XP Expert

🌎 RADAR GLOBAL: YouTube vs. TikTok

Youtube Shorts é o novo TikTok, SoftBank bate recorde e Amazon vence no tribunal Europeu.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Bolsas internacionais amanhecem em queda (EUA -0,3% e Europa -1,2%) e direcionam-se para o 4º dia consecutivo de baixa. Dados de inflação acima das expectativas deixam o investidor menos confortável quanto a capacidade de manutenção da postura ultra acomodativa do Federal Reserve.

Coronavírus: Aparentemente, o Reino Unido venceu o Covid-19. O Departamento de Saúde do país anunciou queda de 99% no nº de fatalidades desde o pico em abril, quando faleceram quase 1.500 cidadãos (12/abril).

EMPRESAS

Temporada de resultados do 1T21: Hoje – Disney, Alibaba, Bilibili, Airbnb, DoorDash, Farfetch. Amanhã – -.

Disney e Alibaba fazem parte de nossa carteira de BDRs.  

YouTube vs. TikTok: Após sucesso absoluto, o TikTok ganhou mais um concorrente de peso. Não bastassem o Instagram Reels e o Snapchat Spotlight, agora o YouTube (comprado pelo Google em 2006, por US$ 1,6bi) também anunciou um investimento massivo em sua plataforma de vídeos curtos.

Serão US$ 100 milhões destinados ao pagamento de criadores de conteúdo para que postem no aplicativo YouTube Shorts. Ainda está em aberto o quanto cada “Shorter” deve ganhar pelos vídeos, no entanto, a quantia é significativa quando comparada ao fundo de US$ 200 milhões levantado em julho de 2020 pelo TikTok.

BDRs do Google (GOGL34) sobem 28% no ano.

A gigante japonesa: O SoftBank divulgou seu resultado anual e alcançou um lucro líquido de US$ 46 bilhões, maior cifra da história corporativa do Japão e colocando-a no páreo com grandes empresas americanas como o Google e a Microsoft, que também lucram nesta faixa.

Os resultados foram puxados pelo forte desempenho do Vision Fund, de US$ 100 bilhões e que ganhou US$ 58 bilhões em valor de mercado durante a valorização das empresas de tecnologia durante o ano de 2020.

Olhando para frente, a companhia anunciou um programa de recompras de US$ 23 bilhões, grande o suficiente para se adquirir 50% da Petrobrás. No entanto, as preocupações com a inclinação da taxa de juros nos EUA podem criar desafios no curto prazo para as companhias investidas.    

Amazon na Europa: A corte Europeia anulou uma multa de € 250 milhões imposta à Amazon em uma decisão de 2017. O valor havia sido estipulado pelo órgão antitruste da região que, segundo os juízes da corte, não foi capaz de apresentar provas de ilegalidade quanto aos pagamentos de impostos da companhia na região.

Na Europa, o escrutínio regulatório da Comissão Europeia é uma batalha de anos. Recentemente, a Apple escapou de uma multa de US$ 13 bilhões que teria que pagar ao governo da Irlanda. A decisão da corte traz novos incentivos para que legisladores europeus ampliem o ambiente regulatório da região.

BDRs da Amazon (AMZO34) caem -1% no ano.

ANÁLISES

Fonte: Google Trends

Google Trends: A busca pelo termo “inflation” – inflação, em ingês – na plataforma do Google continua batendo patamares recordes, acima de níveis registrados nos últimos 10 anos, evidenciando que a preocupação vai além do mundo institucional e está presente no dia-a-dia da população.

Os fatos: Ontem foram divulgados os dados do CPI nos EUA acima das expectativas do mercado. O índice cheio subiu +4,2% vs. +3,6% do consenso enquanto a inflação núcleo veio em +3,0% vs. +2,3% esperado.

As consequências: Empresas de crescimento e aquelas que negociam com múltiplos elevados (normalmente do setor de tecnologia) tendem a se prejudicar num ambiente de inclinação da curva de juros.

Saiba mais em 🌎 CONEXÃO GLOBAL: Por que as ações de tecnologia estão caindo?

Gostou do conteúdo? Deixe sua avaliação abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.