XP Expert

Teto, China x EUA, Nvidia, Target, Petr√≥leo | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1) Teto e Recursos perto do final; 2) China e EUA entre tapas e beijos; 3) Nvidia no clube do trilhão; 4) Target desagrada acionistas; 5) Petróleo volátil antes de reunião da OPEP+

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. EUA РImpasse sobre o teto da dívida e recursos do Tesouro chegando no final

Embora ainda n√£o haja um acordo, foi mais uma semana cujo tom das negocia√ß√Ķes foi mais positivo. M√ļltiplas fontes afirmam que uma solu√ß√£o √© iminente e poderia ser anunciada j√° na sexta-feira, dia 26 de maio, ou durante o final de semana.

A demora para subir o teto da d√≠vida fez com que a Fitch Rating, uma das tr√™s maiores ag√™ncias de notas de cr√©dito do mundo, colocasse a nota dos EUA em revis√£o negativa. Isso significa que a ag√™ncia pode rebaixar o pa√≠s e retirar o grau m√°ximo de investimento, AAA. Em nota a ag√™ncia afirmou que: “A falha dos Estados Unidos em aumentar o teto da d√≠vida pode ter consequ√™ncias graves e duradouras, incluindo o aumento dos custos de empr√©stimos, um poss√≠vel default e danos √† classifica√ß√£o de cr√©dito do pa√≠s.”

Enquanto isso, os recursos do Tesouro americano atingiram o menor saldo do ano, fechando a semana com apenas 38,8 bilh√Ķes de d√≥lares. A secret√°ria Janet Yellen, entretanto, afirmou que sua nova estimativa √© que esse montante, somado a novas arrecada√ß√Ķes, dure at√© o dia 5 de junho. O que, por um lado, d√° mais tempo para as negocia√ß√Ķes no Congresso, por outro tira um pouco da press√£o para a resolu√ß√£o do problema e pode frustrar os investidores.

Quer saber mais sobre o teto da dívida, a possibilidade de um calote dos EUA e os impactos no mercado, confira nosso recém-publicado relatório aqui.

2. China – Entre tapas e beijos com os Estados Unidos

Durante a c√ļpula do G7, em Hiroshima no Jap√£o, uma das pautas recorrentes era a rela√ß√£o tumultuada entre China e Estados Unidos nos √ļltimos anos. Os l√≠deres do grupo concordaram em abordar o tema de forma unificada e concordaram que existe a necessidade de diversificar cadeias de produ√ß√£o para diminuir a depend√™ncia de um √ļnico pa√≠s.

Ao final do evento entre as maiores pot√™ncias mundiais, uma declara√ß√£o do presidente americano Joe Biden foi bem recebida pelos mercados. O democrata afirmou que a rela√ß√£o entre os pa√≠ses deve melhorar “muito em breve” e que n√£o √© inten√ß√£o dos EUA se separar do gigante asi√°tico, mas sim reduzir riscos e diversificar a rela√ß√£o.

Por√©m o clima amistoso foi breve. No in√≠cio da semana a Administra√ß√£o do Ciberespa√ßo, √≥rg√£o regulador chin√™s, emitiu um comunicado alertando os operadores de infraestrutura cr√≠tica a n√£o comprar chips da empresa de semicondutores americana Micron Technology (ticker: MU) por riscos de seguran√ßa cibern√©tica “relativamente s√©rios”.

Esta proibi√ß√£o da China √© apenas mais um dos diversos cap√≠tulos desse embate entre as duas maiores economias do mundo. A batalha tem ficado cada vez mais intensa no mundo dos semicondutores. A san√ß√£o √† Micron √© vista como resposta √†s recentes medidas adotadas pelos EUA, que colocou diversas empresas chinesas numa lista que pro√≠be a exporta√ß√£o de chips de √ļltima gera√ß√£o e proibiu, inclusive, cidad√£os americanos de fornecer servi√ßos para a ind√ļstria de chips chinesa.

Com isso, as empresas de tecnologia chinesa, representadas abaixo pelo ETF de KraneShares CSI China Internet (ticker: KWEB), t√™m apresentado uma performance bem diferente das empresas de tecnologia americana, representada abaixo pelo ETF que segue o √≠ndice Nasdaq100 (ticker: QQQ). Enquanto o QQQ sobe +113,5% nos √ļltimos 5 anos, as a√ß√Ķes de internet chinesas caem -51,6%.

