XP Expert

Mercados seguem refletindo noticiário de potenciais estímulos e vacinas

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 1,50% | 117.857 Pontos

CÂMBIO 0,06% | 5,09/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa encerrou o pregão de ontem em alta de 1,50%, fechando em 117.857 pontos, num pregão marcado pela forte valorização dos preços das commodities, além da aprovação das Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem. Os principais destaques positivos do índice foram as ações de BRKM5 (+5,61%), BEEF3 (+4,25%) e NTCO3 (+3,87%). Seguindo a tendência, o dólar comercial subiu 0,06%, cotado a R$ 5,09, na contramão dos principais países emergentes.

As taxas futuras de juros operaram em alta no dia de ontem, principalmente nos vencimentos mais longos, retomando inclinação na curva. As principais razões que levaram ao movimento foram novamente preocupações no campo fiscal e político, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tecendo críticas ao governo, além de declarações do presidente Jair Bolsonaro vistas como anti-liberais e os contínuos desentendimentos acerca das vacinas. O dólar, que operou em alta, também pesou. DI jan/22 fechou em 2,98%; DI jan/24 foi para 5,33%; DI jan/26 encerrou em 6,39%; e DI jan/28 fechou em 7,03%.

Nessa quinta-feira, os mercados globais operam em leve alta, com futuros do S&P e a bolsas chinesas subindo 0,18% e 1,1% respectivamente. Bolsas europeias também sobem 0,43%, com notícias de que as autoridades estariam acelerando o lançamento de uma vacina antes do Natal, potencialmente impulsionando as economias prejudicadas da região.

Ainda no cenário político internacional, os destaques são para o otimismo sobre a possibilidade de um acordo entre republicanos e democratas por um novo pacote de estímulo à economia americana de cerca de 900 bilhões de dólares. As negociações podem continuar no fim de semana. 

Na Europa, as negociações pelo Brexit estão em estágios finais, segundo autoridades. A igualdade de condições e a pesca continuam sendo os principais pontos de divergência entre a União Europeia e o Reino Unido.

Já no Brasil, avançam as negociações para as disputas da presidência da Câmara e do Senado. O candidato Arthur Lira recebeu ontem a indicação do apoio de mais dois partidos, o que leva seu bloco a totalizar 213 dos 513 deputados. Enquanto isso, Rodrigo Maia trabalha para atrair partidos de esquerda para seu grupo, mas ainda não definiu um candidato. No Senado, o MDB, que tem a maior bancada, anunciou que terá candidatura própria para fazer frente ao grupo de Davi Alcolumbre.

Na seara econômica, a autoridade monetária dos EUA, o Fed, manteve a taxa de juros entre 0 e 0.25% e prometeu manter o programa de compra de títulos em, no mínimo 120 bilhões de dólares por mês, até que o mercado de trabalho e as medidas de inflação apresentem progresso substancial.

No Brasil, Congresso aprovou ontem a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), evitando a paralisia orçamentária a partir de 1 de janeiro. O Orçamento, no entanto, só deve ser votado em 2021. Entretanto, o orçamento ainda mais apertado do que o proposto incialmente na PLOA preocupa. Há o retorno das emendas de bancada a 1% da receita corrente líquida, o que consome mais R$ 1,6 bilhão a R$ 2 bilhões do teto, além da isenção a municípios inadimplentes, que poderão continuar recebendo transferências voluntárias. O relatório também mantém as emendas do relator-geral, centralizando o poder de execução de parte significativa do orçamento (foram R$ 30 bilhões no orçamento atual).

Ademais, estimativa do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) aponta que a arrecadação federal cresceu 7,9% em novembro (comparado ao mesmo mês de 2019). O dado oficial ainda será publicado pela Receita Federal, mas a estimativa indica que o crescimento foi beneficiado pelo pagamento de impostos diferidos ao longo do primeiro semestre.  

Por fim, na agenda de indicadores do dia, o Banco Central publicará o Relatório Trimestral de Inflação hoje, às 8h. Já no cenário internacional, destaque para decisão de política monetária do Bank of England e para a divulgação de números de novos pedidos de seguro desemprego nos EUA.

Tópicos do dia

Internacional

  1. Política internacional: Negociações pelo Brexit e pacote de estímulo à economia americana em estágios finais
  2. Petróleo: Redução no estoque dos EUA acima do esperado pelo mercado
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Projeto de vacinação da Covid-19 em farmácias pode acelerar conceito de centro de saúde
  2. Bancos: Clientes não dispostos a compartilhar dados, positivo para bancos incumbentes
  3. Usiminas (USIM5): Retomada da produção e vendas em patamares superiores ao período pré-pandemia
  4. CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas


Veja todos os detalhes

Internacional

Política internacional: Negociações pelo Brexit e pacote de estímulo à economia americana em estágios finais

  • O noticiário internacional desta quinta-feira (17) destaca otimismo sobre a possibilidade de um acordo entre republicanos e democratas por um novo pacote de estímulo à economia americana de cerca de USD 900 bilhões. As negociações podem continuar no fim de semana;
  • Na Europa, as negociações pelo Brexit estão em estágios finais, segundo autoridades. A igualdade de condições e a pesca continuam sendo os principais pontos de divergência entre a UE e o Reino Unido.

