XP Expert

Eletrobras coloca em marcha plano de transformação ; veja o Radar Energia XP | Setembro

Criamos este relatório com notícias do setor de energia que complementam nossos comentários publicados no Morning Call.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo falam sobre os principais assuntos, tendências e companhias que formam o setor. Aqui você encontra o título com o link para a fonte original da notícia, além de uma breve descrição do conteúdo.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo que tem impactos diretos ou indiretos no setor; e (ii) Nossos últimos relatórios publicados.

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!

Sexta-Feira, 30 de Setembro

Destaques: (i) Eletrobras coloca em marcha plano de transformação(Valor Econômico); (ii) Petrobras precisa vender 5 refinarias este ano para evitar penalidade (Valor Econômico); (iii) Suécia diz que há 4 pontos de vazamento nos gasodutos russos (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Eletrobras coloca em marcha plano de transformação
Empresa prepara adesão ao Novo Mercado da B3 e projeta crescimento por leilões de energia e vendas no mercado livre. (Valor Econômico)

Eletrobras deve anunciar PDV até novembro
Meta do plano de demissão voluntária (PDV) é atingir 2 mil pessoas que podem se aposentar, segundo o presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior. (Valor Econômico)

Eletrobras, de empresa estatal a corporation
Eletrobras construiu um sistema interligado de dimensão continental. (Valor Econômico)

Eletrobras tem mais de R$ 30 bi em passivos judiciais, diz presidente da empresa
Wilson Ferreira Junior diz que empresa está contratando assessoria jurídica para auxiliar suas áreas, avaliar e dar clareza em processos judiciais nos quais está envolvida. (Valor Econômico)

Presidente da Eletrobras vê oportunidades em eólica e solar

Empresa deve realizar PDV para 2 mil empregados que se enquadram como aposentados. (Canal Energia)

Térmicas polêmicas vão à leilão na CCEE
Contratação de geradoras à gás surgiram com lei de privatização da Eletrobras; prevista disputa no Norte, mas vazio na oferta do Nordeste. (Valor Econômico)

Comercializadores se preparam para disputar mercado varejista

Abertura de todo o mercado em alta tensão a partir de 2024 abre no ano que vem a competição por consumidores abaixo de 500 kW. (Canal Energia)

ABBEólica e IBP assinam memorando de cooperação para geração offshore

Acordo põe em prática sinergias que setores de óleo e gás e eólico offshore possuem. (Canal Energia)

Mercado está pronto para atender a Alta Tensão, avalia Abraceel

Presidente executivo da entidade, Rodrigo Ferreira foi o entrevistado do CanalEnergia Live desta quinta-feira, 29 de setembro, onde defendeu que essa medida não traz impacto aos contratos legados. (Canal Energia)

Neoenergia e Prumo assinam acordo para produção de hidrogênio verde e eólica marítima no Porto do Açu
Acordo, que começará pelos estudos ambientais foi anunciado durante a Rio Oil & Gas. (Valor Econômico)

. . .

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 88,23/Barril -0,09%

CÂMBIO

R$ 5,38/USD +0,03%

Petróleo fecha em queda com receio por recessão pesando sobre contratos
Mau humor apagou até mesmo os ganhos que vieram com a divulgação de relatos de que membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estariam discutindo um corte na produção. (Valor Econômico)

Petrobras precisa vender 5 refinarias este ano para evitar penalidade
Estatal assinou Termo de Compromisso de Cessação (TCC) com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para se desfazer de oito unidades. (Valor Econômico)

Petrobras diz que não quer retrocessos e que vai continuar com processo de abertura do mercado

Presidente da estatal participou de forma virtual da Rio, Oil & Gas. (Valor Econômico)

Resultado de eleição não impacta no plano de investimento, diz Petrobras

Atividades nas áreas do pré-sal devem ter prioridade no plano de investimento da Petrobras. (Estado de S. Paulo)

Alemanha gastará 200 bilhões de euros para baratear energia
Plano consta no quarto pacote de medidas para proteger empresas e consumidores da alta dos preços de energia causados após o início da guerra na Ucrânia e o corte do fornecimento de gás pela Rússia. (Valor Econômico)

Suécia diz que há 4 pontos de vazamento nos gasodutos russos
Todos os quatro vazamentos foram detectados em águas internacionais perto da ilha dinamarquesa de Bornholm, com dois dos vazamentos na zona econômica da Suécia e dois na Dinamarca. (Valor Econômico)

Petrobras reduz em 10,5% preço de venda de asfalto para distribuidoras
É a terceira redução seguida de preços do asfalto – também em setembro, a estatal anunciou queda de 6,4% e, em agosto, de 4,5%. (Valor Econômico)

BP retoma produção de petróleo no Golfo do México após paralisação por furacão Ian
“Após determinar que as condições de retorno eram seguras, a BP retornou os funcionários às plataformas Na Kika e Thunder Horse e recomeçou a produção”, diz a petroleira britânica. (Valor Econômico)

Petrobras faz primeira comercialização de diesel renovável em Curitiba
Produção de 1,5 mil metros cúbicos foi realizada na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar). (Valor Econômico)

O que esperar da Petrobras se Lula ou Bolsonaro vencer as eleições 2022
Maior empresa brasileira, motor de investimentos no Brasil e foco de denúncias de corrupção no passado recente, a Petrobras se mantém nos holofotes das eleições 2022. (Valor Econômico)

Alemanha vai entrar em recessão em 2023, aponta relatório de institutos econômicos do país
Grupo projeta ainda que a economia alemã pode encolher 7,9% no próximo ano no caso de um inverno excepcionalmente frio que leve ao racionamento de gás na indústria. (Valor Econômico)

ANP solicita nova minuta de estatuto para o “conselho de carregadores”

Segundo a agência reguladora, o texto “carece de vários ajustes e complementações” para a criação de um Conselho de Usuários robusto. Em resposta, as associações afirmaram que vão enviar uma nova minuta já na próxima semana. (Petróleo Hoje)

CBO fecha acordo com a Wärtsilä para descarbonização de sua frota

O acordo é o primeiro da Wärtsilä na área de descarbonização para o segmento de O&G na América Latina, e o segundo nas Américas. (Petróleo Hoje)

TotalEnergies estima produzir 200 mil boe/dia no Brasil até 2026

Como oportunidade de crescimento, a companhia citou, além da produção de Mero, um possível tie-back no sudoeste de Lapa e a expectativa para um segundo FPSO em Sépia e Atapu. (Petróleo Hoje)

Ticket log: preço do litro da gasolina caiu 7,23% no fechamento de setembro

Levantamento da Ticket Log mostra que o preço do litro da gasolina fechou setembro em R$ 5,33, valor 7,23% menor se comparado ao fechamento de agosto, enquanto o etanol ficou 10,98% mais barato e encerrou o período a R$ 4,41. (Broadcast)

Governo quer trocar diretores da Petrobras para segurar preço dos combustíveis

Valores estão defasados em relação ao mercado internacional, o que aumenta pressão por aumento

Quinta-Feira, 29 de Setembro

Destaques: (i)Starboard compra 15% da Maha, a petroleira ‘mais barata do mundo’ (Valor Econômico); (ii) Petrobras: produção de búzios vai aumentar para 2 mi b/d até final da década (Broadcast); (iii) Engie cuidará da iluminação de Curitiba (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Engie cuidará da iluminação de Curitiba

A Engie Soluções venceu o leilão do programa de iluminação pública de Curitiba (PR). A oferta apresentada foi de R$ 1,1 milhão e teve o maior deságio para esse tipo de concessão, desconto de 71,32% em relação ao limite máximo definido em edital, que correspondia a R$ 3,84 milhões. (Valor Econômico)

Para comercializadores, mercado livre pode contar com abertura total em 2026
Manifestação ocorreu após a publicação da Portaria 50/22, do Ministério de Minas e Energia, que estabeleceu as condições de abertura do mercado livre em 2024 para consumidores com carga inferior a 500 quilowatts (kW). (Valor Econômico)

Expansão no Norte e no Nordeste do país será prioridade, diz Aegea Saneamento
Aegea venceu o leilão de duas PPPs de esgoto no Ceará, assumindo cerca de R$ 6,2 bilhões de investimentos para universalizar o serviço em 24 cidades do Estado. (Valor Econômico)

Setor elétrico aprova com ressalvas a abertura do mercado livre de energia para alta tensão
Até então, só podiam migrar para o mercado livre consumidores com consumo superior a 500 kW. Com a medida, cerca de 106 mil novas unidades consumidoras que possuem faturas mensais superiores a aproximadamente R$ 10 mil estarão aptas a migrar. (Valor Econômico)

Reações a portaria que abre o mercado variam de entusiasmo a cautela

Comercializadores foram os que mais comemoraram a medida que permite o acesso total da alta tensão ao ACL em 2024. (Canal Energia)

Consulta da Aneel discute adequações a norma sobre medição

Alterações resultantes da Portaria 221, do Inmetro, ficarão abertas a contribuições entre 29 de setembro e 14 de novembro. (Canal Energia)

Gás natural busca seu espaço na matriz elétrica brasileira

A expectativa é que na próxima década, a expansão da matriz brasileira se concentre, principalmente, nas fontes solar, eólica e térmica (nuclear e gás natural).(Canal Energia)

Região Norte bate novo recorde de carga média diária

Segundo ONS, também foi verificado nova marca de demanda máxima. (Canal Energia)

Projetos de transmissão multados em R$ 145 milhões pela Aneel

A superintendência de fiscalização dos serviços de eletricidade da Agência Nacional de Energia Elétrica emitiu quatro multas contra projetos de transmissão, que nunca saíram do papel, com valores somados de mais de R$ 145,4 milhões. Os montantes são correspondentes a 10% do investimento do empreendimento outorgado. (Canal Energia)

Exclusivo: Solarprime pretende começar a instalar usinas próprias e quer uma a cada 2 meses

A Solarprime, empresa de instalação e suporte em painéis de energia solar fotovoltaica pretende entrar no ramo de construção de usinas próprias a partir de dezembro. A iniciativa é uma das frentes nas quais o novo presidente da companhia, Mário Campo Grande, pretende avançar nos próximos cinco anos. (Broadcast)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 88,23/Barril -0,09%

CÂMBIO

R$ 5,38/USD +0,03%

Petróleo sobe com interrupção no rali do dólar, após intervenção do BC britânico
O contrato do petróleo Brent, a referência global da commodity, para dezembro fechou em alta de 3,74%, a US$ 88,05 por barril, enquanto o do WTI americano para novembro subiu 4,64%, a US$ 82,15 por barril. (Valor Econômico)

Starboard compra 15% da Maha, a petroleira ‘mais barata do mundo’

A Starboard está comprando 15% da Maha Energy, uma petroleira listada na Bolsa de Estocolmo que tem 95% de sua receita vinda do Brasil. (Brazil Journal)

Petroleiras independentes pedem menos burocracia

A Associação Brasileira de Produtores Independentes de Petróleo e Gás (Abpip) pediu que autoridades do setor promovam simplificação em processos e procedimentos regulatórios que permitam acelerar investimentos de empresas produtoras em campos com menor potencial de produção. (Valor Econômico)

Petrobras diz que plano estratégico não será afetado pelo resultado das eleições

As decisões sobre o plano estratégico da Petrobras de 2023 a 2027, atualmente em elaboração, não serão afetadas pelas eleições presidenciais de domingo, disse o diretor de governança e conformidade da estatal, Salvador Dahan. (Valor Econômico)

Petrobras quer estar entre maiores produtores de combustível sustentável de aviação e diesel verde

A Petrobras quer estar entre as maiores produtoras mundiais do combustível sustentável de aviação, conhecido como SAF, e diesel verde, o HVO, segundo o gerente executivo de integração de negócios e participações da companhia, Daniel Pedroso. (Valor Econômico)

Petrobras: produção de búzios vai aumentar para 2 mi b/d até final da década

A Petrobras prevê aumentar em mais de três vezes a capacidade instalada de produção no campo de Búzios, no pré-sal da bacia de Santos, até o final da década. A projeção é de que o volume salte dos atuais 600 mil barris diários de petróleo por dia, com quatro plataformas, para 2 milhões de barris por dia com a instalação de mais sete unidades. (Broadcast)

Correção: Petrobras construirá planta dedicada de HVO e SAF

 A Petrobras esclareceu que os investimentos de US$ 600 milhões se referem ao total para expandir a produção de combustíveis renováveis, e não apenas para a nova planta. E que a produção para testes estão sendo feitas na Repar, e não Replan, como informou o executivo da estatal. Segue o texto corrigido. (Broadcast)

Petrobras reduz preço do querosene de aviação em 0,84% a partir de 1º de outubro

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 28, a terceira queda consecutiva no preço do querosene de aviação (QAV), acompanhando a redução do preço do petróleo no mercado internacional. O preço vai cair 0,84% a partir de 1º de outubro para as distribuidoras, informou a estatal. (Broadcast)

Petrobras assina contrato com Keppel Shipyard para construção da plataforma P-83

A Petrobras informa que assinou hoje contrato com a empresa Keppel Shipyard Limited para a construção da plataforma P-83, como resultado do avanço do projeto de desenvolvimento do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. (Broadcast)

Shell tem interesse em leilão da ANP, hidrogênio e eólica ‘offshore’
O Brasil está entre os oito países prioritários no mundo em investimentos para a Shell. (Valor Econômico)

Energia
Shell tem interesse em continuar a expandir o portfólio de exploração e produção de petróleo e gás no Brasil e deve participar de leilão da ANP. (Valor Econômico)

Abrace quer avanço em regras para mercado de gás

A Associação Brasileira de Grandes Consumidores de Energia (Abrace) avalia que o marco regulatório do mercado de gás natural precisa avançar para incentivar a adesão de indústrias, ainda receosas de migrar para o mercado livre, num cenário de volatilidade de preços motivada pela geopolítica. (Valor Econômico)

Combustível sustentável é crucial para aviação, mas ainda traz dúvidas

Faltam, por exemplo, testes de longo prazo que avaliem os impactos do uso do SAF na manutenção dos motores dos aviões. (Valor Econômico)

Mais um FPSO chega ao Brasil

O FPSO Almirante Barroso será submetido às atividades finais de comissionamento, no Estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis (RJ). (Petróleo Hoje)

Trident Energy busca parceiro para desenvolver descoberta na Bacia de Campos

Companhia francesa pretende desenvolver a descoberta de Siri, na área de Badejo e Linguado. (Petróleo Hoje)

Desinvestimento da Petrobras ganhará reforço de peso no E&P

Depois de retirar Albacora do processo de venda, petroleira programa venda de novo ativo de bilhões. (Petróleo Hoje)

BW Energy direciona foco para Golfinho

Estratégia é voltada ao processo de transição da operação e entrada em caixa da produção

O processo de habilitação para o leilão de termoelétricas aprovado com a privatização da Eletrobras já foi concluído, informou nesta terça, 27, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral. Mas, diferentemente dos demais leilões realizados pela autarquia, o número de habilitados não será divulgado. (Petróleo Hoje)

Epe habilita interessados em leilão de térmicas a gás

O processo de habilitação para o leilão de termoelétricas aprovado com a privatização da Eletrobras já foi concluído, informou nesta terça, 27, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral. Mas, diferentemente dos demais leilões realizados pela autarquia, o número de habilitados não será divulgado. (Broadcast)

Lições da crise energética da Europa
A principal lição é que não se pode depender de um único fornecedor. (Valor Econômico)

Danos por explosões nos gasodutos que abastecem Europa podem ser irreversíveis, diz Alemanha
Ataques às estruturas Nord Stream I e II são considerados pela União Europeia e pelo serviço secreto alemão como “sabotagem”; uma das hipóteses é que mergulhadores tenham plantado explosivos. (Valor Econômico)

Sem vender à Europa, Rússia mantém gás no subsolo em vez de queimá-lo
Evidências descartam preocupação na Europa de que a estatal russa Gazprom estaria queimando gás natural em seus campos em vez de exportá-lo para a região. (Valor Econômico)

Vazamento de gasodutos russos pode virar desastre ‘sem precedentes’
Cientistas tentam descobrir quanto metano, um dos gases de efeito estufa mais poderosos, escapou para a atmosfera com o vazamento nos gasodutos Nord Stream 1 e 2. (Valor Econômico)

Quarta-Feira, 28 de Setembro

Destaques: (i) Itaipu é “mini Wahoo” (Petróleo Hoje); (ii) Organizações entram na Justiça para barrar leilão de térmicas da Eletrobras (Valor Econômico); (iii) Aneel nega excludente de responsabilidade de térmica emergencial em São Paulo. (Broadcast)

