Fundos Imobiliários: Gestoras apontam as maiores oportunidades e riscos para 2020

Saiba as perspectivas dos gestores de fundos imobiliários para 2020, destacando as principais oportunidades e riscos para o próximo ano.

access_time 19/12/2019 - 14:54
format_align_left 4 minutos de leitura

O ano de 2019 tem sido um ano histórico para os fundos imobiliários (FIIs). Vimos um crescimento expressivo no número de investidores pessoa física de FIIs, chegando a mais de 518mil até outubro deste ano. Isso representa um crescimento de mais de 150% somente no ano de 2019.

O que as Gestoras esperam para 2020?

Chegando ao fim desse ano emblemático, fizemos uma enquete com as principais gestoras de FIIs no Brasil para saber o que elas acreditam serem as perspectivas para 2020 como as melhores oportunidades e maiores riscos para o segmento.


Qual o nível de crescimento esperado do IFIX para 2020?

Após a forte performance do IFIX (o índice de fundos imobiliários da B3), valorizando aproximadamente 25% em 2019, os gestores continuam otimistas para 2020.

Entretanto, a expectativa para o próximo ano é um pouco mais conservadora, onde 38% dos gestores esperam uma valorização do índice de aproximadamente 15%. Na nossa visão, o motivo desse conservadorismo é a potencial ausência de um catalisador importante presente em 2019, como os sucessivos cortes de juros ao longo do ano. Por outro lado, o segmento deve continuar se beneficiando da melhora operacional dos portfólios, juros baixos e aquisições com rentabilidades atrativas.


Qual segmento deve apresentar maior crescimento dos alugueis em 2020?

Com 81% das respostas, o consenso dos gestores aponta que o segmento de lajes corporativas deve apresentar o maior crescimento dos alugueis em 2020. Assim como os gestores, acreditamos que esse segmento deve apresentar o maior ganho nos aluguéis entre os FIIs nos próximos anos. Esse crescimento vem principalmente de queda na vacância, aumento do valor dos aluguéis nas renegociações e renovações de contratos com os inquilinos.


Quais são as maiores oportunidades para 2020?

Consenso entre os gestores, a maior oportunidade apontada para os FIIs em 2020 é a melhora dos indicadores operacionais (como queda na vacância, redução da inadimplência, aumento nos aluguéis nas renovações dos contratos), como consequência da recuperação econômica esperada para os próximos anos. Entretanto, uma parcela dos gestores também apontam aquisições de imóveis a rentabilidades/preços atrativos como uma das maiores oportunidades no próximo ano, sustentando o crescimento rentável dos fundos no curto prazo.


Qual o maior catalisador para os FIIs em 2020?

Quando o assunto é sobre os principais catalisadores para os FIIs no ano que vem, dois grandes fatores foram apontados, com uma concentração levemente maior na entrada mais robusta de investidores institucionais no mercado de FIIs. Por outro lado, a grande atratividade dos fundos imobiliários para Pessoas Físicas deve continuar sendo um fator relevante para a performance do produto em 2020.


Quais são os maiores riscos para 2020?

Além de elencar as oportunidades para o próximo ano, também é importante mapear os principais riscos para os FIIs. Na visão dos gestores, os maiores riscos vêm de fatores externos (como guerras comerciais e desaceleração da economia global). Outro fator indicado e que poderia trazer volatilidade aos FIIs é uma possível reforma tributária, que poderia pressionar a rentabilidade dos fundos.


Quais novos segmentos devem ganhar força nos próximos anos?

O recente crescimento do produto também permitiu o avanço de novos segmentos de FIIs e que podem ganhar mais força e se consolidarem entre os fundos imobiliários. Os segmentos apontados como os mais propensos a crescer no curto prazo são o de propriedades multifamiliar (aluguéis residenciais) e os desenvolvimentos residenciais. Ambos os segmentos são intrinsecamente beneficiados pelo ciclo de recuperação em andamento do mercado imobiliário residencial e que deve perdurar pelos próximos anos.


Por um lado, as gestoras veem espaço para o crescimento de novos segmentos, podendo trazer maior opções de diversificação para os FIIs. Por outro, riscos vindo principalmente de eventos externos que possam impactar (direta ou indiretamente) o nosso mercado e uma possível tributação excessivamente onerosa aos FIIs podem trazer maior volatilidade para os fundos imobiliários no curto prazo.

De modo geral, os gestores se mantém otimistas para 2020, mas com uma expectativa levemente mais conservadora em comparação com 2019.

Para o próximo ano, acreditamos que fatores como o segmento do fundo (como lajes corporativas, shoppings e galpões logísticos) e a qualidade na execução da gestora, de modo a extrair mais valor para o cotista e minimizar riscos, serão fatores decisivos para uma performance diferenciada do fundo.


Como acompanhar as melhores oportunidades?

Para identificar as melhores oportunidades ao logo de 2020, acompanhe a nossa carteira recomendada de FIIs publicada mensalmente.

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar