XP Expert

Sustentabilidade é tão importante quanto os indicadores financeiros das empresas, afirmam especialistas

Oskar Metsavaht, Pedro Wickbold, e Emily Ewell se reuniram para discutir a relevância dos critérios ESG para todas as empresas

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No primeiro painel da sessão da tarde do primeiro dia da Expert ESG, Oskar Metsavaht, Fundador da Osklen e Embaixador UNESCO para Sustentabilidade, Pedro Wickbold, Diretor-Geral da Wickbold, e Emily Ewell, Presidente e Co-fundadora da Pantys, se reuniram para discutir sustentabilidade nas companhias.

Sustentabilidade tem que começar no topo

Um tema que foi bastante debatido pelos palestrantes durante o painel foi a importância do tema de sustentabilidade estar permeado dentro da cultura da empresa. Emily Ewell comenta que, na Pantys, a mesma pessoa é responsável pela área de sustentabilidade e cultura, de forma a garantir que a cultura organizacional incorpore o pilar de sustentabilidade. Pedro Wickbold inclusive comenta que a cultura é o principal pilar de uma companhia para adotar metodologias sustentáveis.

Um dos desafios enfrentados na adoção de sustentabilidade é manter o foco no longo prazo, uma vez que estas iniciativas podem ter um impacto negativo em resultados de curto prazo. Oskar destaca que esse tema deve ser tão importante dentro da companhia como outros que talvez hoje sejam mais “naturais” do cotidiano da empresa, como indicadores operacionais, financeiros e metas.

Sustentabilidade não faz parte da formação acadêmica das pessoas e ela é tão importante quanto os outros temas do dia a dia de uma empresa. Envolver, transformar a empresa dentro da cultura de design thinking sustentável é primordial.”

Oskar Metsavaht, Fundador da Osklen e Embaixador UNESCO para Sustentabilidade

Está na hora de democratizar a sustentabilidade

Dois pontos nos chamaram atenção como necessárias para a escalabilidade de um modelo mais sustentável:

O primeiro, trazido pelo Pedro Wickbold, foi o fato de que “a verdadeira contribuição para problemas complexos é colaborativa”, ou seja, é necessário que vários agentes da sociedade atuem em conjunto para que eles consigam de fato realizar uma transformação local. O exemplo dado por ele foi a iniciativa da Wickbold em comprar as castanhas usadas em seus pães direto dos extrativistas. Isso só foi possível pois além da companhia e dos extrativistas, associações e ONGs atuaram em conjunto para viabilizar a padronização e o acesso a essas matérias-primas.

O segundo ponto, abordado pelos três apresentantes, foi a necessidade de uma atuação mais forte do governo para incentivar a produção sustentável através de benefícios fiscais. Emily destaca que não tem um país que deveria se preocupar mais com a natureza do que o Brasil dado a importância e relevância dos seus ativos naturais no contexto mundial. Para Oskar, as empresas e os consumidores já estão fazendo sua parte, através de maiores investimentos e assunção de maiores custos por parte das empresas e pela demanda e pagamento de um prêmio por parte dos consumidores. Dessa forma, falta o governo fazer sua parte uma vez que “a sustentabilidade é uma necessidade planetária da sociedade e a sociedade é representada pelo governo”. Finalmente, Pedro pontua que esse incentivo é crucial para garantir que essas iniciativas sejam perenes, ao melhorarem sua competitividade.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.