XP Expert

XP Morning Call 23/11/2018

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1. Política Brasil: Time econômico em foco, Salim Mattar assumirá Secretaria de Privatizações
  2. Confiança da Indústria medida pela FGV sobe 0,6 pontos em novembro

Internacional

  1. Internacional: Mercados leves com feriado americano

Empresas

  1. Cemig: Romeu Zema reafirma intenções de privatização | POSITIVO
  2. Banco do Brasil (BBAS3): Rubem Novaes é indicado pra a presidência
  3. Gerdau investe R$ 550 milhões para ampliar capacidade em aço especial

COE News

  1. Tencent e Alibaba: Após um período conturbado nos mercados internacionais, o setor de tecnologia na Ásia apresenta melhora


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Time econômico em foco, Salim Mattar assumirá Secretaria de Privatizações

  • Segundo o Broadcast, Salim Mattar aceitou o convite de Guedes para ser o novo secretário de privatizações. Salim Mattar é o sócio fundador da Localiza e presidente do conselho. Ele tem perfil liberal, e é conselheiro do Instituto Millenium;
  • Outros nomes cotados para secretarias econômicas são: (1) Marcos Cintra (Doutor em Economia por Harvard) para a “supersecretaria da arrecadação” (previdência & receita federal); (2) Carlos da Costa (ex-diretor do BNDES) para “secretaria de produtividade e competitividade”; (3) Mansueto de Almeida (Secretário do Tesouro) para a “secretaria de economia” (4) Paulo Uebel (Ex secretário de João Doria) para secretaria de “gestão e modernização”;
  • Após veto de evangélicos a nome técnico para a Educação, Bolsonaro escolhe Ricardo Vélez Rodríguez como ministro, filosofo e professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército.

Confiança da Indústria medida pela FGV sobe 0,6 pontos em novembro

  • O Índice de Confiança da Indústria (ICI) medido pela FGV teve um avanço de 0,6 pontos em novembro ante outubro, para 94,7 pontos​;
  • Houve melhora nas avaliações de empresários em relação ao presente, mas deterioração nas expectativas para os meses seguintes​;
  • Além disso, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada recuou 1,1 pontos no mês, passando de 76,4% para 75,3% em novembro​.

Internacional

Internacional: Mercados leves com feriado americano

  • Em dia leve por conta do feriado de ação de graças nos EUA, Asia fechou em leve queda puxado por mineradoras, enquanto que Europa abre em alta, apesar de dados mais fracos de atividade;
  • Na Europa o índice de atividade geral (PMI Composite) desapontou na margem em 52,4, abaixo dos 53,1 do mês passado e a expectativa de 53,0, ainda em campo de expansão (acima de 50), mas mostrando desaceleração e os desafios na região.​

Empresas

Cemig: Romeu Zema reafirma intenções de privatização | POSITIVO

  • As ações da Cemig fecharam em forte alta de +5,44% ontem após o governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) reafirmar intenções de privatizar a companhia em eventos com investidores;
  • Segundo o governador, a privatização poderia ocorrer de forma mais rápida se o mercado precificar à empresa adequadamente logo. Por outro lado, outra opção seria sanear a empresa antes de conduzir o processo;
  • Além disso, o Sr. Zema também confirmou intenções de reduzir custos de pessoal e gerenciáveis, bem como dar prosseguimento a venda de ativos e participações da estatal de energia, como Gasmig e TAESA.​

Banco do Brasil (BBAS3): Rubem Novaes é indicado pra a presidência

  • ​O BB anunciou em Comunicado ao Mercado na noite desta quinta-feira (22/11) que Paulo Guedes indicou o economista Rubem Novaes para presidir o banco. A nomeação será confirmada após a aprovação do presidente da república Jair Bolsonaro;
  • Durante muitas semanas, Ivan Monteiro da Petrobras foi considerado o principal candidato para o cargo a ser ocupado por Novaes, que é PhD em Economia pela Universidade de Chicago, foi diretor do BNDES e passou por instituições privadas do mercado financeiro;
  • Segundo o Valor, quando questionado sobre privatizações, o executivo mencionou vendas ou IPOs de partes do negócio em etapas, sem considerar a privatização total.


Gerdau investe R$ 550 milhões para ampliar capacidade em aço especial

  • O presidente da siderúrgica, Gustavo Werneck, anunciou ontem um investimento de R$550mi para ampliar a capacidade produção de aços especiais na usina de Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, que passará de 600 mil para 1 milhão de toneladas por ano;
  • O investimento está alinhado à estratégica da companhia de ser um participante cada vez mais relevante na indústria automotiva, que deve passar por profundas transformações a partir de agora. Segundo Werneck, a expectativa para 2019 é de crescimento no consumo de 7% no Brasil para aços especiais e cerca de 4% nos Estados Unidos;
  • Reiteramos recomendação de Compra na Gerdau e preço alvo de R$22,5, que se beneficia de um ambiente mais aquecido no Brasil daqui em diante e margens sustentadas nos EUA.

