XP Expert

XP Morning Call 26/03/2019: Em meio à trégua política, Ibovespa tem dia estável

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

1. Política Brasil: Panos quentes entre Legislativo e Executivo, por enquanto
2. Paulo Guedes sai em defesa da Reforma da Previdência
3. País cria 173,1 mil postos formais de trabalho em fevereiro, e fica acima das expectativas

Internacional

1. Brexit: Parlamento assume controle do processo

Empresas

1. Vale (VALE3): Vale tem R$2,95bi bloqueados, mas foco nos resultados a serem publicados
2. Petrobras (PETR4): Paulo Guedes afirma que já há acordo por Cessão Onerosa
3. Mineração: Empresas australianas veem impacto dos ciclones

COE News

1. Apple apresenta três novos serviços
2. Ações da Nike encerram o dia no zero a zero, após ameaças


Resumo

Em meio à trégua política, Ibovespa tem dia estável

Após muita volatilidade na semana passada, ontem foi um dia de estabilização do Ibovespa e hoje continuamos no mesmo tom, sem grandes avanços mas com sinais de cessar fogo nas tensões entre Legislativo e Executivo.

Ontem, Paulo Guedes disse que estão focados na articulação da Reforma da Previdência e declarou que o Governo e a Petrobras estão próximos de assinar o acordo da cessão onerosa. Além disso, o ministro vai hoje à Comissão de Constituição e Justiça falar sobre a proposta da reforma da Previdência.

Mercados internacionais operam em campo positivo no geral. Na Europa, o parlamento do Reino Unido tomou o controle do processo do Brexit e agora decidirá como será a saída da União Europeia. Em uma votação ontem, a Câmara dos Comuns dividiu o congresso para agendar votos em uma série de estratégias alternativas como a inclusão de um segundo referendo, a manutenção do Reino Unido no bloco, opção sem acordo e até mesmo o cancelamento de todo o processo.

Na China, o primeiro-ministro chinês Li Keqiang se reuniu com representantes estrangeiros no Fórum de Desenvolvimento. Ele destacou a prioridade das reformas e disse que a China continuará a promover medidas de estímulo como a redução de impostos e taxas e a promoção de novos mecanismos de crescimento. O mesmo acrescentou que em vez de expandir o déficit e relaxar a política monetária, a China lançará medidas com foco no mercado. Além disso, o país enfatizará a proteção dos direitos e interesses legítimos das empresas estrangeiras.

Do lado das empresas, a Vale anunciou ontem o bloqueio de R$2,95bi pela Justiça mas o foco está no resultado de produção que sairá hoje pela manhã, assim como no resultado do 4T a ser divulgado amanhã. Esperamos um EBITDA de U$4,6bi, mas o foco está voltado para potenciais atualizações em relação a situação atual pós o desastre de Brumadinho.

Sobre Petrobras, o Ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que o governo chegou a um acordo com a empresa sobre a renegociação do contrato da Cessão Onerosa do pré-sal, e um anúncio deve ser feito em breve. Na nossa visão, o recebimento de qualquer valor apenas contribui para melhorar o risco-retorno das ações dado que não incorporamos nenhum valor em nossas estimativas, e por este motivo reiteramos a Compra.


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: Panos quentes entre Legislativo e Executivo, por enquanto

  • Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia buscam pacificar a relação depois do auge da crise envolvendo Legislativo e Executivo no fim da semana passada;
  • O arrefecimento da disputa, no entanto, não significa um caminho sem sobressaltos para a tramitação da reforma da Previdência, já que não foram resolvidas as questões que já eram criticadas por deputados e senadores na relação entre o governo e o Congresso antes dos episódios da semana passada;
  • Líderes devem divulgar hoje documento de apoio ao texto, mas com ressalvas a pontos como as alterações no benefício de prestação continuada (pago a idosos de baixa renda) e na aposentadoria rural. O ministro da Economia, Paulo Guedes, é esperado em audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça para discutir a PEC.

Paulo Guedes sai em defesa da Reforma da Previdência

  • Em encontro na Frente Nacional dos Prefeitos, o Ministro da Economia Paulo Guedes saiu em defesa da Reforma da Previdência, alertando para o risco de colapso das finanças públicas e da desigualdade presente no regime atual;
  • O Ministro alertou para riscos de interrupção do pagamento do funcionalismo caso a reforma não seja aprovada, haja visto o elevado déficit público. Guedes também notou que a Reforma da Previdência não é uma bandeira da equipe econômica ou do atual governo, mas do Brasil;
  • Além disso, dado o baixo nível de atividade econômica, a área econômica planeja implementar uma agenda positiva além da Reforma da Previdência, como a privatização da Eletrobras, acordo para renegociação da Cessão Onerosa com a Petrobras, destravamento do crédito, negociação com os Estados e medidas direcionadas para o setor produtivo.

