Novas projeções de Câmbio (para baixo), Selic (para cima) e Inflação 22 (para baixo)

Diante da comunicação do Copom, projetamos agora a Selic mais elevada, embora ainda próxima do nível considerado neutro (6,75% vs 6,50%), com uma aceleração no ritmo de alta para 1pp. O câmbio mais valorizado (revisamos a projeção de R$/US$ 5,10 para R$/US$ 4,90 no final de 2021 e 2022) e um provável recuo leve das commodities ajudam a manter a Selic terminal contida. Se o Copom optar por manter o ritmo de 0,75pp, possivelmente terá que subir mais a Selic (até 7,25%, em nossa simulação). De toda forma, com a postura mais dura, reduzimos nossa projeção de IPCA de 3,8% para 3,6% em 2022.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Conjuntura Econômica

Nos últimos meses, o cenário para a inflação ficou mais desafiador, com intensificação do choque de custos (commodities, energia) e a retomada mais forte do que o esperado da demanda interna (para detalhes ver nosso relatório “Esquenta do Copom” de 14 de junho).

Um elemento importante foi a piora da situação hídrica. A energia elétrica deve ficar bem mais cara, e é um insumo importante de produção para praticamente todos os itens da cesta do IPCA.

Comunicação do Copom

Em linha com esta conjuntura, o Copom (Comitê de Política Monetária do BCB) endureceu seu discurso. Mudou o plano de vôo para um ajuste completo da política monetária, discutiu acelerar o passo de implementação e indicou, ao nosso ver, que pode ir além do neutro se o balanço de riscos seguir piorando.

Enxergamos na postura do Copom uma mudança: deixou de tentar ancorar o mercado em seu plano de vôo, para indicar que fará o que for necessário para trazer a inflação para a meta.

Em contrapartida, o fator que mais impulsionou a inflação desde o final do ano passado começou a melhorar. O preço das commodities medidas em reais, que subiram 50% entre junho de 2020 e março de 2021, recuaram 6% desde então.

Cenários

Em linha com a indicação do Copom de fazer “o que for necessário”, usamos nosso modelo semi-estrutural para encontrar trajetórias de Selic que tragam o IPCA para a meta. Miramos 3,6% em 2022 porque nossos modelos têm indicado a inflação sistematicamente (e levemente) acima das projeções do Copom.

E adotamos uma a hipótese de que as commodities em reais recuam 10% até o final do ano que vem (gráfico). Esta tendência é decomposta da seguinte forma:

              i) Revisamos nossa projeção de câmbio para 4,9 reais por dólar este ano e ano que vem, diante da melhora do cenário fiscal e da elevação adicional da taxa de juros (esta variável é endógena ao modelo).

              ii) Commodities (índice CRB all Commodities) recuam 10% gradualmente até o final de 2022.

Usamos duas trajetórias: mantendo o passo de 0,75pp e acelerando para 1pp na próxima reunião. Encontramos que a inflação converge para a meta com quatro altas adicionais de 0,75% (Selic em 7,25%); ou duas altas de 1pp, seguidas de uma de 0,50pp (Selic em 6,75%).

Acelera o passo?

Discutimos internamente se a sinalização ofertada já indica a preferência do comitê por acelerar o passo, ou os números correntes precisariam piorar para que isso acontecesse.

É um prognóstico apertado. De toda forma, a maioria de nós interpretou que o Copom já entende ser necessário uma ação mais tempestiva, pela ênfase que deu na ata para esta possibilidade, e por estarmos no pico das pressões sobre expectativas.

Adicionalmente, ao acelerar o passo, nosso modelo indica que ele pode ficar mais perto do juro considerado neutro (6,5%), seu plano de vôo revelado.

Novas projeções

Desta forma, projetamos agora: taxa de câmbio em 4,9 reais por dólar em 2021 e 2022 (antes 5,1 em ambos); Taxa Selic em 6,75% este ano e no próximo (antes 6,5%); e IPCA em 3,6% em 2022 (antes 3,8%), diante do cenário de juros mais elevados e câmbio mais apreciado. Para 2021 a projeção do IPCA se mantém em 6,2%.

As projeções de crescimento da economia – 5,2% este ano e 2,0% em 2022 – seguem consistentes com estes ajustes nas demais variáveis. 

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º na Resolução CVM 20/2021. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.