Renda passiva: 5 Investimentos que pagam ‘salários’

Já pensou em parar de trabalhar e ainda assim receber dinheiro periodicamente? Com paciência, disciplina e um bom planejamento financeiro é possível conquistar uma renda passiva

access_time 12/01/2020 - 14:05
format_align_left 6 minutos de leitura

Para o salário cair na conta todos os meses, geralmente o trabalho ocupa grande parte do tempo das pessoas. Bate aquele cansaço, estresse e muitas vezes frustrações por diversos motivos. Mas você já pensou em ter uma renda passiva, como uma espécie de salário, mas sem trabalhar por isso?

Alguns investimentos que vamos mostrar adiante podem proporcionar essa vantagem. E mais: dependendo do montante acumulado e da disciplina, o dinheiro que vai correr atrás de você e não o contrário. Ou seja, você poderá diminuir o ritmo do seu trabalho ou até se aposentar, caso consiga o feito de viver apenas de renda.

Abra sua conta na XP Investimentos e comece a investir agora

Como é possível viver apenas de renda passiva?

Como brevemente falamos, considerando um padrão de vida médio, é possível viver de renda passiva sem precisar trabalhar. Para isso, é preciso ter um bom montante de dinheiro acumulado e escolher os investimentos certos para gerar essa renda passiva.

Quando se atinge esse patamar, o grande volume de dinheiro gera mais dinheiro por meio dos juros compostos, característica fundamental dos investimentos.

Com a renda passiva é possível conquistar a independência financeira a longo prazo

No entanto, chegar ao nível de ter uma renda passiva que lhe garanta pagar as contas e ainda dar alguns luxos demanda tempo, paciência, disciplina e resiliência. Sem esses quatro fatores, ter o sonho da renda passiva pode ficar distante. Isto é, essas características vão de encontro com o acúmulo do dinheiro necessário a longo prazo.

Assim, ter uma renda mensal por meio de investimentos, como um salário, necessita de um bem delineado e robusto planejamento financeiro. E não se engane: a maioria dos casos que conseguiu essa independência financeira olhou para o longo prazo e atingiu suas metas. Portanto, nada costuma ser rápido quando o assunto é acúmulo de dinheiro.

E além de pensar a longo prazo, é preciso disciplina para deixar esse dinheiro rendendo até o momento em que você juntar o bastante para ter uma renda mensal que seja confortável de acordo com o seu padrão de vida. Dessa forma, não mexer no dinheiro investido pode ajudar a antecipar o processo.

5 Investimentos para ter uma renda passiva

Chegou a hora de você saber quais investimentos pagam uma renda passiva e periódica. Lembre-se sempre de fazer o suitability para saber em qual perfil de investimento você se encaixa.

Fundos Imobiliários

Para você entender de forma mais simples, os imóveis são exemplos clássicos de renda passiva, sobretudo no Brasil. Por aqui, é cultural investir em imóveis para ter aquele dinheiro extra do inquilino pingando todos os meses na conta.

No entanto, os Fundos Imobiliários têm a mesma proposta e são muito menos burocráticos. Com esse tipo de investimento, você passa a ser sócio de alguns empreendimentos ao comprar cotas. A partir disso, você e outros sócios recebem uma parcela dos lucros desses imóveis, como aluguéis, por meio dos chamados dividendos, que nada mais são do que o repasse dos lucros.

A quantidade que você recebe de dividendos varia de acordo com o volume investido. Então, todos os meses os fundos imobiliários pagam uma porcentagem em cima do que você investiu. E dependendo do montante aplicado, pode ser uma renda mensal significativa. E o melhor: esses dividendos são isentos de Imposto de Renda.

Mas tenha em mente que apesar dos dividendos é sempre bom ficar de olho no desempenho do papel em si, isto é, da flutuação nos preços das cotas dos Fundos Imobiliários. Isso pode minar a rentabilidade dos dividendos.

Ações

As ações também são ótimas fontes de renda passiva a partir dos seus dividendos. Nesse caso, o lucro das empresas é repassado aos acionistas de forma periódica. Essa periodicidade depende muito da estratégia escolhida por cada companhia. Então, há empresas que pagam todos os meses, todo trimestre ou até a cada dois anos. Varia bastante e você precisa ficar atento nas informações que as empresas divulgam.

Para não perder oportunidades, uma boa saída é investir em uma carteira de dividendos. Na XP, os especialistas separam todos os meses a Top Dividendos, as cinco melhores empresas pagadoras de dividendos. É uma boa oportunidade de renda passiva.

Assim como nos Fundos Imobiliários, os dividendos de ações são isentos de Imposto de Renda e também devem ser combinados com o desempenho do papel em si. Ou seja, se a ação estivel mal das pernas e em constante desvalorização isso certamente afetará os dividendos.

Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado (com juros semestrais)

Esses dois investimentos veiculados pelo Tesouro Direto, sistema do Governo Federal que disponibiliza a compra e venda de títulos públicos, são opções de recebimento de renda passiva semestral.

Primeiramente, o Tesouro IPCA+ é atrelado à inflação oficial do Brasil, o IPCA, medido pelo IBGE. Ele funciona da seguinte forma: você investe no título, que tem uma taxa de retorno prefixada + a variação do IPCA até o período que você resgatar.

A modalidade do Tesouro IPCA + com Juros Semestrais paga todo semestre um valor proporcional da rentabilidade contratada. E isso pode ser considerado uma renda passiva.

Da mesma forma ocorre com o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais. Ou seja, esse título já tem uma rentabilidade predefinida e a cada semestre você recebe o valor proporcional da rentabilidade contratada.

Previdência Privada

Na chamada previdência privada, que serve de complemento à aposentadoria paga pelo INSS, você contribui com a seguradora, geralmente depositando valores mensais ao longo de um bom tempo.

O intuito disso é acumular dinheiro no fundo de Previdência. A seguradora detentora do plano rentabiliza o que você investiu. E, assim, o resultado almejado é conquistar um valor considerável lá na frente.

E há algumas opções de renda mensal que você pode conversar e entrar em acordo com a seguradora.

Primeiramente abra sua conta na XP de forma gratuita e rápida. E, assim, antes de começar a investir, saiba de fato qual é o seu perfil de investidor e consulte nossos assessores de investimentos em caso de dúvidas sobre os produtos disponíveis para aplicação.

Portanto, abra uma conta na XP Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto da independência financeira.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar