XP Expert

EUA: o Bull Market continua, China, A.I., Oracle, Bunge | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. EUA: O Bull Market continua 2. China: Decepção nos dados economicos traz os estímulos de volta 3. Inteligência Artificial x Economia Real 4. Oracle - Com a cabeça nas nuvens 5. Bunge - A união faz a força

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Bull AI China

1. EUA: O Bull Market continua

No embate entre bulls e bears (otimistsas e pessimistas, no jarg√£o do mercado), essa semana teve um vencedor claro. Como podemos ver no nosso gr√°fico de performance acima, praticamente todas as regi√Ķes fecharam no positivo (exce√ß√£o √† Cor√©ia do Sul), quase todos os setores do S&P 500 tamb√©m no verde (exce√ß√£o ao setor de energia) e todas as Big Techs avan√ßaram, com direito a m√°ximas hist√≥ricas nos pre√ßos de Apple e Microsoft.

Como publicamos aqui, essa ‚Äúexplos√£o‚ÄĚ dos mercados pode ser explicada por tr√™s fatores:

  1. Posicionamento: Ainda estamos vendo muitos gestores fecharem posi√ß√Ķes vendidas e adicionarem exposi√ß√£o a a√ß√Ķes em virtude do forte movimento de alta. Isso tem gerado um fluxo comprador persistente.
  2. Expectativa de final de ciclo do Fed: Ap√≥s a divulga√ß√£o dos dados de infla√ß√£o ao consumidor americano mostrarem desacelera√ß√£o (embora ainda muito acima da meta), as expectativas se voltaram para a decis√£o do Fed. A princ√≠pio, a mensagem foi dura, com os dot plots (gr√°fico que mostra a expectativa de taxas de juros de cada um dos membros do Fed) mostrando que mais duas altas s√£o esperadas em 2023. Por√©m, durante o discurso de Jerome Powell e sess√£o de perguntas e repostas os mercados gostaram da confian√ßa de Powell de que ‚Äúas pe√ßas do quebra-cabe√ßas do combate √† infla√ß√£o est√£o se ajustando‚ÄĚ e n√£o creem que os juros subir√£o mais duas vezes esse ano, no m√°ximo uma.
  3. Liquidez: Ao contr√°rio do que se esperava ap√≥s a resolu√ß√£o do impasse do teto da d√≠vida, a liquidez no sistema financeiro tem aumentado devido √† diminui√ß√£o do estoque de opera√ß√Ķes de Reverse Repos. Essas opera√ß√Ķes, que s√£o uma forma dos bancos “estacionarem” recursos no Fed, ca√≠ram para abaixo da marca de US$ 2tri pela primeira vez desde junho de 2022. Esse acr√©scimo de liquidez impulsiona os ativos de risco em geral.

Assim, olhando para o principal √≠ndice de a√ß√Ķes americano, o S&P 500, chegamos √† 5¬™ semana consecutiva de ganhos, superando a marca dos 4.400 pontos e recuperando n√≠veis de abril de 2022. Em termos de fundamentos, o mercado espera um lucro por a√ß√£o m√©dio de US$ 229 para os pr√≥ximos 12 meses. Assim, o √≠ndice das 500 maiores empresas dos EUA termina a semana num m√ļltiplo de 19,3x, um valor acima da m√©dia hist√≥rica, especialmente se descosiderarmos os per√≠odos de “bolha” da internet nos anos 2000 e da pandemia em 2020 e 2021.

2. China: Decepção nos dados economicos traz os estímulos de volta

A expectativa era grande para a atividade econ√īmica da China no primeiro semestre de 2023. Ap√≥s quase tr√™s anos de lockdowns r√≠gidos intermitentes, esperava-se que a reabertura acelerasse a atividade, tendo em vista a demanda reprimida, a poupan√ßa acumulada e os est√≠mulos governamentais j√° em curso.

