro devem ficar entre 307-312mt em 2019
  8. Seguradoras: Entre outros, IRB e BB Seg devem disputar balcão da Caixa Seguridade

Renda Fixa

  1. Rodovias do Tietê protocola pedido de recuperação judicial
  2. Rumo expande e lucro cresce 61%


Veja todos os detalhes

Brasil

Política Brasil: Governo lança “Carteira Verde e Amarela”, mas atrasa reforma administrativa

  • Governo lançou ontem o programa “Carteira Verde e Amarela”, que reduz em até 34% o custo de contratação de jovens entre 18 e 29 anos. A expectativa é que 1,8 milhões de vagas sejam criadas sob as novas regras nos próximos dois anos. O custo foi estimado em R$ 10 bilhões em 5 anos e será compensado pela taxação de 7,5% de quem recebe seguro-desemprego. A expectativa era que o programa se estendesse também a pessoas acima de 55 anos, mas o governo recuou diante da necessidade de compensar um impacto fiscal ainda maior;
  • Foram anunciadas ainda a permissão de trabalhos aos domingos mantendo o descanso de um dia na semana, incentivos ao microcrédito, mudança na indexação de débitos trabalhistas de IPCA-E + 12% para IPCA-E + juros da poupança e outras medidas para dar mais segurança jurídica e reorganizar a fiscalização do trabalho;
  • Reforma da Previdência será promulgada hoje pelo Congresso, marcando oficialmente a inclusão das novas regras na Constituição. Também hoje o Senado começa a analisar os destaques da PEC paralela da previdência, que entre outras mudanças, trata da possibilidade de adesão de estados e municípios à reforma. A reforma administrativa, cuja apresentação já havia sido adiada para esta semana, foi mais uma vez postergada. Segundo Bolsonaro, fica para a semana que vem;
  • Na seara política, Bolsonaro se reunirá hoje com deputados aliados do PSL e deve anunciar sua saída do partido para criar uma nova sigla. A expectativa é que as cerca de 500 mil assinaturas necessárias sejam reunidas de forma digital até o final do mês e que o TSE possa avalizar a criação do partido até abril, data limite para que candidatos estejam habilitados para disputas as eleições municipais de 2020. Considera-se ainda a possibilidade de aportar em um partido cujo processo de criação esteja mais avançado. O PSL busca maneiras de manter os mandatos de deputados que seguirem o presidente para nova legenda.

Empresas

Sanepar (SAPR11): Acima das nossas estimativas, em linha com o consenso; Continua sendo o melhor risco-retorno no setor de saneamento, reiteramos Compra

  • Em 11 de novembro, após o mercado, a Sanepar divulgou os resultados do 3T19. O EBITDA ajustado de R$ 491,2 milhões veio acima da nossa estimativa de R$ 420,6 milhões mas em linha com o consenso da Bloomberg de R$ 489,5 milhões. Atribuímos a diferença principalmente à (1) volumes maiores (+2,9%) que nossas estimativas devido a um maior número de novas conexões que o estimado e uma maior demanda devido a um clima mais seco e mais quente no trimestre e (2) menores custos gerenciáveis vs. nossas estimativas (-7,2%) além de menores (-1,73%) na comparação com o ano anterior vs. inflação acumulada de 2,89% no período;
  • O lucro líquido de R$ 243,6 milhões também ficou acima da nossa estimativa de R$ 204,1 milhões, mas em linha com o consenso da Bloomberg de R$ 236,0 milhões. A diferença em relação às nossas estimativas também refletiu uma melhor gestão, bem como as menores despesas financeiras, R$ (44,1) milhões contra nossos R$ (85,1) milhões estimados;
  • Temos uma avaliação ligeiramente positiva dos resultados da Sanepar no 3T19, dada a surpresa positiva em relação a nossas estimativas, embora os resultados estejam alinhados com o consenso do mercado. Em particular, destacamos o esforço da empresa em manter os custos gerenciáveis ​​sob controle;
  • Continuamos a ver a Sanepar como um dos melhores risco-retorno do setor de saneamento básico, com ações negociadas a múltiplos mais atrativos que seus pares do setor;
  • Após a decisão do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) de reverter sua decisão anterior sobre o reajuste tarifário de 2019, acreditamos que a diferença de valorização das ações para o setor deve diminuir, à medida que decresce a percepção de risco. Reiteramos nossa recomendação de compra com um preço-alvo de R$ 107/unit.

