XP Expert

Temporada de resultados, Taxas de Juros, Jackson Hole, BRICS, Nvidia | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. Temporada de Resultados: Quando a surpresa não surpreende tanto assim 2. Leve alívio nas taxa de juros 3. Jackson Hole provoca volatilidade nos mercados 4. BRICS+ 5. Nvidia - O resultado mais aguardado da temporada

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. Temporada de Resultados: Quando a surpresa n√£o surpreende tanto assim

Com 97% das empresas j√° tendo reportado seus balan√ßos patrimoniais, chega ao final a temporada de resultados do 2¬ļ trimestre de 2023, a qual detalhamos num relat√≥rio publicado no quinta-feira, dia 24/08. Dispon√≠vel aqui, e comentamos no Morning Call de hoje.

Recomendamos a leitura do nosso documento na íntegra, mas destacamos os principais pontos aqui:

i) Foi uma temporada com um alto percentual surpresas positivas de lucro no S&P 500 (79%)

ii) O lucro por ação (LPA) do S&P 500 caiu -3,2% ante uma expectativa de queda de -6,4% sendo este o terceiro trimestre consecutivo de queda.

iii) A rea√ß√£o das a√ß√Ķes das empresas que bateram as estimativas foi apenas 0,1% acima da performance do S&P 500 no preg√£o seguinte √† divulga√ß√£o. N√ļmero mais baixo desde o 4¬ļ tri de 2020.

Para mais detalhes, coment√°rios, links para os coment√°rios de a√ß√Ķes individuais, leituras setoriais e mais, acesse nosso relat√≥rio.

2. Leve alívio nas taxa de juros

Esta semana foi marcada por uma pausa no rali das taxas de juros, ap√≥s cinco semanas seguidas de altas na taxa de juros americana de 10 anos, tema que j√° v√≠nhamos monitorando nas semanas anteriores. No in√≠cio da semana, a taxa de 10 anos chegou a bater 4,35%, mas retrocedeu ap√≥s dados de atividade econ√īmica terem vindo mais fracos que o esperado, o que √© positivo para a trajet√≥ria de pol√≠tica monet√°ria.

Os juros americanos não estão isolados neste movimento. A curva de juros americana, conhecida como a mãe de todas as curvas, influencia diretamente o comportamento de outros ativos ao redor do mundo. Nessa semana, destaque para os juros de países europeus, que seguiram a mesma tendência dos EUA. As bolsas fecharam a semana em terreno positivo, respondendo à diminuição da pressão imposta pelas taxas de juros.

3. Jackson Hole provoca volatilidade nos mercados

Nessa semana economistas, banqueiros e dirigentes de bancos centrais se reuniram em Wyoming para o tradicional simp√≥sio anual do banco central americano (Fed) em de Jackson Hole que neste ano teve como tema ‚ÄúMudan√ßas Estruturais na Economia Global‚ÄĚ. Na sexta-feira, o chairman do Fed, Jerome Powell, discursou e refor√ßou um tom mais duro em rela√ß√£o √† pol√≠tica monet√°ria(hawkish) e deixou claro que a possibilidade de altas adicionais na taxa b√°sica de juros dos EUA n√£o pode ser descartada, √† depender do desempenho de indicadores de infla√ß√£o e atividade econ√īmica nos EUA.

Em seu discurso, Powell reconheceu que o cen√°rio econ√īmico est√° mais favor√°vel que h√° um ano, e refor√ßa que para conduzi-lo ao seu estado ideal, ser√° necess√°rio manter juros elevados por mais tempo.

O discurso gerou volatilidade nos mercados, assim como um adiamento da expectativa que o Fed inicie o ciclo de cortes na taxa de referência.

O debate acerca da taxa de juros neutra para a economia americana, ou seja, aquela que não acelera nem desacelera a economia continua. Há quem defenda que o nível neutro esteja maior desde a pandemia por fatores estruturais, como aumento do déficit fiscal, envelhecimento da população e tendência de crescimento do PIB, o que pode levar o Fed a manter juros em patamar mais elevado mesmo após a normalização da economia, dando fim à era do juro real zero que vivemos desde a normalização a crise financeira de 2008 até a pandemia.

