XP Expert

Petróleo impulsiona mercados globais, mas coronavírus continua em alerta

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -2,81% | 70.967 Pontos

CÂMBIO 0,84% | 5,25/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa caiu 2,8% ontem, aos 70.966 pontos, seguindo o desempenho dos mercados internacionais, que continuam refletindo as preocupações com o aumento dos casos de coronavírus.

Nesta manhã, bolsas internacionais voltam a subir após Trump comentar que espera uma resolução rápida para a guerra de preços no petróleo entre a Rússia e a Arábia Saudita, e China anunciar que aumentará suas reservas da commodity. Futuros do S&P 500 nos EUA sobem 1,8%, e bolsas na Europa +0,4%, enquanto mercados asiáticos tiveram desempenho misto; China +1,6%, Hong Kong 0,8% e Japão -1,4%. O índice de volatilidade VIX recuou para os 53 pontos, e preços de petróleo operam em alta de +10%, com o Brent aos US$27,44/barril e o WTI em US$22,34/barril.

Nos EUA, dados do setor privado mostraram que em março foram eliminados 27 mil postos de trabalho, melhor que o esperado de acordo com as expectativas do mercado, que apontavam para a destruição de 150 mil vagas. Em fevereiro haviam sido criados 183 mil empregos no setor privado da maior economia do mundo. Hoje a atenção se volta à divulgação dos dados de pedidos de seguro-desemprego, que são um indicador de mais alta frequência (semanal) para monitorar o estado do mercado de trabalho e amanhã será divulgado o Payroll (criação de postos de trabalho) e taxa de desemprego de março.

No Brasil, o governo publicou ontem a medida provisória com foco na manutenção do emprego formal. O programa anunciado permite a redução por até três meses da jornada e do salário por faixas, de 25%, 50% e 70%, e a suspensão do contrato por até dois meses. A perda de renda será compensada parcialmente pelo governo, que injetará R$ 51,2 bilhões. 

Em dia de anúncios, a Receita também adiou a entrega de declaração de Imposto de Renda, zerou também por três meses o IOF nas operações de crédito e anunciou o adiamento do pagamento do PIS/Pasep, Cofins e da contribuição patronal à Previdência de abril e maio para agosto e outubro.

Na Câmara, deputados aprovaram o projeto que prevê a suspensão da contribuição previdenciária patronal por três meses, além de texto para assegurar que o repasse do governo para o fundo de estados e municípios não seja inferior ao de 2019. Ambos seguem ao Senado. Foi aprovado também, pelos senadores, projeto que inclui outras categorias no auxílio emergencial. 

Além disso, os deputados começaram a discutir a PEC do Orçamento de Guerra e da autorização para compra de títulos pelo Banco Central. Durante as negociações, a PEC passou por modificações que diminuíram, em grande medida, os poderes do BC para atuar na contenção dos efeitos do coronavírus no Brasil. De acordo com a nova versão, o BC terá poderes limitados para emitir dinheiro e comprar títulos privados, e não poderá adquirir títulos públicos, sob a justificativa de evitar que a emissão de moeda volte a ser utilizada para financiar déficits públicos. O texto deve começar a ser analisado na próxima sexta-feira.

Tópicos do dia

Coronavírus

Tempos de guerra – revisando o target da Bolsa
Revisão setorial: Novas estimativas e Preços alvo
Live com o Ministro Paulo Guedes
Os efeitos do coronavírus na economia
Pesquisa XP Março: Qual é o impacto do coronavírus nas empresas do Brasil?
Medidas econômicas para combater o coronavirus no Brasil

Para ler mais conteúdos, clique aqui.