​País cria 173,1 mil postos formais de trabalho em fevereiro, e fica acima das expectativas

  • Alcançando o melhor resultado em 5 anos, o mês de fevereiro de 2019 registrou criação líquida de 173,1 mil postos formais de trabalho, ficando acima das expectativas do mercado (+90 mil). Feito o ajuste sazonal, o saldo ficou em +123,8 mil postos, ante +18,3 mil no mês anterior; 
  • Apesar de generalizado o desempenho positivo, o maior destaque foi para o setor de Serviços, que em fevereiro apresentou geração líquida de +72,7 mil postos de trabalho na série com ajuste sazonal, ante +30,6 mil no mês anterior. Assim, no início de 2019, o setor segue como o principal na geração de empregos no país. Os setores da Indústria de Transformação e Comércio também apresentaram bons resultados;
  • Mesmo diante do avanço, é necessário cautela quanto às perspectivas para os próximos meses. Apesar de o resultado ter surpreendido positivamente em fevereiro, as sucessivas frustrações com os indicadores de atividade nos últimos meses, assim como o aumento da incerteza política e das dificuldades quanto à aprovação da reforma da previdência podem influenciar os indicadores de mercado de trabalho.

Internacional

Brexit: Parlamento assume controle do processo

  • Legisladores britânicos votaram ontem a emenda Letwin e assumiram o controle da agenda do Brexit no Parlamento do Reino Unido. De acordo com a CNBC, os legisladores podem agora estabelecer um cronograma de debate e votações subsequentes sobre resultados alternativos para o Brexit;
  • Amanhã espera-se que os parlamentares controlem a sessão na Câmara dos Comuns para votar em tais resultados. Isso tira o poder do governo e permite que os parlamentares apresentem propostas relacionadas à saída do Reino Unido da UE;
  • Theresa May afirmou que se recusa a aceitar os resultados da votação de quarta-feira. A incerteza permanece enquanto múltiplos resultados ainda existem para o Brexit, incluindo um segundo referendo.

Empresas

Vale (VALE3): Vale tem R$2,95bi bloqueados, mas foco nos resultados a serem publicados 

  • Em fato relevante divulgado ontem à noite, a Vale informou que a Justiça aceitou pedido do Ministério Público de Minas Gerais e da Defensoria Pública de Minas Gerais, determinando o bloqueio de R$2,95 bilhões de recursos da Vale;
  • A decisão teve como fundamento assegurar o ressarcimento de eventuais prejuízos de pessoas afetadas pelas retiradas de pessoal já ocorridas e pelas que porventura venham a ocorrer com relação à barragem Sul Superior, em Barão de Cocais;
  • Vale relembrar que a empresa decidiu preventivamente na sexta-feira, após identificação de uma divergência de dados entre os sistemas de monitoramento da barragem, elevar o alerta para o nível 3 do Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM), após ser informada pela auditoria sobre o risco iminente dessa barragem;
  • A companhia ainda não foi formalmente notificada da decisão e adotará as medidas cabíveis no prazo legal. A notícia pode trazer um pouco de volatilidade, mas o foco está nos resultados a serem reportados, com dados de produção divulgados hoje antes do mercado e resultado do 4Q amanhã após o fechamento;
  • Esperamos EBITDA de US$4,6bi, 93mt de vendas de finos + pelotas e preço realizado de minério de US$67,6/t. Entretanto, destacamos que o foco vai estar em atualizações que possam vir em relação à situação atual, em especial no call com os investidores na quinta-feira pela manhã.

Petrobras (PETR4): Paulo Guedes afirma que já há acordo por Cessão Onerosa

  • Em evento na Frente Nacional dos Prefeitos, o Ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que o governo chegou a um acordo com a Petrobras sobre a renegociação do contrato da Cessão Onerosa do pré-sal, e um anúncio deve ser feito em breve. Notícias mencionam que a União conseguiu reduzir o valor de US$14 bilhões inicialmente previsto para cerca de US$9-10 bilhões;
  • Notamos que não há confirmação final dos valores do reembolso à empresa, mas fontes afirmam que o pagamento seria em dinheiro (única forma do governo fazê-lo sem precisar de um projeto de lei). Além disso, o Ministro afirmou que o governo vai destinar 70% do fundo social do pré-sal para Estados e Municípios (hoje destinado 100% à União);
  • As regras do leilão dos barris excedentes das áreas da Cessão Onerosa já estão sendo elaboradas, incluindo valores dos bônus de assinatura e cálculo das compensações devidas à Petrobras pelos investimentos em campanhas exploratórias;
  • ​Como já escrevemos diversas vezes, o recebimento de qualquer valor apenas contribui para melhorar o risco-retorno da Petrobras, dado que não incorporamos nenhum valor em nossas estimativas. Reiteramos a recomendação de compra das ações.