Elétricas e Saneamento

Organizações entram na Justiça para barrar leilão de térmicas da Eletrobras
A Coalizão Gás e Energia entrou com uma Ação Civil Pública para impugnar o leilão, marcado para a sexta-feira (30). (Valor Econômico)

Painéis solares se acumulam em meio à crise energética na Europa
Isso ocorre pois não há engenheiros suficientes para instalar os módulos em telhados com a rapidez necessária para atender aos pedidos. (Valor Econômico)

Aegea Saneamento vence leilão de saneamento do Ceará
Licitação envolve dois contratos com duração de 30 anos e que, juntos, somam R$ 6,2 bilhões de investimentos. (Valor Econômico)

Usina termoelétrica zé açu, da Amazonas Energia, tem concessão extinta

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu extinguir a concessão da usina termelétrica Zé Açu, da Amazonas Energia. A resolução com a decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 27.(Broadcast)

Aneel nega excludente de responsabilidade de térmica emergencial em São Paulo

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira, 27, negar um pedido de excludente de responsabilidade por atrasos na implantação da usina termelétrica Paulínia Verde, uma das vencedoras do leilão emergencial, realizado no ano passado. Com a decisão, as penalidades aplicadas pelo descumprimento do cronograma do certame são mantidas. (Broadcast)

Aneel rejeita pedido de isenção por atraso em térmica do PCS

Pedido foi apresentado pela Mercurio Partners, proprietária da UTE Paulínia Verde. (Canal Energia)

Para Fitch, venda da Enel Goiás reforça capacidade de investimentos da Enel Brasil

Segundo agência, os recursos da transação permitem que a companhia mantenha sua estratégia de investir em geração através de fontes renováveis. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 86.63/Barril +0,42%

CÂMBIO

R$ 5,38/USD -0,06%

Petróleo sobe com temores de interrupção da oferta no Golfo do México
Temores de que o furacão Ian atrapalhe a produção no Golfo do México puxaram os preços para cima, apesar de o dólar continuar avançando frente às principais divisas globais. (Valor Econômico)

Itaipu é “mini Wahoo”

Dentre as alternativas para o desenvolvimento de Itaipu, a PRIO considera utilizar o sistema de escoamento de Wahoo. (Petróleo Hoje)

Vender ativo maduro é foco na Petrobras
Executivo da estatal diz que desinvestimento desses campos é fundamental para competitividade. (Valor Econômico)

P-81 será afretamento

Termina a incerteza sobre o modelo de contratação dos FPSOs de Sergipe Águas Profundas. (Petróleo Hoje)

Fornecedores defendem “conteúdo local por mérito”

Representantes das empresas de bens e serviços de petróleo apoiam política de conteúdo local baseada em competitividade. (Petróleo Hoje)

Governo precisa dar definição clara para arcabouço do mercado de carbono, diz vice-presidente da Shell
Mercado de carbono brasileiro foi criado por meio de um decreto do governo federal, publicado em maio, mas ainda precisa ser regulamentado. (Valor Econômico)

Flexibilidade e sinergias devem nortear investimento em infraestrutura de gás natural, dizem especialistas
Complementaridade e as sinergias que o gás pode oferecer foram alguns dos pontos em comum levantados por especialistas na feira Rio Oil & Gas. (Valor Econômico)

Setor de óleo e gás vai sugerir nomes de 399 mulheres para cargos de alta liderança no próximo governo
Entre os nomes estão Marisete Dadald Pereira, que foi secretaria-executiva do MME, a atual presidente da Equinor no Brasil, Verônica Coelho, e Renata Isfer, ex-secretária de petróleo e gás do MME. (Valor Econômico)

Vibra: Para destravar gargalos logísticos, é preciso continuidade de leilões
“Sem o investimento privado, a infraestrutura será limitada”, nota vice-presidente executivo de operações, logística e sourcing da empresa. (Valor Econômico)

Petrobras prepara CRI de até R$ 1,8 bi para pagamento de aluguéis
Montante inicial será de R$ 1,5 bilhão, mas há a possibilidade de acréscimo de R$ 300 milhões. (Valor Econômico)

Usinas venderam menos etanol na 1ª quinzena de setembro
Segundo a Unica, volume total de anidro e hidratado somou 1,15 bilhão de litros, em queda de 2,6%. (Valor Econômico)

TotalEnergies diz que investimentos em petróleo e gás terão que continuar até pelo menos 2035
De acordo com a empresa, a transição energética vai demandar um aumento de investimentos, com despesas em energia de baixo carbono tendo que dobrar até 2030, a US$ 1,5 trilhão por ano. (Valor Econômico)

Alemanha, Polônia e Dinamarca suspeitam de sabotagem após vazamento em gasodutos russos
Suspeita de sabotagem ocorre enquanto a Europa inaugura um gasoduto para levar gás natural da Noruega à Polônia, passando pela Dinamarca, em uma tentativa de diminuir a dependência da Rússia. (Valor Econômico)

Rússia fecha acordo com Talibã para vender gás, gasolina, diesel e trigo

O Talibã, grupo fundamentalista que governa o Afeganistão, anunciou nesta terça-feira (27) um acordo para importar gasolina, diesel, gás e trigo da Rússia. A declaração vem no mesmo dia em que a ONU afirmou que a comunidade internacional “está perdendo a paciência” com o grupo, em meio a negociações para desbloquear recursos do país do Oriente Médio. (Valor Econômico)

Modelo de comercialização de gás da Eneva pode ser replicado no Nordeste

Compra da Celse deixa empresa em posição estratégica na região. (Canal Energia)

Galp prevê investir US$ 5 bilhões em 10 a 15 anos

A portuguesa Galp deve investir US$ 5 bilhões entre os próximos dez a 15 anos no Brasil em projetos de petróleo e gás e de energias renováveis. Segundo o presidente global da Galp, Andy Brown, o Brasil é um “país vital”, correspondendo a mais da metade do faturamento mundial da companhia. (Valor Econômico)

Total vê futuro do petróleo
A TotalEnergies disse que investimentos em novos projetos de petróleo e gás serão necessários pelo menos até a metade de década de 2030 para alcançar a demanda e evitar disparada nos preços. A petrolífera afirma que, no curto prazo, a trajetória de demanda por energia não está indo na mesma direção dos esforços climáticos por conta da recuperação pós-pandemia e as condições atuais de mercado. (Valor Econômico)

Amapá está na mira da exploração de petróleo

Com espécies que ainda nem tiveram a oportunidade de serem estudadas, a formação está na mira da exploração de petróleo. Por isso, após o achado, o Greenpeace reuniu cerca de 2 milhões de assinaturas para pedir a proteção da região. (Folha de S. Paulo)

Após refinaria, Acelen mira etanol e prevê mais três unidades de negócios

Empresa olha as outras refinarias à venda pela Petrobras; com prioridade no mercado interno, a refinaria exporta produtos como bunker para Cingapura. (O Estado de S. Paulo)

Terça-Feira, 27 de Setembro

Destaques: (i) Gasoduto Rota 3 deve atrasar 10 meses e entrar em operação a partir de 2024, diz Petrobras (Valor Econômico); (ii) Associações aprovam cancelamento da votação da MP1118. (Canal Energia); (iii) Acelen perto da independência (Petróleo Hoje)

Elétricas e Saneamento

Associações aprovam cancelamento da votação da MP1118

Com a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, medida perde a validade nesta terça-feira, 27. (Canal Energia)

Agenda de empresas: Leilão de saneamento do Ceará atrai grandes empresas do setor

Leilão de saneamento do Ceará atrai grandes empresas do setor.

Setor eólico global precisará de 500 mil técnicos até 2026

O crescimento da capacidade eólica onshore e offshore está gerando uma demanda por mão de obra qualificada, revela um novo relatório divulgado por duas entidades do setor. Os números da Global Wind Organization (GWO) e do Global Wind Energy Council (GWEC) mostram que serão necessários 569 mil técnicos para construir e manter uma frota eólica global onshore e offshore que aumentará em 67% até 2026. (Canal Energia)

Eletrificação no Brasil trará benefícios que vão além dos ganhos ambientais, aponta estudo

Relatório da Deloitte, feito sob encomenda da Enel, estima um crescimento líquido total de 3% no PIB do Brasil até 2050 motivado pelas ações ligadas à descarbonização e eletrificação. (Canal Energia)

Liberações da Aneel chegam à 169,1 MW entre operações comercial e em teste

As autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 26 de setembro. (Canal Energia)

Geração própria de energia solar atinge 13 GW, aponta Absolar

De acordo com a Associação, Brasil possui atualmente mais de 1,2 milhão sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede. (Canal Energia)

Crescimento da eficiência energética depende de menos burocracia e mais subsídios

Para Bruno Herbert, presidente da Abesco, mercado brasileiro pode se desenvolver muito, mas é necessário pensar o tema de forma mais ampla. (Energia Hoje)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 85.84/Barril +2,12%

CÂMBIO

R$ 5,39/USD +0,01%

Petróleo termina em queda e segue nas mínimas desde janeiro
Alta do dólar no exterior tem impacto nas negociações da commodity. (Valor Econômico)

Gasoduto Rota 3 deve atrasar 10 meses e entrar em operação a partir de 2024, diz Petrobras

O gasoduto Rota 3 deve ter um atraso de dez meses, e a nova previsão é de entrada em operação em 2024, de acordo com o diretor executivo de exploração e produção da Petrobras, Fernando Borges. “Isso causou um certo desconforto. Havia a expectativa de começar com a infraestrutura, mas infelizmente isso passou por um atraso na execução da obra”, disse ele a jornalistas. (Valor Econômico)

Novo CEO agiliza redução de preços na Petrobras
Caio Paes de Andrade completa 90 dias como presidente da estatal e acelerou reduções nos preços do diesel e da gasolina. (Valor Econômico)

Petrobras fez 12 cortes em preços desde 19 de julho
Novas quedas de preços de combustíveis não estão descartadas antes do 1º turno, e há indicações de trocas de diretores até o fim do ano. (Valor Econômico)

Refinarias da Petrobras serão vendidas, diz Sachsida

Ministro de Minas e Energia afirmou que acordo com o Cade feito em 2019 será cumprido; 8 refinarias devem ser vendidas. (Poder 360)

Acelen perto da independência

O CEO, Luiz de Mendonça, confirmou que em dezembro a Refinaria Mataripe será 100% independente da Petrobras. (Petróleo Hoje)

Karoon almeja se tornar a 3ª petrolífera do país em 2023
Companhia australiana, que já investiu quase R$ 1 bilhão no país desde 2008, estima extração média de 30 mil barris/dia no campo de Baúna, na Bacia de Santos. (Valor Econômico)

Acelen estuda diversificar negócios com foco na área de energias renováveis
Entre as áreas de interesse da Acelen estão projetos de energia solar e eólica, segundo o presidente da empresa, Luiz de Mendonça. (Valor Econômico)

Demanda por óleo diesel S-10, menos agressivo ao meio ambiente, cresceu 10% este ano

A demanda de óleo diesel S-10, combustível com baixo teor de enxofre, aumentou 10% este ano e está invadindo o espaço do diesel S-500, disse o superintendente de distribuição e logística da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rubens Cerqueira Freitas. (Valor Econômico)

Chevron interrompe produção em 2 plataformas no Golfo do México por furacão

Furacão Ian atualmente está atravessando o Mar do Caribe e deve chegar a Cuba na terça-feira, antes de continuar ao norte e ir para a costa da Flórida na quarta-feira. (Valor Econômico)

Estocagem do gás do pré-sal ainda é realidade distante, dizem especialistas
Apesar de “fazer sentido”, esse tipo de solução esbarra na dificuldade criada pela imprevisibilidade da demanda, destaca o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás. (Valor Econômico)

Combustíveis fósseis apostam em sobrevida
Petroleiras sabem que transição energética é necessária, mas não têm pressa. (Valor Econômico)

ANP aprova PDI do campo de Juruá, no Solimões

Programa de descomissionamento será executado pela Petrobras. (Petróleo Hoje)

Petrobras/Álvaro Tupiassu: mesmo com novos gasodutos, brasil seguirá importando gás

O gerente de gás e energia da Petrobras, Álvaro Tupiassu, disse há pouco na 20ª edição da Rio Oil & Gas, que o Brasil vai continuar a importar gás natural, mesmo com a inauguração de grandes projetos de escoamento de gás natural produzido em alto mar. (Broadcast)

Chevron interrompe produção em 2 instalações offshore devido a furacão

A petroleira Chevron informou que está transferindo trabalhadores para um local seguro e interrompendo a produção temporariamente em duas plataformas de produção offshore no Golfo do México, enquanto se prepara para o furacão Ian. (Broadcast)

Petrobras pretende investir us$ 2,8 bi em descarbonização nos próximos 5 anos

O presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade disse, na abertura da Rio Oil & Gas, que a companhia pretende investir US$ 2,8 bilhões em ações para mitigação de emissões de carbono nos próximos cinco anos. Paes de Andrade, que faz tratamento contra um carcinoma, discursou por meio de vídeo. Na abertura da feira, ele é representado pelo diretor de Exploração e Produção da estatal, Fernando Borges. (Broadcast)

‘Intervenção não deu certo e não dará de novo’, diz Elena Landau

Conhecida pela sua defesa das privatizações, Landau diz que vender a Petrobras não é a prioridade no momento. Antes, o ideal seria repassar as subsidiárias da estatal ao setor privado, afirmou a economista, que foi diretora de desestatização do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no governo Fernando Henrique Cardoso. “A gente tem de deixar a Petrobras contribuindo bilhões de reais (em dividendos) com o governo. Se o governo usa mal o que ele recebe, é outra discussão.”(Broadcast)

Risco de faltar diesel não é mais relevante, dizem empresas do setor

Em junho, Petrobras chegou a alertar governo sobre possível dificuldade no fim do ano. (Folha de S. Paulo)

Dá para explorar petróleo na foz do Amazonas de forma sustentável, diz ministro do Meio Ambiente

Região é vista com grande expectativa por petroleiras mas enfrenta resistências de ambientalistas. (Folha de S. Paulo)

Prefeitura de São Paulo vai restituir parte do IPVA de carro elétrico
A redução do imposto é referente à parcela que os cofres da capital paulista recebem do tributo, até o limite de R$ 3.292. (Valor Econômico)

Governo vai monitorar estoques diários de gás

Em termos de demanda, o diretor executivo Corporativo e de Participações da Ultrapar, Marcelo Araujo, estima que o consumo de combustíveis no Brasil em 2035 deve ser 25% a 30% superior ao verificado em 2021. Segundo ele, mais de 35% da demanda de combustíveis naquele horizonte deverá ser de biocombustíveis. (Valor Econômico)

Segunda-Feira, 26 de Setembro

Destaques: (i) Decisão da presidência do Senado pode fazer caducar MP que aumentaria conta de luz (Valor Econômico); (ii) Indústria eólica e petroleiras firmam parceria (Valor Econômico); (iii) Novos planos e apostas da PetroReconcavo (Petróleo Hoje)

Elétricas e Saneamento

Decisão da presidência do Senado pode fazer caducar MP que aumentaria conta de luz

A presidência do Senado informou às lideranças partidárias neste domingo (25) à noite que não haverá sessão semipresencial nesta segunda-feira (26). O presidente da Casa, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), agendou a próxima sessão para 4 de outubro. (Valor Econômico)

Após venda da Celg-D, Enel quer focar em geração renovável e eletrificação
Presidente da empresa explicou que não pretende sair do segmento de distribuição nem vender outras distribuidoras, mas focar em setores mais estratégicos. (Valor Econômico)

MP 1118 é positiva para o consumidor, diz Abeeólica

Para o presidente do conselho da associação, Fernando Elias, aprovação da MP é fundamental por acabar com sinal locacional e viabilizar R$ 60 bi em investimentos. (Energia Hoje)

Reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste devem ficar entre 45% e 73% em 2023, prevê ONS

Dados projetam panorama mais positivo para os próximos seis em relação aos últimos anos. (Energia Hoje)

Reajuste de tarifa de energia deve ser de 5% em 2023, projetam especialistas

O reajuste médio das tarifas de energia no próximo ano deve ficar próximo da projeção oficial do Banco Central para a inflação, de 4,6%. Cálculos de consultorias especializadas no setor elétrico indicam que as tarifas devem subir cerca de 5%, em média. (Broadcast)

Fase apresenta conjunto de propostas para governança do setor

Agenda está relacionada a ampliação da transparência na divulgação de números, informações e decisões públicas que interferem no preço da energia no país. (Canal Energia)

