XP Expert

Pausa no rally dos EUA, China decepciona, Europa sobe juros, Crise na R√ļssia e Tesla | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. EUA: Pausa no rally da bolsa 2. China: Est√≠mulos decepcionam 3. Europa: Infla√ß√£o persistente e altas de juros 4. R√ļssia: grupo Wagner toma cidades russas em retalia√ß√£o a Moscou 5. Tesla: Regarregando

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. EUA: Pausa no rally da bolsa

Na eterna luta entre bulls (otimistas) e bears (pessimistas), os bears venceram pela primeira vez em seis semanas. As bolsas americanas interromperam o rally e tiveram sua pior semana desde o início de março. O S&P 500 (ETF: SPY) e o Nasdaq 100 (ETF: QQQ) caíram -1,4% e -1,5% respectivamente, enquanto o Russell 2000, índice das small caps (ETF: IWM), cedeu -2,9%.

A pausa foi motivada pelo aumento das expectativas de que os bancos centrais ter√£o que subir os juros para al√©m do que estava sendo esperado, conforme a infla√ß√£o vai se revelando persistente. O chairman do Fed, Jerome Powell dep√īs no Congresso americano e sinalizou que juros ainda devem subir e permanecer elevados por mais tempo j√° que a luta pela infla√ß√£o controlada tem “um longo caminho a percorrer‚ÄĚ.

Al√©m da pol√≠tica monet√°ria, investidores est√£o atentos √† quest√£o da liquidez no sistema (sobre a qual j√° comentamos aqui) que, nos √ļltimos dias voltou a ter efeitos negativos nos ativos de risco. Desde o dia 2 de junho, apesar da diminui√ß√£o das opera√ß√Ķes de Reverse Repos (que adiciona liquidez), a soma entre a redu√ß√£o de balan√ßo do Fed e a recomposi√ß√£o da TGA (Conta Geral do Tesouro) j√° retirou cerca de US$ 177 bilh√Ķes de recursos do mercado, cerca de 2.8% de redu√ß√£o da nossa m√©trica de liquidez.

2. China: Estímulos decepcionam

O governo chin√™s anunciou novos est√≠mulos, conforme amplamente antecipado pelo mercado. Foram anunciados novos cortes de juros, dessa vez na taxa de 1 e 5 anos em 0,1 pp, assim como extens√£o de incentivos fiscais para a compra de carros movidos √† energia renov√°vel. A decep√ß√£o com a magnitude dos cortes leva o mercado a questionar se o conjunto de medidas at√© o momento ser√° suficiente para levar a atividade econ√īmica ao n√≠vel desejado.

Com isso, o ETF da maiores empresas chinesas, o FXI, interrompeu a sequência de três semanas de alta e caiu -7,1% na semana. As commodities também sofreram com a incerteza acerca do crescimento futuro da China, o petróleo tipo Brent acumulou queda de -3,6% e o minério de ferro -2,0% no período.

A geopol√≠tica tamb√©m esteve em evid√™ncia. A visita √† China do secret√°rio de Estado americano, Blinken, apaziguou tens√Ķes entre os pa√≠ses temporariamente, mas atritos continuam surgindo: o presidente dos EUA, Joe Biden se referiu ao chin√™s Xi Jinping como ditador, o que foi recebido como uma provoca√ß√£o p√ļblica; a China ainda considera instalar uma base militar em Cuba, o que √© indesejado pelos EUA pela proximidade com a Fl√≥rida.

3. Europa: Inflação persistente e altas de juros

Na Europa, a semana foi de decis√£o de pol√≠tica monet√°ria. O Banco Central Europeu foi de acordo com o esperado e elevou a taxa de juros em 0,25pp, para 4,75%. Isso se deve √† infla√ß√£o ainda rodando acima do esperado. Alguns membros do banco central sinalizaram que, devido √† persist√™ncia da alta de pre√ßos e mercado de trabalho apertado, os juros dever√£o ficar mais elevados por mais tempo. Agora, as aten√ß√Ķes j√° se voltam para as poss√≠veis sinaliza√ß√Ķes de pausa no ciclo nos pr√≥ximos meses.

O efeito da alta de juros j√° pode ser observado nos indicadores de atividade econ√īmica: os √≠ndices de gerentes de compras (PMIs) tiveram queda generalizada na Europa. Na Alemanha, o PMI industrial recuou de 43,2 para 41,0 e o de servi√ßos, de 57,2 para 54,1 pontos (n√ļmeros acima de 50 indicam expans√£o). Na Zona do Euro, o √≠ndice industrial cedeu de 44,8 para 43,6 pontos e o de servi√ßos de 55,1 para 52,4.

