XP Expert

XP Morning Call 03/05/2019: Contabilização dos votos na Comissão Especial

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1. Política Brasil: Contabilização de votos na Comissão Especial da Previdência

Internacional

1. Dados de emprego nos EUA: Economistas apontam para criação de 190 mil vagas
2. Preços do petróleo caem em maior oferta de petróleo dos EUA
​3. Tribunal da Venezuela ordena prisão de oposicionistas

EMPRESAS

1. Itaú (ITUB4): Receitas de serviços pesam em 1Q19 neutro
2. Klabin (KLBN11): Resultados do 1T19 em linha
3. BR Distribuidora (BRDT3): 5 propostas apresentadas para parceria em lojas de conveniência

COE NEWS

1. Disney vende rede de canais esportivos da 21st Century Fox
2. Facebook aproveita de sua escala para criar sua moeda digital


Resumo

Contabilização dos votos na Comissão Especial

Mercados americanos operam em território levemente positivo esta manhã, recuperando perdas do dia de ontem, enquanto mercados asiáticos fecharam sem direcionamento claro.

Ainda absorvendo as sinalizações do presidente do Banco Central americano, Jerome Powell, o mercado aguarda o relatório de emprego nos EUA, divulgado às 9h30, horário de Brasília. A mediana dos economistas consultados pela Bloomberg é de uma criação de 190 mil vagas.

Do lado das commodities, os preços do petróleo atingiram as mínimas em um mês, após dados divulgarem que os estoques de petróleo no país estão no maior nível desde setembro de 2017, com a produção americana em nível recorde. A queda brusca nos preços futuros de petróleo pressionou as ações das empresas americanas de energia, que levaram o mercado dos EUA a fecharem em território negativo ontem.

Em relação à disputa comercial entre EUA-China, negociadores avançaram em questões mais delicadas, incluindo acesso a mercados-chave e como reverter tarifas punitivas, embora os subsídios chineses e outros pontos permaneçam. Questões delicadas ainda precisam ser resolvidas, porém a expectativa é que ambos os lados cheguem a um acordo em breve.

Na Venezuela, segundo notícias, um tribunal em Caracas ontem ordenou que o Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) prenda o líder oposicionista Leopoldo López, que desde terça se encontra refugiado na Embaixada da Espanha.

No Brasil, o mercado espera por novidades em relação à tramitação da reforma. O governo conta 19 votos como certos na comissão especial da previdência e mais 13 condicionados a mudanças no texto, somando 32 deputados dispostos a votar a favor de um projeto modificado. São necessários 25 votos para aprovação.

Rodrigo Maia reunirá os 27 governadores na próxima quarta-feira para cobrar apoio à reforma e à manutenção do dispositivo que prevê que as regras aprovadas se aplicarão também a estados e municípios.

Do lado das empresas, o Itaú reportou resultado neutro no 1T19, com lucro líquido em linha com o consenso e levemente acima das nossas expectativas. As menores receitas de serviços e maiores provisões foram compensadas por despesas operacionais sob controle.


Conteúdo na íntegra

MACRO BRASIL

Política Brasil: Contabilização de votos na Comissão Especial da Previdência

  • Governo conta 19 votos como certos na comissão especial da previdência e mais 13 condicionados a mudanças no texto, somando 32 deputados dispostos a votar a favor de um projeto modificado. São necessários 25 votos para aprovação;
  • Rodrigo Maia reunirá os 27 governadores na próxima quarta-feira para cobrar apoio à reforma e à manutenção do dispositivo que prevê que as regras aprovadas se aplicarão também a estados e municípios;
  • A equipe econômica deseja reduzir em um terço os subsídios concedidos pelo governo até o final do mandato. Em 2022 o corte seria equivalente a 1,5% do PIB ou R$ 102 bilhões a preços de hoje. Não foram apresentados, no entanto, quais subsídios serão cortados. Os cinco maiores são, respectivamente, Simples Nacional, rendimentos isentos no IRPF, entidades sem fins lucrativos, zona franca de Manaus e subsídios para agricultura e agroindústria.
     