MME publica portaria sobre exportação de excedente para Argentina e Uruguai

Exportação poderá ser feita durante todo ano desde que não afete a segurança de fornecimento ao SIN. (Canal Energia)

Associações do setor elétrico elaboram documento com propostas para melhorar formação de preços de energia
Documento assinado por 16 associações setoriais foi enviada ao ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 88.68/Barril -1,78%

CÂMBIO

R$ 5,12/USD +0,01%

Petróleo fecha em novas mínimas desde janeiro com receio de recessão e disparada do dólar
O contrato do petróleo Brent para dezembro fechou em queda de 5,02%, a US$ 85,03 por barril, enquanto o do petróleo WTI americano para novembro recuou 5,68%, a US$ 78,74 por barril. (Valor Econômico)

Novos planos e apostas da PetroReconcavo

Enquanto mira novas aquisições, petroleira pretende expandir atividades em Miranga. (Petróleo Hoje)

Petrobras em Itaboraí

A Petrobras informou que rescindiu o contrato com a SPE Kerui-Método, responsável pelas obras das Unidades de Processamento de Gás Natural (UPGN) do Polo Gaslub de Itaboraí. Para minimizar os impactos na entrada em operação do Projeto Integrado Rota 3, a companhia iniciou as contratações para a conclusão das obras remanescentes e estima iniciar as operações de processamento de gás no Polo Gaslub em 2024.. (Valor Econômico)

Ações da Petrobras derretem 7% com petróleo nas mínimas desde janeiro
Disparada do dólar e temores de recessão global derrubam os preços da commodity. (Valor Econômico)

Prio inicia preparação para produção do campo de Wahoo
A companhia deve iniciar as atividades de produção no campo no segundo semestre de 2023. (Valor Econômico)

Por que bancos de Wall Street apostam na recuperação do petróleo
Estoques baixos e demanda constante sustentariam uma retomada, apesar das crescentes preocupações com uma recessão global, segundo analistas.(Valor Econômico)

ANP aprova reclassificação de oleoduto de 180 km no Rio de Janeiro
Gasoduto Osduc é operado pela Transpetro e conecta o terminal de Cabiúnas (Macaé) ao Terminal de Campos Elíseos, na refinaria Duque de Caxias (Reduc). (Valor Econômico)

Preço da gasolina cai mais 1,8% e vai a R$ 4,88 por litro, diz ANP
Preço médio do combustível atingiu o menor nível desde o fim de junho de 2020; valor do diesel também caiu. (Valor Econômico)

Mubadala apresenta melhor oferta para comprar BP Bunge, diz agência
Este seria o primeiro investimento do fundo em etanol no Brasil. (Valor Econômico)

Geo Biogás &Tech estuda produzir hidrogênio verde a partir da biomassa
Empresa também estuda processo para utilizar resíduos orgânicos para fabricar combustível verde para aviação. (Valor Econômico)

Ubuntu e Mandacaru assinam aditivos para cessão de participações

Termos assinados por empresas são referentes aos contratos de Rio Mariricu e Urutau. (Petróleo Hoje)

Sexta-Feira, 23 de Setembro

Destaques: (i) MP 1118: Brasil pode perder R$ 60 bi em investimentos, alerta ABEEólica. (Canal Energia); (ii) Com novo corte, preço do botijão de gás cai 10,5% no mês. (Valor Econômico); (iii) Escassez de energia coloca em risco união da Europa, diz Birol. (Valor Econômico)

Elétricas e Saneamento

MP 1118: Brasil pode perder R$ 60 bi em investimentos, alerta ABEEólica

Associação defende aprovação da MP porque corrige a questão do sinal locacional estabelecido pela Aneel na reunião desta semana e permite aos investidores esperar a melhoria dos valores de capex que estão elevados. (Canal Energia)

Senado deve votar MP 1.118 na segunda-feira, 26

MP tem artigo aprovado na Câmara que altera cálculo da Tust. (Canal Energia)

Manifesto cobra mais investimentos em eólica globalmente

Mais de 100 empresas e associações lançam documento onde lembram a necessidade de quadruplicar o volume de capacidade instalada da fonte eólica para enfrentar as mudanças climáticas. (Canal Energia)

Hidrogênio pode alcançar 290 GW até 2030, aponta AIE

Capacidade global de fabricação de eletrolisadores é de 8 GW por ano, mas pode passar de 60 GW nesse período

Angra 1 volta a operar após uma parada de reabastecimento de combustível

Unidade deverá alcançar 100% de potência no próximo domingo. (Canal Energia)

Região Nordeste está com 68,1% da capacidade

Região Norte opera com 78,1%, SE/CO com 51,7% e Sul com 84,1% nos níveis de armazenamento. (Canal Energia)

Com reformulação de P&D, (re)energisa implanta sistema isolado renovável de olho no agro.

A (re)energisa, marca do grupo Energisa que reúne comercialização de energia, geração distribuída e serviços ancilares, anunciou a reformulação de sua área de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) a fim de integrar essas áreas de atuação. (Broadcast)

Usinas culpam covid por geração baixa na Amazônia

Duas das maiores hidrelétricas do País atribuíram às restrições impostas pela covid em 2021 a frustração de energia que deveriam ter entregue.  O argumento foi levado aos órgãos de fiscalização do setor elétrico pelas usinas de Jirau e Santo Antônio, quarta e quinta maiores hidrelétricas do País, respectivamente, em potencial de geração. (Broadcast)

Engie apoia manter decisão da Aneel sobre sinal locacional

“A modernização do setor elétrico passa por decisões como essa da Aneel”, disse em nota Eduardo Sattamini, presidente da empresa, ante a iminência de votação no Senado da MP 1.118 que, na prática, anula a decisão da agência de rever a inserção do sinal locacional na Tust e na Tusd-g. (Energia Hoje)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 88.68/Barril -1,78%

CÂMBIO

R$ 5,12/USD +0,01%

Petróleo fecha em alta com temores sobre a oferta
O contrato do petróleo Brent para dezembro fechou em alta de 0,82%, a US$ 89,53 por barril, enquanto o do WTI americano para novembro subiu 0,66%, a US$ 83,49 por barril. (Valor Econômico)

Com novo corte, preço do botijão de gás cai 10,5% no mês
Petrobras reduziu pela segunda vez este mês os valores médios de venda para as distribuidoras. (Valor Econômico)

Escassez de energia coloca em risco união da Europa, diz Birol
Crise crescente também gera temores de que alguns países possam fechar acordos paralelos para receber gás russo ou restringir exportações de energia para vizinhos. (Valor Econômico)

Mercado de gás: Rio vai receber 70% dos investimentos da NTS

Companhia vai investir R$ 12 bi nos próximos oito anos. Empresa, que tem mais de 2 mil quilômetros de gasoduto, quer ampliar capacidade e desenvolver projetos de armazenamento do produto em estado líquido. (O Globo)

Espanha vai aumentar fornecimento de gás para França e Itália
A medida é um dos esforços de países da Europa para lidar com o corte de fornecimento de gás da Rússia. (Valor Econômico)

ANP prorroga parcialmente a fase de produção dos campos de Brejinho e Fazenda Curral

Localizados no onshore da Bacia Potiguar, os ativos são operados pela PetroReconcavo. (Petróleo Hoje)

Equinor terá presença ativa na Rio Oil & Gas 2022

Empresa conta com estande institucional no pavilhão 4 do Boulevard Olímpico, além de participações de seus executivos em palestras ao longo da semana. (Petróleo Hoje)

Reman paralisa unidade por falta de petróleo

A Unidade U2111, responsável pelo processamento do petróleo de Urucu, está paralisada desde o início da semana devido a indisponibilidade da embarcação contratada pela Petrobras para o fluxo de petróleo de Coari para Manaus. (Petróleo Hoje)

Moldova hikes gas tariffs by 27% after price wrangle with Russia

Moldova’s gas regulator raised household tariffs on Friday by 27% to 29.27 Moldovan lei ($1.51) per cubic metre to reflect the rocketing cost of supplies since Russia’s invasion of Ukraine in February. (Reuters)

Oil prices edge down, recession fears back in focus

Oil prices fell on Friday amid recession fears and a stronger U.S. dollar, though losses were capped by supply concerns after Moscow’s new mobilisation campaign in its war with Ukraine and an apparent deadlock in talks on reviving the Iran nuclear deal. (Reuters)

AES assina pré-contrato com Complexo de Pecém para hub de hidrogênio verde
Estratégia da companhia é viabilizar a uma planta de produção e comercialização de hidrogênio verde e seus derivados utilizando o terminal para exportar a produção, principalmente, para países da Europa. (Valor Econômico)

Transição energética no Brasil atrai a Brookfield
País é candidato a acessar parte do fundo de US$ 15 bilhões. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quinta-Feira, 22 de Setembro

Destaques: (i) Petróleo fecha em queda, após decisão do Fed de elevar juros (Valor Econômico); (ii) Consumo de energia tem alta de 0,6% em agosto, puxado pelo mercado livre (Canal Energia); (iii) Conta da crise energética na Europa já chega a quase US$ 500 bilhões. (Valor Econômico)

Elétricas e Saneamento

Consumo de energia tem alta de 0,6% em agosto, puxado pelo mercado livre

Cenário hidrológico favorável também contribuiu para aumento de 34% na geração hidrelétrica. (Canal Energia)

Licenciamento de pequenas hidrelétricas triplica recuperação de áreas de preservação no Paraná
Para a instalação das PCHs, foi necessária a supressão florestal de 951 hectares. Entretanto, os empreendedores garantiram a recomposição florestal de 3.119 hectares. (Canal Energia)

Abraceel: migração para ACL resulta em menos impacto para consumidores do ACR que GD

Estudo da associação mostra que inação do governo na abertura do mercado gera custos maiores para os cativos remanescentes. (Canal Energia)

MME prorroga prazo das outorgas de UHEs da CBA

O Despacho informou o valor anual, ajustado pelo prazo remanescente de vinte e quatro anos das Outorgas. (Canal Energia)

Região Norte tem novo recorde de carga, aponta ONS

Ocorrência na região alcançou um valor de 7.662 MW. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 91,00/Barril +1,17%

CÂMBIO

R$ 5,17/USD +0,10%

Petróleo fecha em queda, após decisão do Fed de elevar juros
O contrato do petróleo Brent para dezembro fechou em queda de 0,67%, a US$ 88,80 por barril, enquanto o do WTI americano para novembro caiu 1,19%, a US$ 82,94 por barril. (Valor Econômico)

Conta da crise energética na Europa já chega a quase US$ 500 bilhões
Países da União Europeia e o Reino Unido já destinaram, juntos, US$ 496 bilhões para amortecer o impacto da crise de energia sobre consumidores e empresas, segundo levantamento do centro de estudos Bruegel. (Valor Econômico)

Estoques semanais de petróleo dos EUA sobem menos que o esperado
Reservas de gasolina e de destilados também registraram recomposição. (Valor Econômico)

Alemanha estatiza a Uniper, maior importadora de gás do país
Objetivo da medida é evitar que a empresa quebre diante do corte do fornecimento de gás da Rússia e do aumento dos preços de energia. (Valor Econômico)

Enauta retoma produção nos três poços do Campo de Atlanta
Companhia enfrentou um período de manutenção prolongado no campo ao longo do último mês, afetando a produção, após identificar problemas em algumas seções do seu mangote. (Valor Econômico)

ANP aprova prorrogação de PEM e de PAD nas bacias do Espírito Santo e Potiguar

Por meio da Resolução ANP nº 815/2020, as companhias Imetame, Geopark, Aguila Energia e 3R Petroleum conseguiram mais tempo para explorar seus ativos.(Petróleo Hoje)

Raízen solicita à ANP revisão regulatória de cinco resoluções

Companhia quer a revisão das RANPs 44/2013, 852/21, 855/21, 858/21 e 881/22, após “uma intensa análise e reflexão”.(Petróleo Hoje)

Ocyan vai apresentar serviços desenvolvidos em conjunto com startups na Rio Oil & Gas 2022

As startups internacionais Cumulus e ConditionAll buscam soluções no setor de óleo e gás.(Petróleo Hoje)

Cade reforça o pedido de documentação à Petrobras para analisar sua política de preços

O conselho deu o prazo de 48h para a Petrobras enviar a cópia dos documentos que subsidiaram a decisão do Conselho de Administração em manter a política de preços. (Petróleo Hoje)

Entrevista/ibp/Roberto Ardenghy: Brasil explora 8% de suas bacias e pode ampliar produtividade

Apesar de pujante em óleo e gás, até hoje o Brasil só verificou 8% das bacias sedimentares de seu território e precisa mais do que dobrar o fator de retorno dos campos de petróleo ativos para se aproximar das potências do setor.  (Broadcast)

Petrobras tem ganhos de R$ 342 mi com melhoria na gestão da cadeia de suprimentos

A Petrobras informou nesta quarta-feira, 21, que obteve ganhos de R$ 342 milhões entre 2021 e 2022, como reflexo da implementação de uma série de avanços em sua gestão da cadeia de suprimentos, voltada para suas atividades de exploração e produção, refino e transporte de produtos e serviços. (Broadcast)

Conselho da Vibra corre em busca de novo CEO
Com a saída de Wilson Ferreira Jr., anunciada em agosto, o colegiado voltou a discutir opções de nomes no mercado. (Valor Econômico)

Gasolina fica em R$ 5,21 no Sudeste no começo de setembro, diz pesquisa

O preço médio do litro da gasolina no Sudeste fechou a primeira quinzena de setembro em R$ 5,21, segundo o monitoramento da empresa de gestão de frotas Ticket Log em seus postos credenciados. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quarta-Feira, 21 de Setembro

Destaques: (i)Alemanha gastará mais US$ 2,5 bi com GNL para aliviar crise (Valor Econômico); (ii) Estoques de gás da Alemanha atingem meta de 90% de sua capacidade preenchida (Valor Econômico) ; (iii) Aneel homologa parcialmente resultado do leilão A-4 deste ano. (Energia Hoje)

Elétricas e Saneamento

Aneel homologa parcialmente resultado do leilão A-4 deste ano

Leilão nº 3/2022 visa contratar energia elétrica de novos empreendimentos de geração. (Energia Hoje)

Nova Aliança Global Offshore é criada para impulsionar potencial da fonte no mundo

GOWA que aumentar capacidade global da eólica offshore para 380 GW. (Canal Energia)

Diretoria da Aneel mantém polêmica hipótese da PCH Brito

A PCH Brito está no centro de uma intrincada polêmica envolvendo a Brito Energética, a Petraprime, o município de Ponte Nova, o Estado de Minas Gerais, a própria Aneel e até o Supremo Tribunal Federal. (Energia Hoje)

Aprovada nova metodologia para cálculo de Tust e Tusd-g

Realinhamento dos custos vai ocorrer ao longo de cinco ciclos tarifários para equilibrar a cobrança pelo uso do SIN. (Energia Hoje)

Eletronuclear recebe licença de instalação do Ibama para Angra 3

A autorização, com seis anos de validade, permite a continuidade das obras da usina, com 1.405 MWe. (Canal Energia)

Cemig recebe subestações móveis da TSEA energia e TS Infra

Os equipamentos têm capacidade para fornecer energia para aproximadamente 60 mil pessoas cada.(Canal Energia)

Neoenergia conclui primeira fase das obras das linhas Guanabara e Itabapoana

Projeto contempla a construção de 536 quilômetros de linhas e duas subestações, e também contará com 1.174 torres de transmissão. (Energia Hoje)

Nova regra da Aneel para transmissão propõe economia de R$ 1,2 bi

Montante se refere à redução anual nos custos do consumidor no Norte e Nordeste; efeitos devem ser percebidos em 2028. (Poder 360)

Análise: Sinal locacional deve ser o novo foco de judicialização no setor

A um grupo de cerca de 200 executivos do Lide (Grupo de Líderes Empresariais), na quarta-feira passada (14) em
São Paulo, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, disse que a judicialização é o maior problema do setor
elétrico atualmente. ( Agência Infra)

Engie fornecerá energia de fontes renováveis para azul no aeroporto de Brasília

A Engie fechou contrato com a Azul para fornecer eletricidade e ar condicionado a partir de fontes renováveis para os aviões da companhia aérea enquanto estiverem estacionados no Aeroporto de Brasília, substituindo os equipamentos movidos a combustíveis fósseis. (Broadcast)

BNDES financia solar

Banco aprovou financiamento de R$ 63 milhões para a implantação de 11 usinas fotovoltaicas.(Valor Econômico)

Biomassa de acácias abastece usinas e gera energia elétrica para o Estado
Projeto da Oxe Energia produz 32 megawatts em quatro unidades termelétricas na região de Boa Vista.(Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 91,99/Barril -0,01%

CÂMBIO

R$ 5,17/USD +0,10%

Petróleo recua com valorização do dólar e temores sobre aperto monetário
Os contratos futuros da commodity recuaram aos seus menores níveis em quase duas semanas. (Valor Econômico)

Petrobras dá ‘guinada’ e acelera cortes nos preços da gasolina e diesel

Expectativa na campanha de Bolsonaro é que estatal continue a produzir boas notícias a cada semana até a eleição. (Valor Econômico)

Combustíveis têm 11 cortes de preços em dois meses
Integrantes da campanha de presidente Jair Bolsonaro têm a expectativa de que a Petrobras continue a produzir boas notícias a cada semana até a conclusão do processo eleitoral.(Valor Econômico)

Plataformas de petróleo no mar podem também ter papel na descarbonização

As estruturas existentes hoje para a produção de combustíveis fósseis no mar podem cumprir papel também em uma economia descarbonizada. Companhias de petróleo e gás conduzem estudos sobre a possibilidade de gerar energia eólica em campos de produção de petróleo e gás.(Valor Econômico)

Estoques de gás da Alemanha atingem meta de 90% de sua capacidade preenchida
Apesar de ter atingido a meta que estava prevista para ser cumprida após outubro, o chefe da agência reguladora de energia do país advertiu que, “ainda assim, devemos continuar a economizar” gás.(Valor Econômico)

Alemanha gastará mais US$ 2,5 bi com GNL para aliviar crise
Correndo para substituir o combustível russo, o país reservou um total de 15 bilhões de euros em linhas de crédito — a serem desembolsadas em parcelas – para comprar gás natural liquefeito (GNL).(Valor Econômico)

Petrobras inicia fase vinculante de venda de 40% em blocos exploratórios na Bacia Potiguar
De acordo com a empresa, os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções detalhadas sobre o processo.(Valor Econômico)

Cade prorroga inquérito administrativo sobre conduta de três distribuidoras de combustíveis

Raízen, Vibra Energia e Ipiranga estão sendo investigadas por possivelmente impedirem concorrentes de participar no mercado de distribuição de combustíveis. (Petróleo Hoje)

Petrobras não exercerá direito de preferência sobre o bloco Ametista

Conforme informado pela ANP no final de agosto deste ano, o bloco será incluído no edital da Oferta Permanente de Partilha (OPP), após a conclusão da sessão pública do 1º Ciclo deste certame. (Petróleo Hoje)

FUP: Petrobras reduziu intervalos entre reajustes e abdica de critérios técnicos

A Petrobras reduziu os intervalos de rebaixamento dos preços dos combustíveis e não age conforme critérios técnicos apregoados por sua própria administração, aponta levantamento encomendado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) ao Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgado no fim da tarde desta terça-feira, 20. (Broadcast)

Botijão de gás fica mais caro após corte de preço na refinaria

A Petrobras cortou em 4,7% o preço do gás de cozinha vendido por suas refinarias na última segunda-feira (12), mas o preço do botijão nas revendas subiu durante a semana, de acordo com a pesquisa de preços da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis). (Folha de S. Paulo)

Hidrogênio é ‘aposta’ na transição para baixo carbono

Este ano, ao anunciar o plano para reduzir a dependência energética da Rússia, a União Europeia estabeleceu a meta de alcançar um suprimento de 20 milhões de toneladas de hidrogênio por ano até 2030, dos quais metade deve ser produzida no continente, e o restante, importado.(Valor Econômico)

Ministério da Economia solicita representantes para Câmara Temática do Programa Nacional do Hidrogênio

Os interessados têm até dia 23 de setembro para compor a Câmara Temática de Abertura e Crescimento do Mercado e Competitividade. (Petróleo Hoje)

Roberto Castello Branco é reeleito presidente do conselho da 3R Petroleum
Companhia informou que sua diretoria-executiva foi reconduzida, com novo mandato até a assembleia geral em 2024.(Valor Econômico)

Ex-presidente da Repsol Bolívia, Alejandro Ponce vai comandar Repsol Sinopec no Brasil
Executivo foi também foi diretor geral de upstream da companhia no Peru e é presidente da Câmara Boliviana de Hidrocarbonetos e Energia e membro da diretoria da YPFB Andina.(Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Terça-Feira, 20 de Setembro

Destaques: (i) Emendas do Senado propõem retirada de alterações à MP 1118 (Canal Energia); (ii) Petrobras baixa mais uma vez o preço do diesel (Valor Econômico) ; (iii) Produção do regime de partilha foi de 691 mil bpd em julho (Petróleo Hoje)

Elétricas e Saneamento

Emendas do Senado propõem retirada de alterações à MP 1118

Há ainda um segundo pedido ao presidente da casa, Rodrigo Pacheco, de supressão de emendas do setor elétrico aprovadas na Câmara dos Deputados. (Canal Energia)

Equatorial Alagoas investe R$ 25 milhões em Maceió

Novo ativo está sendo construído no bairro Cidade Universitária e vai beneficiar 358.988 consumidores. (Canal Energia)

Enel Rio termina obras de melhoria nas SE Neves e Guaxindiba, em São Gonçalo

Com investimento de mais de R$ 12 milhões nos dois projetos, intervenções vão beneficiar cerca de 80 mil moradores. (Canal Energia)

Neoenergia conclui 1ª fase das obras das linhas de transmissão Guanabara e Itabapoana

Projeto está pronto para receber novos reatores que reduzirão perdas de energia. (Canal Energia)

Principais campanhas presidenciais defendem abertura do mercado, mas com migração equilibrada

Os quatro principais candidatos à Presidência da República defendem a abertura do mercado de energia conforme o PL 414/2021, que trata sobre a modernização do setor, e dizem buscar uma abertura equilibrada, sem sobrecarregar o segmento regulado. (Agência Infra)

Light anuncia destituição de Daniel Campos Negreiros

Daniel ocupava o cargo de diretor da companhia desde 2020.(Canal Energia)

Wilson Ferreira Júnior assume presidência da Eletrobras

Rodrigo Limp Nascimento passa a exercer o cargo de diretor de regulação e relações institucionais.(Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 91,99/Barril -0,01%

CÂMBIO

R$ 5,17/USD +0,10%

Petróleo fecha em alta moderada com temores sobre oferta compensando expectativa de queda da demanda
Mercados começam a perceber que a oferta está tão apertada que há pouco espaço para qualquer interrupção antes do inverno no hemisfério norte, que deve aumentar a demanda para aquecimento. (Valor Econômico)

Petrobras reduz diesel, que cai 13% desde agosto
Estatal reduz preço do combustível para R$ 4,89 por litro, queda de 5,78% válida a partir de hoje nas refinarias. (Valor Econômico)

Petrobras baixa mais uma vez o preço do diesel
Estatal reduz o preço de venda do derivado nas refinarias às distribuidoras de R$ 5,19 para R$ 4,89 por litro, diferença de R$ 0,30, o que corresponde a uma queda de 5,78%. (Valor Econômico)

Hidrogênio verde para caminhões
Volvo aposta em três frentes para adaptar seus caminhões ao processo global de descarbonização. (Valor Econômico)

Petrobras acompanhou PPI, mas desta vez em ritmo mais acelerado, avalia Ineep
Segundo Carla Ferreira, pesquisadora do instituto, considerando o cenário verificado nos últimos dias e o calendário eleitoral, há uma disposição da empresa em promover uma redução mais forte dos preços. (Valor Econômico)

Etanol passa a ser mais vantajoso que a gasolina em quatro Estados
Na semana passada, biocombustível foi mais competitivo que a gasolina em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás, diz ANP. (Valor Econômico)

Oncorp contrata José Mauro Coelho, ex-presidente da Petrobras
Ex-presidente da estatal será novo consultor de desenvolvimento de novos negócios da empresa voltados para projetos de gás natural, onshore e offshore (em terra e no mar), além de geração térmica. (Valor Econômico)

Emirados Árabes aceleram planos para expandir produção de petróleo
A nova meta será difícil de alcançar e pode elevar as despesas de um projeto já estimado em bilhões de dólares. (Valor Econômico)

Redução do diesel segue mercado internacional, diz Abicom
Antes do anúncio, a Abicom calculava que o preço do diesel estava, em média, 10% acima da paridade internacional, com espaço para uma queda de R$ 0,47 por litro. (Valor Econômico)

Projeto nuclear chinês na Argentina empaca com exigências locais
Acordo empatou com a exigência da Argentina de que seus engenheiros sejam autorizados a fabricar o combustível para o reator chinês Hualong One no país. (Valor Econômico)

Produção do pré-sal

A parcela do petróleo produzido nos campos do pré-sal sob contratos de partilha que vai para a União ficou em 27,9 mil barris por dia (barris/dia) em média em julho. (Valor Econômico)

Produção do regime de partilha foi de 691 mil bpd em julho

Com seis contratos em operação, a União recolheu excedente de 16 milhões de barris. (Petróleo Hoje)

Homem de confiança de Pazuello na Petrobras

Coronel envolvido na crise do oxigênio em Manaus compõe equipe de Paes de Andrade. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Segunda-Feira, 19 de Setembro

Destaques: (i) Alemanha assume controle de refinarias de petróleo da Rosneft (Valor Econômico); (ii) Modelo de contratação de energia elétrica é posto em xeque (Valor Econômico); (iii) Preço da gasolina cai mais 1,4% e já fica abaixo de R$ 5, diz ANP (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Modelo de contratação de energia elétrica é posto em xeque
Sem aumento do consumo, não há motivos para contratar mais energia e isso pode impactar a capacidade instalada no país, o que se torna mais crítico em cenários de falta de chuvas. (Valor Econômico)

Setor pede prioridade para leilões de margem de escoamento

Solução para a fila de renováveis foi tratada em seminário promovido por Abrate e Cigré-Brasil. (Canal Energia)

Comerc anuncia compra de 70% da Soma Consultoria

Aquisição de gestora e consultora de soluções em energia que atua no NE traz complementariedade de negócios e aumento de capilaridade. (Canal Energia)

Obras de Angra 3 tem atividades avançadas pela Eletronuclear

O serviço é fundamental para o Plano de Aceleração da Linha Crítica de Angra 3. (Canal Energia)

Abrace recorrerá da decisão parcial em ação sobre preço de energia

Entidade quer inclusão de geração térmica fora da ordem de mérito na formação de preço da energia e indenização de valores pagos a mais que passam de R$ 2,5 bilhões em 2021. (Canal Energia)

ONS: carga de energia é revisada para 68.557 mwh em setembro, queda de 3,0% em base anual

São Paulo, 16/09/2022 – O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) revisou a projeção para a carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) para 68.557 megawatts-hora (MWh) em setembro, queda de 0,2% em relação à estimativa anterior. Já em comparação com o mesmo mês do ano passado, ela representa queda de 3,0%. (Broadcast)

Urca Energia se protege da oscilação dos preços
Montante envolvido atinge quase R$ 50 milhões, para contratar a proteção de 40 MW médios contra variação de preços da eletricidade.(Canal Energia)

BBF inaugura usina híbrida de energia em Roraima
Térmica híbrida localizada em São João da Baliza utiliza biodiesel e biomassa da palma e tem capacidade de gerar 17,9 MW. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 89,91/Barril -1,58%

CÂMBIO

R$ 5,25/USD +0,02%

Petróleo sobe na sessão, mas anota perdas na semana com temores de recessão global
O contrato do petróleo Brent para novembro fechou em alta de 0,56%, a US$ 91,35 por barril, e o do WTI americano para outubro subiu um centavo de dólar e fechou a US$ 85,11 por barril. (Valor Econômico)

Alemanha assume controle de refinarias de petróleo da Rosneft
A Alemanha justificou a decisão dizendo que parceiros comerciais das refinarias não estavam mais cooperando por conta das sanções.(Valor Econômico)

Preço da gasolina cai mais 1,4% e já fica abaixo de R$ 5, diz ANP
Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, o combustível saiu, em média, a R$ 4,97 por litro esta semana. (Valor Econômico)

ANP quer liberar importação de biodiesel a partir de 2023
Órgão aprovou resolução que colocará a proposta em consulta pública por 45 dias; setor produtivo é contra a medida. (Valor Econômico)

ANP aprova TFR em poço da Alvopetro no Recôncavo

Companhia precisou da autorização da agência por conta do encerramento da fase exploratória do REC-T-183, cuja prorrogação já foi solicitada pela Alvopetro.(Petróleo Hoje)

Cade aprova, sem restrições, aquisição da Dommo pela PRIO

A PRIO irá deter todas as ações, diretas e indiretas, da Dommo, tornando-a sua subsidiária integral. (Petróleo Hoje)

Cade aprova joint venture entre Aker, DeepOcean e Solstad

Companhias vão agregar conhecimento e serviços para atuar de forma integrada no mercado EPCI de eólicas offshore. (Petróleo Hoje)

Advogados, prefeitos e deputada negociaram liberação de royalties

Acompanhados de prefeitos e uma deputada federal, advogados ligados a uma entidade investigada se reuniram com a cúpula da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Combustíveis (ANP) para agilizar a liberação de R$ 700 milhões em royalties. ( IstoÉ/Estadão Conteúdo)

Ainda os custos do refino da Petrobras

Não vale a pena para a estatal investir na atividade de refino. (Folha de S. Paulo)

Vibra anuncia política de dividendos e CEO interino

A Vibra Energia acaba de anunciar que André Natal, o atual vp de finanças, compras e RI da companhia, está assumindo interinamente como CEO, substituindo Wilson Ferreira Júnior, que deixou a companhia para voltar ao comando da Eletrobras. (Brazil Journal)

Fup e Petrobras assinam acordo coletivo; mobilização contra privatização continua

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou que a categoria finalmente assinou na quinta-feira, 15, um acordo coletivo de trabalho com a Petrobras. Os termos acordados entre as partes incluem reposição integral da inflação dos últimos 12 meses, além de manutenção da data-base. (Broadcast)

Solvay investe em materiais da transição energética
Grupo belga de produtos químicos pretende criar a segunda unidade europeia produtora de terras-raras na unidade francesa de La Rochelle. (Valor Econômico)

PPSA contrata serviços especializados para área de comercialização de petróleo e gás

O edital será disponibilizado a partir de hoje (19), com abertura das propostas no dia 18/10/2022. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Sexta-Feira, 16 de Setembro

Destaques: (i) Engie vende termelétrica e sai de carvão no Brasil (Valor Econômico); (ii) Europa já se prepara para blecautes devido à falta de gás no inverno (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em queda de mais de 3% com temor sobre demanda (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Engie vende termelétrica e sai de carvão no Brasil
No caminho de pavimentar o processo de descarbonização do seu portfólio de geração de energia, a Engie Brasil Energia vendeu sua última usina, a termelétrica Pampa Sul, por R$ 2,2 bilhões, e saiu do carvão no país.(Valor Econômico)

Preços de energias renováveis devem ‘voltar aos trilhos’ em seis a 12 meses, diz AES Brasil
Após a escalada nos preços de energias renováveis com a guerra na Ucrânia e seus desdobramentos, a expectativa é de um cenário de “volta aos trilhos” nos próximos seis a 12 meses, diz Rogério Pereira Jorge, vice-presidente comercial da AES Brasil. (Valor Econômico)

Redefinição dos custos de transmissão pode reduzir 3% da tarifa de energia do Nordeste
O tema compete à Aneel e está sendo debatido em consulta pública, entretanto, emendas incluídas pela Câmara na MP 1.118 podem minar esta redução de custos. (Valor Econômico)

Ministro de Minas e Energia critica subsídios a projetos de renováveis
Em encontro com empresários em São Paulo, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, atacou os subsídios que ano a ano vem elevando a conta de luz do consumidor brasileiro. Segundo ele, o Brasil tem energia barata, mas uma conta muito cara. (Valor Econômico)

Em carta a Rodrigo Pacheco, Fase pede exclusão de ‘jabuti’ da MP 1.118
O artigo estabelece prazo adicional de 24 meses para entrada em operação de projetos renováveis beneficiados com descontos nas tarifas de transmissão e distribuição, além de determinar o uso do sinal locacional para a tarifa de transmissão, congelando a Tust durante o período de outorga de empreendimentos de geração. (Canal Energia)

MP 1118 é danosa ao setor elétrico, afirma Helvio Guerra
Os jabutis incluídos na MP 1118 continuarão a onerar o consumidor com a inclusão de subsídios, segundo avaliação do diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica, Hélvio Guerra. Ele afirmou que a decisão tomada na Câmara dos Deputados é prejudicial ao setor e caminha na direção contrária à modicidade tarifária com a ampliação do prazo das renováveis para entrarem em operação com direito ao desconto no fio. (Canal Energia)

