Radar Imobiliário XP #18

Confira os principais acontecimentos de Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama Semanal

O IFIX fechou a semana em queda de -0,16%, impulsionado negativamente principalmente pelos fundos de lajes corporativas e positivamente pelos fundos de fundos. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,17%, o XPFT de -0,41% e XPFP de 0,11%.

No Brasil, no cenário político econômico desta semana, a Câmara, Senado e governo discutem o melhor caminho para a tramitação da reforma tributária. O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, pretende fatiar a discussão em quatro blocos, que conta com apoio do governo.

No âmbito econômico, o Comitê de Política Monetária (COPOM) elevou a taxa Selic em 0,75 pp, para 3,50% a.a., conforme esperado. Para a próxima reunião, o Copom prevê outro ajuste da mesma magnitude (0,75 pp) na taxa básica de juros. Em relação a indicadores econômicos, de acordo com boletim Focus, as projeções de inflação situam-se em torno de 5,1% em 2021 e 3,4% em 2022.

A partir do mês de abril vimos uma melhora gradativa da flexibilização das restrições em relação à circulação de pessoas e funcionamento das atividades de comércio e serviços. Com isso, esperamos que nos próximos meses haja uma gradativa melhora na economia.

Por fim, no âmbito dos fundos imobiliários, essa semana houve alteração da composição do IFIX. De acordo com a metodologia do índice, a carteira é revisada a cada 4 meses. Na nova composição, o IFIX passou de 87 fundos para 96. Acesse aqui o relatório completo.

Sexta-Feira | Dia 07/05

BRCO11 – Positivo: O fundo celebrou a locação de 25.487,73m² do Imóvel Bresco Resende, equivalente a 100% da ABL, para a B2W. O contrato de locação possui prazo de 3 anos, com início imediato, e reajuste anual de acordo com a variação positiva acumulada do IPCA. A gestora estima que o valor do aluguel do contrato deve representar, aproximadamente, R$0,03 por cota do Fundo ao mês, descontadas eventuais despesas do Fundo e taxas praticadas nos termos do regulamento vigente.

RBVA11 – Positivo: O Fundo assinou Compromisso de Compra e Venda para alienação do imóvel Hebraica. O Imóvel é locado para a Caixa Econômica Federal e possui contrato de locação atípico vigente até janeiro/24, atualmente em patamar superior a R$ 246/m². A alienação foi realizada acima do custo de aquisição do Imóvel e acima do valor de laudo de avaliação, elaborado em dezembro de 2020, e deverá gerar um ganho de capital para os Cotistas de aproximadamente R$ 1,4 milhão, o que representa R$ 0,13/cota. A venda do Imóvel está baseada no fato de auferir ganhos em ativos bem localizados, mas que oferecem uma rentabilização limitada para a continuidade do fundo no longo prazo, dada a complexa reposição de locação nos mesmos patamares após o fim do contrato atípico.

Quinta-Feira | Dia 06/05

Copom sobe Selic aos 3,5% ao ano e antevê nova alta de 0,75 ponto (Valor)

No cenário base, Copom eleva projeção do IPCA em 2021 para 5,1% (Valor)

BTLG11 – Positivo: O Fundo assinou um Compromisso de Venda e Compra de Imóveis referente à venda dos ativos: Itambé São Paulo, Supermarket Rio de Janeiro, Magna Vinhedo e Ceratti Vinhedo. O valor total da venda dos ativos é de R$168,8 milhões a ser recebido em 3 parcelas. Considerando o Preço a Venda parcelada, a receita do o Fundo deverá ser impactada positivamente em, aproximadamente, R$ 4,88 por cota conforme forem pagas as três parcelas.

MGLG11 – Positivo: O Fundo celebrou Compromisso de Compra e Venda de Imóvel, que tem por objeto a aquisição pelo Fundo de 100% dos ativos: Itambé São Paulo, Supermarket Rio de Janeiro, Magna Vinhedo e Ceratti Vinhedo. Após o pagamento do Sinal, estima-se que o dividendo mensal do Fundo será impactado positivamente em, aproximadamente, R$0,32/cota nos próximos 12 meses. Pela transação, a Gestora estima um cap rate de 8% para os próximos 12 meses.

