XP Expert

XP Morning Call 12/12/2018: Trégua nas tensões comerciais traz alívio

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.   Política Brasil: Equipe de Paulo Guedes é concluída; Procuradores se manifestam contra nomeação de Marcelo de Siqueira
  2. Câmara aprova prorrogação benefícios fiscais para SUDAM, SUDENE e SUDECO

Internacional

  1. CFO da Huawei é liberada sob fiança e Trump disposto a intervir no caso se necessário
  2. China concorda em reduzir as tarifas de importação de automóveis dos EUA para 15%
  3. Theresa May pode enfrentar voto de desconfiança em meio à turbulência do Brexit

Empresas

  1. Avianca Brasil pede recuperação judicial: AZUL4 +6%, GOLL4 +13%
  2.  Bancos: Tributação de LCIs e LCAs volta à pauta
  3. Vale compra empresa de tecnologia de beneficiamento

COE News

  1.  Tencent: Nesta quarta-feira, ocorrerá o IPO de sua divisão de streaming de música

Resumo

Trégua nas tensões comerciais traz alívio

O anúncio da China de corte das tarifas de importação para automóveis dos EUA (de 40% para 15%), em conjunto com liberação da CFO da Huawei sob fiança e a declaração de Trump de que intervira no caso Huawei se necessário, trouxe esperança de um acordo comercial, e dá sustentação aos mercados.

Ainda há 80 dias de duras negociações adiante entre os EUA e a China, e esperamos volatilidade ao longo do período, mas se um acordo for alcançado e uma guerra comercial evitada, o evento seria bastante positivo para ativos de risco.

Ásia fechou com 1-2% de alta, Europa segue o movimento, commodities ganham força, mineradoras tem mais um dia de alta expressiva. Na Europa, a Primeira Ministra Britânica enfrenta voto de confiança, e pode perder o cargo, após fracasso na votação do Brexit.

No Brasil, importante destacar a nomeação de Rogério Marinho como secretário da Previdência, deputado do PSDB com bom trânsito político que relatou a reforma trabalhista, que em conjunto com a indicação de Leonardo Rolim para secretário-adjunto de previdência, técnico e muito respeitado, foi bem recebido pelo mercado.

Além disso, Marcelo Guaranys, atual subchefe de Políticas Governamentais da Casa Civil, assumirá a secretaria-executiva da Fazenda, que também é visto como positivo.

Do lado das empresas, Avianca pede recuperação judicial e isso pode beneficiar Gol e Azul, Vale compra empresa de tecnologia de beneficiamento de minério e notícias indicam que o próximo governo discutirá a cobrança de impostos sobre LCIs e LCAs.


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Equipe de Paulo Guedes é concluída; Procuradores se manifestam contra nomeação de Marcelo de Siqueira

  • A equipe de Paulo Guedes foi concluída, com Rogério Marinho, deputado do PSDB com bom trânsito político e que relatou a reforma trabalhista sendo anunciado como secretário da Previdência. A indicação de Leonardo Rolim, nome técnico e bem respeitado para secretário-adjunto de previdência também foi bem recebida pelo mercado;
  • Além disso, Marcelo Guaranys, atual subchefe de Políticas Governamentais da Casa Civil, assumirá a secretaria-executiva da Fazenda. Bolsonaro e equipe continuam hoje com série de reuniões com bancadas partidárias;
  • Segundo o Estadão, procuradores ameaçam entregar todos os cargos de chefia e parar funcionamento da Procuradoria Geral se Paulo Guedes nomear Marcelo de Siqueira (atual diretor do BNDES) para comandar Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).
     

Câmara aprova prorrogação benefícios fiscais para SUDAM, SUDENE e SUDECO

  • ​Na noite de ontem (11), a Câmara aprovou projeto de lei que prorroga benefícios fiscais de empresas nas áreas da SUDAM, SUDENE e SUDECO de 2018 para 2023;
  • Projetos aprovados nessas regiões tem direito a uma redução de 75% de Imposto de Renda, e ainda prevê a possibilidade de retenção de 30% do IR como depósito para reinvestimentos;
  • A previsão é que tal extensão gere uma renúncia fiscal de R$9,3 bilhões.

Internacional

CFO da Huawei é liberada sob fiança e Trump disposto a intervir no caso se necessário

  • Em uma entrevista à agência de notícias Reuters, Donald Trump disse que está disposto a intervir no caso da detida CFO da Huawei, Meng Wanzhou, se isso beneficiar a segurança nacional dos EUA ou ajudar a garantir um importante acordo comercial com a China;
  • Meng foi libertada da prisão depois de ter sido concedida fiança por um tribunal de Vancouver na terça-feira. Os EUA acusaram-na sobre conexões da Huawei com uma empresa que supostamente violou as sanções americanas relacionadas ao Irã;
  • ​Perguntado se Meng poderia ser inocentada, Trump disse que era “possível que muitas coisas diferentes pudessem acontecer”. Ele disse que queria ver um pedido chinês para libertá-la antes de dizer se queria que ela fosse extraditada para os EUA. As notícias trouxeram esperança de um acordo comercial e suporta mercados.