MACRO INTERNACIONAL

Dados de emprego nos EUA: Economistas apontam para criação de 190 mil vagas

  • Mais sinais sobre a saúde da expansão econômica podem vir hoje com a divulgação do relatório de emprego mensal dos EUA (Payroll), às 9h30 no horário de Brasília;
  • Segundo a Bloomberg, a mediana dos economistas consultados aponta para geração de 190.000 empregos em abril. A contratação temporária do governo federal dos EUA para o Censo de 2020 pode impulsionar os dados do segmento não-agrícola, de acordo com os economistas;
  • A garantia do presidente do Fed, Jerome Powell, de que as autoridades estão “confortáveis” com a política monetária atual provocou uma calibragem nos mercados de juros, empurrando as apostas para um corte trimestral de juros entre o final do ano e meados de 2020 apenas.

Preços do petróleo caem com maior oferta de petróleo dos EUA

  • Os preços do petróleo Brent recuaram para US$ 70/barril, à medida que o crescimento implacável da produção de petróleo dos EUA vem reduzindo as preocupações de uma oferta global menor. De acordo com a Agência de Informação de Energia dos EUA (EIA), a produção de petróleo do país será em média de 12,4 milhões de barris/dia (mbpd) em 2019 e 13,1 mbpd em 2020, impulsionada pela produção do petróleo do xisto;
  • Além disso, os dados acima do esperado de estoques de petróleo nos EUA também pressionaram os preços da commodity, compensando assim os impactos da produção venezuelana potencialmente mais baixa com a crise humanitária a política do país e possíveis notícias de uma extensão do acordo de corte de oferta da OPEP +.

​Tribunal da Venezuela ordena prisão de oposicionistas

  • Segundo notícias, um tribunal em Caracas ontem ordenou que o Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) prenda o líder oposicionista Leopoldo López, que desde terça se encontra refugiado na Embaixada da Espanha;
  • O pedido de prisão é embasado no fato de López ter deixado sua prisão domiciliar, onde se encontra há 2 anos por uma condenação de 13 anos sentenciada em 2014. Entretanto, o governo espanhol já afirmou que não tem intenções de entregar López e sua família e espera que a inviolabilidade diplomática seja respeitada.

EMPRESAS

Itaú (ITUB4): Receitas de serviços pesam em 1Q19 neutro

  • O Itaú reportou no 1T19 lucro líquido recorrente de R$6,9 bilhões (ROE de 23,6%), ligeiramente acima de XPe (+1,4%) e em linha com consenso, expandindo 6,2% no tri e 7,1% A/A (lucro antes de impostos cresceu 1,9% no tri e +2,9% A/A). A margem financeira acelerou 1,6% em relação ao 4T18, com a parcela de crédito expandindo 1,2% e a parcela de tesouraria crescendo 8,2%. Seguem abaixo os detaques:
  • Os destaques positivos foram: (1) As despesas não decorrentes de juros apresentaram queda de 5% em relação ao 4T18, devido à sazonalidade e menores despesas com serviços de terceiros. O índice de eficiência trimestral atingiu 60,9% contra 61,7% no 4T18; (2) A margem financeira com clientes cresceu 1,2% no trimestre, refletindo um mix mais rentável com aumento da carteira de crédito de PMEs e pessoas físicas e (3) O guidance de crescimento das despesas não decorrentes de juros foi revisado para baixo em 200bps para 3%-6%;
  • Os destaques negativos foram: (1) As receitas de serviços, incluindo seguros, caíram 5,1% em relação ao 4T18 e aumentaram 1% em relação ao 1T18. Fatores sazonais impactaram as receitas com cartões e também houve menor atividade no mercado de capitais no período. As iniciativas de redução de preços da Rede devem se refletir nos próximos trimestres; (2) O Custo do Crédito foi 4% superior ao XPe e +11,4% em relação ao 4T18, impactado por recuperações 23% menores e pelo já mencionado mix. Apesar de não ter violado o guidance, esperávamos que o custo do crédito aumentasse mais gradualmente; (3) A inadimplência subiu ligeiramente de 2,91% no 4T18 para 3,02%, impulsionada por grandes empresas. O índice de cobertura caiu 13% em termos absolutos para 208%, mas a cobertura da formação de inadimplência manteve-se estável em 83% e (4) Revisão negativa de 50bps do guidance de crescimento da margem com clientes para 9%-12% e 100bps do crescimento das receitas de serviços para 2%-5%;
  • ​Em resumo, os resultados do 1T19 não trouxeram surpresas e mostraram alguns dos desafios que o Itaú enfrentará ao longo de 2019. Continuamos otimistas com bancos e acreditamos que o Itaú conseguirá obter melhores resultados à medida que fechar o gap para Bradesco e o Santander, que registraram resultados melhores neste trimestre. Mantemos nossa recomendação Neutra e Preço-Alvo de R$40,00.

