XP Expert

Ano novo, fim da festa, incertezas na China, Apple e BYD vs. Tesla | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. A realidade supera a expectativa: 2023 foi positivo para as bolsas globais 2. Cortes de juros: Segurando o entusiasmo 3. Incerteza regulatória na China continua 4. Apple: A maçã sem amor 5. BYD: A maior montadora que você nunca ouviu falar

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. A realidade supera a expectativa: 2023 foi positivo para as bolsas globais Р2024, entretanto, começa negativo

2. Cortes de juros: Segurando o entusiasmo РDados de emprego e ata do Fed contribuem para redução das expectativas de um corte de juros em março nos EUA

3. Incerteza regulatória na China continua РBolsas caem ante falta de confiança

4. Apple: A maçã sem amor РApple lidera a queda das Big Tech na primeira semana do ano

5. BYD: A maior montadora que voc√™ nunca ouviu falar – BYD supera a Tesla em quantidade de ve√≠culos el√©tricos vendidos no √ļltimo trimestre

1. A realidade supera a expectativa: 2023 foi positivo para as bolsas globais

Em 2023 o S&P 500 teve alta de 26,2%, motivada por uma s√©rie de fatores. No primeiro semestre, o otimismo com o tema da intelig√™ncia artificial, a inje√ß√£o de liquidez no sistema financeiro ap√≥s a crise dos bancos regionais e o posicionamento t√©cnico leve dos fundos de investimento no in√≠cio do ano impulsionaram o √≠ndice. J√° no segundo semestre, as surpresas positivas no crescimento econ√īmico americano, o fortalecimento da narrativa do soft landing (normaliza√ß√£o n√£o-recessiva da economia americana) e a continuidade dos efeitos dos impulsos fiscais do governo americano ajudaram a manter a performance. Os resultados das empresas ao final do ano revelaram uma resili√™ncia nos lucros, que foram sustentados por uma capacidade ainda grande das companhias em repassar pre√ßos e cortar custos. Adicionalmente, sinaliza√ß√Ķes mais brandas do Federal Reserve em rela√ß√£o √† trajet√≥ria futura de juros provocaram um rally dos ativos de risco no final de 2023.

Confira mais detalhes sobre as performances dos mercados globais em 2023

O in√≠cio de 2024 por sua vez, marcou uma mudan√ßa de tom para os mercados. As oito semanas consecutivas de alta das bolsas americanas ao final de 2023 foram motivadas por uma conjun√ß√£o de not√≠cias positivas na frente de pol√≠tica monet√°ria e de fatores t√©cnicos de posicionamento dos agentes do mercado, que foram obrigados a fechar apostas tomadas em taxas de juros e vendidas (short) em renda vari√°vel. Ap√≥s a virada do ano, iniciou-se um movimento de revers√£o. Alguns dos setores que tiveram os maiores ganhos em 2023 tiveram quedas mais expressivas da primeira semana de 2024 (notadamente, tecnologia e consumo discricion√°rio), e setores defensivos que tiveram performance prejudicada em 2023 iniciaram o ano novo com ganhos (destaque para sa√ļde e utilidades p√ļblicas).

2. Cortes de juros: Segurando o entusiasmo

Nas √ļltimas semanas de 2023, as taxas de juros americanas aprofundaram o movimento de queda iniciado em outubro, e as chances de um corte da taxa dos Fed Funds, derivada do mercado de futuros, at√© mar√ßo chegou perto de 100%. Isso ocorreu ap√≥s a divulga√ß√£o das proje√ß√Ķes dos membros do comit√™ de pol√≠tica monet√°ria (FOMC) que indicavam um abrandamento da taxa de refer√™ncia de maior magnitude ao longo de 2024 e o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, declarar que o FOMC j√° havia come√ßado a discutir a possibilidade de dar in√≠cio ao ciclo de cortes de juros.

A primeira semana de 2024, no entanto, trouxe uma diminui√ß√£o nessa expectativa de cortes de juros no primeiro trimestre, √† medida que foram divulgados dados de emprego mais fortes e a ata da √ļltima reuni√£o do FOMC. A ata, documento que fornece mais detalhes sobre o processo de tomada de decis√Ķes do comit√™, veio em um tom levemente mais duro (ou hawkish, no jarg√£o de mercado) que o discurso de Powell ap√≥s a √ļltima decis√£o de juros, ao indicar que “uma meta mais baixa para a taxa dos Fed Funds seria apropriada at√© o final de 2024”, mas deixando a data em aberto.