Distribuidores de aço têm leve alta de vendas em outubro, diz Inda

  • Em outubro, as vendas de aço plano por distribuidores do Brasil subiram 0,6% A/A, para 268,5 mil toneladas, acumulando aumento de 6,4% no ano;
  • Previamente em outubro, o Inda estimou que as vendas no mês ficariam estáveis ante setembro. Contudo, as vendas subiram 4,1%, surpreendendo positivamente. O giro dos estoques ficou em 3.4x, frente ao 3.5x no mês anterior;
  • Para o mês de novembro, o presidente do Inda, Carlos Loureiro, estima uma redução de 12% M/M, grande parte devido ao menor número de dias úteis. Entretanto, para 2018, o instituto espera crescimento de 5% A/A, com aceleração para 2019, cuja expectativa é alcançar alta de 10% A/A, impulsionado pelo novo governo e pela retomada econômica.​

Eletrobras: Leilão da Amazonas Energia adiado para 10 de dezembro

  • A Eletrobras informou que o leilão da Amazonas Energia foi adiado de 27 de novembro para 10 de dezembro;
  • Segundo o Valor, a ANEEL avalia incluir mudanças legais implementadas pela MP 855 anexas ao contrato de concessão da distribuidora para viabilizar o leilão. A MP determina que que um investidor que arremate a concessionária terá a garantia da adequação de fluxo de caixa futuro da distribuidora;
  • O regulador está avaliando se assinará um termo de compromisso, e acredita que a mudança não fere as regras do leilão. A Equatorial é tida como uma potencial interessada na distribuidora do Amazonas.

Carf mantém grande parte de autuação contra Ambev

  • Segundo Valor Econômico, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) manteve a maior parte de uma autuação fiscal de R$ 1,6 bilhão recebida pela Ambev, referente à aquisição do controle da cervejaria argentina Quilmes, em 2006. A decisão ainda cabe recurso;
  • Na autuação, a Receita Federal cobra Imposto de Renda (IRPJ) e CSLL sobre amortização indevida de ágio, entre 2007 e 2012, além de multa;​

Eletrobras: Paulo Guedes indica Wilson Ferreira Junior para permanecer como CEO

  • ​Segundo o Estadão, o futuro Ministro da Economia Paulo Guedes indicou a permanência de Wilson Ferreira Junior como CEO da Eletrobras;
  • Jair Bolsonaro ainda não haveria batido o martelo sobre a indicação. Além disso, o executivo foi cogitado para chefiar o Ministério de Minas e Energia, embora o mesmo não confirme;
  • ​Paulo Pedrosa e Adriano Pires também teriam sido sondados para chefiar o MME, mas o MDB, que tradicionalmente chefia a pasta não estaria satisfeito com as indicações.

Pesquisa aponta retomada no fluxo em shoppings em outubro

  • De acordo com pesquisa realizada pela Abrasce e pel FX Retail Analytics, houve aumento de ~2,4% no fluxo de visitantes aos shoppings Brasileiros em outubro;
  • ​Avalia-se que o fim das eleições, que trouxe muita cautela ao consumo, também contribuiu para o crescimento das visitas aos shoppings;
  • ​As empresas listadas apresentaram indicadores operacionais melhores no 3T, o que deve ser potencializado no 4T com a sazonalidade.

Minerva pede registro de IPO da Athena Foods no Chile

  • Segundo Valor Econômico, a Minerva Foods, maior exportadora de carne bovina da América do Sul, fez hoje à Comisión para el Mercado Financeiro (CMF), órgão que regula o mercado de capitais do Chile, o pedido de registro para a oferta inicial de ações (IPO) da subsidiária Athena Foods;
  • Criada em meados deste ano, a Athena reúne as operações da Minerva fora do Brasil, o que inclui abatedouros na Argentina, Paraguai, Uruguai e Colômbia. Atualmente, a Athena responde por 40% do faturamento total da Minerva, que deve ficar entre R$ 15-16 bilhões em 2018​;
  • A expectativa é que a Minerva venda cerca de 30% do capital da Athena Foods, obtendo recursos para reduzir o endividamento a consolidar a liderança na América do Sul. Em setembro, a empresa indicou a possibilidade de angariar até R$ 1,5 bilhão com o IPO​.

COE News

Tencent e Alibaba: Após um período conturbado nos mercados internacionais, o setor de tecnologia na Ásia apresenta melhora

  • Algumas das maiores empresas no setor de tecnologia, como Tencent e Alibaba, apresentam expressivos retornos positivos neste mês. Após longo período de maior volatilidade ao longo do ano, parte dos investidores acredita que o valuation de algumas dessas empresas está mais atrativo;
  • Após reportar ganhos (+6% A/A) ligeiramente acima do esperado no 3T18, o preço das ações da Tencent está próximo de registrar o mês mais positivo desde janeiro deste ano. No caso do Alibaba, mesmo que ligeiramente abaixo do consenso, as fortes receitas (+54% A/A) apresentadas no 3T18 despertaram a melhora no preço das ações nos últimos dias;
  • Parte dos investidores continua cautelosa com as ações de tecnologia na China, devido ao crescimento mais lento dos lucros e recentes mudanças regulatórias. Após o setor ter apresentado taxas de crescimento superior a 30% durante vários anos, os resultados deverão crescer de forma mais contida. Adicionalmente, ainda há preocupações em relação a desaceleração da economia chinesa e atingimento do pico de crescimento no setor de tecnologia no mundo.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.