Brasil

  1. Política Brasil: Governo publica MP para manutenção do emprego formal
  2. Nova versão da PEC do Orçamento de Guerra diminui os poderes do Banco Central
  3. MP permite corte de até 70% no salário de funcionários
  4. Novas medidas são anunciadas para conter o efeito do coronavírus na economia

Internacional

  1. Política Internacional: Inteligência americana acusa China de encobrir a verdadeira extensão da doença
  2. Petróleo: Preços sobem +10% com compras da China para estoques e expectativas de negociação entre Arábia Saudita e Rússia

Empresas

  1. Bancos: captação colateralizada pelo FGC vai passar de R$ 20 para R$ 40 milhões
  2. Ultrapar (UGPA3): Cancela projeções financeiras de 2020 e reduz plano de investimentos em 30%
  3. Frigoríficos (JBSS3, MRFG3, BRFS3): cresce importação chinesa de porcos em função da recomposição do maior rebanho de suínos do mundo

Veja todos os detalhes

Brasil

Política Brasil: Governo publica MP para manutenção do emprego formal

  • O governo publicou ontem a medida provisória com foco na manutenção do emprego formal. O programa anunciado permite a redução por até três meses da jornada e do salário por faixas, de 25%, 50% e 70%, e a suspensão do contrato por até dois meses. A perda de renda será compensada parcialmente pelo governo, que injetará R$ 51,2 bilhões;
  • Em dia de anúncios, a Receita também adiou a entrega de declaração de Imposto de Renda , zerou também por três meses o IOF nas operações de crédito e anunciou o adiamento do pagamento do PIS/Pasep, Cofins e da contribuição patronal à Previdência de abril e maio para agosto e outubro;
  • Na Câmara, deputados aprovaram o projeto que prevê a suspensão da contribuição previdenciária patronal por três meses, além de texto para assegurar que o repasse do governo para o fundo de estados e municípios não seja inferior ao de 2019. Ambos seguem ao Senado. Foi aprovado também, pelo senadore, projeto que inclui outras categorias no auxílio emergencial;
  • Os deputados começaram a discutir a PEC do Orçamento de Guerra e da autorização para compra de títulos pelo Banco Central. No relatório apresentado pelo deputado Hugo Motta, a PEC volta a prever a possibilidade de compra de títulos públicos do Tesouro, além de títulos privados em mercados secundários. O texto deve começar a ser analisado na sexta-feira.

Nova versão da PEC do Orçamento de Guerra diminui os poderes do Banco Central

  • De acordo com a mídia local, durante as negociações entre o presidente do Banco Central, o presidente da Câmara e os líderes partidários, a PEC do Orçamento de Guerra passou por modificações que diminuíram, em grande medida, os poderes do BC para atuar na contenção dos efeitos do coronavírus no Brasil;
  • De acordo com a nova versão da PEC, o BC terá poderes limitados para emitir dinheiro e comprar títulos privados, e não poderá adquirir títulos públicos, sob a justificativa de evitar que a emissão de moeda volte a ser utilizada para financiar déficits públicos;
  • Além disso, a PEC restringe para um ano o prazo dos depósitos voluntários que o BC poderá receber de bancos privados. O objetivo é evitar que as operações do BC elevem a dívida bruta do governo federal.

MP permite corte de até 70% no salário de funcionários

  • O presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem uma nova Medida Provisória que permite que os salários de funcionários sejam reduzidos em até 70%, com diminuição da jornada de trabalho, ou que os contratos sejam totalmente suspensos. Como compensação, o governo complementará a renda de trabalhadores afetados, usando como base o valor do seguro-desemprego, e o funcionário terá a garantia de não poder ser demitido por um determinado período;
  • De acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, a MP estipula três faixas de cortes salarial, com redução proporcional da carga horária: 25%, 50% e 70%;
  • A equipe econômica prevê que 24,5 milhões de trabalhadores tenham o salário reduzido ou o contrato suspenso, o que evitaria a demissão de cerca de 8,5 milhões de pessoas. A compensação de renda para os afetados deve custar aproximadamente R$ 51 bilhões.