Os dados de emprego referentes a dezembro divulgados nesta semana, fundamentais para que o FOMC possa avaliar as condi√ß√Ķes econ√īmicas e a necessidade de altera√ß√Ķes na pol√≠tica monet√°ria adiante, surpreenderam consideravelmente a expectativa de mercado e corroboraram a narrativa mais dura dos mercados na semana. Foram criados 216 mil postos de trabalho urbanos (contra expectativa de 175 mil) e a taxa de desemprego permaneceu em 3,7% (contra expectativa de 3,8%), sugerindo que o mercado de trabalho permanece consideravelmente aquecido, o que vai na dire√ß√£o oposta do que o Federal Reserve precisa observar para iniciar o processo de normaliza√ß√£o da pol√≠tica monet√°ria.

Com isso, as Treasuries abriram consideravelmente: a taxa dos títulos de 10 anos subiu 17 pontos-base e terminou a semana em 4,05%, enquanto os títulos de 30 anos encerraram a semana em 4,20% (+17 pontos-base). A probabilidade de um corte de juros até a reunião de março caiu para 69,5%.

3. Incerteza regulatória na China continua

Desde a divulga√ß√£o de proposta de novas regula√ß√Ķes para jogos online, os mercados chineses t√™m enfrentado semanas de dura rea√ß√£o do mercado ante aumento da incerteza local. O temor √© que o governo volte a realizar impliquem interven√ß√Ķes similares √†s ocorridas recentemente no setor de educa√ß√£o e tecnologia, que se acreditava j√° terem sido encerradas.

Ap√≥s a repercuss√£o negativa, o governo divulgou uma nota em tom conciliat√≥rio, declarando que ir√° considerar seriamente as opini√Ķes do p√ļblico. Outro aceno positivo foi a aprova√ß√£o de 105 jogos para o p√ļblico, mais que o esperado para dezembro. Tencent, uma das companhias cujas a√ß√Ķes foram mais prejudicadas pela not√≠cia, tiveram uma leve recupera√ß√£o. Desde ent√£o, o governo anunciou a remo√ß√£o de Feng Shixin de sua posi√ß√£o como chefe da Unidade de Propaganda do Partido Comunista Chin√™s, que √© respons√°vel pelo √≥rg√£o que divulgou a proposta.

Ainda nesta semana, o Ministro das Finan√ßas da China declarou que o gasto p√ļblico ir√° crescer em 2024, √† medida que o governo busca maneiras de estimular a demanda da economia, enfraquecida ap√≥s longo per√≠odo de restri√ß√Ķes relacionadas ao Covid, √† perda de ritmo da economia global, restri√ß√Ķes impostas pelos EUA e perda de impulso relacionado ao crescimento populacional e poupan√ßa. Os est√≠mulos fiscais financiados via aumento de gasto p√ļblico s√£o uma novidade para o pa√≠s, que historicamente preferia a via do cr√©dito direcionado. A ag√™ncia de risco Moody‚Äôs alterou recentemente a perspectiva do rating de cr√©dito de China para negativa, alertando para o aumento do gasto p√ļblico e riscos relacionados ao setor imobili√°rio, ainda em crise.

Contribuindo para o clima de insatisfa√ß√£o, o jornal Central Party School, do Partido Comunista, divulgou artigo em que critica o comportamento err√°tico dos reguladores em rela√ß√£o √†s empresas de tecnologia, que oscila entre ‚Äúsupervis√£o negligente‚ÄĚ e ‚Äúexcessivamente rigoroso‚ÄĚ. O setor de jogos online tinha voltado a crescer desde as interven√ß√Ķes realizadas em 2021, que impunham um limite de tempo para menores de idade. Outras medidas impostas desde a ocasi√£o, como a interven√ß√£o direta do governo na estrutura do Grupo Alibaba, fizeram com que a performance do √≠ndice KWEB (de empresas de tecnologia chinesas) se descorrelacionasse do √≠ndice Nasdaq 100 (de empresas de tecnologia nos EUA), com a diminui√ß√£o de confian√ßa dos investidores na China.

