XP Expert

XP Morning Call 16/04/2019: China em alta, CCJ deixa Previdência para semana que vem

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1. Brasil Política: Acordo para que previdência seja apreciada na CCJ apenas na próxima semana
  2. IBC-Br cai 0,73% em fevereiro e fica abaixo das expectativas de mercado

Internacional

  1. Brexit: May sob pressão para lidar com o Partido Trabalhista

Empresas

  1. Aviação: Leilão dos ativos da Avianca Brasil marcado para 7 de Maio
  2. Saneamento: Proposta para MP do Saneamento busca criar blocos de municípios
  3. Braskem (BRKM5): Pagamento de dividendos é suspenso por desembargador

COE News

  1. Citigroup reportou resultados positivos do 1T19, com destaque para o varejo nos EUA

Resumo

China em alta, CCJ deixa Previdência para semana que vem

Os mercados asiáticos fecharam a noite em alta, com anúncios de comprometimento com o crescimento por parte do Banco Central chinês. Enquanto isso, a Europa e os EUA tem suas atenções voltadas para a temporada de resultados do 1T19, sem um claro direcionamento nesta manhã.
 
Na China, o Banco Central anunciou na sua reunião trimestral sobre política monetária que deve continuar dando suporte à economia, injetando liquidez e dando incentivo ao crédito, o que deve dar suporte ao crescimento ao longo dos próximos meses. Hoje à noite teremos dados de PIB, produção industrial e vendas no varejo do 1T na China.
 
No Brasil, a CCJ da Câmara aprovou na sua sessão de ontem a PEC das emendas impositivas e faz acordo para que previdência seja apreciada apenas na próxima semana, no dia 23, contrário à vontade do governo.
 
Ontem tivemos a precificação do primeiro IPO do ano, a Centauro, que captou R$772mi, com ações listadas a R$12,50 cada. De acordo com o Valor, a oferta foi 100% primária e os recursos serão utilizados para reformar e modernizar cerca de cem lojas da rede física, assim como ampliar os investimentos na plataforma digital.


Conteúdo na íntegra

Brasil

Brasil Política: Acordo para que previdência seja apreciada na CCJ apenas na próxima semana 

  • Em sessão marcada pela evidente falta de estratégia do governo, CCJ da Câmara aprova PEC das emendas impositivas e faz acordo para que previdência seja apreciada apenas na próxima semana, no dia 23;
  • STF manda tirar do ar reportagem de site Crusoé/Antagonista e autoriza dez operações de busca e apreensão em seis estados no inquérito que apura fake news contra ministros.
     

IBC-Br cai 0,73% em fevereiro e fica abaixo das expectativas de mercado

  • O índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) fechou o mês de fevereiro com queda de 0,73% em relação a janeiro, registrando o segundo mês consecutivo de queda. Representando o pior resultado desde maio de 2018, o resultado veio abaixo das expectativas de mercado;
  • Grande parte do resultado negativo obtido em fevereiro deve-se em parte pelo resultado de -0,4 MoM da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) e de -0,8 MoM da Pesquisa Mensal de Comércio Ampliada (PMC);
  • Assim, ao que tudo indica, a perda de tração da atividade econômica observada no final de 2018 persiste no primeiro semestre de 2019, refletindo as incertezas quanto ao avanço da reforma da Previdência e contribuindo para as reduções das projeções para o PIB do primeiro trimestre do ano. 

Internacional

Brexit: May sob pressão para lidar com o Partido Trabalhista

  • Com as conversas paralisadas e em meio a sinais de que a oposição não tem pressa para um acordo antes das eleições europeias, Theresa May está sob pressão para interromper as negociações do Brexit com o Partido Trabalhista e mudar para um plano alternativo. Segundo o Guardian, nem os conservadores nem os trabalhistas querem parecer responsáveis pelo colapso das discussões;
  • O plano alternativo do governo é que os parlamentares discutam uma versão aceitável do acordo de May através de uma série de votações ou alterando a lei de retirada do bloco, mas especialistas disseram que não há tempo para isso nas cinco semanas anteriores às eleições europeias. O futuro do Brexit segue incerto.

Empresas

Aviação: Leilão dos ativos da Avianca Brasil marcado para 7 de Maio

  • Foi definida a data de 7 de Maio para o leilão dos ativos da Avianca, via lances orais para cada Unidade Produtiva (UPI). O juiz aprovou ontem o edital da oferta pública das UPIs, que ainda serão criadas pela Avianca Brasil;
  • Vale relembrar que para a efetivação do negócio, é necessária a obtenção, para cada uma das UPIs, da aprovação dos Certificados de Operador Aéreo (COA) junto à ANAC em tempo hábil para irem a leilão;
  • De acordo com o Valor, a Gol fará a oferta pela UPI que reúne 10 slots em Congonhas, 10 em Guarulhos e 6 em Santos Dumont. A Latam, por sua vez, fará proposta que tem 13 slots em Guarulhos, 8 em Congonhas e 4 em Santos Dumont. A Azul ainda não se posicionou a respeito da participação no leilão. Segue o link para o último relatório emitido a respeito do assunto.
     

