XP Expert

XP Morning Call 01/11/2018

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Tópicos do dia

Brasil

  1. Política Brasil: Foco na reforma da previdência

Internacional

  1.  China reforça mensagem de estímulo, os riscos diminuem na margem | POSITIVO

Empresas

  1.  Panorama de Mercado XP e Carteiras Recomendadas – Novembro 2018
  2.  Bradesco 3T18: Excedendo expectativas, Compra
  3. Gol 3T18 (GOLL4): Margem Operacional acima, impactada por demanda saudável e efeitos não recorrentes

COE News

  1. Spotify: Resultado do 3T18 em linha com o previsto pela empresa, destaque para o crescimento de novos usuários
  2. Samsung: Resultado forte no 3T18, porém riscos preocupam


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Foco na reforma da previdência

  • Ainda não está claro qual vai ser o modelo seguido pelo novo governo, com novas propostas sendo apresentadas, que podem ser melhores, mas demorariam mais para serem aprovadas, e discursos que falam de pragmatismo e foco na reforma do Temer;
  • Apesar da incerteza, o fato de estarmos discutindo a reforma da previdência na primeira semana do presidente eleito é positivo;
  • Apesar da falta de organização ainda vista, como destacamos no nosso guia pós-eleições, vemos espaço para que o governo una frente de apoio no congresso, que seria crucial para a aprovação das reformas.

Internacional

China reforça mensagem de estímulo, os riscos diminuem na margem | POSITIVO

  • A reunião trimestral de ontem do governo chinês chamou por uma implementação mais rápida das medidas de estimulo, de apoio ao setor privado, e destacou a importância de manter a confiança do mercado de capitais;
  • Além disso, durante a noite, o vice-ministro de finanças da China afirmou que o país está planejando mais cortes de impostos para ajudar a estimular o consumo doméstico;
  • ​A China já está em território de estimulo monetário, e as mensagens de ontem reforçam a nossa opinião de que os riscos para uma desaceleração mais forte da China estão relativamente atenuados;
  • O foco agora está nas tensões comerciais e a reunião do Presidente Americano e o Premier Chinês no final do mês de novembro. Se um acordo for anunciado, o mercado deve receber com bons olhos.

Empresas

Panorama de Mercado XP e Carteiras Recomendadas – Novembro 2018

  • Vemos a bolsa como o melhor ativo no Brasil, se beneficiando de uma melhora de sentimento e retomada de atividade, negociando a múltiplos atrativos e com posicionamento favorável;
  • Dessa forma, rebalanceamos as carteiras para ter exposição maior a setores a setores que podem ser classificados como “domésticos cíclicos”;
  • A Carteira Recomendada XP acumula alta de 23,3% desde seu início em julho, 3,2% a mais que o Ibovespa, que sobe 20,1%. Em outubro a carteira acumulou alta de 10,8%, 0,6% acima do Ibovespa. Para detalhes das nossas trocas e carteiras de Novembro, por favor clique aqui.

Bradesco 3T18 (BBDC4): Excedendo expectativas, Compra | POSITIVO

  • ​O Bradesco registrou no 3T18 forte lucro líquido recorrente de R$5,5 bilhões (ROE de 19% ROE), 3,8% acima do consenso (7 estimativas) e ligeiramente abaixo do XPe, expandindo 6% no trimestre e 13,7% no ano;
  • Os principais destaques foram: (1) A carteira de crédito expandiu 2,1% no 3T18, impulsionado tanto por PF quanto PJ; (2) As tendências de qualidade de ativos continuam positivas, com a inadimplência caindo 0,3% para 3,6%, impulsionada por reduções em todos os segmentos e (3) As receitas de serviços foram 0,6% menores no tri, como já foi visto nos resultados dos pares, devido à menor atividade do mercado de capitais e avais/fianças;
  • Temos uma leitura positiva do resultado do Bradesco e prevemos evolução adicional em 2019. Reiteramos a ação como nosso nome favorito entre os bancos privados e nossa recomendação de compra com um Preço-alvo de R$40,00.

Gol 3T18 (GOLL4): Margem Operacional acima, impactada por demanda saudável e efeitos não recorrentes

  • A Gol acaba de reportar resultados levemente acima do esperado, com margem operacional de 6,2%;
  • A margem foi impactada positivamente pelo crescimento das receitas, em função de maior repasse de custos para tarifas, pelo ganho com hedge e pela venda de aeronaves. Sem considerar o hedge, a margem teria ficado em linha com o consenso (5,9%);
  • Esperamos que a potencial melhora econômica permita continuidade do repasse de custos para tarifa. Aliado a isso, um cenário de câmbio mais apreciado permitiria sustentação de margens.

