Mercado brasileiro segue em clima de incertezas e sem gatilhos positivos

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Clique para ouvir

IBOVESPA -1,4% | 102.948 Pontos

CÂMBIO +0,5% | 5,53/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Ainda em clima de incerteza sobre a PEC dos Precatórios e sem notícias positivas relevantes o Ibovespa encerrou o dia de ontem aos 102.948 pontos, menor patamar em 1 ano, tendo uma variação diária de -1,39%. O Real acompanhou esse movimento, porém com menor intensidade, se depreciando 0,48% contra o Dólar e atingindo os R$ 5,53. As taxas de juros fecharam o dia de ontem em alta, após sessão marcada por volatilidade nos vencimentos médios e curtos, refletindo as incertezas em torno da Selic nos próximos meses. As taxas mais longas também subiram, em mais intensidade, reduzindo a inclinação negativa observada nos últimos dias. A alta na ponta longa foi motivada por rumores de que o governo ainda busca maneiras para legitimar o aumento a servidores, sendo um risco adicional ao já delicado cenário fiscal. DI jan/22 fechou em 8,528%; DI jan/24 foi para 12,035%; DI jan/26 fechou em 11,86%; e DI jan/28 encerrou em 11,85%.

No Brasil, o Ministério da Economia piorou suas projeções oficiais de inflação e PIB em 2021 e 2022, embora elas ainda permaneçam melhores do que as expectativas de mercado. O governo federal estima inflação (IPCA) de 9,7% (ante 7,9%) para este ano e 4,7% (ante 3,75%) para o ano que vem. Em relação ao PIB, as previsões atualizadas apontam para expansão de 5,1% em 2021 versus 5,3% da projeção anterior e crescimento de 2,1% em 2022 contra 2,5% projetado anteriormente. Vale lembrar que a mediana das projeções do mercado para o crescimento do PIB no próximo ano situa-se ligeiramente abaixo de 1,0%, de acordo com o boletim Focus do Banco Central (na mesma linha, a equipe econômica da XP prevê alta de 0,8% para 2022).

Mercados globais amanhecem levemente positivos (EUA +0,3% e Europa 0%) enquanto investidores aguardam dados dos pedidos de seguro-desemprego americanos que podem indicar o ritmo da recuperação econômica no país. Na Europa, dados da inflação na Zona do Euro vieram acima da meta do Banco Central Europeu, +4,1% vs. +2%, contribuindo para um sentimento de cautela em relação à manutenção da política monetária acomodatícia na região. Na China, a bolsa encerra no negativo (-1,0%) ao passo que ações de tecnologia reportam resultados abaixo do esperado, impactadas pela desaceleração do crescimento econômico do país. Além disso, a Evergrande anunciou a venda da sua participação na HengTen com um desconto em torno de US$ 1,1bi na transação para dar suporte ao pagamento de suas dívidas, as ações da companhia caíram -5,7%. Por fim, o petróleo amanhece em queda (-0,3%) e se distancia das máximas à medida que o governo americano pediu para alguns dos principais consumidores da commodity, como China e Japão, liberarem parte de suas reservas a fim de reduzir o preço e controlar a inflação nos preços de energia globais.

Ainda no cenário internacional, o total de novas construções residenciais nos Estados Unidos surpreendeu negativamente ao contrair em outubro. A construção de moradias na economia americana segue limitada pela escassez de matérias-primas e mão de obra. Por outro lado, as concessões de alvarás para novos imóveis cresceram no mês passado, evidenciando os desequilíbrios no mercado imobiliário local. Na agenda econômica de hoje, destaque para a publicação de outros indicadores de atividade na maior economia do mundo: pedidos semanais de seguro-desemprego; indicadores antecedentes referentes a outubro; índice de atividade industrial do Fed da Filadélfia relativo a novembro e; sondagem industrial do Fed de Kansas City também relativa a novembro.

Na pauta ESG do Brasil, (i)  Plínio Ribeiro, CEO e fundador da Biofílica Ambipar estimou que, num cenário conservador, pós-COP26, o chamado mercado voluntário global poderá atingir um volume transacionado de US$ 30 bilhões por ano a partir de 2030 e o Brasil é capaz de ter pelo menos 20% desse mercado; e (ii) com o intuito de avaliar possíveis melhorias na transparência de informações ESG ao público investidor do mercado de valores mobiliários, a CVM lançou uma pesquisa para obter o nível de compreensão desse público a respeito do tema e como ele influencia, ou não, em suas escolhas de investimentos.

Tópicos do dia

Economia

  1. Governo brasileiro piora as projeções oficiais de inflação e PIB  

Empresas

  1. Ecommerce: Esquenta Black Friday; Talvez não seja tão ruim quanto o esperado
  2. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | NVIDIA e Baidu reportam resultados

ESG

  1. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 18/11

Veja todos os detalhes

Economia

Governo brasileiro piora as projeções oficiais de inflação e PIB  

  • No Brasil, a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia piorou suas projeções oficiais de inflação e crescimento do PIB em 2021 e 2022, embora elas tenham permanecido melhores do que as expectativas de mercado. A SPE estima inflação (IPCA) de 9,7% este ano (antes: 7,9%) e 4,7% no ano que vem (antes: 3,75%). Por sua vez, a estimativa para o crescimento do PIB em 2021 declinou de 5,3% para 5,1%, enquanto a projeção para o PIB de 2022 recuou de 2,5% para 2,1%. Vale lembrar que a mediana das estimativas do mercado para o PIB do próximo ano situa-se ligeiramente abaixo de 1%, de acordo com o boletim Focus do Banco Central (a equipe econômica da XP prevê alta de 0,8%). Entre os fatores positivos que sustentam as perspectivas de crescimento econômico em 2022, membros do Ministério da Economia destacaram a recuperação sólida do mercado de trabalho. Os novos parâmetros macroeconômicos serão utilizados na Lei Orçamentária Anual;
  • Conforme publicado ontem (17) pelo Departamento de Comércio, o total de novas construções residenciais nos Estados Unidos contraiu 0,7% em outubro, atingindo a taxa anual (ajustada sazonalmente) de 1,520 milhão de unidades. Esse resultado surpreendeu negativamente as expectativas do mercado, de 1,576 milhão de unidades. A construção de moradias na economia americana segue limitada pela escassez de matérias-primas e mão de obra. Por outro lado, as concessões de alvarás (permissões) para novos imóveis cresceram 4% no mês passado, alcançando a taxa de 1,650 milhão de unidades (o consenso de mercado indicava 1,630 milhão). Assim, o número de imóveis autorizados para construção chegou ao maior patamar em 15 anos, o que evidencia os desequilíbrios no mercado imobiliário dos Estados Unidos. Na agenda econômica de hoje, destaque para a publicação de outros indicadores de atividade na maior economia do mundo: pedidos semanais de seguro-desemprego; Indicadores Antecedentes referentes a outubro; Índice de Atividade Industrial do Fed da Filadélfia relativo a novembro; Sondagem Industrial do Fed de Kansas City relativa a novembro. Além disso, os mercados estarão atentos a pronunciamentos oficiais de alguns dirigentes do Federal Reserve ao longo do dia (R. Bostic – Fed Atlanta; C. Evans – Fed Chicago; M. Daly – Fed São Francisco);
  • Os preços do petróleo se distanciam das máximas recentes, quando o barril do tipo Brent chegou a US$ 86 (final de outubro). Em encontro virtual, os Presidentes dos Estados Unidos (Joe Biden) e da China (Xi Jinping) discutiram a utilização de reservas estratégicas de petróleo para aliviar a pressão nos preços internacionais de energia, porém ainda sem qualquer decisão final.  

Empresas

Ecommerce: Esquenta Black Friday; Talvez não seja tão ruim quanto o esperado

  • Analisamos as pesquisas recentes sobre a Black Friday (BF) bem como as iniciativas promocionais dos marketplaces. No geral, esperamos que a demanda venha, uma vez que a intenção de compra dos consumidores permanece elevada, apesar de enxergarmos um risco do lado de rentabilidade, dado que acreditamos que a conversão de vendas só ocorrerá se os preços e promoções se mostrarem atrativos;
  • Com isso, mantemos nossa visão cautelosa para o segmento de e-commerce, enquanto os resultados das empresas de vestuário podem ser uma surpresa positiva;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Nubank faz parceria com Fifa para ser apoiador da Copa do Qatar na América do Sul. (Valor);
    • Mercado de capitais e inovações reduzem concentração no crédito. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Governo corta projeção do PIB e espera inflação maior em 2021 e 2022 (Folha);
    • Preço dos alimentos deve continuar pressionado até o início de 2022, diz indústria (Folha);
    • 1 em cada 4 brasileiros querem manter compras online diárias após a pandemia (E-commerce);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Hambúrguer de laboratório? JBS vai erguer fábrica para dar escala comercial (Pipeline Valor);
    • How Americans’ Appetite for Leather in Luxury SUVs Worsens Amazon Deforestation (NYT – paywall);
    • Alta de preços de etanol e energia ‘turbina’ os resultados das usinas (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Estudos do ONS apontam melhora nas afluências no Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte. (Canal Energia);
    • Pacheco busca Petrobras para discutir alta dos combustíveis. (Valor Econômico);
    • Petrobras diz que preços precisam ser comparáveis com o mercado internacional. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | NVIDIA e Baidu reportam resultados

  • NVIDIA supera as projeções do consenso em consequência da alta demanda por seus chips;
  • Baidu reporta lucro por ação acima do esperado, mas sinaliza preocupações com desaceleração do crescimento chinês;
  • Ações da Qualcomm disparam após a companhia afirmar seu crescimento futuro não depende da Apple;
  • A capitalização de mercado das FAAMGs representa 23% da composição do S&P 500, superando o peso agregado das 5 maiores empresas durante a bolha de tecnologia em 2000;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 18/11

  • Ontem, o mercado encerrou em território negativo, com o Ibov e o ISE em queda de -1,4%;
  • No Brasil, (i)  Plínio Ribeiro, CEO e fundador da Biofílica Ambipar estimou que, num cenário conservador, pós-COP26, o chamado mercado voluntário global poderá atingir um volume transacionado de US$ 30 bilhões por ano a partir de 2030 e o Brasil é capaz de ter pelo menos 20% desse mercado; e (ii) com o intuito de avaliar possíveis melhorias na transparência de informações ESG ao público investidor do mercado de valores mobiliários, a CVM lançou uma pesquisa para obter o nível de compreensão desse público a respeito do tema e como ele influencia, ou não, em suas escolhas de investimentos;
  • No internacional, a União Europeia apresentou ontem uma proposta para proibir a importação de produtos agrícolas associados ao desmatamento, o que já era esperado e, agora, se torna oficial e aumenta a pressão sobre o agro brasileiro. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.