Evolução dos players de e-commerce internacionais no mercado logístico Brasileiro

Artigo realizado em parceria com a SiiLa Brasil


Compartilhar:


Nos últimos anos temos visto uma grande expansão do segmento logístico e industrial. O ano de 2020 foi um marco para o segmento, principalmente pelos novos hábitos criados durante a pandemia, que acarretou no crescimento do e-commerce (comercio eletrônico), trazendo novos investimentos e investidores para essa classe de ativos.

É possível notar a atratividade do segmento logístico, supracitados, nos fundos imobiliários e em seu desempenho ao longo de 2020. Além das captações bem-sucedidas ao longo do ano, os fundos imobiliários deste setor encerraram o ano sendo negociados com prêmio em relação ao valor patrimonial.

Dos Fundos Imobiliários analisados pela área de análise da XP, os fundos de galpões logísticos e recebíveis imobiliários obtiveram os melhores resultados no ano de 2020, enquanto os fundos de shoppings, lajes e FoFs foram os mais afetados.

Para saber mais sobre essa classe de ativo, acesse o Panorama Mensal e Opinião dos Gestores.

Galpões Logísticos

Desde o início da pandemia, tivemos grandes medidas restritivas em relação a distanciamento social, fechamento do comércio e empresas adotando o trabalho remoto (Home-Office) por tempo indeterminado. Todos tiveram que se adaptar a nova realidade e não foi diferente para as empresas que investem ou utilizam o setor logístico para o funcionamento do seu ecossistema.

Para saber mais sobre o panorama do mercado de galpões logísticos, os impactos da crise da COVID-19, suas consequências e perspectivas para o segmento em 2021, acesse aqui.

Comentário SiiLa: é correto afirmar que as adaptações notadas no perfil de consumo da população brasileira, devido ao Covid-19, aceleraram mudanças que se mostravam ainda como tendências de médio e longo prazo. Movimentos estes tiveram seu vetor de força impulsionado pelo auxílio emergencial, sendo este o principal risco para a manutenção do atual nível de consumo da população e, por conseguinte, sustentar uma expansão sustentável do setor.

Players Internacionais

Com a crescente demanda da população por novas classes de mercadorias, acompanhamos nos noticiários que grandes players internacionais estão entrando no mercado logístico para atender as demandas represadas e aumentar a participação no mercado brasileiro.

Segundo a SiiLa Brasil, existem 3 grandes empresas que estão expandindo sua atuação desde 2017 no país, são elas: Mercado Livre, Amazon e B2W.

No Ano de 2020 os players internacionais tiveram absorção bruta de 2.85 milhões de m², sendo o e-commerce responsável por 0,35 milhões de m².

Abaixo é possível verificar a distribuição dessas absorções pelos players internacionais.

Comentário SiiLa:

  • Mercado Livre: captou nos últimos 2 anos 87% do total das suas absorções nos últimos 5 anos, foi de longe a empresa de e-commerce que mais cresceu nos últimos 5 anos, sendo ele responsável por 54% das absorções do setor nesse período;
  • Amazon: captou nos últimos 2 anos 73% do total das suas absorções nos últimos 5 anos, sendo responsável por 24% das absorções do segmento de e-commerce nos últimos 5 anos;
  • B2W: captou nos últimos 2 anos 72% do total das suas absorções nos últimos 5 anos, sendo responsável por 15% das absorções nos últimos 5 anos.

Regiões

É possível analisar na imagem abaixo a Absorção Bruta dos Players Internacionais nas Classes A+, A e B (classificação SiiLa) entre 2016 e 2020.

Fonte: SiiLa Brasil

Podemos notar que todas as regiões acima citadas tiveram uma absorção bruta positiva, com destaque para as regiões de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Comentário SiiLa: Conforme o esperado, as regiões do sudeste foram as que mais reagiram à toada positiva que o mercado mostrou, com grande destaque para são Paulo. Por outro lado, é valido devidamente destacar que regiões do Nordeste e Sul também obtiveram excelentes resultados, o que traz um ambiente extremamente positivo para estes mercados secundários e o entendimento de que já se justifica, para as empresas, movimentações fora do eixo RJ-MG-SP.

E-commerce

Conforme dito anteriormente, com o crescimento do e-commerce no país, houve uma aceleração do processo de transformação digital das empresas, que foi traduzido em um aumento na demanda das mesmas por imóveis logísticos neste período.

No final de 2018 a final de 2020 a ocupação do e-commerce passou de 4,81% para 6,98% – equivalente a um crescimento de 2,17%.

Fonte: SiiLA Brasil

Comentário SiiLa: Torna-se evidente que o grande volume de área tomada pelo setor de e-commerce, deu-se muito mais em função de um movimento de consolidação dos grandes players (majoritariamente Amazon e Mercado Livre). Este movimento foi responsável não só pela expansão do volume de área locada por estas empresas, como também por um crescimento no market share.

Conclusão

O mercado de galpão logístico projeta um contínuo crescimento em 2021. Além dos Players Internacionais, existem também as empresas locais, principalmente as varejistas, que estão sendo impactadas positivamente pelo forte crescimento do e-commerce.

O ponto de atenção será a negociação e compra destes ativos nas melhores condições sem prejudicar a rentabilidade do investimento ou fundo imobiliário, pois a demanda por bons ativos está cada vez maior e preços cada vez mais altos.

Para o investidor que deseja investir nessa classe de ativos, a equipe de Research da XP elencou 7 variáveis para analisar antes de investir, acesse aqui.

Por fim, agradecemos a parceria com SiiLa Brasil, fornecendo as informações de mercado e suas perspectivas para o setor logístico, nos ajudando a trazer transparência e informação aos investidores.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.