MME discute criar mecanismos financeiros para setor de energia
O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, voltou a comentar nesta quinta-feira, 15 de setembro, que é o investimento privado que liderará a o crescimento da energia no país. Para isso, ele aproveitou a presença em dois eventos em São Paulo nesta semana para se reunir com representantes do mercado financeiro com a meta de discutir novos mecanismos de financiamento para o setor. (Canal Energia)

ONS deve apresentar estudos sobre Horário de Verão ao CMSE
O Operador Nacional do Sistema Elétrico deverá apresentar o resultado dos estudos sobre o Horário de Verão na próxima reunião do Comitê de Monitoramento do Sistema Elétrico. De acordo com o diretor geral do órgão, Luiz Carlos Ciocchi, a análise que está em curso ainda não foi concluída, mas está próxima de chegar a seu final. (Canal Energia)

Como as novas regras para eólicas offshore foram recebidas pelo mercado?
O Ministério de Minas e Energia (MME) colocou em consulta duas portarias para regulamentar a cessão de áreas offshore para instalação de parques eólicos. Os textos são uma continuidade do decreto 10.946/2022, que deu o pontapé inicial no marco regulatório dessa nova indústria no Brasil. (epbr)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 91,71/Barril +0,96%

CÂMBIO

R$ 5,24/USD +1,18%

Europa já se prepara para blecautes devido à falta de gás no inverno
Os governos estão reduzindo seu próprio consumo ao baixar as temperaturas nas piscinas públicas e ao desligar a iluminação externa a prédios públicos. (Valor Econômico)

Petróleo fecha em queda de mais de 3% com temor sobre demanda
O petróleo encerrou a sessão desta quinta-feira (15) recuando mais de 3% em ambos os contratos Brent e WTI, em meio à preocupação do investidor de que a inflação alta se prolongue e estenda o aperto monetário, afetando a atividade econômica e, consequentemente, a demanda pela commodity. (Valor Econômico)

Diretor de renováveis vai assumir comando da Shell
Ben van Beurden, presidente-executivo da Shell, vai deixar o cargo após quase uma década no posto. Wael Sawan, diretor de gás e energias renováveis, foi nomeado para substituí-lo. O anúncio feito nesta quinta-feira (15) encerra meses de especulações sobre quem iria suceder van Beurden na companhia de energia que faz parte do índice de ações FTSE 100. (Valor Econômico)

ANP prorroga fase de produção dos campos de Cachoeirinha e Macau
A ANP aprovou, na quinta-feira (15), a prorrogação contratual da fase de produção dos campos de Cachoeirinha e Macau, localizados no onshore da Bacia Potiguar. A PetroReconcavo e a 3R Petroleum operam os campos com 100% de participação, respectivamente. (Petróleo Hoje)

Petrobras recebe retificação de licença de pesquisa sísmica
cença é voltada aos campos de Roncador e Albacora Leste e tem validade até 27 de maio de 2023 (Petróleo Hoje)

ANP aprova dois Termos de Compromisso para Petrobras
A ANP aprovou, em reunião de diretoria colegiada realizada na quinta-feira (15), dois Termos de Compromisso para alterar a titularidade da Autorização de Operação (AO) de dutos da Petrobras na Refinaria Isaac Sabbá (Reman) à Refinaria de Manaus S.A., e dutos da estatal na Unidade de Industrialização de Xisto (SIX) à Paraná Xisto S.A.. O termo é relacionado ao Termo de Compromisso de Cessação (TCC) acordado entre o Cade e a petroleira em 2019, para o desinvestimento de oito refinarias. (Petróleo Hoje)

A geopolítica do petróleo no encontro entre China e Rússia
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o líder chinês Xi Jiping, se encontram nesta quinta (15/9), no Uzbequistão, no Conselho de Chefes de Estado da Organização de Cooperação de Xangai — uma aliança entre países orientais. (epbr)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quinta-Feira, 15 de Setembro

Destaques: (i) Governo cancela mais dois leilões de energia elétrica previstos para este ano. (Valor Econômico) ; (ii) Cancelamento de leilões mostra necessidade de repensar contratação (Canal Energia) ; (iii)Estoques de petróleo dos EUA sobem mais que o esperado (Valor Econômico)

Elétricas e Saneamento

Governo cancela mais dois leilões de energia elétrica previstos para este ano
O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira (14) uma portaria cancelando o leilão de reserva de capacidade e o leilão para compra de energia a sistemas isolados.(Valor Econômico)

Brasil tem energia renovável mais barata do mundo, mas é preciso reduzir carga tributária, diz Guedes
Ministro da Economia disse que a OCDE “está reconhecendo” a política ambiental brasileira e destacou que os europeus estão em conversa com o país e demostraram interesse em investir na região Nordeste. (Valor Econômico)

Cancelamento de leilões mostra necessidade de repensar contratação

Para a Frente de Consumidores, o governo deveria cancelar também o leilão de capacidade que vai contratar térmicas da Lei da Eletrobras no dia 30.(Canal Energia)

Cancelamento de leilões provoca diferentes reações

Para ABEEólica, decisão foi acertada devido à baixa demanda. Já Abraget questiona busca por neutralidade tecnológica em leilão de reserva de capacidade.(Canal Energia)

Em quatro anos, Leste Europeu e Ásia Cental batem recorde de capacidade renovável

Sudeste e Leste Europeu, Cáucaso e Ásia Central, além do Kosovo, adicionaram 21 GW. Muitos países ainda dependem de combustíveis fósseis e exportações de energia.(Canal Energia)

EDF Renewables e Prumo fecham parceria para futuros projetos de eólicas offshore

Acordo entre as empresas também prevê produção de hidrogênio verde no complexo porto-indústria do Açu.(Canal Energia)

Grupo brasileiro irá trabalhar com certificação para produzir hidrogênio

Proposta apresentada pela CCEE foi aprovada pela maior comunidade global do setor elétrico e, agora, país irá coordenar a criação de parâmetros globais para a descarbonização do combustível.(Canal Energia)

Sachsida volta a defender novos marcos para evolução do mercado

Ministro de Minas e Energia afirmou que os diversos segmentos do setor precisam ceder para que o país possa voltar a ter energia barata limpa e segura.(Canal Energia)

Consulta discute operação e formação de preços

Proposta trata de aperfeiçoamentos relacionados a dados de entrada dos modelos computacionais.(Canal Energia)

Pedidos globais de turbinas eólicas aumentam 36% no segundo trimestre

Análise da Wood Mackenzie mostra que a alta é impulsionada, principalmente, pelas metas de descarbonização da China.(Energia Hoje)

Brasil Solar quer captar R$ 900 milhões para construir 38 usinas

Primeira rodada de captação do fundo de investimentos criado pela empresa será realizada ainda este ano para implantação de 57 MW. (Energia Hoje)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 87,87/Barril +0,56%

CÂMBIO

R$ 5,19/USD +0,53%

Petróleo fecha em alta com perspectiva de crescimento da demanda
Nesta quarta (14), relatório da Agência Internacional de Energia mostrou que a queda da demanda da commodity, causada por restrições na China, deve ser atenuada.(Valor Econômico)

Sachsida defende que Brasil abandone ideia de fundo de estabilização para preço dos combustíveis
Ministro de Minas e Energia destacou que além de trabalhar para a redução do câmbio, o que precisa ser feito é reduzir os impostos para que as empresas se sintam à vontade de investir no país. (Valor Econômico)

Estoques de petróleo dos EUA sobem mais que o esperado
Segundo o Departamento de Energia do país, os estoques subiram 2,44 milhões de barris na semana encerrada na última sexta (9); expectativa era de alta de 1 milhão de barris no período.(Valor Econômico)

Braskem entra em comercialização de energia e gás natural
Petroquímica criou a Voquen, empresa de gestão de energia com portfólio inicial de mais de R$ 3 bi. (Valor Econômico)

Arrecadação da Rússia com petróleo atingiu menor patamar desde março
Segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), a arrecadação com a exportação de petróleo caiu para US$ 17,7 bilhões em agosto.(Valor Econômico)

Consumo de petróleo pela China terá maior queda desde 1984, diz AIE
O declínio projetado para a China levou a AIE a reduzir as previsões de demanda global de petróleo. (Valor Econômico)

UE propõe flexibilizar regras para minimizar crise de liquidez no setor de energia
Medida diminui o impacto dos defaults do setor em consumidores e bancos, depois que os preços do gás e da energia dispararam com o fechamento gasoduto Nordstream 1 pela Rússia.(Valor Econômico)

Uniper diz que governo alemão pode se tornar acionista majoritário após pacote emergencial
A empresa do setor de gás afirma que as partes estão procurando soluções alternativas em meio à piora na crise energética da Europa.(Valor Econômico)

Após forte queda de preço, mercado de etanol entra em “novo normal”
Hidratado recupera competitividade em relação à gasolina, e vendas tendem a crescer.(Valor Econômico)

MME vai adiar publicação de MP que altera o RenovaBio
Pasta decidiu aguardar o envio de sugestões e contribuições para a proposta até o fim das eleições.(Valor Econômico)

UE planeja arrecadar 140 bi de euros com taxação de lucros extraordinários do setor de energia
A ideia da UE é que as empresas do setor, com exceção daquelas que trabalham com gás natural, também ajudem a população a passar pelo momento de instabilidade mundial causada pela guerra da Ucrânia.(Valor Econômico)

Enauta retoma produção no campo de Atlanta
De acordo com a companhia, o segundo poço deverá entrar em operação em seguida e, até o fim de setembro, está previsto o retorno da produção do terceiro poço do campo.(Valor Econômico)

Cade irá analisar aquisição da Dommo pela PRIO

Companhias afirmam que a operação não suscita preocupações concorrenciais, tendo em vista que tanto o Grupo PetroRio quanto o Grupo Dommo detêm presença mínima no mercado de E&P de petróleo e gás.(Petróleo Hoje)

Riser de Tupi altera data do bid do TiPT de Búzios

A campanha do WAG Full Field de Tupi envolverá a substituição de parte dos risers flexíveis do projeto por linhas.(Petróleo Hoje)

ANP dá sinal verde para Santos Brasil operar terminal de granéis líquidos no Porto do Itaqui

Empresa foi autorizada a operar o TGL 3, seu primeiro terminal de granéis líquidos no Porto do Itaqui, no Maranhão.(Petróleo Hoje)

Equinor inicia importação de gás para o campo de Peregrino

Companhia pretende reduzir em 80% o consumo de diesel nas plataformas, com o objetivo de diminuir as emissões de carbono no campo.(Petróleo Hoje)

Abeda, Emam e Stratura Asfaltos pedem, ao Cade, para entrarem como 3ª interessada no processo de venda da Lubnor

Como justificativa, a Abeda afirma que congrega as principais distribuidoras de asfaltos do país, enquanto as empresas demonstram preocupação quanto a um possível monopólio privado.(Petróleo Hoje)

Potigás lança chamada para aquisição de gás natural

Interessados devem enviar proposta comercial até o dia 30 de setembro, por e-mail. (Energia Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quarta-Feira, 14 de Setembro

Destaques: (i) Petróleo cai com valorização do dólar e após dados de inflação nos EUA (Valor Econômico); (ii) Estudo da PSR aponta que interferência política no setor causa impacto para consumidores (Agência Infra) ; (iii) Opep diz que venda de petróleo é impulsionada por ‘sinais equivocados’ dos mercados(Financial Times /Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Iguá Saneamento coloca 11 concessões à venda

A Iguá Saneamento está vendendo 11 concessões municipais, nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso. Nos últimos dias, a empresa já recebeu cerca de dez propostas não vinculantes pelos ativos e firmou 30 acordos de confidencialidade com grupos interessados, segundo fontes de mercado. (Valor Econômico)

Estudo da PSR aponta que interferência política no setor causa impacto para consumidores

O custo de Brasília interferir no setor elétrico tem sido crescente e começará a ser visível no fim do mês, com a
contratação de 2 GW de térmicas a gás natural. (Agência Infra)

Associação de distribuidoras pede para senadores barrarem prorrogação de subsídios no setor elétrico
MP 1.118, que deve ser apreciada pelo Senado neste mês, recebeu dispositivos que geram mais custos ao consumidor em troca da prorrogação por 24 meses aos subsídios a projetos de energia renovável.(Valor Econômico)

Os desafios da transição energética e da transição justa no Brasil
Entre as oportunidades de um mercado verde e os desafios do desenvolvimento sustentável, ainda restam lacunas estruturais e sociais para a transição energética no país. (Valor Econômico)

Regras de Comercialização para 2023 entram em consulta

Período de discussão de 45 dias terá início nesta quarta-feira, 14 de setembro. (Canal Energia)

Aneel vai obrigar distribuidoras a oferecer Pix como meio de pagamento da conta de luz
Medida constará em norma que, antes de entrar em vigor, passará por 45 dias de consulta pública e, se aprovada pela diretoria da agência, as distribuidoras terão 90 dias para se adaptarem. (Valor Econômico)

Energisa é autorizada a agrupar distribuidoras em MG, RJ e PB

Fusões estão previstas para dezembro desse ano e maio do ano que vem. (Canal Energia)

Estudo encomendado pelo Ministério da Economia à PSR sugere abertura do mercado a partir de 2026

A abertura total do mercado livre de energia elétrica deveria ser feita por etapas a partir de 2026 com base em lei
que contemple avanços na regulação setorial. (Agência Infra)

Criação do PUG-Offshore é elogiada por agentes

Para ABEEólica, portal trará dinamismo e transparência a processos da fonte. Advogados pedem atenção a PL no Senado. (Canal Energia)

Enel Rio inaugura SE Casimiro de Abreu

A distribuidora investiu R$ 45 milhões na nova subestação, que vai beneficiar cerca de 18 mil clientes. (Canal Energia)

Eólica offshore: decreto reflete mais a experiência internacional, aponta ABEEólica

Regulação do setor precisa levar em conta os erros já mapeados e evitar sua repetição por aqui, e ainda, deve ser similar a outros países para que investidores possam destinar seus recursos ao país. (Canal Energia)

Copel deve inscrever UTE Araucária em leilão de capacidade

Venda da Compagas ainda depende de aprovação da antecipação da concessão. (Canal Energia)

CP discute Regras de Comercialização para usinas hibridas e associadas

Contribuições serão recebidas pela Aneel pelo período de 45 dias. (Canal Energia)

Diferença entre preços de ações ON e PNB da Eletrobras deve aumentar, diz Goldman Sachs

Hoje os papéis preferenciais estão sendo negociados a um prêmio de 1,025 vez o preço das ações ordinárias, abaixo da média histórica de 1,15 vez dos últimos dez anos. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 87,87/Barril +0,56%

CÂMBIO

R$ 5,19/USD +0,53%

Petróleo cai com valorização do dólar e após dados de inflação nos EUA

O contrato do petróleo Brent para novembro fechou em queda de 0,88%, a US$ 93,17 por barril, enquanto o do WTI americano para outubro caiu 0,53%, a US$ 87,31 por barril. (Valor Econômico)

FT: Opep diz que venda de petróleo é impulsionada por ‘sinais equivocados’ dos mercados
Observações são o mais recente sinal de que o grupo está preparado para apoiar o mercado de petróleo e evitar que os preços caiam muito mais.(Valor Econômico)

Porto do Açu reforça seu papel na transição energética

Durante a primeira edição do Prumo Day, grandes players do país refletiram sobre como o empreendimento portuário está se posicionando para se transformar em um hub de novas fontes energéticas. (Petróleo Hoje)

Mudanças de gerentes na Petrobras

André Cordeiro deixa GE de Sistemas Submarinos e petroleira promove outras mudanças em gerências do DP e E&P. (Petróleo Hoje)

PetroReconcavo aumenta produção no Polo Miranga

Ativo registra produção recorde de 6,6 mil boed em agosto. (Petróleo Hoje)

Shell e Repsol Sinopec Brasil ampliam escopo da tecnologia FLOCO®

Em parceria com a Deep Seed Solutions, as companhias incluíram o gerenciamento da pegada de carbono na tecnologia que otimiza a engenharia conceitual de sistemas offshore, visando a transição energética. (Petróleo Hoje)

3R registra melhor produção do ano em agosto

Resultado foi motivado pelo início das operações nos polos Peroá e Fazenda Belém. (Petróleo Hoje)

3R Petroleum produz 16.237 barris de óleo equivalente por dia em agosto, alta de 33,2%
Em comparação com a média de produção no segundo trimestre, resultado 47,2% maior.(Valor Econômico)

