XP Expert

XP Morning Call 17/04/2019: Melhora no clima político em destaque no Brasil

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

XP News

  1. Prévia parcial 1T19: Atividade ainda fraca pesa nos resultados

Brasil

  1. Política Brasil: Votação da reforma da Previdência na CCJ pode ocorrer hoje
  2. Governo anuncia medidas para atender a pleitos de caminhoneiros

Internacional

  1. PIB da China do 1T ligeiramente acima do esperado; Produção industrial principal destaque positivo

Empresas

  1. Klabin (KLBN11): Novo projeto anunciado, R$2/ação NPV adicional
  2. Vale (VALE3): Retomada das operações da mina de Brucutu
  3. Preços da carne suína na China podem saltar 70% no segundo semestre de 2019

COE News

  1. Netflix reportou sólidos resultados do 1T19
  2. IBM: Resultados do 1T19 em linha com o esperado

Resumo

Melhora no clima político em destaque no Brasil

Os mercados globais operam de lado nessa manhã, com destaque para dados mais positivos de crescimento na China e, no Brasil, sinais de melhora na articulação política dão sustentação aos mercados.
 
Na China, dados de PIB no primeiro trimestre surpreenderam positivamente, com crescimento de +6,4% no 1T19, acima da estimativa do mercado de +6,3%, desafiando as expectativas de desaceleração do país, com a produção industrial subindo acentuadamente (+8,5% A/A, contra consenso de +6%).
 
No Brasil, o presidente da CCJ articulou ontem para que cerca de 50 deputados desistissem de falar na CCJ e abriu caminho para uma possível votação da reforma da previdência hoje na comissão. Na sequência, Rodrigo Maia ressaltou a necessidade de acelerarmos a votação, o que trouxe alento aos mercados.
 
Em semana de páscoa, as chances de aprovação estão relacionadas ao quórum ao longo da sessão de hoje. A oposição promete obstrução e a probabilidade de um atraso na votação na CCJ para a semana que vem ainda é alta.
 
Na nossa conferência na semana passada, Maia destacou que o diálogo entre executivo e legislativo poderia ser muito mais produtivo após o feriado de primeiro de maio, ressaltando que com exceção do BPC e aposentadoria rural, ele via condições de aprovar tudo o que estava sendo proposto na reforma.
 
Em evento ontem, Maia destacou que maio e junho vão ser decisivos, sem deixar de cobrar que o Presidente seja mais afirmativo na sua defesa da reforma. Na nossa visão, os próximos meses devem ser de volatilidade, mas seguimos acreditando que apontamos na direção correta.
 
Também é importante ressaltar o fato de que o governo federal não intervirá na formação de preços de combustíveis, e em contrapartida anunciou medidas para acalmar caminhoneiros e diminuir chances de uma nova greve devido à alta dos preços do diesel. A categoria profissional de caminhoneiros teve reações diversas, e notícias mencionam articulações para uma potencial nova paralização em 21 de maio, o que pode trazer volatilidade.
 
Do lado das empresas, a Klabin anunciou ontem a segunda fase do seu projeto de expansão em Puma, que irá aumentar a sua capacidade no segmento de papéis para embalagem. Estimamos valor adicional por ação de R$2 advindo desta expansão (12,5% de seu valor de mercado). Vemos o anúncio como positivo, mas destacamos que a expansão já vinha sendo antecipada há algum tempo e o mercado historicamente não paga pelo crescimento até no mínimo um ano antes do início do projeto (2021).
 
Além disso, a Vale anunciou ontem que a decisão liminar que impedia as atividades da mina de Brucutu (30mt/ano) foi suspensa, permitindo o retorno integral das operações em até 72 horas. Vemos o evento como um passo importante na direção de normalizar as operações, gradualmente virando a página da tragédia de Brumadinho.
 
Por último, publicamos ontem a prévia parcial de resultados do 1T19. Esperamos uma temporada relativamente fraca, principalmente devido à recuperação econômica mais lenta do que o esperado e fatores idiossincráticos afetando as empresas cíclicas domésticas. Bancos e aluguel de veículos devem ser os destaques positivos, com siderurgia o destaque negativo.


Conteúdo na íntegra

XP News

Prévia parcial 1T19: Atividade ainda fraca pesa nos resultados

  • Com o início da temporada de resultados do 1T19 nesta semana, publicamos uma prévia parcial com estimativas e comentários sobre empresas e setores selecionados. Uma prévia complementar será publicada em breve, à medida que o mês de maio se aproximar com outra rodada de resultados. Para acessar o pdf, clique aqui
  • Esperamos uma temporada relativamente fraca no 1T19, principalmente devido à recuperação econômica mais lenta do que o esperado e fatores idiossincráticos afetando as empresas cíclicas domésticas. Continuamos confiantes em uma recuperação ainda no 1S19, à medida que a agenda da Reforma da Previdência avance, trazendo confiança e suporte à atividade; 
  • No trimestre, os principais destaques positivos são os bancos, que têm um efeito de carrego positivo de resultados passados, mas não devem surpreender tão significativamente, e empresas de aluguel de veículos, capitalizadas e se beneficiando de uma dinâmica inercialmente positiva. Do lado negativo estão as siderúrgicas, devido a um ambiente, tanto de demanda, quanto de preço, mais fraco.

Brasil

Política Brasil: Votação da reforma da Previdência na CCJ pode ocorrer hoje

  • Articulação do presidente da CCJ para que cerca de 50 deputados desistissem de falar ontem abriu caminho para uma possível votação da reforma da previdência hoje na comissão;
  • Em dado momento discutiu-se um acordo entre Centrão e oposição para que votação fosse hoje condicionada à desidratação significativa da proposta original. A ideia não prosperou, mas tampouco foi abandonada;
  • Em semana de páscoa, as chances de aprovação estão relacionadas ao quórum ao longo da sessão de hoje. A oposição promete obstrução.
     

Governo anuncia medidas para atender a pleitos de caminhoneiros

  • O governo federal reforçou que não intervirá na formação de preços de combustíveis, e em contrapartida anunciou medidas para acalmar caminhoneiros e diminuir chances de uma nova greve devido à insatisfação com preços do diesel. Entre as medidas, destacam-se a destinação de R$2 bilhões para a conclusão da BR163, bem como a abertura de uma linha de crédito de R$500 milhões do BNDES para troca de pneus de caminhões e manutenção dos veículos;
  • Também estão sendo debatidas medidas como indexação da tabela do frete ao preço do diesel (embora em caráter preliminar). A categoria profissional de caminhoneiros teve reações diversas, entre aprovações com ressalvas e insatisfação;
  • Segundo o Valor Econômico, já se iniciaram movimentações para uma paralização em 21 de maio (aniversário de um ano da greve de 2018) caso o governo não anuncie medidas efetivas para a política de preços de diesel e fiscalização do piso mínimo do frete.

Internacional

PIB da China do 1T ligeiramente acima do esperado; Produção industrial principal destaque positivo 

  • O crescimento do PIB da China de 6,4% no 1T19 ficou acima da estimativa do mercado de 6,3%, desafiando as expectativas de desaceleração do país, com a produção industrial subindo acentuadamente. Nosso estrategista global, Alberto Bernal, estima que o crescimento de 2019 fique próximo a 6%, vs meta do governo chinês de 6,0-6,5%, mas ainda entregando um desempenho que está longe de ser crítico do ponto de vista da estabilidade da economia e mercados financeiros em geral;
  • Os dados de produção industrial foram o destaque positivo, que saltaram 8,5% em março ante o ano anterior, o ritmo mais rápido em mais de quatro anos e meio. A leitura superou facilmente as estimativas dos analistas de 5,9% e os 5,3% vistos nos dois primeiros meses do ano;
  • As vendas no varejo subiram 8,7% em março, também superando as estimativas dos analistas de crescimento de 8,4% e os 8,2% anteriores. O investimento em ativo fixo cresceu 6,3% em janeiro-março em relação ao mesmo período do ano anterior, em linha com as estimativas de 6,3%. Por fim, o investimento em construção cresceu 11,8% nos primeiros três meses, acelerando ligeiramente em relação aos 11,6% de janeiro a fevereiro.

Empresas

Klabin (KLBN11): Novo projeto anunciado, R$2/ação NPV adicional 

  • A Klabin anunciou ontem a segunda fase do seu projeto de expansão em Puma, que irá aumentar a sua capacidade no segmento de papéis para embalagem. O projeto terá duas etapas: 
  • ​1. Construção de uma linha principal (100% fibra curta) para a produção de celulose não branqueada, integrada a uma máquina de papel Kraftliner (marrom e branco), com capacidade de 450mt/ano. O início da construção está programada para o 2T21, com obras previstas para durarem 24 meses;
  • 2. Construção de uma linha de fibras complementar, integrada a uma máquina de papel Kraftliner, com capacidade de 470mt/ano. A construção será logo após o término da primeira etapa, com início previsto para o 2T23 e conclusão das obras no 2T25, quando as duas máquinas já estarão rodando com capacidade máxima (920mt/ano);
  • ​O investimento líquido total previsto é de R$9,1bi, entre 2019-23, com ~2/3 já entre 2019-21. Quando à alavancagem, a Dívida Líquida / EBITDA deve alcançar o pico em 2021, ainda em 3x (vs. 3,1x hoje);
  • Estimamos valor adicional por ação de R$2 advindo desta expansão (12,5% do valor de mercado da Klabin). Vemos o anúncio como positivo, mas destacamos que a expansão já vinha sendo antecipada há algum tempo e o mercado historicamente não paga pelo crescimento até no mínimo um ano antes do início do projeto (2021). Mantemos recomendação NEUTRA para a Klabin, preço alvo de R$23/ação.