Novas medidas são anunciadas para conter o efeito do coronavírus na economia

  • O Senado aprovou ontem a ampliação do alcance do auxílio de R$ 600 que será pago a trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores durante o estado de calamidade pública. Além de outras mudanças, 19 categorias foram incluídas como beneficiárias do auxílio;
  • O texto também inclui a permissão para que parcelas de empréstimos do Fies sejam suspensas, para contratos adimplentes ou inadimplentes. Em entrevista, o presidente Jair Bolsonaro disse que o benefício será pago a 54 milhões de brasileiros e custará cerca de R$ 98 bilhões ao governo;
  • Foi criado também o Programa Auxílio Emprego, que permite que o governo federal faça acordos com empresas para contribuir com o pagamento de até R$3.135,00 por trabalhador formal. Como contrapartida, a empresa deve se comprometer a não demitir o funcionário por até 12 meses.

Internacional

Política Internacional: Inteligência americana acusa China de encobrir a verdadeira extensão da doença

  • EUA, país com maior número de casos de coronavírus – com 215.41 confirmados – analisa novas medidas para conter a crise provocada pelo vírus, como bônus para profissionais do setor da saúde. Nessa quarta-feira, a inteligência do país acusou a China de encobrir a verdadeira extensão da doença, minimizando dados em boletins públicos. A potência voltou a impor restrições em províncias com novos casos após segunda onda de casos. 

Petróleo: Preços sobem +10% com compras da China para estoques e expectativas de negociação entre Arábia Saudita e Rússia

  • Os preços de petróleo operam em alta de +10% nesta manhã, com o Brent aos US$27,44/barril e o WTI em US$22,34/barril. A expressiva alta reflete o otimismo desencadeado por duas notícias: maiores compras de óleo pela China para seus estoques estratégicos e fala do Presidente Trump sobre expectativas de negociação entre Rússia e Arábia Saudita;
  • Sobre o primeiro ponto, a Bloomberg informa que a China estaria aproveitando a janela de oportunidade da queda de preços de petróleo de mais de 60% no ano para realizar compras significativas de óleo cru para seus estoques estratégicos e capacidade de tancagem de empresas. A meta seria elevar estoques do governo para 90 dias de consumo, o que significaria uma compra adicional de 80 a 100 milhões de barris ao longo do ano. Além disso, a China estaria planejando anunciar um quarto complexo de reservas estratégicas,  o que teria o benefício duplo de aumentar a capacidade de estocagem e estimular a economia por meio da construção de um novo projeto;
  • No segundo ponto, segundo a Reuters, o presidente americano Donald Trump afirmou ter expectativas de que Rússia e Arábia Saudita cheguem logo a um acordo para encerrar a guerra de preços em curso, após ter conversado com líderes dos dois países. Soma-se a isso notícias mencionando que o presidente russo Vladimir Putin afirmou que produtores de petróleo e consumidores deveriam encontrar uma solução para melhorar o cenário dos mercados globais da commodity;
  • Finalmente, notamos que o Wall Street Journal informou que o Presidente Trump deve se encontrar com lideranças das maiores empresas de petróleo dos EUA nesta sexta para discutir medidas de apoio à indústria. Apesar de todas estas sinalizações positivas, consideramos que uma melhoria estrutural dos mercados de petróleo requer uma sinalização positiva do lado da demanda, atualmente muito deprimida pelas quarentenas em curso devido ao coronavírus;
  • Nesse sentido destacamos a alta dos estoques americanos, divulgada ontem pela Agência de Informação de Energia dos EUA (EIA), de 13,834 milhões de barril, bem acima da expectativa de mercado de 3,997 milhões de barris.