Preço da gasolina cai mais 2,5% e se aproxima de R$ 5 por litro

Sem cortes nas refinarias há um mês, preço do diesel para de recuar nos postos. (Folha de S. Paulo)

Petrobras (PETR4) emite notas comerciais escriturais de R$ 3 bilhões

A Emissão será composta por até 3 milhões de Notas Comerciais Escriturais, com valor unitário de R$ 1 mil. (Valor Econômico)

Ultragaz compra startup de energia solar distribuída

A Ultragaz acaba de adquirir uma startup de energia solar distribuída, enxergando sinergias claras com seu negócio de distribuição de gás. (Brazil Journal)

Equinor vai iniciar perfurações no campo de Bacalhau no final do mês
Campo é o primeiro operado pela companhia no pré-sal brasileiro, em parceria com a ExxonMobil e a Petrogal, além da Pré-sal Petróleo SA (PPSA). (Valor Econômico)

Crise de energia deve levar Europa à recessão, diz BlackRock
Além da crise energética, ações do Banco Central Europeu para controlar a inflação tendem a esfriar ainda mais a atividade econômica nos países da região. (Valor Econômico)

Alemanha vai gastar 67 bi de euros para subsidiar energia
A Comissão Europeia anuncia nesta quarta-feira (14) metas para reduzir o consumo de eletricidade e um teto de 180 euros por megawatt-hora sobre o preço pelo qual usinas eólicas, solares e nucleares poderão vender sua energia no bloco de 27 países.(Valor Econômico)

Paris vai apagar as luzes da Torre Eiffel para economizar energia
A prefeita da capital da França disse que a torre é apenas um dos monumentos e prédios municipais da cidade que apagarão suas luzes no início da noite. (Valor Econômico)

Geração nuclear ressurge e puxa preço do urânio
Concentrado de urânio subiu 7% desde meados de agosto, e passou de US$ 50 por libra. O Bank of America prevê que chegará a US$ 70 por libra no ano que vem. (Valor Econômico)

A Europa sem gás olha para o Brasil

Crises hídricas vividas no país podem ajudar os europeus na formulação de saídas para a escassez do gás provocada pela Rússia. ( O Globo)

Europa sem gás mostra que Trump estava certo

Delegação alemã riu em 2018; agora, dependente do gás russo, vê economia estagnar.(Folha de S. Paulo)

Candidatos defendem nova política social

“A independência da Petrobras será fortalecida. A lei das estatais será fortalecida para acabar com essa bagunça de intervenção estatal”, diz representante de Tebet. (Valor Econômico)

Assessores econômicos de Lula e Ciro são contra privatizar Petrobras; para assessora de Tebet, não é prioridade

Questionados sobre os seus planos para a Petrobras, os assessores econômicos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) apresentaram propostas diferentes em relação à manutenção da política de paridade de preços internacionais. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Terça-Feira, 13 de Setembro

Destaques: (i) Redução do preço do gás de cozinha terá impacto pequeno na inflação de setembro (Valor Econômico); (ii) Estudo encomendado pelo Ministério da Economia à PSR sugere abertura do mercado a partir de 2026 (Canal Energia); (iii) Petróleo avança com queda do dólar e à espera dos dados de inflação nos EUA (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Estudo encomendado pelo Ministério da Economia à PSR sugere abertura do mercado a partir de 2026
A abertura total do mercado livre de energia elétrica deveria ser feita por etapas a partir de 2026 com base em lei que comtemple avanços na regulação setorial. Ainda deve incluir um mecanismo para cobrir os custos desta transição a ser aplicado aos consumidores cativos, livres e autoprodutores para que essa mudança não onere ainda mais o ambiente regulatório, que tem arcado com os custos da sobrecontratação com o avanço do mercado livre. (Agência Infra)

CCEE aponta crescimento de 6,6% de novos consumidores no mercado livre de energia
A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou que o mercado livre de energia atingiu a marca dos 10.585 consumidores em agosto, registrando crescimento de 6,6% na comparação com dezembro de 2021. O segmento permite negociar contratos diretamente com fornecedores do insumo e já corresponde por mais de 35% do consumo total de eletricidade do país. (Canal Energia)

Em carta aos senadores, Abradee pede retirada de emendas à MP1118
A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica enviou carta aos senadores no último dia 8 de setembro, solicitando a retirada das emendas do setor elétrico que foram inseridas pela Câmara na Medida Provisória 1118. A entidade afirma que é possível evitar um aumento de R$ 9 bilhões por ano, com impacto em torno de 4% na conta de energia dos consumidores. (Canal Energia)

Programa de Lula deve incluir meta de carbono em leilões de energia
O programa detalhado de Lula deve prever a inclusão de metas de redução da emissão de carbono na política de contratação de novas usinas para geração centralizada de energia centralizada. (epbr)

Região Norte tem recuo de 0,3p.p e conta com 82,8% da capacidade
A Região Norte apresentou recuo de 0,3 ponto percentual em seus reservatórios, no último domingo, 11 de setembro, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O subsistema está operando com 82,8% da capacidade. A energia armazenada mostra 12.676 MW mês e a ENA aparece com 1.679 MW med, o mesmo que 87% da MLT. A UHE Tucuruí segue com 74,97%. (Canal Energia)

Usinas termelétricas, eólica e solar recebem liberação para testar 313,58 MW
A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou para início da operação em teste, a partir de 10 de setembro, unidades geradoras das usinas UTE Karkey 019, UTE Biotérmica Energia Sa – Giruá, UTE Porsud I, EOL Tucano VIII e UFV Janaúba 10, que juntas somam 313,58 MW de capacidade instalada. (Canal Energia)

Consumidores vão pagar conta escassez hídrica até 2027
A operação financeira conhecida como Conta Escassez Hídrica será positiva para as distribuidoras de energia segundo a Ficht Ratings em avaliação feita em maio desse ano, logo após a oficialização do empréstimo pela Aneel. Mas, infelizmente quem pagará a conta será o consumidor. (Energia Hoje)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 87,87/Barril +0,56%

CÂMBIO

R$ 5,19/USD +0,53%

Redução do preço do gás de cozinha terá impacto pequeno na inflação de setembro
A redução de 4,7% no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) anunciado hoje pela Petrobras terá um efeito de aproximadamente 0,04 ponto percentual ao longo de 30 dias no IPCA. Previsão é do coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre), André Braz. (Valor Econômico)

Petróleo avança com queda do dólar e à espera dos dados de inflação nos EUA
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta, nesta segunda-feira (12), acompanhando uma melhora do humor em Nova York e estendendo os ganhos das duas últimas sessões. Além disso, os preços do petróleo receberam suporte da desvalorização do dólar no exterior. (Valor Econômico)

EUA ameaçam endurecer sanções para garantir teto sobre petróleo russo
Países ricos trabalham para impor um teto ao petróleo russo e impedir que ganhos de Putin com a crise provocada pela sua guerra contra a Ucrânia; por aqui, a situação do abastecimento de diesel e política: o que pensam os agentes sobre o PL do Livre Acesso? (epbr)

ANP aprova cessão de participação em oito contratos
A ANP aprovou a cessão de participação total em oito contratos, sendo sete deles da Oil Group Exploração e Produção S.A. para a Petroil e um da Petro-Victory para a EPG Brasil, segundo decisões em circuito deliberativo publicadas pela agência reguladora na sexta-feira (9). (epbr)

Associações reforçam aprovação, pela ANP, do “conselho de carregadores”
O IBP, a Abrace, a Abpip e a Abraceel reforçaram, em email enviado à ANP na segunda-feira (5), “a necessidade de um rápido retorno” sobre a proposta de criação de um Conselho de Usuários Transitório, para proteger e endereçar os interesses dos carregadores nas discussões com a agência reguladora e com as transportadoras. (epbr)

Ultragaz compra startup de energia solar distribuída
A Ultragaz acaba de adquirir uma startup de energia solar distribuída, enxergando sinergias claras com seu negócio de distribuição de gás. A Ultrapar, controladora da Ultragaz, já havia comprado 11% da startup – chamada Stella – há um ano e meio por meio de um investimento de seu corporate venture capital, o UVC. Agora, a Ultragaz está comprando 100% do negócio, pagando R$ 7,5 milhões de imediato e mais R$ 55,5 milhões a título de earnout. (Brazil Journal)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Segunda-Feira, 12 de Setembro

Destaques: (i) Leilão A-5 é suspenso pela Aneel (Canal Energia); (ii) Petrobras desiste de vender Albacora (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta e se recupera das mínimas de oito meses, mas recua na semana (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Leilão A-5 é suspenso pela Aneel
Em um curto comunicado a decisão foi informada: “A fase de Inscrições e Aporte de Garantia de Proposta, para participação no Leilão nº 4/2022-ANEEL (LEN A-5), está suspensa, tendo em vista a identificação de inconsistência no Sistema de Gerenciamento de Leilões – SGL. Em consequência, também se encontra suspensa a sessão do Certame, prevista para 16/09/2022”. (Canal Energia)

Usinas solares de grande porte atingem 6 GW no Brasil
A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) divulgou nesta sexta-feira, 09 de setembro, que o Brasil acaba de ultrapassar a marca histórica de 6 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica em usinas de grande porte. As usinas de grande porte equivalem a 3,3% da matriz elétrica do País. (Canal Energia)

Consumo cai e previsão é de carga 2,9% menor em setembro, aponta ONS
A segunda revisão semanal do Programa Mensal de Operação para setembro aponta uma nova previsão de queda no volume de carga do SIN. A projeção para o encerramento do mês está 1 ponto porcentual abaixo do que previsto semana passada, a expectativa é de retração de 2,9% na comparação com o mesmo período de 2021. (Canal Energia)

MME abre consultas para destravar eólicas no mar
A abertura de duas consultas públicas pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para regular a cessão de áreas para geração de energia eólica no mar (offshore) e criar um portal único para gerir projetos de geração de energia marítima foram considerados passos importantes para destravar investimentos nesse segmento no país, segundo especialistas. (Valor Econômico)

País deve ter visão de longo prazo em energia, diz Cebri
Entre as medidas estão o desenvolvimento de uma visão de longo prazo para o planejamento do setor energético, a atualização de regulações para facilitar a atração de investimentos, além de ampliar a inclusão do país nas cadeias globais de inovação. (Valor Econômico)

Reconhecimento de custos pode reduzir pela metade dívida da Amazonas
A Amazonas Energia espera reduzir em mais da metade o nível de endividamento, que está na casa dos R$ 7 bilhões e afeta os planos de recuperação da distribuidora para os próximos anos. Esse movimento depende, no entanto, da disposição do governo em zerar o equity registrado pela empresa na assinatura do contrato de concessão em 2019, e do reconhecimento da neutralidade da remuneração pela Aneel, durante a operação temporária pela Eletrobras. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 93,88/Barril +1,12%

CÂMBIO

R$ 5,12/USD -0,53%

Petróleo fecha em alta e se recupera das mínimas de oito meses, mas recua na semana
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta sexta-feira, encerrando a semana em leve queda, com os receios sobre a desaceleração econômica global – e a consequente redução da demanda por energia – compensando os receios de queda da oferta. (Valor Econômico)

Petrobras desiste de vender Albacora
A Petrobras informou que manterá a Albacora integralmente em seu portfólio após encerrar o processo competitivo para venda da concessão do campo. A companhia estava em fase de negociação com a Prio para a venda do ativo, localizado em águas profundas da Bacia de Campos. (Valor Econômico)

Por que a venda de Albacora caiu por terra
O motivo do cancelamento: as duas empresas não conseguiram chegar num acordo em relação ao valuation do campo. (Brazil Jornal)

Estados criticam ministério por cálculo de perdas com ICMS de combustível
Em mais um lance da disputa em torno da compensação, pelo governo federal, das perdas de receita do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) provocadas pela desoneração de combustíveis, energia, transportes e comunicações, o Ministério da Economia editou uma portaria regulamentando a forma como a queda na arrecadação estadual será calculada. O conteúdo foi criticado por secretários estaduais de Fazenda. (Valor Econômico)

PL do livre acesso aos dutos e terminais divide opiniões no mercado
O PL 2316/2022, do livre acesso à infraestrutura e desverticalização do downstream, divide o setor de combustíveis. A Associação das Distribuidoras de Combustíveis (Brasilcom), composta pelas empresas regionais, apoia a matéria, enquanto o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), que representa as líderes do mercado (Vibra Energia, Raízen e Ipiranga), é contra o projeto. (epbr)

Petrobras estende prazo para propostas de ativos na Margem Equatorial
A Petrobras prorrogou os prazos para a manifestação de interesse referente à venda de 40% de sua participação nas concessões exploratórias BM-POT-17 (em que se desenvolve o Plano de Avaliação de Descoberta de Pitu, nos blocos POT-M-853 e 855) e a concessão POT-M-762, localizadas em águas profundas da Bacia Potiguar, na Margem Equatorial Brasileira. (Petróleo Hoje)

Potigás abre chamada pública para aquisição de gás natural
A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) anunciou, na sexta-feira (9), a Chamada Pública 2022 para aquisição de até 85 mil m³/dia de gás natural, sendo 61 mil m³/dia para fornecimento imediato e 24 mil m³/dia a partir do dia 1º de janeiro de 2023, com validade de cinco anos. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Sexta-Feira, 9 de Setembro

Destaques: (i) Governo discutiu diretrizes para garantir fornecimento de energia nas eleições (Terra); (ii) Estoques semanais de petróleo dos EUA sobem em 8,8 milhões de barris (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta revertendo perdas da sessão anterior (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

ONS abre processo seletivo para licitação internacional de projeto de previsão de geração solar
O Operador Nacional de Sistema Elétrico (ONS) abriu um processo seletivo para empresas que pretendem participar de uma licitação internacional que visa a contratação de companhia para executar o subprojeto “Previsão Geração de Fonte Solar”, que integra a segunda etapa do projeto de
Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral (projeto Meta II). (Broadcast)

Eletrobras suspende ordem de pagamento de execução dívida
A Eletrobras informou que conseguiu suspender a ordem de pagamento de R$ 6,8 bilhões, de um mandado de citação recebido anteriormente, no dia 05 de setembro, referente a uma ação de execução ajuizada pela Eagle Equity Funds, em trâmite no Juízo da 1ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais e Conflitos Arbitrais de Brasília sobre um pagamento de obrigações ao portador da década de 60 a 80 referente ao empréstimo compulsório. O autor da ação terá 15 dias para se manifestar sobre o tema, antes de decisão definitiva. (Canal Energia)

Aneel vai investigar possível comportamento oportunista da Lençóis Paulista
A Usina Termelétrica Lençóis Paulista vai ser investigada pela Agência Nacional de Energia Elétrica por negociar contrato da UTE Cidade do Livro além da potência disponível, no Leilão de Reserva de Capacidade de 2021. A diretoria da Aneel decidiu abrir processo administrativo para apurar “eventual vício de legalidade” na decisão da empresa, que já tinha contratado a usina no leilão de energia nova A-5 de 2021. (Canal Energia)

São Paulo aposta em hidrogênio verde para atrair investimento europeu
Por meio de um escritório recém-instalado em Munique, na Alemanha, o governo de São Paulo quer colocar o Estado como alternativa de longo prazo para diminuir a independência energética da Europa em relação ao gás russo. (Valor Econômico)

Equatorial Pará sofre desligamento automático de 202,6 MW
O Operador Nacional do Sistema Elétrico informou em seu boletim diário, IPDO, que na última quarta-feira, 07 de setembro, às 15h34min, ocorreu o desligamento automático da Subestação Santa Maria 230/138/69 kV, no estado do Pará. Como consequência houve interrupção de 202,6 MW da Equatorial Pará. A normalização do sistema foi iniciada às 16h05min, sendo o restabelecimento completo das cargas concluído às 16h56 min. As causas das ocorrências estão sendo apuradas pelo Operador. (Canal Energia)

Governo discutiu diretrizes para garantir fornecimento de energia nas eleições
O governo discutiu nesta quinta-feira, 8, as diretrizes para garantir o suprimento de energia elétrica durante as eleições de 2022. Dentre as medidas que devem ser adotadas estão, entre outras, o bloqueio de intervenções programadas, bem como o acionamento de usinas termelétricas Termorio, no Rio de Janeiro, e Mauá III, em Manaus. (Terra)

Revisão de GF poderia ser feita com modelos Decomp e Newave, aponta PSR
A revisão ordinária de garantia física de usinas hidrelétricas operadas centralizadamente que é alvo da Consulta Pública nº 132 do Ministério de Minas e Energia poderia ser feita usando somente os modelos computacionais atuais. Essa é a avaliação da consultoria PSR que abordou o tema em sua publicação mensal Energy Report, na edição de Agosto. Com os dados atuais é possível calcular a participação de cada usina por meio de um cálculo utilizando o Newave e Decomp. (Canal Energia)