Cosan (CSAN3): EBITDA ajustado do 3T19 exatamente em linha com o esperado, mas projeções de 2019 revisadas para baixo

  • Em 11 de novembro, a Cosan reportou os resultados do 3T19, com um lucro líquido de R$ 818,9 milhões bem acima da nossa estimativa de R$ 467,7 milhões. Por outro lado, o EBITDA ajustado pro-forma de R$ 1.409,7 milhões veio exatamente em linha com nossa estimativa de R$ 1.408,4 milhões (+ 0,1%), mas abaixo do consenso da Bloomberg de R$ 1.477,4 milhões (-4,6%);
  • Temos uma avaliação neutra dos resultados da Cosan no 3T19, dado que o EBITDA ajustado da empresa veio em linha com nossas expectativas, enquanto o lucro superou positivamente devido a fatores não-recorrentes. Por outro lado, acreditamos que o mercado reagirá negativamente à revisão da empresa das projeções para 2019;
  • Temos recomendação de Compra nas ações da Cosan (CSAN3), com preço-alvo de R$68/ação. Clique aqui para a análise completa dos resultados em nossa plataforma.

BR Distribuidora (BRDT3): EBITDA ajustado para impactos não recorrentes exatamente em linha com nossas estimativas, mas abaixo do consenso

  • Em 11 de novembro, após o mercado, a BR Distribuidora divulgou os resultados do 3T19, com um lucro líquido de R$ 1.336 milhões significativamente acima das nossa estimativa de R$ 708 milhões e do consenso da Bloomberg de R$ 897 milhões, devido principalmente à antecipação de recebíveis do setor de energia da Amazonas Energia, que gerou um impacto positivo de R$ 1.446 mn no lucro;
  • O EBITDA ajustado de R$ 664 milhões veio em linha com nossa estimativa de R$ 654 milhões, mas abaixo do consenso da Bloomberg de R$ 729 milhões (nosso cálculo remove R$ 73 milhões em ganhos não recorrentes relacionados a serviços de armazenamento e multas contratuais). Olhando para as diferentes linhas de negócio, a surpresa positiva veio do negócio de postos de combustível e a surpresa negativa do segmento de aviação, enquanto os grandes clientes e segmentos de produtos especiais vieram em linha com nossas estimativas;
  • Do ponto de vista operacional, destacamos (1) volumes estacionados no segmento de postos de combustível (+ 0,8%), (2) uma queda de -14,5% nos volumes no segmento de grandes clientes e (3) uma redução de -16,2% nos volumes do segmento de aviação, ainda refletindo a saída de um grande cliente do portfólio da empresa (Avianca);
  • Temos uma avaliação ligeiramente negativa dos resultados do BR Distribuidora no 3T19, dado que o EBITDA ajustado veio abaixo das expectativas de consenso do mercado quando ajustando para efeitos não-recorrentes. Embora acreditemos que existam oportunidades na BR Distribuidora a partir de iniciativas como o plano de desligamento voluntário (economia anual esperada de até R$650 milhões) e a execução dos 10 pilares estratégicos da companhia, ainda preferimos esperar por maior clareza na estratégia comercial da empresa antes de reavaliarmos nossa visão sobre as ações. O motivo é que há muitas incertezas sobre qual o ponto de equilíbrio entre margens e volumes no futuro. Mantemos nossa recomendação Neutra e preço-alvo de R$29/ação.

Banrisul (BRSR6): sem surpresas, fraco | Revisão do 3T19

  • O Banrisul reportou ontem seus resultados do terceiro trimestre de 2019 (3T19), e apesar de já esperado pelo nosso time, os resultados foram fracos.
  • O lucro líquido foi de R$ 292 milhões, sem mudanças anualmente e em linha com as nossas estimativas, mas 5% abaixo das estimativas do mercado e 13% abaixo do lucro reportado no trimestre anterior.
  • No trimestre, os pontos negativos foram em relação a margem financeira do banco, que cresceu menos do que o saldo total de crédito, e as provisões, que cresceram consideravelmente no ano. Já no lado positivo, temos os impostos, que caíram materialmente no ano contra ano e as despesas com pessoal e administrativas, que também tiveram queda anual. Detalhes de cada um nos destaques. Clique aqui para ver nosso relatório completo.

Marfrig (MRFG3): Fortes resultados no terceiro trimestre; Mantemos Compra

  • A Marfrig apresentou fortes resultados no terceiro trimestre de 2019, com o EBITDA ajustado de R$ 1,5 bilhão (+29% A/A), 6% superior às nossas estimativas. A margem EBITDA de 11,8% se compara a nossa estimativa de 11,5% e 8,8% no 3T18;
  • O fluxo de caixa livre foi de R$ 844 milhões, enquanto a alavancagem se manteve em 2,6x dívida líquida/EBITDA. A Marfrig reafirmou sua projeção para 2019 de receita líquida de R$ 47-49 bilhões, margem EBITDA de 8,7-9,5% e fluxo de caixa livre de R$ 1-1,5 bilhões;
  • Mantemos nossa recomendação de compra na Marfrig, com um preço-alvo de R$ 14/ação. Clique aqui para acessar o relatório completo.

Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros de carne bovina

  • Ontem, o Ministério da Agricultura brasileiro informou que a autoridade sanitária saudita habilitou oito novos estabelecimentos para a exportação de carne bovina brasileira e seus produtos para a Arábia Saudita;
  • A habilitação veio após visita da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, aos sauditas em setembro e depois de o presidente Jair Bolsonaro passar pelo país em outubro;
  • Segundo nota do ministério, foram habilitados: Frigorífico Fortefrigo; Frigorífico Better Beef; Rio Grande Comércio de Carnes Ltda; Plena Alimentos; Indústria e Comércio de Alimentos Supremo; Frigol; Maxi Beef Alimentos do Brasil; e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina. Apesar de serem plantas menores, vemos a notícia como positiva para o setor como um todo. Mantemos recomendação de Compra na JBS e Marfrig.

Vale (VALE3): Atualização do projeções; Vendas de minério de ferro devem ficar entre 307-312mt em 2019

  • A Vale atualizou sua projeção de venda de minério de ferro para 307-312mt em 2019 (vs. 307-332mt anteriormente) com melhor visibilidade sobre as vendas do 4T19 (83-88mt). Ainda, para 1T20, a companhia espera vendas de 70-75mt, seguindo fatores sazonais;
  • A empresa também atualizou suas projeções para produção de cobre em 2019, para 382-386kt (vs. 407-417kt anteriormente), principalmente por conta de parada não programada para manutenção na operação de Sossego, que deve retomar as operações em dezembro de 2019;
  • Vemos as ações da Vale negociando a 4,2x EV/EBITDA 2020, patamar atrativo em nossa visão, com 20-25% de desconto em relação aos pares. Mantemos recomendação de Compra.

Seguradoras: Entre outros, IRB e BB Seg devem disputar balcão da Caixa Seguridade

  • De acordo com o Valor, IRB, CNP, BB Seg e Tokio Marine estão na fase final de uma disputa que vai decidir quem vai oferecer seguros no balcão da Caixa.
  • Se verdadeiro, o acordo poderia gerar um bom volume de prêmios para as empresas que cobrimos, principalmente pelo fato de que a Caixa é líder no financiamento imobiliário, com 70% do mercado. Para a BB Seg, isso significaria não apenas crescimento, mas também diversificação, uma vez que esta é muito dependente dos negócios gerados através do Banco do Brasil. Já para o IRB, isso poderia gerar o espaço necessário que a resseguradora precisa para continuar sua expansão acelerada.
  • Também acreditamos que o movimento da subsidiária, que já apresentou lucro de R$413 milhões no terceiro trimestre de 2019 (3T19), seja positivo em torna-la atrativa para um possível IPO.

Renda Fixa

Rodovias do Tietê protocola pedido de recuperação judicial

  • Segundo o Valor Econômico, a Concessionária Rodovias do Tietê protocolou pedido de recuperação judicial, perante a impossibilidade de pagar dívida de R$1,4 bilhão vincenda em dezembro com grupo de debenturistas. Estes decidiram, no dia 8 de novembro, declarar vencimento antecipado dos papeis após dois anos de negociações;
  • A companhia, em comunicado acerca da decisão, comenta que acredita ser a recuperação judicial a medida mais adequada para buscar o reprefilamento de seu endividamento em condições mais adequadas, ao mesmo tempo em que preserva a continuidade da oferta de seus serviços, dentre outros;
  • Continuaremos monitorando o andamento da recuperação judicial.

Rumo expande e lucro cresce 61%

  • A empresa de logística e concessionária de ferrovias Rumo apresentou um bom 3T19, com lucro 62,5% superior ao mesmo trimestre de 2018. Foi também positivo seu EBITDA, que alcançou R$1,2 bilhão, 20% superior ao 3T19;
  • Os bons resultados são reflexo de maior volume transportado, com movimentação 7,7% acima do terceiro trimestre de 2018, alcançando 17,4 bilhões de toneladas por quilômetro útil (TKU), impulsionada pela safra recorde de milho e condições comerciais favoráveis;
  • Por fim, a empresa entregou também redução em seu endividamento em 5,7%, o que levou a alavancagem (medida por dívida líquida/EBITDA) a 1,8x, contra 2,0x ao fim do 2T19.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.