Klabin (KLBN11): Resultados do 1T19 em linha

  • A Klabin divulgou ontem resultados em linha para o 1T19, com EBITDA ajustado de R$1.105 milhões, em linha com nossas estimativas (-11% T/T e aumento de 32% A/A);
  • Papel – Fraco por sazonalidade: O volume total de papel ficou em 430kt, em linha com nossas estimativas e 7% abaixo T/T por conta de sazonalidade, com os preços realizados de papel subindo 1%, em linha com o esperado, mas com destaque negativo para Kraftliner, que caiu 4% sequencialmente. Do lado positivo, os custos ficaram controlados, ajudando a dar sustentação; 
  • Celulose – Mais fraco em todas as linhas: O volume total ficou em 353kt, em linha com nossas estimativas, mas 12% abaixo T/T (ainda 13% acima A/A). Enquanto isso, o preço realizado de celulose, com contratos defasados com a Fibria, cairam 6% T/T e ficaram 2% abaixo do esperado. Por último, o custo caixa de celulose aumentou +3% trimestre contra trimestre, a R$720/t, pressionados por custos de fibra;
  • ​O segundo trimestre ainda deve ser fraco para a Klabin, com paradas de manutenções importantes em Monte Alegre (planejado), demanda ainda fraca no Brasil e preço de celulose ainda pressionado. Nesse contexto, mantemos nossa recomendação Neutra para Klabin, apesar do preço-alvo de R$23/ação, à medida que vemos as ações negociando a 6,6x EV/EBITDA e sem grandes triggers no curto prazo.

BR Distribuidora (BRDT3 – 1 de 2): 5 propostas apresentadas para parceria em lojas de conveniência

  • Segundo a Reuters, a BR Distribuidora recebeu cinco propostas de redes varejistas e investidores interessados em formar parcerias para operar lojas de conveniência em seus postos de combustíveis;
  • Entre os grupos que entregaram propostas, destacam-se a Lojas Americanas, International Meal Company, Sapore, a rede mexicana Oxxo (controlada pela Femsa) e o family office Sforza Holding, que administra o patrimônio do empresário Carlos Wizard Martins;
  • A BR possui 1.247 lojas em sua rede de 7.665 postos de combustíveis, o que representa uma penetração de 16,3% contra os 30,2% da marca de lojas de conveniência AM/PM da Ipiranga. Conforme destacamos em nosso início de cobertura (link), assumindo (1) a convergência da penetração da BR Mania nos níveis da AM/PM nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (onde condições logísticas são mais favoráveis) e (2) um aumento nos níveis de produtividade por m² das lojas para os níveis da AM/PM, estimamos que 100% do negócio de lojas de conveniência possa valer R$3,4 bilhões.

BR Distribuidora (BRDT3 – 2 de 2): Anuncia embandeiramento da Rede Duque

  • Em fato relevante divulgado ontem, a BR Distribuidora anunciou que concluiu a negociação de 52 postos e 45 lojas de conveniência da Rede Duque, presente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, em eixos de grande circulação de veículos;
  • A maioria dos postos deve estar operando com a marca BR no início de junho de 2019. Vemos a notícia como positiva para a BR Distribuidora, revertendo a tendência de queda de vendas de combustíveis observada nos últimos meses.