China concorda em reduzir as tarifas de importação de automóveis dos EUA para 15%​

  • Ontem, Liu He (principal oficial econômico da China) informou o secretário do Tesouro dos EUA e o representante comercial dos EUA de que a China reduziria as tarifas sobre carros importados dos EUA de 40% para 15%;
  • Ainda não está claro quando a redução de impostos será implementada. Além disso, a China também elevará as compras de soja e outras culturas dos EUA;
  • Apesar da concessão, os principais funcionários dos EUA e da China não terão conversas pessoalmente até janeiro, e não está claro se os dois países chegarão a um acordo até o prazo final de 1º de março.

Theresa May pode enfrentar voto de desconfiança em meio à turbulência do Brexit

  • De acordo com o The Wall Street Journal, a primeira-ministra britânica, Theresa May, deve enfrentar voto de confiança em sua liderança hoje (12/12). Parlamentares conservadores vão votar se devem encontrar um novo líder esta tarde;
  • Se a maioria decidir que o partido precisa de uma nova liderança, deverão encontrar um substituto para a Sra. May, que pode levar semanas. Se ela perder, deixará automaticamente de ser primeira-ministra;
  • Para o governo, uma interrupção de uma semana para encontrar um novo líder consumiria um tempo valioso de negociação dado que o Reino Unido se aproxima da data de saída da UE em março. Um desafio de liderança significaria que um projeto de lei ditando os termos da saída do Reino Unido da UE não estaria em vigor até 21 de janeiro, o prazo pelo qual a Grã-Bretanha precisa ratificá-lo para garantir um divórcio suave do bloco em 29 de março.

Empresas

Avianca Brasil pede recuperação judicial: AZUL4 +6%, GOLL4 +13%

  • ​A Avianca protocolou ontem pedido de recuperação judicial, o que impulsionou as outras ações do setor: GOLL4 +13%, AZUL4 +6%;
  • Em decisão emitida ontem, de acordo com o Valor, a empresa ganhou a tutela antecipada de 14 aviões que são alvo de disputas judiciais. Na decisão, juiz também determinou a suspensão das ações de reintegração de posse de aeronaves que tramitavam em algumas Varas;
  • Apesar da baixa visibilidade sobre uma potencial redução de oferta de assentos por parte da Avianca (que tem ~14% de market share), a leitura poderia ser positiva para as companhias setor nesse cenário. Gol seria mais diretamente beneficiada, por ter uma sobreposição maior de rotas com a companhia (Azul tem ~9%, enquanto a Gol tem ~85%).


Bancos: Tributação de LCIs e LCAs volta à pauta

  • Segundo o Valor Econômico, o ministro do Planejamento e futuro secretário geral da Fazenda, Esteves Colnago, afirmou que o próximo governo discutirá a cobrança de impostos sobre Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio;
  • Esteves destacou a existência de R$300 bilhões em benefícios tributários e a necessidade de revisão de parte deles. Ainda ponderou que não recebeu retorno da futura equipe econômica sobre eventuais mudanças com relação às letras;
  • O impacto para os bancos depende do repasse do aumento de custo de captação nas taxas de empréstimos e financiamentos rurais e imobiliários. Segue a exposição dos bancos de nossa cobertura aos instrumentos: Banco do Brasil (R$100 bi), Bradesco (R$39 bi), Itaú (R$29 bi) e Santander (R$40 bi).

Vale compra empresa de tecnologia de beneficiamento

  • A Vale anunciou ontem a aquisição da New Steel, empresa de tecnologia de beneficiamento de minério de ferro, por US$ 500 milhões (0,7% do valor de mercado);
  • ​A empresa é pioneira em processos de concentração a seco, estratégico para a Vale, e deve levar a menor custo e capex no médio prazo, ainda que difícil de quantificar neste momento;
  • ​Não esperamos reação relevante das ações. Mantemos COMPRA, preço alvo de R$70.

COE News

Tencent: Nesta quarta-feira, ocorrerá o IPO de sua divisão de streaming de música

  • Após ter enfrentado 2 meses de maior volatilidade, os dirigentes da holding aproveitaram o cessar fogo entre EUA e China para seguir com processo de oferta pública da divisão de streaming de música, com o preço inicial de US$ 13 por ação (“American Depositary Shares”) sob o valuation de US$ 23bi;
  • A Tencent Holdings detinha 58% de participação na Tencent Music Group e receberá ~US$ 1,1bi, no qual metade seria utilizado para pagar parte dos acionistas que estão interessados em deixar a empresa;
  • As ações da plataforma de streaming começaram a negociar na Bolsa de Nova York nesta quarta-feira, sob o símbolo TME. À princípio, os investidores reagiram positivamente e as ações da Tencent encerraram o dia com alta de 1%.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.