Saneamento: Proposta para MP do Saneamento busca criar blocos de municípios

  • ​Segundo o Valor Econômico, o governo Bolsonaro deve propor ajustes do texto original da MP 868 (que delineia o marco regulatório para o setor de saneamento), buscando incorporar propostas para tornar a concorrência entre empresas privadas e públicas mais equilibrada;
  • O problema que o governo tentou endereçar foi evitar que a obrigatoriedade imposta pela MP aos municípios de abrir chamadas públicas para a contratação de novos serviços implique riscos de que o setor privado se interesse apenas pelas concessões mais rentáveis, deixando as localidades deficitárias a cargo das estatais. A solução seria transferir a Estados a responsabilidade de definir microrregiões ou blocos de municípios (com base em critérios como compartilhamento de bacias hidrográficas. Assim, a titularidade de prestação de serviços passaria para conselhos deliberativos que fariam a gestões dos blocos e teriam que abrir chamamento público;
  • Além disso, o governo busca incluir um artigo na MP que estabeleça a necessidade de revisão de contratos em 24 meses, com incorporação de metas e indicadores que hoje inexistem. O conjunto de ajustes será apresentado pelo Ministro Do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto, e o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que relata a MP, deve entregar seu parecer na próxima semana;
  • ​As alterações propostas na MP 868 não impedem uma eventual privatização da Sabesp, que só deixaria de ocorrer se fosse mantido o direito de preferência às empresas públicas para a assinatura de contratos com municipalidades

Braskem (BRKM5): Pagamento de dividendos é suspenso por desembargador

  • A petroquímica Braskem informou em fato relevante que um desembargador de Alagoas determinou a suspensão do pagamento de dividendos de R$2,7 bilhões em meio a acusações de envolvimento da companhia em um fenômeno geológico em localidades próximas à área de extração de salgema em Maceió;
  • O Ministério Público havia aberto uma ação no início do mês pedindo bloqueio de R$ 6,7bilhões da empresa devido a essa questão. A empresa afirmou na ocasião que assinou um acordo de cooperação técnica para implantar medidas contingenciais como um sistema de drenagem superficial, bem como reforço de terreno.
     

China pede que grandes fazendas testem seu rebanho para peste suína africana

  • Segundo a Reuters, a China permitirá que fazendas de suínos testem seu rebanho para peste suína africana em uma tentativa de ajudar na detecção precoce da doença, derrubando uma proibição anterior das empresas comerciais de realizarem seus próprios testes;
  • Anteriormente, Pequim exigia que os testes fossem feitos por agências do governo depois que sinais de doenças foram detectados e kits de teste não estavam legalmente disponíveis no mercado. A mudança ajudaria no tratamento antecipado da peste suína africana, reduzindo o risco de propagação através do transporte, abate e processamento de porcos infectados;
  • A medida acontece no momento em que a China luta para controlar a epidemia, que alguns analistas preveem que até 200 milhões de porcos podem ser sacrificados este ano, causando uma enorme escassez de carne suína no país.

Centauro capta R$772,2 milhões em IPO

  • Segundo o Valor Econômico, a rede de lojas Centauro, do grupo varejista SBF, captou R$772,2 milhões na primeira oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) deste ano na B3. A varejista vendeu 61,776 milhões de ações a R$12,50. O valor ficou acima do piso de R$12,10 estabelecido no intervalo de preço, que chegava a R$14,70. As ações da varejista devem começar a ser negociadas na bolsa nesta quarta-feira;
  • A oferta da Centauro teve distribuição 100% primária e os recursos ingressarão diretamente no caixa da empresa. O dinheiro captado no IPO dará continuidade à estratégia da empresa de reformar e modernizar cerca de cem lojas da rede física. O grupo também deve ampliar os investimentos na plataforma digital e reforçar o capital de giro;
  • A companhia teve alta de 16% na receita líquida, para R$2,28 bilhões, no ano passado, sendo 84% em lojas físicas e o restante no e-commerce. A margem EBITDA ajustada passou de 10% em 2017 para 11,5% em 2018 e a dívida líquida, que chegou perto de meio bilhão de reais há três anos, está em R$115,8 milhões.

COE News

Citigroup reportou resultados positivos do 1T19, com destaque para o varejo nos EUA

  • Surpreendendo as expectativas de mercado, o lucro cresceu 2% no ano contra ano, atingindo US$ 4,7bi, impulsionado pelo resultado da operação de varejo nos EUA e operações de tesouraria. Em linha com o consenso, as receitas foram de US$ 18,6bi no trimestre, com destaque para a divisão de aconselhamento financeiro em operações de fusões e aquisições. Outro ponto positivo foi a redução de despesas, 3% inferiores no ano contra ano, com cortes no orçamento de publicidade;
  • Segundo o diretor financeiro Mark Mason, o banco conseguirá atingir suas metas de rentabilidade no acumulado deste ano, sendo que o índice de rentabilidade para o acionista (ROE) manteve-se em 11,9% no  trimestre;
  • Adicionalmente, o banco segue com o plano de inovação de sua operação de varejo nos EUA, com destaque para promoções e novas funcionalidades do cartão de crédito, e depósitos de US$ 1bi na operação digital do banco. No lado negativo, a operação no México já indica sinais de desaceleração segundo Mason;
  • O cenário de pausa da alta de juros continua favorecendo o resultado dos bancos americanos, pois a previsibilidade facilita a precificação dos produtos e controle do balanço, além de favorecer o consumo.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.