Mineração: Empresas australianas veem impacto dos ciclones

  • As mineradoras Rio Tinto, BHP e Fortescue afirmaram que suas operações na Austrália sofreram alguns impactos após dois ciclones atingirem o país durante o fim de semana;
  • Os negócios afetados incluem centros de exportação de minério de ferro em Pilbara, bem como operações de bauxita da Rio Tinto em Weipa. Segundo a Pilbara Ports, os portos de Port Hedland, Dampier e Ashburton, importantes no escoamento de minério de ferro, seguem fechados;
  • A incerteza em relação à oferta vinda do Brasil após o acidente de Brumadinho, em conjunto com potenciais impactos nessa frente diante dos ciclones na Austrália, devem manter o preço de minério de ferro no longo prazo, o que deve dar sustentação às ações da Vale.
Proteína animal: EUA marca para junho visita a frigoríficos no Brasil para potencial reabertura do mercado
  • Segundo o Valor Econômico, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) enviará uma missão sanitária ao Brasil entre os dias 10 e 28 de junho para avaliar a possível reabertura do mercado americano à carne bovina in natura do país;
  • A vinda dos técnicos americanos ao Brasil foi apoiada durante a visita do presidente Jair Bolsonaro aos EUA, na semana passada. Após o encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, os dois países anunciaram, em comunicado conjunto, avanços nas negociações para abertura de mercados agrícola;
  • No caso da carne bovina in natura, os frigoríficos estão proibidos de exportar ao país desde junho de 2017. Na ocasião, os americanos suspenderam as compras do produto brasileiro após detectarem abscessos (acúmulo de pus) em lotes de carne provenientes do Brasil. A notícia sinaliza um passo importante devido à potencial reabertura do mercado americano para as exportações brasileiras.

COE News

Apple apresenta três novos serviços

  • Nesta segunda-feira, os dirigentes da gigante fundada por Steve Jobs anunciaram três novos serviços: (i) vídeo streaming – Apple TV+, (ii) cartão de crédito – Apple Card e (iii) um novo aplicativo de notícias – Apple News +. A expectativa da empresa é que a divisão de serviços passe a representar ~20% das receitas até 2020 (~US$ 50bi), sendo que hoje responde por 15%, além de atingir a marca de 500 milhões de assinantes pagos, contra os atuais 360 milhões;
  • Assim como o recente lançamento da plataforma “Disney+”, a nova divisão de negócios da Apple irá disputar espaço com Netflix e Amazon Prime, ao oferecer séries, programas de TV e filmes tanto de conteúdo próprio como de terceiros. O preço da mensalidade ainda não foi divulgado;
  • Emitido pelo banco Goldman Sachs e com bandeira MasterCard, seu cartão de crédito estará disponível nos EUA ainda este ano e funcionará junto ao Apple Pay, com recursos de administração de gastos e um sistema de recompensa (cashback) em percentuais que podem variar de 2% a 3% das compras;
  • O Apple News+, que poderá custar US$ 9,99 por mês, trará material de mais de 300 publicações de fontes como “Wall Street Journal”. A companhia também anunciou um serviço de jogos por assinatura, o Apple Arcade;

Ações da Nike encerram o dia no zero a zero, após ameaças

  • O preço das ações da Nike apresentaram maior volatilidade nesta segunda-feira e encerraram o dia no zero a zero (+0,16%), após um duelo de mensagens no Twitter entre o advogado Michael Avenatti e jornalistas que cobrem questões judiciais nos Estados Unidos;
  • Avenatti publicou no Twitter que iria divulgar informações sobre um possível escândalo envolvendo o nome da empresa e a liga de basquete universitário americano. Momentos depois, alguns repórteres que escrevem sobre Justiça publicaram no Twitter que promotores federais estavam preparando acusações contra Avenatti, alegando que ele havia tentado extorquir dinheiro da Nike, ameaçando liberar informações prejudiciais à companhia;
  • Nesta manhã, autoridades federais fornecerão detalhes sobre a prisão do advogado Michael Avenatti, que enfrenta acusações federais de fraude eletrônica e fraude bancária no Distrito Central da Califórnia.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.