XP Expert

Ibovespa volta a subir com sinalizações mais positivas do governo e discurso de Powell

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 2,3% | 115.228 Pontos

CÂMBIO -0,3% | 5,44/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Depois de uma forte queda na segunda-feira, o Ibovespa fechou ontem com uma alta de +2,3%, a 115.228 pontos, e o dólar comercial caiu 0,34% para R$ 5,44. O movimento foi impulsionado por ações da Petrobrás, que recuperaram parte das perdas no dia anterior. Além disso, as ações da Eletrobras subiram após comentários do presidente da Câmara, Arthur Lira, sobre a privatização da companhia, texto que foi entregue ontem à noite pelo próprio Presidente ao Congresso. Com sinalizações mais positivas do governo em relação a agenda de reformas e privatizações, as taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em baixa, porém insuficiente para compensar a alta dos dias anteriores. O DI jan/22 fechou em 3,47%; DI jan/24 encerrou em 6,22%; DI jan/26 foi para 7,16%; e DI jan/28 fechou em 7,71%.

Lá fora, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reforçou o comprometimento do banco central americano em manter sua política frouxa até que as metas de inflação e emprego nos Estados Unidos fossem alcançadas. Isso animou os mercados, levando o S&P 500 a fechar em +0,13%. Por outro lado, o índice Nasdaq, que contém ações do setor de tecnologia, caiu -0,50% por conta dos avanços nos rendimentos de títulos soberanos. Hoje, as Bolsas americanas amanhecem levemente positivas, em +0,1%, enquanto aguardam um segundo discurso de Powell. Quanto ao pacote de estímulo fiscal, o Congresso americano se prepara para a votação nesta sexta-feira e espera-se que republicanos votem contra a proposta. Ainda, o Senado deve anunciar ainda nesta semana se será possível votar o aumento do salário mínimo a USD 15 por hora por meio de reconciliation, manobra por qual democratas procurarão aprovar o pacote na Casa. Lembramos que há resistência ao aumento entre democratas moderados, o que complica sua aprovação.

Na Europa, os setores de turismo e lazer lideram uma alta de +0,4% nesta manhã. Ontem, a presidente do banco central europeu, Christine Lagarde, afirmou que a instituição está monitorando a evolução dos juros nominais de títulos. Com isso, títulos europeus tiveram quedas. E, em meio às incertezas sobre as relações entre o Reino Unido e a União Europeia no período pós-Brexit, o primeiro ministro Boris Johnson aceitou o pedido de extensão de um mês do bloco para ratificação do acordo.  

No lado das relações globais, os holofotes continuam sobre as tensões entre as maiores economia. A mais nova fonte de tensões, segundo a mídia japonesa, deve vir por meio de um decreto do presidente Biden para acelerar formação de uma cadeia de produção de tecnologia que excluiria a China. O plano seria desenvolvido em parceria com Taiwan, Japão e Coreia do Sul.

No Brasil, o relatório do senador Marcio Bittar que abre caminho para a implementação de mais uma rodada de Auxílio Emergencial (AE) tornou-se público ontem. A expectativa de que a proposta viesse acompanhada de uma melhora no arcabouço fiscal brasileiro se confirmou – ainda que as medidas de contrapartida sejam menos ousadas do que no cenário ideal. Do lado negativo, o artigo não contém restrições e dá margem a um programa mais longo ou mais abrangente do que o sinalizado até agora. O risco na tramitação é elevado. Hoje, o Estadão já traz uma matéria afirmando que a Câmara avalia fatiar e proposta e aprovar o auxílio antes das contrapartidas fiscais. Por tratar de temas sensíveis, como o fim dos pisos constitucionais para gastos com saúde e educação, o jornal também afirma que existem discordâncias quanto ao texto que poderiam atrasar para a próxima semana a votação no Senado, que estava prevista para acontecer amanhã.

