XP Expert

Perspectivas positivas para negociações comerciais impulsionam mercados

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 1,1% | 108.692 Pontos

CÂMBIO 0,0% | 4,2/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Após uma semana positiva para o Ibovespa, que acumulou alta de 2% para 108.692 pontos, mercados globais iniciam a semana em campo positivo enquanto investidores digerem a decisão da China de apertar regras de propriedade intelectual, um movimento que pode aumentar as chances de um acordo comercial entre as maiores economias do mundo.

O governo chinês divulgou ontem algumas diretrizes estabelecendo penas maiores para violações de direitos de propriedade intelectual, em uma clara tentativa de responder a um dos principais pontos defendidos pelos americanos nas negociações comerciais.

Além disso, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Robert O’Brien, disse no último sábado que ainda é possível que um acordo comercial preliminar entre China e EUA seja fechado antes do fim do ano. O’Brien, por outro lado, comentou que aliados dos EUA deveriam pensar duas vezes antes de permitir a entrada da gigante de tecnologia chinesa Huawei em suas novas redes de telecomunicações e alertou que não irá aceitar qualquer acordo e nem ignorar os últimos acontecimentos em Hong Kong, que há meses é palco de violentos conflitos entre manifestantes e a polícia local.

No Brasil, Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020. A postergação para o próximo ano foi decisão do presidente após pressão da área política do governo, que quer evitar o envio de mais um projeto impopular ao Congresso.

A criação do novo partido de Bolsonaro agita as movimentações políticas. Deputados que estão no PSL e aguardam a formalização do APB pelo TSE buscam alternativa para o período que ficarão alijados de postos de destaque na Câmara. O PSL, por sua vez, abriu as portas para o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que já admitiu querer disputar a presidência em 2022.

Do lados das empresas, iniciamos cobertura do setor de Rodovias com recomendação de Compra para as ações da Ecorodovias e recomendação Neutra para CCR. Nossa preferência relativa pelas ações da Ecorodovias é baseada (i) nos múltiplos relativamente mais atrativos, (ii) no maior duration (duração) do portfólio e (iii) no crescimento esperado superior nos indicadores financeiros no curto/médio prazo, refletindo a aceleração do tráfego aliada à maturação de ativos incorporados recentemente. Clique aqui para o relatório completo.

Neste final de semana aconteceu a Expert Talks, 1ª edição regional do maior evento sobre investimentos do mundo, em Florianópolis. Diversos especialistas do mercado financeiro, entre outras personalidades, discursaram em palestras altamente inspiradoras e produtivas para os investidores. Veja os principais destaques clicando aqui.

Tópicos do dia

Brasil

  1. Política Brasil: Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020
  2. Governo estuda aumento de benefícios a famílias de baixa renda
  3. Mercado eleva projeção de PIB para 2019 e 2020

Empresas

  1. Rodovias: Iniciamos Ecorodovias com Compra e CCR com Neutro
  2. Grupo Pão de Açúcar (PCAR4): Conclusão da Oferta Pública de Ações (OPA) do Éxito na Colombia
  3. Petrobras (PETR4): Empresa obtém liminar contra greve de petroleiros, mas paralização deverá ocorrer hoje mesmo assim
  4. Transmissão de Energia: Grupo Energía de Bogotá e Red Eléctrica Internacional adquirem Argo Energia
  5. Vivara (VIVA3): Fim do período de restrição (lock-up) de 45 dias para investidores de varejo
  6. Bancos: Um terço dos bancarizados é digital

