XP Expert

Nossa visão sobre as diversas regiões do mundo

CONEXÃO GLOBAL é o nosso relatório que te conecta com os principais temas do mundo

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Com a evolução do ciclo econômico e diversas preocupações pairando sobre os mercados, compilamos a visão de nossos estrategistas sobre as principais regiões do mundo e quais os riscos e catalisadores que estão guiando os investimentos.

Para investir em ativos globais, a XP possui a maior gama de produtos internacionais disponível no Brasil para o investidor pessoa física. As alternativas podem ser encontradas em Fundos Internacionais, BDRs, ETFs, Fundos Trend e produtos estruturados.

Pontos-chave:

► Nosso Estrategista Global, Alberto Bernal, manteve sua projeção para o S&P 500 em 4.550 pontos ao final de 2021.

► Os mais de US$ 14tri em investimentos rendendo taxas negativas no mundo, somados aos US$ 4,5tri em Money Market Funds devem continuar sustentando os mercados, alimentando o fluxo para ações em momentos de estresse, movimento conhecido como “buying the dip“.

► Na China, os riscos de curto-prazo permanecem altos com 1) Temores regulatórios, 2) Desaceleração econômica e 3) Crise imobiliária. Entendemos que as incertezas devem continuar trazendo alta volatilidade para as ações chinesas e temos pouca visibilidade sobre catalisadores de curto-prazo, mas permanecemos construtivos na tese de crescimento estrutural da região para a próxima década.

► Na Europa, a recuperação econômica do 2º trimestre surpreendeu as expectativas, com PIB crescendo +2% sequencialmente vs. expectativa de +1,5%. Entendemos que a Europa deve surpreender positivamente em crescimento nos próximos trimestres.

Tabela de alvos

EUA

O S&P 500 está negociando a 26,5x o lucro atual e 21,5x o lucro projetado para os próximos 12 meses, substancialmente acima da média dos últimos 10 anos (20x). Mas a realidade agora é que é difícil para um investidor reduzir os níveis de exposição atuais enquanto a taxa livre de risco permanece tão baixa – o índice P/L (preço sobre o lucro) equivalente à taxa de 10 anos hoje é de 37x, tornando ainda atrativo o investimento em ações americanas.

Além disso, estamos cada vez mais confortáveis com as perspectivas de crescimento dos EUA em 2022. Acreditamos que a economia dos EUA crescerá acima do potencial +3,8% no próximo ano, apoiada pela expansão muito forte do investimento e na persistente demanda doméstica, graças ao forte crescimento do emprego e às poupanças das famílias, ainda acima da média.

Continuamos esperando que os juros de 10 anos encerrem 2021 negociando em 1,5%, mas agora vemos um risco crescente de nossa previsão de final de ano se provar muito contracionista. Em relação à política monetária, esperamos agora que o FOMC delineie o plano de tapering na reunião de novembro (era esperado em setembro) e inicie o processo em dezembro. É provável que o Fed anuncie uma redução de US$ 15 bilhões/mês, implicando em um processo de redução gradual de 8 meses. Continuamos achando que o aumento da taxa de juros ocorrerá apenas em 2023, provavelmente durante o segundo trimestre.

Continuamos acreditando que a economia dos EUA encontrará a taxa neutra a 1,75%-2% e não em 2,5%, como o Fed espera atualmente.

China

A China tem um futuro promissor, e deve se tornar a maior economia do mundo e um dos maiores mercados do mundo na próxima década. Além disso, a China está na vanguarda em várias tendências tecnológicas e de inovação que irão ajudar a mudar o mundo.

Dito isso, as dúvidas em relação às políticas do governo chinês devem se manter no horizonte dos investidores. Além disso, as dúvidas em relação a economia chinesa, se passam por uma desaceleração momentânea ou mais estrutural, e se a crise imobiliária será contida ou não, também deverão se manter nos próximos meses. Portanto, no curto prazo, é difícil enxergar catalisadores que farão com que os investidores voltem a ficar mais otimistas com o mercado chinês. Essas incertezas podem manter as ações do mercado chinês pressionadas no curto prazo.

Em relação ao valuation, o mercado acionário da China, medido pelo índice MSCI China, está negociando ainda acima da média histórica, pelo indicador de Preço/Lucro projetado 12 meses à frente. O índice está agora em 12,9x, o que se compara com a média histórica de 10 anos em 11x.

Indicador de Preço/Lucro de 12 meses adiante do MSCI China

Fonte: Bloomberg, XP Investimentos

Para entender os principais fundamentos por trás dos investimentos em China, acesse nossos relatórios sobre o tema: China: oportunidade adiante?, As Olimpíadas e o minério de ferro, As 3 lições da China, China: A superpotência emergente e Volta ao mundo com os gestores – China.

Europa

Na Zona do Euro, o Banco Central Europeu (BCE) decidiu desacelerar as compras de ativos, como esperávamos, mas deixou claro que a política permanecerá frouxa por muito tempo. Além disso, o BCE elevou a projeção de crescimento do PIB deste ano de 4,6% para 5%, enquanto o Conselho anunciou um “ritmo moderadamente menor de compras de ativos líquidos do que nos dois trimestres anteriores“. Apesar dessa mudança, as condições financeiras devem permanecer extremamente favoráveis.

O BCE também elevou sua previsão de inflação para 2021 bem acima da meta de 2%, mas também ressaltou que as pressões de alta são em grande parte de natureza transitória. Os membros do BCE também aumentaram a inflação média projetada para 2021 de 1,9% para 2,2%, atingindo um pico de 3,1% no 4T21, seguido por uma queda para uma média de 1,7% em 2022 e 1,5% em 2023, ambas bem abaixo da meta.

A presidente do BCE, Christine Lagarde insistiu em sua opinião de que a inflação mais alta este ano é temporária. Ela espera que os fatores inflacionários diminuam ou desapareçam do cálculo anual em 2022 e que a inflação salarial permaneça moderada. Essa abordagem é consistente com nossa visão de que as taxas permanecerão inalteradas até, pelo menos, 2024.

Para entender os principais fundamentos por trás dos investimentos em europa, acesse: Conexão Global: Europa, um mercado de empresas centenárias

América Latina

Nossa visão sobre os mercados financeiros globais e os fundamentos econômicos é consistente com a perspectiva positiva para ações de mercados emergentes até o final do ano. 1) Os valuations (55% mais barato vs. EUA), 2) Um dólar perdendo força e 3) Preços de commodities persistentemente mais altos podem dar suporte para um crescimento acima das expectativas das economias latinoamericanas. Vemos a região crescendo acima de +6% a/a em 2021.

Expectativas de lucros

Dados: 30/09/2021

Diversificação internacional

Além dos fundamentos estruturalmente positivos, entendemos que possuir vários ativos na carteira que sejam expostos a diferentes riscos (geográficos e setoriais, principalmente) ajudam a te proteger de desvalorizações expressivas, que são comuns no mercado acionário, principalmente em países emergentes, como Argentina e Brasil.

Olhando para o futuro, existem mudanças estruturais em curso que devem gerar oportunidades de investimento. A adoção do streaming via Netflix, Disney+ e Amazon Prime, por exemplo, é uma transformação estrutural que se consolida frente aos cinemas, mas que não é acessível por meio de empresas brasileiras e que, portanto, exige que o investidor procure outros veículos para posicionar-se nestas oportunidades, seja via BDRs, fundos ou produtos estruturados.

Para entender mais sobre os benefícios e oportunidades da diversificação internacional, acesse: CONEXÃO GLOBAL: Por que investir internacionalmente?

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.