Do lado das empresas, a Petrobras informou, via fato relevante, que seu Conselho de Administração autorizou a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar sobre a substituição de Roberto Castello Branco por Joaquim de Silva e Luna como membro do conselho da estatal. Como afirmamos em nosso relatório de mudança de recomendação das ações da Petrobras para Venda (link), acreditamos que as ações da Petrobras deverão sofrer mais pressões negativas enquanto houver incertezas a respeito da autonomia de gestão da companhia e da viabilidade de uma política de preços de combustíveis alinhada a referências internacionais de preços de petróleo e taxa de câmbio. Continuaremos monitorando eventuais anúncios futuros.

E por último, ontem, o Governo entregou ao Congresso Nacional a Media Provisória (MP) 1031, de 23 de Fevereiro de 2021, que trata da privatização da Eletrobras. O ato ocorreu em ato simbólico com a presença do Presidente Jair Bolsonaro, o Presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL) e o Presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG). A Medida Provisória possibilita o início dos estudos da modelagem da privatização pelo BNDES, e também conta com modificações do texto do Projeto de Lei anterior de desestatização da Eletrobras, PL 5877/2019, que ainda não foi aprovado. Em cálculos divulgados pelo Ministério de Minas e Energia e também compartilhados pela Eletrobras em fato relevante, estima-se uma arrecadação total de cerca de R$51 bilhões com a operação de capitalização, sendo os recursos divididos em 50% como outorga para a União, e 50% para injeção na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), para contribuir para a redução de pressões tarifárias.

Tópicos do dia

Agenda de resultados

WEG (WEGE3): antes da abertura
Gerdau (GGBR4): antes da abertura
Metalúrgica Gerdau (GOAU4): antes da abertura
Petrobras (PETR4): após o fechamento
Rede D’Or (RDOR3): após o fechamento
SulAmérica (SULA11): após o fechamento
AES Tietê (TIET11): após o fechamento
Ultrapar (UGPA3): após o fechamento
Via Varejo (VVAR3): após o fechamento
Temporada de Resultados do 4° Trimestre – O que esperar?
Calendário do 4T20

Clique aqui para saber mais

Internacional

  1. Política Internacional: Powell fala no Congresso dos EUA com votação do pacote de estímulos se aproximando
  2. Petróleo: Expectativas do mercado de uma redução de -5,190 milhões de barris nos estoques dos EUA
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Petrobras (PETR4): Conselho de Administração autorizou a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária para avaliar ingresso de Joaquim de Silva e Luna no Conselho
  2. Grupo Pão de Açucar (PCAR3): Encha seu carrinho; GPA reporta resultados do 4T20 sólidos
  3. Eletrobras (ELET3): Governo entrega MP de privatização da Eletrobras ao Congresso
  4. Aeris Energy (AERI3): Aeris Assina Contrato de Fornecimento de Pás Eólicas para Siemens-Gamesa; Positivo


Veja todos os detalhes

Internacional

Política Internacional: Powell fala no Congresso dos EUA com votação do pacote de estímulos se aproximando

  • Na seara internacional, o destaque é a participação do presidente do Federal Reserve (FED), Jerome Powell em audiência do comitê bancário do Senado americano. Apesar de não comentar o pacote de estímulos promovido por democratas, minimizou riscos de possível disparada da inflação. Powell deve falar novamente no Congresso americano nesta tarde;
  • Na Câmara dos EUA, parlamentares se preparam para votação do projeto em plenário nesta sexta-feira (26).  Conforme esperado, republicanos indicam que devem votar contra a proposta;
  • Ainda, o Senado deve anunciar ainda nesta semana se será possível votar o aumento do salário mínimo a USD 15 por hora por meio de reconciliation, manobra por qual democratas procurarão aprovar o pacote na Casa. Lembramos que há resistência ao aumento entre democratas moderados, o que complica sua aprovação;
  • No lado das relações globais, os holofotes continuam sobre as tensões entre as maiores economia. A mais nova fonte de tensões, segundo a mídia japonesa, deve vir por meio de um decreto do presidente Biden para acelerar formação de uma cadeia de produção de tecnologia que excluiria a China. O plano seria desenvolvido em parceria com Taiwan, Japão e Coreia do Sul;
  • E, em meio às incertezas sobre as relações entre o Reino Unido e a União Europeia no período pós-Brexit, o governo Johnson aceitou pedido de extensão de um mês do bloco para ratificação do acordo sobre o Brexit.