Entretanto, os dados econ√īmicos come√ßaram o ano fracos e continuaram desapontando desde ent√£o. A retomada tem sido desigual entre os setores da economia chinesa: enquanto servi√ßos est√£o em expans√£o, o setor imobili√°rio e a ind√ļstria, pilares da economia chinesa, n√£o andam bem. Em consequ√™ncia disso, pre√ßos das commodities, em especial petr√≥leo e metais industriais, est√£o negativos no ano.

Nas √ļltimas semanas, o governo chin√™s j√° come√ßou a endere√ßar a situa√ß√£o promovendo cortes na taxa de juros sobre os dep√≥sitos e sobre a taxa das compromissadas reversas (reverse repo) de sete dias, e finalmente, o PBoC (banco central chin√™s) promoveu um corte na taxa b√°sica de juros, de 2,75% para 2,65% a.a.

Entenda mais sobre estímulos monetários e fiscais:

Cortes nas taxas de juros s√£o est√≠mulos monet√°rios, que afetam o cr√©dito e a atividade por meio de um efeito cascata derivado da din√Ęmica do cr√©dito na economia. Para al√©m da pol√≠tica monet√°ria, um governo tamb√©m pode estimular a economia pela via fiscal, que compreende medidas como aumento de gastos p√ļblicos (em programas de transfer√™ncia de renda para a popula√ß√£o, por exemplo) e mudan√ßas na tributa√ß√£o. O governo chin√™s historicamente tem adotado a concess√£o de cr√©dito direcionado como estrat√©gia de fomento de projetos de temas priorit√°rios e voltados para o desenvolvimento do pa√≠s, como no setor de infraestrutura, por exemplo.

Além do corte na taxa básica de juros, o mercado especula que estejam a caminho um pacote de ajuda ao setor imobiliário residencial e campanha para aumentar a venda de veículos. As medidas devem ser anunciadas em breve, dado o tom de urgência percebido de oficiais do governo chinês, e devem dar impulso para a atividade chinesa ao longo do segundo semestre com a expansão do crédito e aumento do consumo das famílias. Na semana, o ETF FXI, que segue as maiores companhias chinesas, teve a terceira semana consecutiva de alta, avançando 3,9%.

3. Inteligência Artificial x Economia Real

Nos √ļltimos meses, o surgimento de novas intelig√™ncias artificiais (AI) tem sido um tema prevalente nas not√≠cias e no nosso Top 5. O desempenho das companhias que j√° est√£o bem-posicionadas no tema j√° evidencia o impacto potencial desses temas no futuro dos mercados. Empresas como a Nvidia t√™m experimentado uma demanda crescente por seus produtos devido ao aumento do investimento em intelig√™ncia artificial.

O potencial transformador das ferramentas de A.I. √© ineg√°vel: a amplia√ß√£o da oferta de produtos e a diversidade de aplica√ß√Ķes em v√°rias ind√ļstrias deve afetar a lucratividade e a opera√ß√£o das empresas, o mercado de trabalho e at√© mesmo o crescimento econ√īmico e a produtividade dos pa√≠ses.

De acordo com estimativas da McKinsey, publicadas nessa semana, as A.I. generativas tem potencial de adicionar de US$ 2,6 trilh√Ķes a US$ 4,4 trilh√Ķes anualmente √† economia global, com aplica√ß√Ķes em diversos setores. Um incremento dessa ordem aumentaria o impacto de toda a intelig√™ncia artificial j√° existente em 15 a 40%. Al√©m disso, a consultoria estima que a A.I. generativa, quando combinada com outras tecnologias, possa contribuir com 0,2 a 3,3 pontos percentuais anualmente para o crescimento da produtividade, no melhor cen√°rio, essa produtividade adicional poderia levar os potenciais ganhos econ√īmicos dessa nova tecnologia a cerca de US$ 7,9 trilh√Ķes.

Entretanto, para algumas preocupa√ß√Ķes ainda n√£o h√° respostas. O efeito colateral no longo prazo para emprego e sal√°rios, e consequentemente consumo ainda n√£o s√£o claros. H√° tamb√©m preocupa√ß√Ķes com rela√ß√£o √† necessidade de altos investimentos em processamento computacional para suportar o aumento da demanda que pode ter efeitos inflacion√°rios.