B2W (BTOW3): Geração de caixa positiva, mas menor crescimento online

  • A B2W reportou resultados mistos no 3T18, com um prejuízo líquido de R$ 106 milhões, versus nossa estimativa de -R$ 73 milhões e consenso de -R$ 70 milhões devido à maiores despesas financeiras líquidas. Do lado positivo, o consumo de caixa reduziu-se significativamente (-69% no ano contra ano) e a geração de caixa de R$58 milhões foi 31% maior A/A;
  • A receita líquida de R$ 1.557 milhões foi em linha com o consenso e nossas estimativas. O crescimento das vendas online de 23,7% A/A ficou abaixo da nossa estimativa de 27%, enquanto o crescimento do marketplace de 64,5% A/A se compara com a nossa estimativa de 78,7%, o que pode pressionar as ações;
  • Reiteramos nossa recomendação de compra na B2W, com preço alvo de R$ 36 / ação. Em nossa visão, a B2W está bem posicionada para se beneficiar do crescente mercado online, enquanto vemos maior potencial de geração de caixa com iniciativas inovadoras.

Lojas Americanas (LAME4): resultados sólidos do 3T

  • Lojas Americanas registrou sólidos resultados no 3T18, com Receita Líquida de R$ 2.424 milhões, em linha com as nossas estimativas. As vendas mesmas lojas de 6,8% se comparam à nossa estimativa de 7,5%;
  • O EBITDA de R$ 514 milhões foi 2,4% acima do nosso e 9% A/A, enquanto a margem EBITDA foi de 21,2% se compara à nossa estimativa de 20,8% e 21,4% no 3T17;
  • Reiteramos nossa recomendação de compra na Lojas Americanas, com um preço alvo de R$ 21 / ação. Em nossa opinião, a empresa deve se beneficiar de uma potencial recuperação econômica, enquanto os fortes resultados e iniciativas inovadoras da B2W também devem ser positivos.

Engie Brasil (EGIE3): Ligeiramente abaixo das expectativas, mas boa execução em um trimestre desafiador; Compra

  • A Engie Brasil divulgou um Lucro Líquido do 3T18 de R$ 475,1 milhões, abaixo dos nossos R$ 546,8 milhões, mas acima do consenso de R$ 416,0 milhões;
  • A empresa anunciou a distribuição de proventos na forma de (1) R$ 0,61/ ação em juros sobre capital próprio (ex- em 4 de janeiro de 2019) e (2) R$ 1,0 / ação em dividendos (ex em 13 de novembro de 2018), implicando em um yield de 3.8%. Além disso, a EGIE também propôs um aumento de capital de R $ 2.073,6 milhões através da emissão de 163.185.548 novas ações sem valor nominal mediante a capitalização de lucros, a serem aprovadas em assembleia extraordinária de acionistas;
  • Nós temos uma visão neutra dos resultados do 3T2018 da EGIE, dado que os resultados ficaram ligeiramente abaixo das nossas estimativas, mas acima do consenso. Mantemos nossa recomendação de compra nas ações com base em suas eficientes operações em um ambiente desafiador para geradoras em virtude da baixa hidrologia.

Petrobras: Vende ativos da Nigéria por US$1,53bi | POSITIVO

  • A Petrobras divulgou um fato relevante afirmando que assinou a venda de sua participação de 50% na Petrobras Oil & Gas B.V. (ativos de produção de petróleo e gás na Nigéria) para a Petrovida;
  • A transação totaliza US$ 1,530 bilhão, com pagamento inicial à vista de US$ 1,407 bilhão e pagamento diferido de US$ 123 milhões de acordo com condições pré-determinadas;
  • A notícia é positiva para a Petrobras e sinaliza o progresso de seu plano de desinvestimento de 2017-18, que alcançaria US$ 7,7 bilhões, ou 36,7% de avanço de sua meta de US$ 21 bilhões.