Veja todos os detalhes

Brasil

Política Brasil: Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020

  • Paulo Guedes admite que envio da reforma administrativa ficará para 2020. A postergação para o próximo ano foi decisão do presidente após pressão da área política do governo, que quer evitar o envio de mais um projeto impopular ao Congresso;
  • Em favor da relação do Planalto com os parlamentares, os ministros preparam relatórios sobre o pagamento de emendas para mostrar que mesmo aquilo que ainda não foi pago, será feito em breve. A Secretaria de Governo de Ramos também trabalha para avaliar as indicações de políticos para cargos federais nos estados. De 1.044 indicações desde junho, 313 se converteram em nomeações, 614 estão sob análise e 430 foram negadas;
  • A criação do novo partido de Bolsonaro agita as movimentações políticas. Deputados que estão no PSL e aguardam a formalização do APB pelo TSE buscam alternativa para o período que ficarão alijados de postos de destaque na Câmara. O PSL, por sua vez, abriu as portas para o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que já admitiu querer disputar a presidência em 2022;
  • Ainda na seara da partidária, neste final de semana o PT reelegeu Gleisi Hoffmann para mais quatro anos à frente do partido, com apoio do ex-presidente Lula. E os partidos de centro lançaram vídeo conjunto e apartidário criticando os extremos e defendendo sua posição.

Governo estuda aumento de benefícios a famílias de baixa renda

  • De acordo com o jornal Estadão, o governo estaria prestes a ampliar benefícios às famílias de baixa renda, no que seria uma ofensiva em busca da conquista de eleitorado da oposição;
  • Entre as propostas em análise estaria a concessão de um adicional de R$ 6,81 por mês para as 13,8 milhões de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, que seria financiada através do fim da desoneração de produtos da cesta básica;
  • Além disso, o governo estaria elaborando um programa habitacional para substituir o programa Minha Casa, Minha Vida, no qual as famílias com renda de até R$1.200 reais mensais residentes em municípios de até 50 mil habitantes receberiam recursos para comprar, construir ou reformar a casa própria.

Mercado eleva projeção de PIB para 2019 e 2020

  • Depois de uma série de revisões para baixo, o mercado elevou sua projeção de inflação para 2019 de 3,33% para 3,46%. Para 2020, entretanto, a projeção permaneceu estável em 3,60%;
  • A projeção de PIB para 2019 passou de 0,92% na última semana para 0,99%. Para 2020, o mercado elevou sua projeção de 2,17% para 2,20%, resultado das melhores leituras do Caged, do IBC-Br, do comércio e do setor de serviços em setembro;
  • A projeção da taxa de câmbio para 2020 permaneceu estável em 4,00, mas para 2019 foi elevada de 4,00 para 4,10. Enquanto isso, a projeção da taxa Selic para 2019 permaneceu estável em 4,50%, enquanto a de 2020 foi elevada de 4,25% para 4,50%.  Clique aqui para acessar a nossa análise completa do resultado.

Empresas

Rodovias: Iniciamos Ecorodovias com Compra e CCR com Neutro

  • Iniciamos nossa cobertura do setor de Rodovias com recomendação de Compra para as ações da Ecorodovias e recomendação Neutra para CCR. Nossa preferência relativa pelas ações da Ecorodovias é baseada (i) nos múltiplos relativamente mais atrativos, (ii) no maior duration (duração) do portfólio e (iii) no crescimento esperado superior nos indicadores financeiros no curto/médio prazo, refletindo a aceleração do tráfego aliada à maturação de ativos incorporados recentemente;
  • Ainda assim, ressaltamos que o fato da maioria dos projetos da CCR já estar em um estágio maduro nos dá mais conforto de que a empresa continuará a apresentar geração de caixa saudável nos próximos anos. Para acessar o relatório completo e as teses de investimento das companhias, clique aqui.

Grupo Pão de Açúcar (PCAR4): Conclusão da Oferta Pública de Ações (OPA) do Éxito na Colombia