Quarta-Feira | Dia 05/05

Lajes Corporativas: Berrini & Chucri Zaidan (Conteúdos XP)

RELG11- Informativo: O fundo que em fato relevante noticiou sua 3ª emissão de novas cotas, informou que não houve excesso de demanda durante o período de exercício do Direito de Subscrição de Sobras, a integralidade das ordens de subscrição deverá ser integralizada na Data de Liquidação das Sobras e Montante Adicional, qual seja, 07 de maio de 2021.

Terça-Feira | Dia 04/05

Comércio eletrônico impulsiona aluguel de galpões no Rio (Valor)

SDIL11 – Positivo: o Fundo celebrou Instrumento Particular de Quinto Aditamento ao Contrato de Locação de Imóvel Não Residencial com a empresa BRF S.A., ocupante dos módulos 1 a 7 e 9 a 15 do imóvel Multimodal Duque de Caxias, para prorrogar o prazo de vigência da locação em mais 02 anos. O Contrato de Locação passa a ter vencimento em fevereiro/2030.

RBCO11 – Neutro: O fundo informa a inadimplência de um locatário representando um decréscimo de R$ 0,03 por cota; e a antecipação por outro locatário representando um aumento de R$ 0,08 por cota nos rendimentos a serem distribuídos pelo Fundo referentes ao mês de Abr/2021.

Segunda-Feira | Dia 03/05

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Maio de 2021 (Conteúdos XP)

RBVA11 – Positivo: O Fundo celebrou um Contrato de Locação de Imóvel com Coco Bambu, para ocupar a totalidade do imóvel localizado na Rua Haddock Lobo. O Contrato é típico e tem prazo de 10 anos, com vencimento em abril de 2031. O Contrato prevê pagamento do maior valor entre a locação mínima e a locação variável, conforme faturamento da unidade. O contrato prevê carência de 4 meses para o período de obras. De acordo com os gestores, a nova locação trará impacto positivo para o resultado do Fundo de R$ 0,006/cota, após o fim do período de carência e considerado apenas o aluguel mínimo. Quando considerado o aluguel variável, a expectativa dos gestores é de impacto da ordem de R$ 0,011/cota no mesmo período.

TRXF11 – Positivo: O Fundo adquiriu, da PREVI, imóvel denominado Loja Âncora I, inserida no Shopping Center Guararapes, localizado na Cidade de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco, pelo valor de R$ 52,3 milhões. O Imóvel adquirido é uma loja Big Box, locada ao BIG BOMPREÇO desde 1995, com vigência até 2036. Serão utilizados para o pagamento os recursos levantados na 4ª emissão de cotas. A expectativa da gestão é que a aquisição do Imóvel gere impacto positivo na renda mensal de R$ 0,05/cota.

CBOP11 – Negativo: Em janeiro a Enel havia informado intenção de devolver parte da área ocupada no edifício Castello Branco Office Park. O Fundo foi formalmente notificado pela Enel da intenção de rescisão antecipada das áreas remanescentes do contrato de locação, especificamente das unidades autônomas Loja 1, Loja 2 e escritórios 101, 102, 201, 202, 301, 302, 401 e 402, equivalente a 4.949,95 m². Dessa forma, está previsto que, a partir de 28 de outubro de 2021, as respectivas unidades estarão vagas, data em que será formalizado o distrato da locação e que a Enel incorrerá no pagamento de uma multa de R$ 7,5 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 5,32/cota. Com a devolução das áreas remanescentes, a receita recorrente do Fundo será impactada negativamente em aproximadamente R$ 0,22.

FLMA11 – Informativo: Foi aprovado o grupamento de cotas existentes do Fundo, à razão de 50/1, de forma que cada 50 cotas do Fundo passaram a corresponder a 1 cota. Os cotistas terão prazo até 31 de maio de 2021 para ajustar suas posições em múltiplos de 50 cotas.

Últimos Relatórios

1 Ano de Pandemia: Segmentos mais impactados em FIIs

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Maio de 2021

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.