Chinesa quer instalar termelétrica a gás em Maricá
A empreiteira China Gezhouba Group Corporation (CGGC) pretende construir uma termelétrica a gás natural em Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A empresa é um braço do grupo Energy China (CEEC), que possui projetos de energias renováveis no Brasil. (epbr)

Neoenergia concluiu 44 obras de grande porte em distribuição
A Neoenergia entregou 44 grandes obras de construção, ampliação e modernização de subestações e linhas de distribuição no primeiro semestre deste ano. Os investimentos nesses empreendimentos somam aproximadamente R$ 163,5 milhões. (Neoenergia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 90,57/Barril +1,59%

CÂMBIO

R$ 5,20/USD -0,61%

Petróleo fecha em alta revertendo perdas da sessão anterior
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta quinta-feira (8), revertendo parte das quedas registradas ontem, quando ambas as referências da commodity recuaram a novas mínimas desde janeiro. (Valor Econômico)

Estoques semanais de petróleo dos EUA sobem em 8,8 milhões de barris
Os estoques americanos de petróleo subiram 8,8 milhões de barris na semana encerrada no dia 2 de setembro, para 427,2 milhões de barris, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). A alta superou com folga a expectativa de alguns analistas, de aumento de 300 mil barris no período. (Valor Econômico)

Índia aumenta compras de petróleo da Rússia em seis vezes
A Índia aumentou em seis vezes suas importações de petróleo da Rússia desde o início da guerra, disse a ministra das Finanças do país, Nirmala Sitharaman. Agora, o petróleo russo é responsável por 12% das compras do combustível pelo país. (Valor Econômico)

Compradores estocam gás natural no mar antes do inverno europeu
Concessionárias com alta demanda por energia na Europa começaram a acumular carregamentos de GNL na costa em uma corrida para substituir o gás da Rússia no inverno. (Valor Econômico)

Cade pede mais 60 dias ao STF para apresentar relatório sobre Petrobras
O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) mais 60 dias para apresentar as medidas que estão sendo adotadas para garantir “transparência e regularidade” na política de preços dos combustíveis da Petrobras. Se a prorrogação for deferida, as informações serão prestadas apenas depois das eleições. (Valor Econômico)

FPSO Atlanta no dique seco
O FPSO Atlanta vai entrar no dique seco na primeira semana de outubro, apurou o PetróleoHoje. A primeira docagem a seco da unidade de produção da Enauta será executada no estaleiro Dry Docks, em Dubai, onde está sendo feita a obra de conversão, e deverá se estender por cerca de duas semanas, estando direcionada à realização dos serviços nas estruturas emersas do casco. (Petróleo Hoje)

EIA: Opep deverá aumentar receita de exportação de petróleo em 2022
A Energy Information Administration (EIA) estima que os membros da Opep ganharão, coletivamente, US$ 842 bilhões em receitas de exportação de petróleo neste ano, sendo o maior valor (ajustado pela inflação) para a organização desde 2014 e quase 50% maiores do que as receitas de 2021. Segundo a agência, esse aumento está relacionado ao aumento da produção e aos preços mais altos do petróleo bruto. (Petróleo Hoje)

Brasileiras buscam espaço para importar gás boliviano
Ao mesmo tempo em que tem reduzido o envio de gás natural à Petrobras, a boliviana YPFB busca novos clientes no Brasil, a preços mais atraentes. E comercializadoras brasileiras se lançam numa corrida pelo gás da Bolívia, na tentativa de desenvolver o mercado livre por aqui. (epbr)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quinta-Feira, 8 de Setembro

Destaques: (i) Petróleo fecha em queda acentuada após dados econômicos fracos na China e nos EUA (Valor Econômico); (ii) Distribuidoras reduzem compras de etanol, e preço cai em São Paulo (Valor Econômico); (iii) Com liberação de quatro usinas, Brasil ultrapassa os 185 GW de potência instalada. (Canal Energia)

Elétricas e Saneamento

Com liberação de quatro usinas, Brasil ultrapassa os 185 GW de potência instalada

Marca foi alcançada nesta terça-feira, 06 de setembro. Mais de 83% da matriz elétrica é de fontes renováveis.(Canal Energia)

Agosto registra 31 recordes de geração eólica e solar, diz ONS
Entre os recordes da geração solar, o Sistema Interligado Nacional (SIN) teve pico de produção instantânea de 4.748 MW, às 10h48 do dia 29 de agosto, o que representa 7,0% da demanda brasileira. (Valor Econômico)

Carga do SIN cresce 2,4% em julho, aponta ONS

Ocorrência de temperaturas elevadas, atípicas para o período de inverno, contribuíram para o desempenho da carga. (Canal Energia)

Mercado livre cresce e alcança 38% da eletricidade consumida no Brasil

Quantidade de unidades consumidoras no ambiente de contratação livre cresceu 19% em 12 meses. (Canal Energia)

Neoenergia recebe autorização para implantação de reforço em Morro do Chapéu

Reforço se dará com a implantação do segundo banco de autotransformador monofásico. (Canal Energia)

Governança precisa ser retomada para o setor avançar, defende Elena Landau

Representantes da candidatura de Simone Tebet (MDB) participaram da série Abraceel nas Eleições e discutiram suas propostas e ideia para o setor elétrico. (Canal Energia)

Zema quer vender Cemig e Copasa caso seja reeleito em Minas Gerais
Governador diz que corrupção é problema de todos os governos. (Valor Econômico)

A desigualdade elétrica
Problema não é só o volume de subsídios no setor. É desigual a forma de reparti-lo entre os pagantes. (Valor Econômico)

Eletrobras recebe citação para pagamento, em ação de execução, no valor de r$ 6,799 bi

A Eletrobras informa que recebeu mandado de citação para pagamento, na data de ontem, na ação de execução ajuizada pelo fundo Eagle Equity Funds LLC. (Broadcast)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 87,59/Barril –0,41%

CÂMBIO

R$ 5,25/USD +0,00%

Petróleo fecha em queda acentuada após dados econômicos fracos na China e nos EUA

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda acentuada hoje, batendo novas mínimas desde janeiro, em meio a temores de uma queda da demanda, conforme as principais economias globais desaceleram. (Valor Econômico)

Opep e aliados concordam em cortar produção de petróleo e barril sobe

Decisão ocorre em meio a temores de uma recessão global. (Valor Econômico)

Distribuidoras reduzem compras de etanol, e preço cai em São Paulo

Os preços do etanol hidratado (usado para abastecer carros) e do anidro (que é misturado à gasolina) recuaram em São Paulo na semana passada, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. (Valor Econômico)

Projeto susta decreto que inclui PPSA na lista de estudos para privatização

De acordo com o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), autor do projeto, uma possível venda da PPSA implicaria em “imensos riscos à soberania nacional”. (Petróleo Hoje)

Novo presidente da Petrobras avança a troca de nomes na diretoria da estatal

Pouco mais de dois meses após assumir a presidência da Petrobras, Caio Paes de Andrade dá os primeiros passos para trocar diretores da estatal. (Estadão/ IstoÉ)

Petrobras formaliza mudanças no comitê de pessoas, que terá somente indicados pelo governo

A Petrobras atualizou em seu website a composição dos comitês ligados ao Conselho de Administração (CA).(Broadcast)

Petrobras vê mais margem para baixar gasolina do que diesel

A Petrobras trabalha com cenário em que há espaço para novas reduções no preço da gasolina no curto prazo. No caso do diesel, porém, as quedas são menos prováveis, dizem fontes com conhecimento do assunto. (Estadão/ IstoÉ)

UE planeja taxar ganho extra de empresas de energia
A Comissão Europeia (CE), braço executivo do bloco econômico, apresentou propostas para lidar com os altos preços do gás e da eletricidade, incluindo taxar as receitas inesperadas e impor um teto ao preço do gás natural russo. (Valor Econômico)

Empresas da UE pedem ação urgente contra alta do gás

Setor industrial alerta para o fechamento em massa de fábricas e o agrícola para o risco de escassez de alimentos no inverno que se aproxima. (Valor Econômico)

Para presidente da Equinor, transição energética inclui preço
Para CEO da Equinor, debates sobre transição energética passaram a incluir também a segurança e custos das futuras fontes de energia. (Valor Econômico)

Nova premiê mira plano de US$ 46 bi para ajudar empresas britânicas a lidar com crise de energia
Liz Truss foi empossada hoje e substituirá Boris Johnson no comando do governo do Reino Unido. (Valor Econômico)

Martin Wolf: Europa pode, e precisa, vencer a guerra energética
Vitória será custosa, mas a UE tem de se livrar da asfixia promovida por Putin. (Valor Econômico)

Gazprom fecha acordo com a China para receber pagamentos em yuans e em rublos
Estatal assinou um termo adicional em seu acordo já existente com a China National Petroleum que prevê a transação em outras moedas. (Valor Econômico)

Uruguai testará apetite por hidrogênio verde com leilão eólico
Regras de licitação que está sendo planejada pela estatal de energia do Uruguai devem ser divulgadas ainda neste ano. (Valor Econômico)

Petrobras pretende iniciar sísmica de Itapu em breve

Campanha sísmica 3D com nodes deverá ser iniciada entre este mês e o próximo, informou a Petrobras ao PetróleoHoje. (Petróleo Hoje)

Dommo Energia firma acordo com a Petronas

Companhia se compromete a pagar US$ 2,5 milhões à empresa malaia pelos custos e honorários relacionados à arbitragem instaurada na Câmara de Comércio Internacional. (Petróleo Hoje)

Repsol venderá 25% no negócio de exploração de petróleo para EIG por US$ 4,8 bi
O acordo avalia o negócio em US$ 19 bilhões e permitirá que a Repsol permaneça como acionista majoritária. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Terça-Feira, 6 de Setembro

Destaques: (i) Abertura do mercado para alta tensão tem consenso no setor (Brazil Journal); (ii) Petróleo fecha em alta após anúncio de corte de produção da Opep+ (Valor Econômico); (iii) PetroReconcavo: Conselho aprova reorganização para incorporação de subsidiárias (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Eletrobras recebe execução em ação de R$6,8 bi sobre compulsórios, diz que vai se defender
A Eletrobras informou na noite de segunda-feira que recebeu um mandado de citação para pagamento de 6,8 bilhões de reais em uma ação movida pela Eagle Equity Funds LLC relacionada a obrigações ao portador por empréstimos compulsórios. A elétrica disse que a ação é “infundada” e que adotará todas as medidas cabíveis para sua defesa. (IstoÉDinheiro)

Abertura do mercado para alta tensão tem consenso no setor
Um mapeamento da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia nas  contribuições à consulta pública sobre abertura de mercado mostra que 93% dos agentes são favoráveis ao fim das restrições aos consumidores em alta tensão. (Canal Energia)

Período úmido terá seu início próximo da normalidade, prevê executivo da Auren Energia
O gerente executivo de planejamento energético da Auren Energia, Bruno Noronha, acredita que o período úmido não promete começar de forma considerada vultuosa, com chuvas abundantes, mas com o volume de água necessário para que os reservatórios das hidrelétricas permaneçam próximos da normalidade. A projeção é que outubro já ocorram chuvas consideradas importantes para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste. (Canal Energia)

Reajuste médio nas tarifas de energia em 2023 será de apenas 4,8%, diz Thymos
Os fatores que devem segurar os índices em valores baixos são: a possibilidade de as distribuidoras ainda terem créditos tributários para desenvolver aos consumidores, o cenário hidrológico favorável para o primeiro semestre, um possível crescimento mais suave da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) e a devolução do saldo da conta de Itaipu. (Agência Infra)

Sengi investe R$ 440 milhões em duas fábricas de painéis solares
A escassez de equipamentos fotovoltaicos no mercado brasileiro está abrindo oportunidades para a fabricante Sengi Solar em dois novos complexos fabris no Brasil. A empresa está investindo R$ 440 milhões na construção de fábricas no Paraná e em Pernambuco com capacidade anual de produção da ordem de 1 gigawatt (GW) em equipamentos. (Valor Econômico)

Climatempo destaca o crescimento da energia eólica offshore no mundo
Ganhando cada vez mais destaque no mundo por ser uma fonte renovável e uma aliada na redução da emissão dos gases do efeito estufa e no combate às mudanças climáticas, a energia eólica pode ser onshore, que são parques instalados no continente, ou offshore, parques localizados em alto mar, em áreas distantes da costa.  (Canal Energia)

Gestão de ativos pode definir vida útil da rede de transmissão
O sistema brasileiro de transmissão de energia tem investimentos previstos de R$ 108,7 bilhões até 2030. Os números são do Plano Decenal de Energia (PDE) mais recente, elaborado pela EPE. O documento lista outros R$ 35 bilhões potenciais para a renovação dos ativos do sistema elétrico que estariam no fim de sua vida útil. (Energia Hoje)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 92,86/Barril -2,88%

CÂMBIO

R$ 5,15/USD -0,59%

Petróleo fecha em alta após anúncio de corte de produção da Opep+
Os contratos futuros do petróleo suiram, depois que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) anunciaram um novo corte de produção da commodity pela primeira vez em mais de um ano, em resposta à expectativa de queda da demanda devido à desaceleração econômica global e à possível entrada do petróleo iraniano no mercado. (Valor Econômico)

Opep e aliados concordam em cortar produção de petróleo e barril sobe
Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) decidiram cortar a produção do grupo em 100 mil barris diários, segundo fontes próximas. É o primeiro corte anunciado pelo grupo – que esteve reunido na segunda-feira (5) em Riad – em cerca de um ano. (Valor Econômico)

PetroReconcavo: Conselho aprova reorganização para incorporação de subsidiárias
De acordo com a empresa, a reorganização tem como objetivo simplificar sua estrutura societária com a unificação das operações da companhia e de suas subsidiárias. (Valor Econômico)

Cade solicita mais informações à Petrobras sobre sua política de preços
O Cade solicitou, em ofício enviado à Petrobras na sexta-feira (2), o envio de “informações detalhadas” que esclareçam os efeitos do comunicado feito pela estatal no final de julho, no qual a companhia afirmou que iria manter a sua política de preços. Além disso, o conselho também solicitou a apresentação de cópia dos documentos que foram utilizados pelo Conselho de Administração da Petrobras para subsidiar esta decisão. (Petróleo Hoje)

PetroReconcavo prepara reestruturação acionária
A PetroReconcavo está planejando a incorporação das subsidiárias SPE Miranga, Recôncavo E&P e Potiguar E&P, bem como a liquidação (por meio de dissolução) da Reconcavo America LLC, com o objetivo de simplificar a sua estrutura societária, “buscando a redução nos custos operacionais e o incremento dos níveis de eficiência na gestão de despesas gerais e administrativas”, segundo o comunicado divulgado na segunda-feira (5). (Petróleo Hoje)

Setor de commodities da Europa sente peso de crise energética
Setores intensivos em energia e gás, como aço, fertilizantes e alumínio – o metal base mais usado – estão obrigados a fechar fábricas ou repassar custos crescentes aos clientes. (Valor Econômico)

Shell fecha contrato de cinco anos para fornecer gás natural à Cegás
A Shell assinou um contrato de cinco anos, para fornecimento de gás natural à Cegás
. Ao todo, serão entregues 50 mil m³/dia de gás natural na modalidade PUT (opção de venda), a partir deste ano, e 100 mil m³/dia a partir de 2023, na modalidade firme. (epbr)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Segunda-Feira, 5 de Setembro

Destaques: (i) BNDES contacta bancos para vender 11% da Energisa (Brazil Journal); (ii) Preço da gasolina acumula queda de 30% desde cortes de impostos (Valor Econômico); (iii) Petróleo sobe na sessão, mas tem fortes perdas na semana com temores de recessão (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

BNDES contacta bancos para vender 11% da Energisa
O BNDES contactou bancos na sexta-feira para selecionar um assessor financeiro que o ajude a encontrar um comprador para sua participação na Energisa, uma transação de cerca de R$ 2 bilhões, pessoas a par do assunto disseram ao Brazil Journal. (Brazil Journal)

Setor elétrico apoia mudança que dá ao consumidor mais opções para escolher fornecedor
Mapeamento feito por associação dos comercializadores a partir de consulta pública do ministério mostra interesse geral na abertura do mercado. (Valor Econômico)