Comissão de Infraestrutura do Senado aprova projeto para resolver questão do GSF | POSITIVO para TIET e CMIG

  • A Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou um projeto de lei que contém medidas para lidar com o imbróglio do risco hidrológico, propondo a extensão das concessões de usinas de acordo com o montante devido e condicionada à renúncia de liminares que bloqueiam pagamentos;
  • A proposta é positiva para a AES Tietê, que ainda tem R$ 711 milhões em passivos protegidos pela liminar da APINE contra o risco hídrico;
  • Além disso, o Projeto de Lei é positivo para a Cemig devido a inclusão de uma proposta que resolve uma disputa entre a empresa e o governo relacionada às concessões perdidas das UHEs São Simão, Jaguara e Miranda. De acordo com o texto, a empresa não teria que reembolsar o Governo Federal pelos ganhos relacionados às vendas no mercado livre para essas usinas no período de 2013-17.

Suzano: O que está acontecendo

  • Temos recebido muitas perguntas a respeito de Suzano, após queda de 30% desde o pico visto em setembro;
  • Em linhas gerais, o principal motivo para essa correção foi um reposicionamento de investidores locais para ativos mais expostos à atividade no Brasil, após definição do cenário eleitoral;
  • No curto prazo não vemos gatilhos para fazer com que as ações revertam a tendência de maneira relevante e por isso removemos Suzano da carteira e substituímos pela Vale;
  • Para mais detalhes sobre a performance recente das ações, e por que não vemos uma rápida reversão,clique aqui.

Russia reabre mercado à carne bovina e suína Brasileira

  • A Russia anunciou ontem a reabertura de seu mercado para alguns produtores de carne suína e bovina do Brasil. São 9 plantas autorizados a voltar a exportar a partir de hoje. Porém, BRF e JBS não foram contempladas na lista;
  • Apesar disso, algumas observações positivas: (1) esse é o primeiro passo para potenciais novas aberturas; (2) ajuda a desestocar um pouco o mercado doméstico e (3) o impacto para BRF e JBS é limitado;
  • Para BRF, o volume exportado para Russia representou em 2017 ~26% do volume de suínos total (1,7% do volume total de proteínas e processados). Além disso, esse volume foi realocado para China e Brasil. Para JBS, o volume de suínos que era exportado para Russia é muito pequeno (~1,6% de Seara) e para carne bovina, as exportações estão positivas esse ano com demanda de outras regiões.

COE News

Spotify: Resultado do 3T18 em linha com o previsto, destaque para o crescimento de novos usuários

  • O Spotify divulgou nesta manhã receita de US$ 1,3 bilhões no 3T18, 31% superior no ano contra ano, e relevante expansão de margem bruta (22,3 para 25,3%) neste mesmo período. Destaque positivo para os 109 milhões de novos usuários por mês, 20% superior ao 3T 17, e plano de contas Premium que atingiram 40% de aumento;
  • O crescimento continua em forte ascensão nos planos Família e Estudantes. Como estratégia de retenção da base de clientes, recentemente lançou interessante plano direcionado aos jovens nos EUA que possibilita o cliente ter acesso ao serviço streaming de música, além de outras plataformas de vídeo como Hulu e Showtime;
  • Com relevante plano de expansão internacional, o Spotify segue fechando novas parcerias com outros grandes provedores de serviços, como Sky na Inglaterra, canal de vídeos esportivos no Japão DAZN e celulares da Samsung ao redor do mundo. Nesta quarta-feira, investidores já indicavam positiva expectativa com o anúncio do resultado e o preço das ações apreciaram mais de 5%.

Samsung: Resultado forte no 3T18, porém riscos preocupam

  • A Samsung divulgou nesta quarta-feira lucro de US$ 11,5 bilhões no 3T18, 17% superior no ano contra ano, e resultado operacional em linha com as previsões da própria gigante coreana. Destaque positivo para o aumento de demanda e alta dos preços de semicondutores;
  • Por outro lado, os executivos seguem preocupados com o pico de crescimento na produção de chips de memória, que representa 80% do resultado. Segundo as projeções da própria empresa para 2019, é esperado um declínio no preço dos chips refletido pela rápida expansão de capacidade na China e efeito sazonal negativo nesta época do ano;
  • O forte resultado apresentado contrapõe o considerável aumento da competição no segmento de smartphones, devido à inovadora linha de produtos anunciada recentemente pela Apple. Na tentativa de sustentar o crescimento de longo prazo e continuar com o plano de investimentos de US$ 160bi, o foco segue em áreas como 5G, inteligência artificial e eletrônica automotiva.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.