Petróleo: Expectativas do mercado de uma redução de -5,190 milhões de barris nos estoques dos EUA

  • O relatório oficial de fornecimento da Agência de Informação de Energia dos EUA (EIA) deve ser publicado hoje às 11:30 da manhã (horário de Brasília), com expectativas do mercado de uma redução de -5,190 milhões de barris nos estoques dos EUA;
  • Os estoques de petróleo dos EUA caíram -7,258 milhões de barris na semana passada, resultado mais positivo que as expectativas de mercado de uma redução de -2,429 milhões de barris. Uma redução de estoques acima do esperado é vista como positiva por indicar uma menor oferta em relação à demanda. Ainda do lado positivo, houve um aumento de +0,672 milhões de barris nos estoques de gasolina nos EUA, resultado também abaixo da expectativa de mercado do que a expectativa de mercado, o que é visto como positivo por indicar uma aceleração nas atividades e movimentação de pessoas;
  • Nessa manhã de quarta-feira, a commodity opera em território ligeiramente positivo em alta de +0,70% em US$65,83 barril (Brent).

Empresas

Petrobras (PETR4): Conselho de Administração autorizou a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária para avaliar ingresso de Joaquim de Silva e Luna no Conselho

  • Ontem a Petrobras informou, via fato relevante, que seu Conselho de Administração autorizou a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar sobre a substituição de Roberto Castello Branco por Joaquim de Silva e Luna como membro do conselho da estatal. A assembleia dá continuidade à indicação na última sexta-feira do presidente Jair Bolsonaro do general Joaquim Silva e Luna para substituir o atual presidente da Petrobras;
  • Segundo o fato relevante, após a destituição de Castello Branco do cargo de membro do conselho, os demais sete conselheiros eleitos pelo sistema de voto múltiplo serão automaticamente destituídos. Por outro lado, notamos que, em ofício, o Ministério de Minas orientou a recondução dos demais conselheiros para cumprirem seus mandatos. Na mesma AGE haverá, então, a eleição de oito membros do conselho e de seu presidente. A reunião extraordinária de acionistas será realizada antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO) anual da companhia;
  • Como afirmamos em nosso relatório de mudança de recomendação das ações da Petrobras para Venda (link), acreditamos que as ações da Petrobras deverão sofrer mais pressões negativas enquanto houver incertezas a respeito da autonomia de gestão da companhia e da viabilidade de uma política de preços de combustíveis alinhada a referências internacionais de preços de petróleo e taxa de câmbio. Continuaremos monitorando eventuais anúncios futuros. Temos recomendação de Venda nas ações da Petrobras, com preços-alvo de R$24/ação para PETR4/PETR3.

Grupo Pão de Açucar (PCAR3): Encha seu carrinho; GPA reporta resultados do 4T20 sólidos

  • O GPA (operação de Multivarejo do GPA) reportou resultados referentes ao quarto trimestre de 2020 (4T20), com EBITDA 7% acima das nossas estimativas, principalmente explicado por rentabilidade em níveis recordes no GPA Brasil combinado com uma recuperação de vendas mais forte na Colômbia;
  • Esperamos uma reação positiva do mercado dado que a companhia entregou resultados fortes nas duas operações, com destaque para a performance de vendas das lojas remodeladas e para a rentabilidade entregue no GPA Brasil (margem EBITDA em 9,0%), acima da operação multivarejo do Carrefour Brasil (margem EBITDA em 8,1%) (ver nossa visão do resultado aqui);
  • Os resultados devem permanecer sólidos no curto prazo, enquanto vemos o setor estruturalmente melhor no “novo normal” do que antes da pandemia devido a políticas flexíveis de home office e novos hábitos de consumo. Além disso, a cisão da operação deve ser um evento importante para destravar valor aos acionistas, enquanto vemos os resultados como uma sinalização positiva da perspectiva das operações de GPA Brasil. Nós reiteramos nossa recomendação de Compra e preço-alvo para o fim de 2021 de R$ 103,0/ação para PCAR3, e a mantemos como nossa preferência no setor.