4. Apple: A maçã sem amor

Nesta primeira semana de 2024 nem todos os analistas do mercado financeiro est√£o numa praia do Nordeste (ou dos Hamptons). Barclays e Piper Sandler atualizaram seus modelos da maior empresa do mundo e rebaixaram suas recomenda√ß√Ķes.

Na ter√ßa-feira, Tim Long, do Barclays, rebaixou sua recomenda√ß√£o de Apple de Equal Weight para um pouco comum Underweight, o equivalente a sair de neutro para venda. Ele cita as fracas vendas do iPhone 15, a falta de lan√ßamentos que instiguem o p√ļblico a trocar de dispositivos, o crescimento menor da linha de servi√ßos e os altos m√ļltiplos que a empresa negocia para chegar a um pre√ßo alvo de US$ 160 por a√ß√£o (11,6% abaixo do pre√ßo atual de US$181,18) .

J√° na quinta-feira, Harsh Kumar da Piper Sandler, tamb√©m rebaixou sua recomenda√ß√£o (de compra para neutro) e tamb√©m cita as dificuldades de vendas de iPhones, com aumento de estoques, o ambiente macro mais dif√≠cil na China, as recentes not√≠cias negativas da empresa e, tamb√©m, os m√ļltiplos acima da m√©dia hist√≥rica.

Temos mencionado com frequ√™ncia as dificuldades que a empresa capitaneada por Tim Cook tem enfrentado recentemente. J√° s√£o quatro trimestres consecutivos de queda de receita (comentamos aqui) e o fluxo de not√≠cias t√™m vindo particularmente negativas para a Apple. No final de 2023 houve a amplia√ß√£o das restri√ß√Ķes ao uso do iPhone nas estatais chinesas e a proibi√ß√£o das vendas de dois modelos do Apple Watch por quest√Ķes de patente (cometamos aqui).

E como se n√£o bastasse, hoje, sexta-feira dia 5, reportagem do New York Times afirmou que o Departamento de Justi√ßa dos EUA est√° terminando uma investiga√ß√£o antitruste sobre as pr√°ticas da companhia. De acordo com ‚Äúfontes internas‚ÄĚ o √≥rg√£o avaliou como a empresa usou o seu controle sobre o software e o hardware para dificultar, ilegalmente, a concorr√™ncia.

5. BYD: A maior montadora que você nunca ouviu falar

Auto-entitulada de ‚Äúa maior montadora que voc√™ nunca ouviu falar‚ÄĚ, em sua campanha de expans√£o global, a BYD (l√™-se bi-uai-di), montadora chinesa, superou a Tesla em vendas de ve√≠culos el√©tricos no √ļltimo trimestre de 2023 ao vender 526 mil autom√≥veis 100% el√©tricos ante 484,5 mil da rival norte-americana.

Fundada em 1995, na cidade de Shenzhen, a BYD (acr√īnimo de Build Your Dreams) come√ßou como uma empresa de baterias recarreg√°veis. Com o boom dos smartphones a empresa cresceu e fez seu IPO na bolsa de Hong Kong em 2002. J√° em 2003, com a aquisi√ß√£o da montadora Xi‚Äôan Qinchuan Automobile, a empresa criada pelo professor de qu√≠mica Wang Chuan-fu entrou no mercado de autom√≥veis, lan√ßando seu primeiro ve√≠culo h√≠brido em 2008 (el√©trico e a combust√£o).

A BYD se diferencia das outras montadoras pela integra√ß√£o vertical da sua cadeia de suprimentos. Utilizando-se de substancial ajuda do governo chin√™s, sob a forma de subs√≠dios, a empresa investiu em P&D e, hoje, alega fabricar dentro de casa mais de 75% dos componentes finais dos seus ve√≠culos. Com isso, consegue oferecer op√ß√Ķes mais ‚Äúpopulares‚ÄĚ a pre√ßos menores que o dos concorrentes, em especial, da Tesla.

Com receita de, aproximadamente, US$ 82bi nos √ļltimos 12 meses a BYD fica atr√°s da Tesla, com US$ 96bi e seu lucro l√≠quido tamb√©m fica atr√°s (US$ 4,2bi contra 10,8bi da Tesla) mas o que chama aten√ß√£o √© a diferen√ßa em capitaliza√ß√£o de mercado. Enquanto a Tesla vale US$ 755 bilh√Ķes a chinesa BYD, que tem a Berkshire Hathaway de Warren Buffet como investidora, vale, apenas, US$ 78bi.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.