Clique aqui para receber os materiais do Research Internacional por e-mail

4. BRICS+

Nessa semana ocorreu a 15¬™ c√ļpula dos BRICS, bloco formado por Brasil, R√ļssia, √ćndia, China e √Āfrica do Sul. A pauta da o evento realizado em Joanesburgo (√Āfrica do Sul) incluiu a cria√ß√£o de uma alternativa ao d√≥lar e a adi√ß√£o de novos membros ao bloco.

Ao final da reuni√£o, foi anunciada a adi√ß√£o de seis novos membros: Argentina, Egito, Ir√£, Eti√≥pia, Ar√°bia Saudita e Emirados √Ārabes Unidos. Na nova composi√ß√£o, o bloco ter√° no agregado cerca de 46% da popula√ß√£o global e um PIB conjunto de quase US$ 33 trilh√Ķes, ou 29,7% do PIB global. O bloco n√£o possui crit√©rios claros para a ades√£o e perman√™ncia, funcionando como uma associa√ß√£o de pa√≠ses emergentes para fomentar coopera√ß√£o em diversas √°reas.

O crescimento do bloco e a busca de uma moeda comum para se opor ao dólar é uma vitória dos interesses chineses, que tem como objetivo tornar o BRICS+ um contraponto ao G7 e ao G20 no debate internacional.

5. Nvidia – O resultado mais aguardado da temporada

Coroando o final da temporada de resultados, na quarta-feira recebemos os n√ļmeros da Nvidia. Maior alta do S&P 500 do ano e grande vencedora da nova corrida por investimentos em Intelig√™ncia Artificial, a empresa fundada e comandada por Jensen Huang reportou resultados estelares.

A receita da fabricante de chips subiu nada menos que 101,6% em rela√ß√£o ao mesmo per√≠odo no ano anterior e atingiu US$ 13,5 bilh√Ķes. Seus lucros dispararam mais de 400%, levando a margem bruta da empresa a atingir 71,2%, recorde hist√≥rico.

O resultado acima das expectativas dos analistas veio acompanhado de mais uma indica√ß√£o de for√ßa nas vendas. O guidance de receita para o pr√≥ximo trimestre foi anunciado em US$ 16 bilh√Ķes (mais ou menos 2%) e ficou muito acima dos US$ 12,6bi que o mercado previa. Al√©m disso a empresa anunciou um programa de buyback (recompre de a√ß√Ķes) de US$ 25bi, dando ainda mais suporte ao pre√ßo da a√ß√£o, que j√° sobe mais de 200% no ano.

Para al√©m do resultado em si, destacamos dois importantes fen√īmenos relacionados √† Nvidia:

  1. Como mencionamos na nossa se√ß√£o sobre a temporada de resultados, nem sempre as expectativas dos analistas s√£o semelhantes √†s expectativas do mercado. As a√ß√Ķes da Nvidia que chegaram a disparar 10% no after market da quarta-feira, logo ap√≥s a divulga√ß√£o dos n√ļmeros, fecharam o preg√£o da quinta-feira com alta de apenas 0,1% e ca√≠ram mais de 2% na sexta-feira.
  2. Analisar a√ß√Ķes simplesmente olhando m√ļltiplos pode ser algo muito perigoso. Da mesma forma que empresas com √≠ndice pre√ßo/lucro muito baixo podem ser ‚Äúvalue traps‚ÄĚ e nunca chegarem a ser bons investimentos, empresas com m√ļltiplos alt√≠ssimos podem ser, simplesmente, um reflexo das expectativas do mercado acerca de um crescimento de lucros (muito) acima do que o consenso mostra. No caso da Nvidia, a a√ß√£o, apesar de estar pr√≥xima das m√°ximas hist√≥ricas, tem ficado cada vez mais “barata” em termos de m√ļltiplo P/L, saindo de quase 65x para menos de 35x ap√≥s os resultados de quarta-feira.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.