Eletrobras (ELET3): Governo entrega MP de privatização da Eletrobras ao Congresso

  • Ontem (23), o Governo entregou ao Congresso Nacional a Medida Provisória (MP) 1031, de 23 de Fevereiro de 2021, que trata da privatização da Eletrobras. O ato ocorreu em ato simbólico com a presença do Presidente Jair Bolsonaro, o Presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL) e o Presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG);
  • A Medida Provisória possibilita o início dos estudos da modelagem da privatização pelo BNDES, e também conta com modificações do texto do Projeto de Lei anterior de desestatização da Eletrobras, PL 5877/2019, que ainda não foi aprovado;
  • Em fato relevante divulgado logo em sequência ao anúncio da Medida Provisória, a Eletrobras detalhou quais são as principais alterações entre os textos, sendo elas:
    • Previsão de criação de uma Golden Share pela União, que lhe confere poder de veto em determinados temas;
    • Inclusão da prorrogação, por 30 anos, da concessão da Usina Hidrelétrica de Tucuruí;
    • Obrigação de aportes de recursos para revitalização das bacias hidrelétricas nas áreas de influência de Furnas (R$230 milhões em 10 anos), redução de custos de geração de energia na Amazônia Legal (R$295 milhões em 10 anos) e revitalização dos recursos hídricos da Bacia do Rio São Francisco (R$3,5 bilhões em 10 anos);
  • Tais obrigações financeiras serão descontadas do valor adicional criado pela mudança das usinas da Eletrobras que estão no regime de cotas para o regime de Produtor Independente de Energia (PIE, que permite a venda de energia a preços de mercado) e da renovação das concessões das usinas da companhia por mais 30 anos. O valor presente residual de tais mudanças que deverá ser obtido com a operação de capitalização da companhia (injeção de capital com diluição da participação do governo) será então dividido em 50% como outorga para a União e 50% como aportes na CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), o que deverá contribuir para reduzir tarifas de energia. Segundo os cálculos preliminares divulgados Ministério de Minas e Energia compartilhados também no fato relevante da Eletrobras, o montante total entre outorga e aportes na CDE é de cerca de R$51 bilhões;
  • Ontem, as ações da Eletrobras encerraram o pregão em alta de 13,0% (ELET3) e +10,8% (ELET6).

Aeris Energy (AERI3): Aeris Assina Contrato de Fornecimento de Pás Eólicas para Siemens-Gamesa; Positivo

  • Ainda que já esperada pelo mercado, vemos a conclusão das negociações entre Aeris e Siemens-Gamesa como um passo importante em relação à dinâmica comercial da empresa, agora formalizando um acordo com a segunda maior fabricante de aerogeradores do mundo, e reforçando assim seu perfil de receita de longo prazo;
  • Conforme Fato Relevante divulgado pela empresa, a Aeris fornecerá mais de 3.8 GW de produção prevista até meados de 2025, o equivalente a um valor estimado de R$3.0 bilhões de receita a ser faturada nesse período;
  • Além disso, destacamos que o valor divulgado de 3.8 GW de produção prevista e R$3.0 bilhões de receita contratual se compara com 3.3 GW e R$2.5 bilhões, respectivamente, informados pela empresa em Comunicado ao Mercado no final de Janeiro, implicando em potencial valorização vs. expectativas de mercado em relação ao tamanho do acordo;
  • Para obter mais detalhes sobre nossa tese de investimento da Aeris, consulte nosso Início de Cobertura publicado no final de Janeiro.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.