XP Expert

Ana Carla Abrão: “Deveríamos ter controle sobre 100% do orçamento”

As economistas Elena Landau e Ana Carla Abrão discutem projetos e o futuro do Brasil em painel sobre Crescimento Econômico Sustentável

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

No segundo painel do dia do evento Sob Olhar Delas, Rachel de Sá, Chefe de Economia da Rico, e Junia Gama, analista política da XP, conversaram com Elena Landau, economista e coordenadora do programa econômico da presidenciável Simone Tebet,  e Ana Carla Abrão, economista e formuladora do plano econômico do presidenciável João Dória, para debater o tema “Crescimento Econômico Sustentável”.

No início da palestra, as convidadas foram unanimes em reconhecer o delicado cenário macroeconômico atual, com um quadro socioeconômico desafiador, frente ao aumento da pobreza e grande número de desempregados. Elena Landau destacou que o país vive um cenário econômico desafiador desde 2019, quando o crescimento econômico já foi muito abaixo do potencial, enquanto a má condução da pandemia só contribuiu para a piora dos principais indicadores. Já Ana Carla Abrão destacou que o quadro atual exige mudanças e soluções estruturais, contrapondo medidas populistas, muito comuns em anos eleitorais como 2022.

Entrando na pauta fiscal, discutiram a questão dos subsídios para combustíveis, cujo preço internacional sobe em função do conflito entre Rússia e Ucrânia e no Brasil vemos preços defasados e grande pressão inflacionária. Entre as alternativas levadas ao Congresso, Landau acredita que todas sejam inerentemente ruins, uma vez que o custo do projeto recai sobre o resultado primário e o pagador final acaba sendo a sociedade brasileira, além de comprometer investimentos da Petrobrás. Abrão ressalta o caráter emergencial que uma guerra coloca, em oposição ao projeto que já tramitava com objetivo eleitoral, pontuando que já não nos encontrávamos em um bom momento para esta discussão.

Ana Carla Abrão e Elena Landau falaram sobre propostas para mudanças de regras fiscais, de simplificação e modernização da gestão do orçamento brasileiro, tocando temas como Reforma Administrativa e trazendo propostas como um Spending Review, para promover discussões acerca das prioridades para o gasto público e fazer uma alocação mais eficiente. Estas reformas seriam necessárias para retomar o controle do orçamento.

Por fim, as convidadas destacaram suas perspectivas e quais seriam as prioridades econômicas do país para 2023. E novamente, a visão foi comum: solucionar problemas sociais, como pobreza, insegurança alimentar, desigualdade e falta de mobilidade. Segundo elas, essa questão deve envolver uma abordagem transversal, incluindo diversas áreas do governo e medidas como revisão dos programas de transferências de renda, fortalecimento do cadastro único, combate à desigualdade social, progressividade da tributação e reforma administrativa, que garantirá ganhos de eficiência. Além disso, Ana Carla Abrão ressaltou a importância da preservação do meio ambiente, em especial da região Amazônica, fundamental para garantir o desenvolvimento sustentável, gerando renda e emprego para comunidades locais.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º na Resolução CVM 20/2021. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.