Associações desautorizam União pela Energia e negam ter assinado carta contra “jabuti” em MP
A Abraceel e a Cogen disseram que não aprovaram a inclusão dos nomes das entidades na carta a senadores; porta-voz do União pela Energia disse que a inclusão dos nomes das entidades foi uma falha. (Valor Econômico)

Para associação de comercializadores de energia, abertura do setor elétrico é benéfica ao cliente
A Associação Brasileira de Comercializadores de Energia (Abraceel) avalia que a abertura do mercado para os consumidores conectados em alta tensão com demanda inferior a 0,5 megawatt (MW) em alta tensão não deve trazer impactos às contas de luz dos consumidores cativos — aqueles cuja energia é comprada pelas distribuidoras. Pelo contrário, Abraceel vê risco zero de sobra de energia para distribuidoras e baixo repasse de custos de migrações a clientes. (Valor Econômico)

ONS prevê recuo de 1,9% na carga de energia em setembro
Segundo o boletim do Programa Mensal de Operação Eletroenergética, a projeção de carga no Sistema Interligado Nacional (SIN) para o mês é de 69.355 megawatts (MW) médios. A carga de energia (consumo mais perdas no uso da rede) no país deve recuar 1,9% em setembro, na comparação com igual período do ano passado, de acordo com projeções do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). (Valor Econômico)

Entidades do setor elétrico pressionam senadores para barrar subsídios a projetos renováveis
A Frente Nacional dos Consumidores de Energia, coalizão que agrega organizações do setor elétrico brasileiro, e o Movimento União pela Energia, que reúne mais de 70 associações e federações da indústria consumidora setorial, enviaram cartas pedindo que os senadores vetem a proposta de prorrogação de subsídios para projetos renováveis. (Valor Econômico)

Distribuidoras precisam de regulação estadual para reduzir base do ICMS na conta de luz, diz associação
Abradee diz que as concessionárias de distribuição não podem interpretar qual a redução do tributo, já que isso é papel do Estado sob pena de serem autuadas e multadas pelo próprio Estado. (Valor Econômico)

Região Sul recua 0,5 p.p e opera com 85,7% da capacidade
O submercado do Sul teve queda de 0,5 ponto percentual e estava operando com 85,7% da capacidade, na última quinta-feira, 1º de setembro, se comparado ao dia anterior, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). (Canal Energia)

Entidades cobram do MME e Senado retirada de emendas da MP 1118
A aprovação da Medida Provisória 1118 na Câmara dos Deputados nesta semana está mobilizando consumidores de energia no sentido de barrar a continuidade desse projeto. Pelo menos no que diz respeito aos jabutis, matérias estranhas ao objetivo da MP. A Abrace e a Frente Nacional dos Consumidores enviaram cartas a representantes em Brasília para que hajam contra os subsídios colocados na MP. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 94,45/Barril +2,26%

CÂMBIO

R$ 5,24/USD +0,71%

Petróleo sobe na sessão, mas tem fortes perdas na semana com temores de recessão
Os contratos futuros do petróleo fecharam a sessão desta sexta-feira (2) em leve alta, mas encerraram a semana com perdas acentuadas, enquanto os investidores aguardam a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) na próxima segunda-feira (5). (Valor Econômico)

Preço da gasolina acumula queda de 30% desde cortes de impostos
O preço da gasolina caiu mais 1,5% nos postos brasileiros nesta semana, segundo a pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis). Foi a décima semana consecutiva de queda, motivada por cortes de impostos e por reduções nas refinarias da Petrobras. (Valor Econômico)

Exploração de petróleo: comissão da ANP aprova mais 5 empresas para disputa de 12 blocos do pré-sal
A Comissão Especial de Licitação (CEL) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou na quinta-feira (1º) as inscrições de mais cinco empresas para a Oferta Permanente de Partilha da Produção (OPP), elevando para 13 o total de interessadas nos ativos no pré-sal, cuja sessão pública será no dia 16 de dezembro. (Valor Econômico)

Governo quer ‘novos’ ativos no RenovaBio
O Ministério de Minas e Energia apresentou na última semana um plano que prevê inserir no RenovaBio novos combustíveis na estratégia de descarbonização dos transportes e até outros ativos ambientais que não os relacionados a combustíveis renováveis, o que na prática vai reduzir o papel que os bicombustíveis têm no programa. (Valor Econômico)

Petrobras nega que antecipe decisões sobre reajustes para Bolsonaro
Comunicado foi uma resposta à CVM, que questionou a empresa após Bolsonaro afirmar, durante uma entrevista, que a companhia iria “anunciar mais uma boa notícia” até esta sexta-feira. (Valor Econômico)

Risers de Tupi de volta ao mercado
A Petrobras vai retomar o processo de substituição de parte dos risers flexíveis do campo de Tupi por rígidos, que foi cancelado em maio deste ano. A estatal decidiu incluir o escopo da campanha do WAG Full Field de Tupi no bid para contratação do TiPT (Titanium Pull-in Tube) de Búzios, optando, dessa vez, por ofertar ao mercado um projeto menor que o original. (Petróleo Hoje)

Mercado vê espaço para gasolina mais barata
Embora atendam as pressões do Planalto, as reduções de preços da gasolina anunciadas pela Petrobras estão respaldadas por critérios técnicos, segundo especialistas ouvidos pelo Estadão/Broadcast. E, mais do que isso, há espaço para novas quedas no preço do insumo. O mesmo não acontece com o diesel, cujos preços da Petrobras estão acima da paridade internacional (PPI), mas têm pouca margem de manobra em função da alta volatilidade das cotações. (Broadcast)

Mais cinco petroleiras inscritas na oferta permanente do pré-sal
Mais cinco petroleiras estão inscritas para participar da oferta permanente de áreas do regime de partilha, informou nesta sexta-feira (2/9) a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). (epbr)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Sexta-Feira, 2º de Setembro

Destaques: (i) Prorrogação de subsídios divide setor elétrico (Valor Econômico) ; (ii) Prio assina memorando de aquisição da Dommo Energia (Valor Econômico); (iii) Petróleo recua com temor de recessão e apertos monetários globais (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Prorrogação de subsídios divide setor elétrico
A decisão da Câmara dos Deputados de estender, por 24 meses, o prazo para entrada em operação de projetos de fontes renováveis com descontos nas tarifas de transmissão (Tust) e distribuição (Tusd) colocou em campos opostos agentes do setor elétrico. (Valor Econômico)

Distribuidora não tem como reduzir base do ICMS, alerta Abradee
A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica vai recorrer à Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, esclarecendo que as empresas não tem como cumprir a determinação para a retirada dos serviços de transmissão e de distribuição, além dos encargos setoriais, da base de cálculo do ICMS cobrado na fatura de energia elétrica. (Canal Energia)

69 mil unidades consumidoras podem migrar para o ACL, aponta CCEE
“O Brasil tem potencial atual de 69 mil unidades consumidoras do grupo A com demanda dentro da faixa do ACL (0,5 MW) para migração”, disse a vice-presidente do conselho de administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Talita Porto. E 106 mil unidades consumidoras do grupo A com demanda abaixo de 0,5 MW. (Canal Energia)

Novo regulamento transforma resposta de demanda em recurso adicional do ONS
Após anos renovando um projeto piloto lançado em 2017, a Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou as regras do Programa de Resposta da Demanda, agora alçado à categoria de programa estrutural do setor elétrico. A consequência prática da regulamentação do tema é que a redução ou deslocamento voluntários da demanda de energia elétrica por grandes consumidores passa a ser um recurso adicional para o Operador Nacional do Sistema Elétrico, na gestão do Sistema Interligado. (Canal Energia)

MP aprovada pela Câmera poderá encarecer conta de luz em R$ 10 bilhões
Associações do setor elétrico e especialistas avaliam que a medida provisória (MP) que traz mudanças nas regras do setor elétrico, aprovada na Câmara nesta semana, vai encarecer as contas pagas pelos consumidores. De acordo com cálculos da Associação Brasileira dos Grandes Consumidores de Energia e Consumidores Livres (Abrace), o impacto anual da MP pode chegar a R$ 8 bilhões – considerando os impostos, a cifra sobe para R$ 10 bilhões. (Broadcast)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 94,45/Barril +2,26%

CÂMBIO

R$ 5,24/USD +0,71%

Prio assina memorando de aquisição da Dommo Energia
Pelo acordo, por cada ação da Dommo, seus acionistas poderão escolher entre receber 0,05 ação ordinária da Prio ou R$ 1,85 a ser pago em até 90 dias após a conclusão do negócio. (Valor Econômico)

Petróleo recua com temor de recessão e apertos monetários globais
Investidores estão atentos ao quadro macroeconômico. Os contratos futuros do petróleo operam em baixa nesta quinta-feira diante de preocupações de possíveis apertos monetários globais mais agressivos, risco de recessão e temores relacionados à demanda para a commodity. (Valor Econômico)

Em 40 dias, Petrobras corta em 19% a gasolina
A um mês das eleições, a Petrobras anunciou ontem mais um corte nos preços da gasolina, o quarto desde o dia 20 de julho. A redução é de 7,08% nos preços de venda do produto para as distribuidoras. Com a medida, o recuo acumulado no combustível chega a 19,22% em 40 dias. (Valor Econômico)

BlackRock vê alta de ações de energia em mercado difícil
BlackRock diminuiu sua posição em renda variável em julho, após os bancos centrais intensificarem suas campanhas agressivas de aumento de juros, contrariando o mercado mais amplo. (Valor Econômico)

FPSO Anita Garibaldi em contagem regressiva para sair do exterior
O FPSO Anita Garibaldi deixará o estaleiro DSIC – Dalian, na China, no final de setembro, chegando ao Brasil em novembro, com uma parada em Singapura para abastecimento. Na quarta-feira (31), a Modec realizou a cerimônia de sail away da unidade, que irá operar para a Petrobras no campo de Marlim, na Bacia de Campos. (Petróleo Hoje)

ANP realiza audiência pública no dia 25 de outubro
A ANP vai realizar, no dia 25 de outubro de 2022, a partir das 14 horas, por meio de videoconferência, audiência pública, precedida de consulta pública. O objetivo é obter subsídios e informações adicionais sobre alterações no edital e nas minutas dos modelos de contratos da Oferta Permanente sob o regime de concessão. (Petróleo Hoje)

Com aumento do frete, petróleo do pré-sal é vendido com desconto
Os preços do petróleo bruto dos grandes produtores sul-americanos caíram de forma acentuada esta semana, mostra a Platts. A combinação entre o aumento do frete e as preocupações com a demanda global ampliou os descontos, principalmente sobre a commodity de origem argentina e colombiana, mas também afeta o óleo do pré-sal brasileiro. (epbr)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)

Quinta-Feira, 1º de Setembro

Destaques: (i)Petróleo recua com relatos de que a Opep+ não deve reduzir produção (Valor Econômico) ; (ii) Câmara inclui emendas do setor elétrico em MP sobre combustíveis (Canal Energia); (iii) Estoques semanais de petróleo nos EUA recuam em 3,3 milhões de barris (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Câmara inclui emendas do setor elétrico em MP sobre combustíveis

Entre as propostas incluídas no texto estão estão ampliação de prazo para conclusão de usinas com desconto na Tust e Tusd e mudanças na definição das tarifas de transmissão. (Canal Energia)

BNDES cria fundo garantidor voltado à eficiência energética
A instituição aportou R$ 40 milhões doados pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, destinado a incentivar o uso racional de eletricidade. (Valor Econômico)

Lira promete para outubro votação do PL 414

Projeto que altera o modelo comercial do setor elétrico já passou pelo Senado, e aguarda votação na Câmara. (Canal Energia)

Distribuidoras apoiam proposta para abrir o mercado e consumidores pedem para adiar

Chegou ao fim uma das Consultas Públicas mais importantes do setor de energia elétrica deste ano, a CP 131/2022, que propõe a abertura de todo o mercado consumidor ligado em alta tensão a partir de 1º de janeiro de 2024, com resultados no mínimo interessantes. (Agência Infra)

Enel compensa emissões relacionadas à energia elétrica de seus prédios administrativos

A compensação das emissões foi feita por meio da compra de 19,8 milhões de certificados de energia renovável (Irec’s, na sigla em inglês) (Valor Econômico)

BC: Eletronuclear passa a fazer parte das estatísticas fiscais

A Eletronuclear passou a fazer parte das estatísticas fiscais divulgadas pelo Banco Central (BC), informou nesta quarta-feira a autoridade monetária na sua nota de política fiscal. (Valor Econômico)

EDP Brasil pode gerar até R$ 260 milhões de valor presente por venda de hidrelétrica, diz Citi
Segundo analistas, levando em conta o montante de R$ 898 milhões que a empresa deve levar, no melhor cenário possível, após impostos, a companhia conseguiu um bom prêmio. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 93,64/Barril -1,71%

CÂMBIO

R$ 5,21/USD +0,52%

Petróleo recua com relatos de que a Opep+ não deve reduzir produção

O contrato do petróleo Brent para novembro – a referência global – opera em queda de 1,56%, a US$ 95,31 por barril, enquanto o do WTI para outubro recua 1,59%, a US$ 90,18 por barril. (Valor Econômico)

Estoques semanais de petróleo nos EUA recuam em 3,3 milhões de barris

Maior empresa de energia do país está trabalhando com as autoridades locais para avaliar as consequências do ciberataque, que aparentemente seria de ransomwareOs estoques americanos de petróleo nos Estados Unidos caíram 3,32 milhões de barris na semana encerrada no dia 26 de agosto, para 418,34 milhões de unidades, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). (Valor Econômico)

Projeto de Orçamento 2023 prevê R$ 52,9 bi apenas para desoneração de combustíveis
Proposta de Orçamento do governo Bolsonaro reserva também R$ 19,4 bilhões para emendas de relator geral, também chamadas de “orçamento secreto”.(Valor Econômico)

Câmara aprova MP que anulará crédito tributário a empresas que compram combustível para uso próprio
Efeitos da Medida Provisória valem, por exemplo, para empresas transporte e também caminhoneiros. (Valor Econômico)

Petrobras paga hoje dividendos de R$ 3,36 por ação
Valor se refere à primeira parcela de proventos recordes relativos ao segundo trimestre; segunda parte sai dia 20 de setembro. (Valor Econômico)

Europa se prepara para risco de apagões com corte do gás russo
Pior cenário envolveria um corte completo do gás russo para a região e uma onda de frio precoce. (Valor Econômico)

Rússia corta gás e agrava crise de energia na Europa
A Gazprom anunciou o fechamento do Nord Stream 1 citando a necessidade de manutenção da única estação de compressão em funcionamento. (Valor Econômico)

ArcelorMittal eleva preços do aço na Europa em meio ao avanço dos custos de energia
Os preços das bobinas a quente entregues em novembro terão alta de 13%, para 850 euros a tonelada, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto. (Valor Econômico)

Galp vence processo de venda direta para o petróleo da União de Sépia

A companhia adquiriu uma carga de 500 mil barris, que estará disponível para carregamento no último trimestre do ano. Além da Galp, Petrobras e TotalEnergies enviaram propostas. (Petróleo Hoje)

Petrobras pretende reduzir em 60% as emissões de carbono nos campos de Marlim e Voador

Meta faz parte do projeto de revitalização dos ativos da Bacia de Campos, que vai substituir nove plataformas por dois novos FPSOs. (Petróleo Hoje)

Fábricas na Alemanha interrompem produção para lidar com alta dos preços de energia

Robert Habeck, ministro da Economia, disse em coletiva de imprensa que a indústria trabalhou para reduzir seu consumo de gás nos últimos meses, mudando parte da matriz energética para combustíveis alternativos como o petróleo. (Valor Econômico)

Rede de computadores da gigante italiana de petróleo Eni é invadida por hackers
Maior empresa de energia do país está trabalhando com as autoridades locais para avaliar as consequências do ciberataque, que aparentemente seria de ransomware. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Prévia de Materiais Básicos e Óleo e Gás: O que esperar do 2T22? (2/2) (link)
  • Elétricas e Saneamento: Resultados do 2T22 devem ser mistos (link)
  • Taesa (TAEE11): Pouco atraente em termos de retorno (link)
  • Prévia de Materiais Básicos: O que esperar do 2T22? (link)
  • ISA CTEEP (TRPL4): Um ano de entregas: novas linhas de transmissão devem entrar em cena (link)
  • Após dividendos recordes em 2021, conheça planos e estratégia da Unipar (UNIP3) para os próximos anos (link)
  • Data Expert | Acompanhamento do Mercado de Energia – Junho (link)
  • Data Expert | A Força dos Ventos – Junho (link)
  • Elétricas: Resultado do Leilão de Transmissão; Competição continua agressiva (link)
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.