3. Nvidia – Chegando no clube do trilh√£o

Nvidia ( $NVDA) reportou resultados acima das expectativas e mostrou que est√° se beneficiando do novo ciclo de investimentos em intelig√™ncia artificial (AI). A empresa comentou que v√™ um aumento significativo na demanda por seus produtos √† medida que os grandes datacenters transicionam parte dos seus recursos para uma configura√ß√£o que atenda √† acelera√ß√£o de aplica√ß√Ķes de AI em diversos processos.

Receita: Queda de -13,2% A/A e 10,4% acima do esperado (US$7,2bi x 6,5bi)
Lucro por Ação: Queda de 19,9% A/A e 18,5% acima do esperado ( US$1.09 x US$0,92)

Além do excelente resultado, a maior fabricante de chips do mundo (embora não os fabrique, e terceirize a produção) comunicou ao mercado que a receita no trimestre corrente deverá ser de cerca de US$11bi, muito acima dos US$ 7,2bi que o mercado tinha como estimativa.

Esse “beat & raise”, como costumamos classificar as divulga√ß√Ķes que n√£o s√≥ v√™m acima das expectativas mas tamb√©m elevam as proje√ß√Ķes para os trimestres seguintes, levou √†s a√ß√Ķes da empresa a subir quase 25% na semana a capitaliza√ß√£o da empresa se aproxima do seleto clube do US$1 trilh√£o!

4. Target – A varejista tenta agradar a gregos e troianos, mas acaba desagradando os acionistas

O embate entre liberais e conservadores √© t√£o antigo quanto a hist√≥ria dos Estados Unidos, por√©m a polariza√ß√£o recente tem surtido efeitos em diversas empresas, que tentam adequar-se √†s exig√™ncias dos consumidores e dos investidores, que t√™m pressionado cada vez mais por padr√Ķes de quesitos ambientais, sociais e de governan√ßa (ESG, na sigla em ingl√™s).

Um dos temas mais pol√™micos e midi√°ticos desse embate, nos √ļltimos anos, tem sido as quest√Ķes da causa LGBTQIA+. Recentemente vimos as vendas da cerveja Bud Light ca√≠rem quase 30% no comparativo anual ap√≥s uma campanha publicit√°ria protagonizada por uma influenciadora transg√™nero dar in√≠cio a uma s√©rie de boicotes aos produtos da Anheuser-Busch InBev.

J√° a varejista Target (ticker: TGT) foi arrastada para o meio de uma pol√™mica semelhante nesta semana. Ap√≥s anunciar sua linha de produtos para o “Pride Month” em junho, a empresa sofreu cr√≠ticas e amea√ßas de boicote. Para tentar evitar um desempenho semelhante ao visto pela Bud Light, os executivos anunciaram, ent√£o, que estariam removendo determinados produtos da nova linha.

Para a surpresa da companhia, o an√ļncio de cortes na linha dedicada √† comunidade LGBTQIA+ tamb√©m gerou uma repercuss√£o negativa, tanto por parte de consumidores quanto por parte dos seus pr√≥prios funcion√°rios. Ao se envolver na batalha cultural, quem perdeu foram os acionistas ao ver as a√ß√Ķes ca√≠rem quase 9% na semana e ampliar a underperformance para sua principal concorrente, o Walmart (ticker: WMT).

5. Petróleo РAnsiedade e volatilidade às vésperas da reunião da OPEP+

O pre√ßo do barril de petr√≥leo, aqui medido pelos futuros do West Texas Intermediate, teve uma semana bastante vol√°til com coment√°rios de representantes da OPEP+ jogando o pre√ßo da commodity para ambas as dire√ß√Ķes.

Na ter√ßa feira, o principal oficial do setor de energia da Ar√°bia Saudita, o pr√≠ncipe Abdulaziz bin Salman, deu um recado para os especuladores que est√£o apostando na queda dos pre√ßos: “Eu diria para eles tomarem cuidado”, disse o pr√≠ncipe com tons de amea√ßa. Na semana que vem os membros da OPEP+, o grupo dos maiores produtores de petr√≥leo do mundo, ir√£o se reunir e decidir as quotas de produ√ß√£o de cada pa√≠s. O mercado interpretou o coment√°rio saudita como uma indica√ß√£o de cortes de produ√ß√£o e fez o pre√ßo do barril sair de US$72 para quase US$75.

J√° na quinta-feira, o ministro russo Alexander Novak, em entrevista, afirmou que n√£o acredita que haver√° uma decis√£o de corte de produ√ß√£o na reuni√£o da OPEP+. Isso foi o suficiente para apagar toda a alta dos dias anteriores e o pre√ßo do barril voltou para a casa dos US$71. Em comunicado posterior, Novak afirmou que “decis√Ķes podem ser tomadas se necess√°rio”, o que fez o pre√ßo voltar para pr√≥ximo dos US73/barril.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.