XP Expert

Commercial Real Estate | Cenário Macro

Relatório realizado em conjunto com a SiiLa Brasil

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Buscando prever qual rumo o mercado de CRE tende a tomar nos próximos períodos, é necessário que antes entendamos quais os principais vetores de crescimento e riscos que afetam este segmento, mostrando-se fundamental identificar as tendências de mercado vigentes e quais possuem capacidade de indicar movimentos futuros.

O ano de 2020 foi marcado por subsequentes cortes na taxa de juros brasileira (Selic), saindo do patamar de 4,50% a.a. no início do ano até alcançar o all time low da série histórica do Banco Central, alcançando 2,00% a.a. no final do período. Este movimento ocorreu majoritariamente em função de uma necessidade de liquidez na economia decorrente das externalidades impostas pelo Covid-19. A principal consequência notada para a economia foi a deterioração do quadro fiscal brasileiro, chegando a alcançar 88,8% div.Pública/pib em dezembro de 2020.

O ano de 2021 já inicia com uma inversão do observado em 2020, no que diz respeito à expectativa de juros de curto prazo, tendo em vista mudanças estruturais do cenário base e uma necessidade de aumento nos juros para conter o movimento inflacionário observado nos três principais indicadores de inflação do país (IPCA, IGPM e INCC). Esta intensificação do aumento de custos na economia como um todo, tem como os principais fatores a crise hídrica, o preço combustível, e o movimento de remarcação de preços observado nos serviços dado o aumento do ritmo de vacinação.

Fonte: SiiLA

A somatória de Dívida Pública/PIB em recorde histórica, pressão inflacionária sensível no consumo e intensificação do stress do quadro fiscal forçam uma reação mais agressiva, por parte do BACEN, na elevação dos juros base do país, fazendo com que, de acordo com o Relatório FOCUS, as projeções de mercado para a Selic no final do período de 2021 saíssem de 3,5%a.a. em fevereiro para 7,5%a.a. em agosto.

Neste sentido, é correto afirmar duas principais consequências para o mercado de Real Estate: O aumento do custo de crédito e o achatamento do diferencial de rentabilidade entre a taxa de juros e a expectativa de retorno deste mercado.

Ao analisarmos as transações obtidas pelas SiiLA Brasil no ano de 2020 e no primeiro trimestre de 2021, no que diz respeito aos segmentos de Lajes Corporativas e Condomínios Logísticos de alto padrão (Classes A+ e A), observa-se que o Cap Rate flutua entre 6% a.a. e 12% a.a., ou seja, a perspectiva de rentabilidade do mercado mostra-se acima da expectativa de juros de curto prazo economia além de, devido ao perfil dos contratos, garantir proteção inflacionária.

Um ponto de stress e que tende a ser corrigido com a subida dos juros é o preço das propriedades e cotas de fundos, dado que o período de alto liquidez acarretou também em uma sobre precificação dos ativos o que acarreta numa menor rentabilidade – no caso de Office e Shoppings a expectativa é de ajuste para o preço justo, tendo em vista o efeito direto da pandemia nestes mercados.

Fonte: SiiLa

Levando em consideração também as projeções de mercado para o PIB brasileiro para o ano de 2021 e 2022 ficando entre 4% e 6%, é correto afirmar que o mercado de Real Estate tende a crescer acima do nível médio da economia nos próximos períodos.

Sendo válido também pontuar o fato de que é inerente a todos os segmentos do mercado a ligação direta do ritmo de vacinação e a capacidade de retomada das atividades, principalmente no que diz respeito aos shoppings centers e lajes corporativas.

Adicionalmente, gostaria de agradecer a SiiLa Brasil e o Vitor Oliveira pela parceria e realização desse relatório em conjunto com a XP.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.