J√° no Reino Unido, a infla√ß√£o persistente fez com que o Banco da Inglaterra elevasse a taxa de juros em 0,5pp, surpreendendo o mercado, que esperava 0.25pp. O setor imobili√°rio do pa√≠s deve ser particularmente afetado, conforme taxas de hipotecas s√£o reajustadas e pagamentos mensais sobem, o que tem impacto direto sobre a renda dispon√≠vel e o consumo dos brit√Ęnicos.

Com isso, os ativos europeus tiveram pior desempenho semanal em tr√™s meses: o ETF de a√ß√Ķes europeias VGK caiu -4,9%.

4. R√ļssia: grupo Wagner toma cidades russas em retalia√ß√£o a Moscou

Na sexta-feira, o mundo foi pego de surpresa com not√≠cias sobre uma insurg√™ncia na R√ļssia, levada a cabo pelo grupo Wagner, empresa paramilitar privada russa que tem sido utilizada na guerra da Ucr√Ęnia. A empresa √© not√≥ria por sua liga√ß√£o com o Kremlin e estima-se que teriam cerca de 20 mil soldados lutando na Ucr√Ęnia.

Ap√≥s ataque a acampamento do grupo em Bakhmut, Yevgeny Prigozhin, oligarca russo que √© chefe do grupo Wagner, gravou v√≠deo amea√ßando retalia√ß√£o ao governo russo, a quem responsabilizou pelas perdas. Desde ent√£o, o grupo avan√ßou at√© tomar controle de instala√ß√Ķes militares ao sul de Moscou.

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou que a rebeli√£o das for√ßas leais a Prigozhin, l√≠der do grupo mercen√°rio Wagner √© uma trai√ß√£o e ser√° alvo de puni√ß√£o severa, sob acusa√ß√£o de trai√ß√£o. A seguran√ßa de Moscou foi refor√ßada e h√° um pedido de pris√£o de Prigozhin, antes pr√≥ximo a Putin. Os eventos em curso s√£o o sinal mais importante de revolta contra Putin desde o in√≠cio da guerra na Ucr√Ęnia, em fevereiro de 2022.

Esse novo cap√≠tulo do conflito pode afetar particularmente pre√ßos de commodities como petr√≥leo e trigo, constituindo mais um risco inflacion√°rio. Ambas as commodities, hoje, negociam a pre√ßos abaixo do in√≠cio da guerra por√©m os pre√ßos do trigo j√° vem subindo h√° 5 semanas consecutivas com preocupa√ß√Ķes clim√°ticas e geopol√≠ticas.

5. Tesla: Recarregando

As a√ß√Ķes da Tesla ca√≠ram -1,5% numa semana bastante vol√°til ap√≥s mudan√ßas de recomenda√ß√£o por analistas. Os bancos Morgan Stanley e Barclays rebaixaram a a√ß√£o para recomenda√ß√£o neutra, enquanto o DZ Bank mudou sua recomenda√ß√£o de compra diretamente para venda. Fatores t√©cnicos e fundamentalistas s√£o indicados pelos analistas como motiva√ß√£o.

O analista do Morgan Stanley, Adam Jonas, embora acredite que a Tesla √© tanto uma montadora quanto uma empresa de A.I., acredita que as a√ß√Ķes surfaram demais o otimismo com intelig√™ncia artifical recente e se aproxima de um valuation justo. Seus cen√°rios s√£o bastante d√≠spares: enquanto no cen√°rio mais otimista a a√ß√£o poderia chegar a $450, no mais pessimista, seu valor seria de apenas $90. No cen√°rio base, o pre√ßo-alvo de Adam foi revisado para $250, abaixo dos $256.60 atuais.

O analista do Barclays, Dan Levy, reitera a grande oportunidade de longo prazo da empresa de Elon Musk mas alerta para o rally que descola dos fundamentos e vê dificuldades para a montadora no curto prazo como aumento de estoques e necessidade de novos cortes de preços. Seu preço alvo ficou em $260, apenas 1,3% acima do patamar atual.

E na sexta-feira, o analista Matthias Volkert, do banco alem√£o DZ Bank, emitiu um raro “duplo-rebaixamento” na Tesla. Cortou sua recomenda√ß√£o de compra para venda (pulou o “neutro”) e estabeleceu um pre√ßo alvo de $210 (cerca de 18% abaixo do fechamento de sexta-feira).

Desde o início do ano, a empresa acumula alta de 108,3%, contra 36,5% do Nasdaq 100 (ETF: QQQ) e 14,1% do índice S&P 500 (ETF: SPY). Essa alta pode ser atribuída tanto ao entusiasmo com A.I. quanto às notícias sobre a abertura da sua rede de superchargers para veículos de outras marcas, o que gera receita adicional de receita para a companhia, que comentamos aqui.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.