  • Na noite da última sexta-feira (22 de Novembro) o Grupo Pão de Açúcar (GPA) informou que 96,57% dos acionistas do Éxito aderiram à oferta pública de aquisição das ações;
  • Dessa forma, destacamos que a taxa de adesão dos acionistas minoritários ficou em torno de 92%, acima da estimativa da administração da empresa de 75%. Com isso, o GPA desembolsará um total equivalente a R$ 9,5 bilhões, de acordo com o anúncio (acima da nossa expectativa de R$8,5 bilhões). A liquidação da transação ocorrerá no dia 27 de novembro;
  • Além disso, segundo o anúncio o Conselho de Administração da empresa deve se reunir no dia 28 de novembro para deliberar sobre a migração das ações do Pão de Açúcar para o Novo Mercado;
  • Nossa visão: O processo da OPA segue o calendário previamente indicado pela empresa e, portanto, não esperamos um impacto relevante no preço da ação. Entretanto, ressaltamos que o processo de reorganização societária da empresa (principalmente a migração para o Novo Mercado) é uma importante alavanca de geração de valor da empresa, que na nossa opinião não está totalmente refletida no atual preço das ações. Dessa forma, continuamos a ver um risco-retorno atrativo para o papel e reiteramos nossa recomendação de Compra para as ações do GPA.

Petrobras (PETR4): Empresa obtém liminar contra greve de petroleiros, mas paralização deverá ocorrer hoje mesmo assim

  • No último sábado (23), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) acatou pedido de liminar da Petrobras que impede sindicatos ligados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) de iniciarem uma paralização a partir desta segunda-feira;
  • O ministro Ives Gandra Martins justificou que a legislação considera abusiva greves celebradas após a celebração de um acordo coletivo de trabalho, a não ser em caso de descumprimento pela empresa, o que não é o caso na visão do magistrado. Além disso, foi fixada multa diária de R$2 milhões por entidade sindical em caso de descumprimento da determinação;
  • Apesar disso, a FUP deverá iniciar paralizações parciais contra as demissões de funcionários e venda de ativos da Petrobras mesmo assim a partir de hoje, com expectativa de paralização por quatro dias. Não vemos um impacto material sobre nossas estimativas de uma eventual paralização nos próximos dias, e mantemos nossa recomendação de Compra nas ações da Petrobras, com preços-alvo de R$36 e R$35 para PETR4 e PETR3, respectivamente.

Transmissão de Energia: Grupo Energía de Bogotá e Red Eléctrica Internacional adquirem Argo Energia

  • Na última sexta-feira (22), os grupos Grupo Energía de Bogotá (Colômbia) e Red Eléctrica Internacional (Espanha) adquiriram em consórcio a companhia de transmissão de energia elétrica Argo Energia, controlada pelos fundos Pátria e Temasek;
  • O valor da transação foi de R$3,5 bilhões pela integralidade das ações. A Argo possuí três concessões de transmissão nos estados do Ceará, Maranhão, Piauí, Minas Gerais e Rondônia, que totalizam uma Receita Anual Permitida (RAP) de cerca de R$600 milhões;
  • A transação demonstra que ainda existem oportunidades de investimento no setor de transmissão, principalmente no mercado secundário (aquisição de projetos e linhas de terceiros) tendo em vista à compressão de retornos de investimentos nos leilões de novas concessões nos últimos anos.

Vivara (VIVA3): Fim do período de restrição (lock-up) de 45 dias para investidores de varejo

  • A primeira janela de restrição (lock-up) para as ações da Vivara terminou na última sexta-feira (23 de Novembro). A restrição de 45 dias era aplicável apenas a uma porção dos investidores de varejo que participaram da oferta pública inicial de ações (IPO) da empresa (cerca de 5% das 93 milhões de ações ofertadas). Com isso, aproximadamente 4,6 milhões de ações (equivalente a ~3 dias de negociação) serão liberadas para negociação a partir de hoje.

Bancos: Um terço dos bancarizados é digital

  • Levantamento da Kantar aponta que um terço dos brasileiros bancarizados possui uma conta digital;
  • A consultoria ainda reforça a tese de que a digitalização bancária tem mais força em países com maior grau de desbancarização. Nos Estados Unidos e no Reino Unido, locais com grau elevado de bancarização, apenas 2% e 4% da população é digital, respectivamente. Esse número se compara a 50% da Índia e 93% da China;
  • A consultoria conclui que, apesar da participação de bancos digitais, bancos incumbentes ainda são o primeiro banco da maioria. Entrevistados deixam mais da metade dos depósitos e fazem quase 80% das transações via mobile em bancos incumbentes.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.