XP Expert

BRB tem rating nacional e perspectiva rebaixados; ratings em escala global reafirmados

No dia 26 de setembro, a S&P Global rebaixou a perspectiva dos ratings do BRB - Banco de Brasília S.A. - para negativa, ante estável. Ao mesmo tempo, o rating em escala nacional também foi rebaixado para 'brAA-', ante 'brAA', enquanto os ratings em escala global de curto e longo prazos foram reafirmados em 'B+ / B', respectivamente.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No dia 26 de setembro, a S&P Global rebaixou a perspectiva dos ratings do BRB – Banco de Brasília S.A. – para negativa, ante estável. Ao mesmo tempo, o rating em escala nacional também foi rebaixado para ‘brAA-‘, ante ‘brAA’, enquanto os ratings em escala global de curto e longo prazos foram reafirmados em ‘B+ / B’, respectivamente.

Os principais fundamentos que levaram ao rebaixamento pela agência foram os índices de capitalização pressionados nos últimos trimestres, bem como a queda da rentabilidade, que costumava ser um ponto forte do BRB, devido às menores margens líquidas de intermediação financeira, ao mesmo tempo em que houve continuidade da expansão do crédito e das distribuições aos acionistas.

Em junho de 2023, os índices de capital Nível 1 e de Capital Principal foram de 9,5% e 7,9%, respectivamente, e o índice de Basileia permaneceu acima de 14%. Entretanto, no trimestre anterior, tais indicadores permaneceram próximos dos níveis mínimos (8,6% e 7,0%), e em dezembro de 2022 o índice de capital ajustado pelo risco (RAC – risk-adjusted capital) havia registrado apenas 5,0%, abaixo do considerado apropriado pela agência. O ROAE (return on average equity), por sua vez, caiu para 5,0% no primeiro semestre de 2023, percentual semestral mais baixo desde 2014. Por exemplo, entre 2016 e 2020, o ROAE médio foi de 22,0%.

Neste sentido, a perspectiva negativa reflete a possibilidade de novo rebaixamento dos ratings do BRB nos próximos doze meses se houver piora das métricas de capitalização. A S&P Global avaliou que o capital do banco está enfraquecido devido ao seu crescimento significativo nos últimos anos, aliado à menor rentabilidade.

Por outro lado, a S&P Global destacou que a captação de recursos (funding) e a liquidez do BRB permanecem adequados. A agência ressaltou ainda que uma potencial emissão de ações (follow-on) poderia ajudar a equalizar a sua estrutura de capital, entretanto não há visibilidade do prazo e o montante a ser levantado, a depender das condições de mercado.

Fontes

S&P Global

Veja mais

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.