Radar Imobiliário XP #29

Confira os principais acontecimentos de Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em baixa de -0,46%, impulsionado negativamente principalmente pelos fundos de fundos e de shopping centers. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,40%, o XPFT de -0,46% e XPFP de -0,49%.

No Brasil, o Congresso entrou em recesso, mas as discussões sobre a reforma tributária continuam. O relator, o deputado Celso Sabino, disse que está aberto a melhorias na proposta e mostrou confiança de que ela será aprovada em agosto.

No âmbito econômico, foi divulgado essa semana o Índice Geral de Preços – Mercado. Os investidores ponderaram a desaceleração da inflação medida pelo IGP-M, que apresentou crescimento de 0,72% em julho frente a 1,27% em junho.

Por fim, na seara dos fundos imobiliários, com o avanço da vacinação contra a covid-19, o mercado vem aos poucos reagindo. De acordo com a SiiLA, o segmento de lajes corporativas registrou pela primeira vez, desde o início da pandemia, absorção líquida positiva. Aumentando assim o otimismo para uma possível retomada das ocupações dos escritórios.

Sexta-Feira | Dia 23/07

Amazon e Shopee preparam mudança para o largo da batata (Brazil Journal)

Venda on-line dobra e já detém 21% do varejo, indica FGV (Valor)

HGLG11 – Informativo: O fundo publicou o prospecto definitivo da sétima emissão de cotas do fundo. A oferta possui um montante total de R$670 milhões e o preço de emissão será de R$160,32/cota (R$154,90/cota referente ao preço de emissão e R$5,42/cota referente ao custo de distribuição).

Quinta-Feira | Dia 22/07

Custo de materiais de construção tem alta recorde e afeta reformas e planos de construtoras (Estadão)

PIB vai crescer 5,2% com reação maior nos serviços, indica FGV Ibre (Valor)

Raio-X Indústria de FIIs | Julho 2021 (Expert XP)

Opinião Consolidada da Gestão de FIIs e FIPs-IE | Julho 2021 (Expert XP)

LVBI11 – Positivo: O fundo celebrou Termo de Acordo para Aquisição de Direitos Aquisitivos com Condições Suspensivas, relativo a parte do imóvel localizado na Avenida Mutinga, nº 4.935, Via Anhanguera, Cidade de São Paulo. Com a assinatura do Termo de Acordo, o Fundo irá desenvolver na Área Pirituba Desenvolvimento, uma vez superadas determinadas condições suspensivas, dentre elas a aprovação do projeto pretendido perante os órgãos competentes, um empreendimento imobiliário consistente em dois galpões logísticos Last Mile com área construída total de aproximadamente 8.450 m². O Fundo, após a conclusão da construção do empreendimento pretendido, terá a propriedade de 60% do Ativo Pirituba Desenvolvimento, o equivalente a aproximadamente 5.070 m² de área construída, bem como opção de compra da fração ideal restante. O investimento estimado para o desenvolvimento e construção do Ativo Pirituba Desenvolvimento é de R$ 16.9 milhões. Com base nisso, o yield de desenvolvimento estimado (aluguel anual esperado dividido pelo investimento estimado) para o Fundo é de aproximadamente 11% ao ano, sendo que o impacto esperado na receita imobiliária do Fundo seria de aproximadamente R$ 0,01 por cota ao mês após a conclusão e locação do empreendimento.

Quarta-Feira | Dia 21/07

Justiça nega isenção de Imposto de Renda a fundos imobiliários (Valor)

IGP-M desacelera para 0,72% na segunda prévia de julho (Valor)

O que está caro e o que está barato hoje no mercado de fundos imobiliários? (InfoMoney)

TEPP11 – Positivo: O fundo informa recebimento de Notificação de Devolução de 1 conjunto do Edifício Condomínio São Luiz pela EUCATEX, totalizando uma Área BOMA de 945,46m²;  O fundo celebrou Contrato de Locação com a INTERFARMA  para a locação de 1 conjunto do Edifício Torre Sul, totalizando uma Área BOMA de 542,04m²; O fundo celebrou Aditamento ao Contrato de Locação entre o Fundo e REDE D’OR SÃO LUIZ S/A, repactuando em 17,52 o valor de aluguel no Ed. Condomínio São Luiz e estendendo o prazo de vigência da locação até junho de 2026. A taxa de vacância do fundo passa a ser 11,8%.

VLOL11 – Positivo: Foi celebrado contrato de locação do conjunto 101, no 10º andar do Ed. Vila Olímpia Corporate para uma holding de instituições não financeiras, pelo prazo de 61 meses, com área total de 378,16m², equivalente a 3,6% da área locável do Fundo. O contrato firmado representa um acréscimo de 4,2% à receita imobiliária total do Fundo. Com esta locação o Fundo alcança 100% de ocupação. Findo o período de carência, concedido conforme práticas atuais de mercado, de acordo com gestores, a distribuição de rendimentos deverá ser impactada positivamente em R$ 0,02 por cota

Terça-Feira | Dia 20/07

Vacina e PIB impulsionam demanda por escritórios (Valor)

Reforma deve reforçar taxação maior de consumo do que da renda (Valor)

BTLG11 – Positivo: Em complemento ao Fato Relevante divulgado no dia 10/06/2021, em que foi informado que o Fundo celebrou um Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda de Imóvel vinculante envolvendo a aquisição de um ativo, localizado em Ribeirão Preto, do tipo condomínio logístico, 100% locado, com uma área bruta locável de 57.143m², dos quais 16% são refrigerados e conta ainda com uma área de pátio relevante para a operação de um inquilino. As condições precedentes do negócio foram superadas. O valor da aquisição foi de R$ 169,2 milhões, sendo que o pagamento de R$ 69,2  milhões foi efetuado com o caixa do Fundo e o saldo remanescente de R$ 100 milhões será pago a prazo, conforme a emissão de duas séries de certificados de recebíveis imobiliários, a primeira de R$ 60 milhões e a segunda de R$ 40 milhões, ambas sem multa de pré pagamento. Com isso, o Fundo tornar-se-á o único proprietário do Imóvel, de modo que fará jus à receita de aluguel, equivalente a R$ 0,04 por cota por mês. A Gestora estima um Yield de 10,9% para os próximos 12 meses.

Segunda-Feira | Dia 19/07

Fundos imobiliários domam ventos contrários e captam R$ 26,8 bilhões (Valor)

Guedes propõe criar comissão com empresários e tributaristas sobre reforma (Valor)

BTLG11 – Informativo: O fundo comunicou aos cotistas e ao mercado em geral que a data de corte para o exercício de preferência no âmbito da 11ª emissão de cotas do Fundo, para distribuição pública primária, a ser realizada nos termos da Instrução da CVM nº 400 será no 3º dia útil contado da data de divulgação do Anúncio de Início, conforme será indicado no cronograma estimado da Oferta.

Últimos Relatórios

Como a Proposta da Reforma Tributária Impacta os FIIs

1 Ano de Pandemia: Segmentos mais impactados em FIIs

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Julho de 2021

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.