Fonte: McKinsey & Company

4. Oracle РCom a cabeça nas nuvens

A√ß√Ķes da Oracle atingiram m√°ximas hist√≥ricas nesta semana ao subirem 14,2% na semana e ampliar a alta no ano para 53,5%. Assim, a empresa fundada e capitaneada por Larry Ellison (o quarto homem mais rico do mundo, segundo a Bloomberg) chega a uma capitaliza√ß√£o de mercado de aproximadamente US$ 340 bilh√Ķes.

O motivo para a alta foi a divulga√ß√£o de resultados no dia 12. A empresa mostrou uma receita de US$ 13,8 bilh√Ķes, crescendo 17% em rela√ß√£o ao ano anterior. Este crescimento foi capitaneado pela sua linha de servi√ßos na nuvem (Cloud Services), que faturou US$4,4 bilh√Ķes e cresceu 54% A/A. Esse segmento engloba o neg√≥cio de Infraestrutura na nuvem (Infrastructure as a Service ‚Äď IaaS), que faturou US$ 1.4 bilh√£o e cresceu a uma impressionante taxa de 76%. Em IaaS a Oracle compete com Amazon AWS, e Microsoft Azure, embora tenha um produto mais focado em grandes corpora√ß√Ķes e mais voltado para seguran√ßa e compliance e menos em inova√ß√£o.

A raz√£o para o crescimento acelerado, al√©m da boa execu√ß√£o da empresa, deveu-se √† alta demanda por capacidade computacional advinda da ampla utiliza√ß√£o de intelig√™ncia artificial generativa. A Oracle, al√©m de faturar mais com o boom de A.I., tamb√©m est√° utilizando diversas aplica√ß√Ķes relacionadas para melhorar seus processos internos e buscando novos investimentos na √°rea, como a aquisi√ß√£o de uma participa√ß√£o na Cohere, uma das principais concorrentes da OpenAI, dona do ChatGPT, com a qual tamb√©m firmou uma parceria para prestar servi√ßos de Intelig√™ncia Artificial Generativa para empresas.

5. Bunge РA união faz a força

Em 13 de junho de 2023, a Bunge e a Viterra anunciaram que iriam se fundir para criar um gigante global do agroneg√≥cio. A nova empresa pode ser avaliada em mais de US$ 34 bilh√Ķes. Espera-se que a opera√ß√£o seja conclu√≠da em meados de 2024 e gere sinergias operacionais de mais de US$ 250 milh√Ķes em tr√™s anos.

A Bunge √© uma empresa americana e l√≠der global em distribui√ß√£o e comercializa√ß√£o de commodities agr√≠colas. A empresa atua em mais de 40 pa√≠ses e emprega cerca de 32 mil pessoas. Seu portf√≥lio inclui a√ß√ļcar, gr√£os, √≥leos vegetais, produtos para animais e fertilizantes.

J√° a Viterra, sediada no Canad√° mas controlada pela su√≠√ßa Glencore, opera em todo o mundo como uma fornecedora global de ingredientes aliment√≠cios. Sua atividade principal √© o processamento de gr√£os, √≥leo e sementes em suas instala√ß√Ķes em todo o Canad√°. A empresa tamb√©m √© um fornecedor l√≠der de ingredientes alimentares para fabricantes de alimentos e bebidas em todo o mundo, e est√° presente em mais de 20 pa√≠ses.

A empresa combinada ter√° uma vantagem significativa em termos de escala, alcance e capacidades. O mercado avaliou a transa√ß√£o como positiva para a Bunge que, ao adicionar as opera√ß√Ķes complementares da Viterra a seu portf√≥lio, proporciona mais previsibilidade e resili√™ncia √† gera√ß√£o de caixa e √† lucratividade da companhia. A Bunge negocia a um m√ļltiplo P/L de 8,3x (pre√ßo sobre lucro, considerando o lucro estimado dos pr√≥ximos 12 meses), um valor bastante atrativo e cerca de 26% abaixo do m√ļltiplo da sua principal concorrente, a Archer-Daniels-Midland.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.