Vale (VALE3): Retomada das operações da mina de Brucutu

  • ​A Vale anunciou ontem que o Presidente do Tribunal de Justiça de MG suspendeu parcialmente a decisão liminar que suspendia as atividades da mina de Brucutu. A decisão possibilitará o retorno integral das operações em até 72 horas. A mina de Brucutu representa 30mt das 93mt até então suspensas (40mt voluntariamente, 53mt devido à decisão judicial); 
  • Entretanto, mesmo com a retomada de Brucutu, a Vale reafirmou seu guidance de vendas de minério de ferro de 307-332mt (vs. 382mt antes de Brumadinho), frente ao impacto de fortes chuvas em São Luís do Maranhão nos meses de março e abril, que impactaram os embarques no terminal de Ponta da Madeira, o transporte ferroviário na EFC e, por consequência, a produção do Sistema Norte;
  • Vemos o evento como um passo importante na direção de normalizar as operações, gradualmente virando a página da tragédia de Brumadinho. Conforme temos mencionado, os riscos potenciais estão sendo cada vez mais mitigados, o que gradualmente deve permitir que a ação volte a negociar com base em fundamentos.  

Preços da carne suína na China podem saltar 70% no segundo semestre de 2019

  • De acordo com o Ministro da Agricultura da China, os preços da carne suína chinesa podem saltar 70% no segundo semestre do ano devido ao surto de peste suína africana;
  • No primeiro trimestre, a produção de carne suína caiu 5,2% no período, para 14,63 milhões de toneladas, enquanto o rebanho de suínos da China diminuiu 10,1%, para 375,25 milhões de cabeças, informou o Departamento Nacional de Estatísticas da China;
  • A China é o maior produtor e consumidor de carne suína do mundo. Um desequilíbrio na oferta / demanda de carne suína também poderia aumentar a demanda e os preços de outras proteínas, beneficiando os frigoríficos brasileiros. Clique aqui para o nosso relatório sobre este assunto.

Bradesco (BBDC4): Banco digital Next deve ter maior independência

  • De acordo com entrevista ao Valor Econômico, o banco digital controlado pelo Bradesco, o Next, será separado do controlador até o fim deste ano com o intuito de expandir sua cultura, que atualmente é divergente do grande banco incumbente;
  • A fintech vem aumentando sua base de clientes na média de 8 mil adesões ao dia, com a meta de atingir 1,5 milhões neste ano dos atuais 800 mil. A velocidade é animadora e o Bradesco quer atrair sócios como investidores estratégicos ou fundos de tecnologia para consolidar este crescimento;
  • Apesar de ocupar a mesma sede do Bradesco, uma separação física não é descartada tendo em vista que sua estratégia não é se tornar um banco do ponto de vista regulatório, e sim fazer parcerias com as instituições financeiras.

COE News

Netflix reportou sólidos resultados do 1T19 

  • Investidores reagiram positivamente e o preço das ações da Netflix encerrou o dia com alta de 3%, reflexo de resultados sólidos do 1T19, com lucro de US$ 344mi (+18,6% A/A) e receita de US$ 4,5bi (+22,1% A/A), ambos acima do consenso. Os resultados apresentaram 9,6mi de novos inscritos pagos no período, número acima das expectativas em torno de 8,9mi, com destaque positivo para o aumento das receitas por inscrito;
  • A gigante do segmento de streaming continuou a expandir sua base de clientes rapidamente no primeiro trimestre, graças ao forte crescimento no exterior, enquanto que está cada vez mais concorrido brigar pela audiência nos EUA. Destaque para o aumento nos gastos com conteúdo, que não pesou no lucro;
  • Recentemente, tem-se visto uma aceleração do movimento secular de migração de espectadores de TV por assinatura para consumo de streaming de vídeo (conteúdo online). A estratégia da empresa é manter (i) exclusividade de conteúdo, com uma série de novos lançamentos em andamento até 2020, o que deve a acelerar o crescimento da base de novos inscritos, (ii) execução operacional diferenciada e (iii) potencial de ganho de escala.

IBM: Resultados do 1T19 em linha com o esperado

  • A gigante de tecnologia reportou resultados do 1T19 em linha com o esperado pelo mercado, com queda das receitas que atingiram US$ 18,18bi. O lucro de US$ 1,59bi representou uma queda de 5,2% no ano contra ano; 
  • Apesar da queda nas receitas e lucro, o diretor financeiro, James Kavanaugh, elogiou o crescimento das receitas na divisão de computação e armazenamento em nuvem que atingiu US$ 19,5bi nos últimos doze meses, ajudando na expansão de margens à medida em que o modelo de negócios se altera. O diretor também informou que o plano de corte de custos e redução do quadro de funcionários pode ser intensificado;
  • Os riscos operacionais seguem diminuindo, porém, as mudanças do modelo de negócios ainda estão em curso, o que pode continuar a pressionar os resultados no curto prazo. É crucial manter o ritmo de melhora nos próximos trimestres para que os dirigentes da empresa continuem a ganhar a confiança dos investidores. Com o intuito de assegurar o potencial de crescimento no médio prazo, a empresa segue investindo em sistemas de computação cognitiva, liderado por sua plataforma de inteligência artificial, Watson
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.