Via Varejo (VVAR3): Convoca Assembleia para alterar dispositivos estatutários de participação relevante

  • A Via Varejo convocou ontem Assembleia Geral Extraordinária para 03 de junho para votar a alteração do Estatuto Social para exclusão das cláusulas que tratam de aquisição de participação relevante;
  • ​A administração da companhia entende que a exclusão de tais dispositivos é positiva para a empresa e seus acionistas, dado que a cláusula de proteção à dispersão acionária pode obrigar investidores relevantes interessados em investir na companhia a terem que realizar oferta pública de aquisição da totalidade das ações em circulação a preços artificialmente elevados, bem como reduzir a liquidez das ações de emissão da companhia;
  • Segundo a empresa, tais operações societárias podem trazer benefícios de uma maior e mais diversificada base acionária da companhia, o que aumenta sua exposição a distintos perfis de investidores, o que além de propiciar maior liquidez para suas ações contribuirá com a estrutura de governança da companhia, fortalecendo, por consequência, a gestão e administração dos seus negócios.

Pilgrim’s Pride (segmento de frango da JBS nos EUA): Melhor 1T19, mas foco no 2T19

  • Depois de um 4T18 desafiador, a Pilgrim’s Pride reportou um trimestre sequencialmente melhor, com receita líquida de US$ 2.724 milhões, 2,0% abaixo da nossa e 0,8% menor A/A devido aos mercados mais fracos no México. Do lado positivo, a empresa afirmou que as condições já estão melhorando no segundo trimestre;
  • Houve recuperação sequencial significativa nas operações dos EUA em comparação ao 4T18, com EBITDA ajustado em US$ 204,4 milhões vs nossa estimativa de US$ 161,5 milhões, com 3,3% de expansão da margem T/T para 7,5%. No ano, houve queda de margem de -2.4%, impactado por um aumento substancial nos custos de insumos, incluindo ingredientes de ração, maiores utilidades, mão de obra e embalagem, que foi parcialmente compensado por iniciativas de redução de custos, sinergias e ajustes de preços;
  • De acordo com a empresa, o ambiente já começou a se recuperar no segundo trimestre e os preços começaram a reagir positivamente, com o crescimento voltando ao normal, a demanda melhorando e a concorrência das importações de carne suína caindo.

COE NEWS

Disney vende rede de canais esportivos da 21st Century Fox

  • A gigante de TV, Sinclair Broadcast Group, fechou um acordo avaliado em mais de US$ 10bi para adquirir os canais esportivos da 21st Century Fox, atualmente controlada pela Disney;
  • A divisão representa quase um terço do valuation da 21st Century Fox e gera cerca de US$ 2bi em EBITDA, além de deter os direitos da YES Network para a veiculação dos jogos de baseball do time Yankees. O acordo está em linha com a determinação do departamento de justiça americano, que visa evitar monopólio no seguimento de canais esportivos da atual controladora da ESPN;
  • À medida que os telespectadores seguem migrando do formato de TV para streaming online, a Disney segue focada na redução de seu endividamento através da venda de ativos e distribuição própria de conteúdo online via a plataforma Disney+ que será lançada em novembro deste ano. A meta é atingir algo entre 60 e 90 milhões de assinantes até o final de 2024, ano em que a operação poderá tornar-se lucrativa.

Facebook aproveita de sua escala para criar sua moeda digital

  • O atual presidente executivo, Mark Zuckerberg, segue em busca de parcerias com empresas financeiras e grandes varejistas para lançar um sistema de pagamentos baseado em criptomoedas, apoiado em sua gigantesca rede social;
  • Em sequência ao inicial Projeto Libra, o foco segue na criação de uma moeda digital capaz de ser transferida entre usuários e permitir compras tanto na própria plataforma do Facebook quanto em grandes sites de vendas online;
  • Alguns dos potenciais parceiros são Visa, Mastercard e o processador de pagamentos First Data, que junto a gigante das redes sociais disponibilizariam a quantia de aproximadamente US$ 1bi para sustentar o valor da moeda ao protegê-la de fortes oscilações de preço visto em outras criptomoedas, como Bitcoins e Ethereum;
  • O Facebook possui mais de 1,5bi de usuários ativos por dia e é acessado por quase um terço da população mundial, sendo que grande parte está presente em países emergentes. Os serviços de mensagens WhatsApp e plataforma do Instagram impulsionam o potencial do projeto, despertando o maior interesse de grandes anunciantes que atualmente representam uma relevante parcela das receitas do grupo.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.