Empresas

Bancos: captação colateralizada pelo FGC vai passar de R$ 20 para R$ 40 milhões

  • Conforme mencionado no nosso relatório sobre as medidas do Banco Central para enfrentar o coronavírus, bancos agora podem oferecer títulos assegurados pelo FGC;
  • A diferença é que, de acordo com a mídia, cada investidor institucional agora vai poder aportar até R$ 40 milhões (vs. R$ 20 milhões anteriormente). Lembrando que, conforme dissemos no relatório, acreditamos que a medida seja principalmente para bancos pequenos e médios devido a restrição de captação de R$ 2 bilhões, o que não é significante para grandes bancos;
  • Acreditamos que a medida seja positiva, especialmente neste momento de escassez e encarecimento na captação dos bancos menores. Porém é difícil prever se será suficiente, uma vez que o mercado secundário está competindo com o primário ao oferecer descontos nos títulos.

Ultrapar (UGPA3): Cancela projeções financeiras de 2020 e reduz plano de investimentos em 30%

  • Ontem a Ultrapar divulgou, via fato relevante, a redução de aproximadamente 30% do seu plano de investimentos para 2020 (de R$1,77 bilhão). A redução foi adotada como medida de contingenciamento de caixa, e se soma ao acesso de linhas de financiamento de R$1,5 bilhão e com prazo de 12 meses para reforçar a liquidez do grupo. Adicionalmente, a Companhia comunicou o cancelamento das projeções financeiras já divulgadas para 2020, por não levarem em consideração as mudanças de cenário ocorridas;
  • Além disso, a empresa divulgou outras ações que ajudam na mitigação dos impactos para seus colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e sociedade em geral. Essas ações incluem parcelamento de pagamentos e suspensão de cláusulas de performance de vendas aos revendedores Ipiranga. Por fim, anunciaram iniciativas para contribuir com o esforço nacional de combate à crise por meio de doações para construção de hospital de campanha e compra de respiradores, desconto em combustíveis para profissionais da saúde viabilizado pelo aplicativo Abastece Aí, entre outras;
  • Apesar de negativa, consideramos a suspensão de projeções financeiras da Ultrapar para 2020 como razoável em vista do rápido aprofundamento da crise do coronavírus. Mantemos nossa abordagem cautelosa em relação às ações em vista da exposição relevante à setores cíclicos da economia. Temos recomendação Neutra na Ultrapar.

Frigoríficos (JBSS3, MRFG3, BRFS3): cresce importação chinesa de porcos em função da recomposição do maior rebanho de suínos do mundo

  • De acordo com a Reuters, seis aviões transportando mais de 4.000 porcos de alta qualidade originários da França chegaram à China até agora em 2020. É esperado que dezenas de carregamentos de avião cheguem no país neste ano, enquanto o maior produtor mundial de carne suína reconstrói seu rebanho de porcos, dizimado depois que um surto de Peste Suína Africana varreu o país a partir de 2018, matando dezenas de milhões de porcos e reduzindo seu rebanho em até 60%;
  • Sob pressão para cumprir as metas do governo para produção de carne suína, algumas províncias começaram a oferecer subsídios à importação para os agricultores no valor aproximado de 2.000 yuans por porco no mês passado. Os produtores enfrentam uma severa escassez de porcas e estariam até mesmo retendo fêmeas normalmente destinadas ao abate para uso em fazendas de reprodução. Essas porcas, entretanto, devem produzir ninhadas muito menores do que aquelas criadas especificamente para reprodução. Ao importar porcos reprodutores, a China se beneficia de características como aumento da produtividade e melhor qualidade da carne, uma vez que as empresas globais de genética realizam selecionamento visando tais melhorias durante a criação. Por exemplo, uma porca reprodutora de alta qualidade pode ter uma ninhada de até 16 leitões;
  • As autoridades alfandegárias chinesas disseram que devem permitir que mais países enviem porcos vivos para o país e também que estão trabalhando para retomar as exportações dos Estados Unidos, que foram impossibilitados de exportar para a China durante as recentes tensões comerciais. Ainda assim, procedimentos complicados de quarentena para importar porcos e obstáculos relacionados ao surto de coronavírus devem limitar o número geral de importações em um primeiro momento.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.