Petróleo: Redução no estoque dos EUA acima do esperado pelo mercado

  • Ontem a Agência de Informação de Energia dos EUA (EIA) divulgou, em seu relatório oficial de fornecimento, uma redução no estoque de -3,135 milhões de barris contra expectativa de -1,937 milhões de barris, o que foi visto como positivo por indicar uma menor oferta em relação à demanda. Com disso, ontem a commodity encerrou o pregão em alta de +0,63% em US$51,08/barril;
  • Ainda no viés positivo, os estoques de gasolina nos EUA cresceram +1,020 milhões de barris, abaixo das expectativas de mercado de um aumento de +1,614 milhões de barris;
  • Nessa manhã de quinta-feira, o petróleo tipo Brent opera em território ligeiramente positivo, em alta de +0,53% em US$51,35/barril (Brent).

Empresas

Projeto de vacinação da Covid-19 em farmácias pode acelerar conceito de centro de saúde 

  • A Abrafarma, associação que representa as 26 maiores empresas do varejo farmacêutico nacional, entregou um projeto ao governo federal e aos governos estaduais para aplicação das vacinas da Covid-19 nas farmácias de seus associados;
  • Caso aprovado, seriam disponibilizadas mais de 4,5 mil lojas e quase 7 mil farmacêuticos para realização do serviço em todo território nacional, além de auxiliar na distribuição das vacinas através do uso dos centros de distribuição das redes associadas;
  • Na nossa visão, se aprovado, isso seria positivo para o setor farmacêutico pois não só reforçaria a visão da farmácia como um centro de serviços associados a saúde, como também traria um fluxo adicional para a loja, o qual poderia gerar vendas incrementais. Clique aqui para ler o relatório completo.

Bancos: Clientes não dispostos a compartilhar dados, positivo para bancos incumbentes

  • De acordo com a mídia, uma recente pesquisa mostra que quase metade dos clientes bancários não estão dispostos a compartilhar seus dados;
  • Se representativo, poderia implicar em um obstáculo para o Open Banking (iniciativa do Banco Central para 2021), uma vez que clientes não se utilizariam da ferramenta para obter melhor avaliação de crédito por outros bancos que não o primário;
  • Nossa visão é de que o resultado da pesquisa é positivo para os bancos incumbentes sob nossa cobertura, uma vez que: i) possuem ~80% dos R$3.7 trilhões do mercado de crédito; ii) décadas de dados de usuários; e iii) se relacionam a mais tempo com consumidores brasileiros. Bancos seriam beneficiados em não compartilhar tais dados, uma vez que estes são valiosos para modelagem de crédito.

Usiminas (USIM5): Retomada da produção e vendas em patamares superiores ao período pré-pandemia

  • Em Comunicado ao Mercado publicado ontem (16), a Usiminas reportou dados sobre a produção e vendas de laminados nos últimos 45 dias. Segundo a Companhia, os níveis registrados foram normalizados, após forte impacto de paralisações decorrentes da COVID-19;
  • A produção total no período foi de 553 mil toneladas, ficando 0,2% acima da média diária do primeiro trimestre de 2020 e 6,4% acima da média diária de 2019. Já o volume de vendas no mesmo período totalizou 577,6 mil toneladas, 11,5% acima da média diária do primeiro trimestre, enquanto as vendas internas (97% do volume total de vendas) representaram um aumento de 25,3% na mesma comparação;
  • Vemos os números reportados como positivos para a Usiminas com a retomada da produção e vendas, inclusive com resultados superiores à níveis pré-pandemia. Temos recomendação Neutra para nome com preço-alvo de R$ 12 por ação.

CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas

  • A agenda ESG deve receber mais atenção da CVM (Comissão de Valores imobiliários) e da B3 (Bolsa de valores brasileira). Segundo informações da agência Reuters e da Folha, os temas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) serão observados mais de perto nas empresas com capital aberto na Bolsa brasileira;
  • Do lado da CVM, em audiência pública realizada na última semana, a instituição reportou que deve intensificar a atenção à iniciativa chamada Relate ou Explique, que exige posicionamento das empresas em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relevantes aos seus respectivos setores de atuação. Hoje a iniciativa é opcional e, caso a alteração seja confirmada, as empresas que não divulgarem suas ações e indicadores serão indicadas a explicar publicamente o motivo da omissão. Outra iniciativa dessa movimentação é a exigência, pela B3, de ações do tema ESG como regra para as empresas cujas ações são listadas no Novo Mercado. Com isso, a adesão por parte das empresas à listagem no segmento deve ser tornar mais rígida;
  • Vemos ambas as iniciativas com bons olhos e recebemos de forma positiva tais evoluções. Conforme ressaltamos em nosso relatório de início de cobertura ESG no Research da XP, além da atual onda de mudança impulsionada pela sociedade civil e pelos investidores, também acreditamos que as mudanças impostas pela regulamentação estão e terão, cada vez mais, um papel importante em direcionar as empresas a caminho de melhores práticas ESG. Além disso, vemos a padronização das divulgações e métricas ambientais, sociais e de governança como uma evolução necessária e uma das tendências que destacamos para 2021. Clique aqui para ler o relatório completo.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.