XP Expert

🌎RADAR GLOBAL: Drones da Google

Google Wings, chips mais caros e Bitcoin como moeda oficial

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem levemente positivos (EUA +0,3% e Europa 0%) enquanto investidores aguardam o discurso do presidente do banco central americano, Jerome Powell, sobre perspectivas econômicas e redução dos estímulos e dados sobre a inflação nos EUA. O petróleo (+1,5%) se recupera após queda de -1,6% na quinta feira e segue em direção a sua melhor performance semanal desde junho de 2020.

Coronavírus: A Pfizer anuncia parceria com a farmacêutica brasileira Eurofarma, a fim de aumentar a produção de sua vacina na América Latina. Serão produzidas pelo menos 100 milhões de doses anuais para distribuição na região, as quais se somarão às que já chegam à América Latina por meio da Covax, iniciativa global de distribuição de vacinas à países de baixa renda e doações dos EUA. Até o momento, os termos financeiros do negócio não foram divulgados.

EMPRESAS

Drones da Google: A empresa de drones da Alphabet – Wings – realizou cerca de 13 mil entregas na Austrália em 2020. O Wing foi lançado em 2019 na Austrália, após uma série de testes de drones que começaram em 2014, permitindo que os usuários peçam itens como comida por meio de um aplicativo móvel. Atualmente, a Wings está se aproximando de 100.000 entregas desde o seu lançamento. A empresa trabalha com mais de 30 parceiros em todo o mundo, incluindo cafeterias e farmácias. Em 2020, por exemplo, a Wing fez parceria com um distrito escolar da Virgínia para entregar livros para bibliotecas durante a pandemia. Nas palavras do Head de Marketing da Wings: “Esperamos que os custos de materiais e de operações ao longo do tempo sejam drasticamente menores do que a entrega terrestre.

Olhando para frente: Mesmo com os reguladores nos EUA e em outros países discutindo os requisitos técnicos para esta nova classe de máquinas voadoras, a Wing está se expandindo rapidamente. Além dos locais de teste existentes na Austrália, Virgínia e Helsinque, a companhia tem planos de expansão em outros locais. A mudança potencialmente disruptiva para entregas rotineiras de sanduíches, xícaras de café e remédios continua sendo uma meta de longo prazo, enquanto os reguladores nos EUA e em outros lugares lutam para definir as regras.

A TSMC (TSMC34), maior fabricante de semicondutores do planeta, anunciou um reajuste no preço de seus chips em meio à alta demanda pela tecnologia. Os dispositivos mais avançados, de 3nm e 5nm, terão um reajuste de +10% em seu preço, enquanto as tecnologias mais atrasadas (maiores que 5nm) terão um aumento de +20%. A TSMC é responsável por mais de 90% da produção global dos semicondutores de alta tecnologia.

O cenário: O aumento tornará mais desafiadora a produção de dispositivos eletrônicos a preços mais acessíveis, uma vez que os semicondutores são como “o petróleo dos hardwares”. Na indústria de automóveis, os impactos da crise dos semicondutores já são avaliados em US$ 110bi, de acordo com a AlixPartners. Dados recentes do Reino Unido mostraram que a produção de veículos caiu para ~52mil unidades em julho, o pior mês desde 1956. Na América, a Ford (FDMO34), anunciou um corte de ~50% da produção do seu novo modelo de picape F-150.

A TSMC34 está em nossa Carteira Top 10 BDRs.

Bitcoin como moeda nacional: Em duas semanas, El Salvador se tornará o primeiro país a adotar o Bitcoin como moeda oficial, um movimento de alto risco. Com o intuito de estimular a adesão a nova moeda, o governo do país visa distribuir US$ 75 milhões, permitindo que cada membro de sua população receba US$ 30, caso adote o novo sistema chamado Chivo, que irá possibilitar a compra de produtos tanto em dólar quanto em criptomoedas. O presidente do país, Nayib Bukele, afirmou que a transição para a nova moeda ajudará na captação de investimentos estrangeiros e em uma maior democratização de serviços financeiros, ao passo que o custo das transações será reduzido.

Tudo ou nada: O projeto possui altos riscos, uma vez que a alta volatilidade da moeda poderá contribuir para um aumento ainda maior da dívida externa e causar uma grande flutuação nos preços e receitas federais do pequeno país, com uma economia avaliada em US$ 26bi. Como resultado, a Moody’s, que já avaliava o risco de crédito do país como especulativo, reduziu ainda mais a sua avaliação, decretando uma deterioração na qualidade das políticas locais.

ANÁLISES

Fonte: Haver

Revolução digital: A China é um dos maiores casos de crescimento econômico dos tempos atuais, com uma média de crescimento do PIB em torno de 8% nos últimos 10 anos. O gráfico acima do Haver, apresenta o que talvez tenha sido o maior catalisador do crescimento Chinês, a digitalização. De acordo com o gráfico, setores digitais, eram responsáveis por 2% do avanço do PIB chinês, porém desde então, o setor isoladamente perdeu relevância. Por outro lado, a digitalização de setores tradicionais como o industrial e de materiais, acabou impulsionando grande parte do crescimento nos últimos 5 anos. Os benefícios da digitalização da economia são diversos por proporcionar redução de custos para as empresas, aumentar a eficiência e conveniência dos serviços para os consumidores, além de alavancar a escalabilidade dos negócios, uma vez que conseguem expandir sua marca sem a necessidade de presença física. Em termos absolutos, a economia digital representou 38,6% do PIB chinês em 2020, um aumento de 11,6% se comparado a 2015, de acordo com o Statista.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.