XP Expert

Walmart aposta no streaming para acelerar adesão ao Walmart+ – 🌎 Radar Global

Tencent planeja vender participação na Meituan, parceria do Walmart com a Paramount e demissões da HBO.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,1% e Europa +0,3%) enquanto investidores aguardam os resultados das varejistas americanas, que servirão como termômetro para o estado do consumo americano em meio a alta inflação do país. Hoje teremos Walmart e Home Depot divulgando seus balanços. Na Europa, o sentimento dos investidores alemães caiu ligeiramente em agosto devido às preocupações de que o aumento do custo de vida atingirá o consumo privado e, frente à probabilidade de recessão que a maior economia da Europa está enfrentando. Na China, o índice de Hang Seng (-1,1%) encerra em baixa, após relatório indicar que a Tencent planeja se desfazer de sua participação de US$ 24 bilhões na Meituan para arrefecer preocupações com novas pressões regulatórias provenientes do governo chinês. Por outro lado, uma indicação que os reguladores chineses pretendem dar suporte para as endividadas incorporadoras fornecendo garantia de pagamento aos credores para empresas que possuem dívidas de até 10% do valor total de seus ativos, catalisou um leve tom de otimismo em relação ao setor imobiliário do país.

Confira as expectativas para os resultados das empresas dos Estados Unidos nessa temporada
Aberta a temporada de resultados do 2º trimestre

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Tencent planeja vender sua participação bilionária na Meituan: A Tencent Holdings Ltd. planeja vender toda ou grande parte de sua participação na gigante de entrega de alimentos Meituan para realizar lucros e reduzir a pressão regulatória do governo chinês sobre a empresa. A gigante da mídia social contratou consultores financeiros nos últimos meses para explorar maneiras de executar a venda de uma participação de aproximadamente 17% no valor de US$ 24 bilhões, informou a Reuters. As ações da Meituan caíram mais de 10% em Hong Kong, enquanto as da Tencent caíram mais de 2%. A Kuaishou Technology, outra empresa de tecnologia apoiada pela Tencent, caiu mais de 5%.

Desde o final de 2020, Pequim trabalha para conter a influência de líderes do setor de tecnologia, como a Tencent e o Alibaba. As duas empresas, em particular, exercem enorme influência sobre a economia chinesa baseada na internet por meio da participação parcial em centenas de startups e empresas de capital aberto. Somente a Tencent controlava uma carteira de investimentos no valor de US$ 185 bilhões no final de setembro de 2021, estimou a Bloomberg Intelligence. Contudo, agora a empresa começa a se desfazer de seus investimentos externos para não ser alvo de sanções governamentais. Até o momento, representantes das empresas ainda não se pronunciaram, mas o mercado parece ter reagido mal notícia, uma vez que a venda de US$ 24 bilhões em ações da Meituan gerarão uma forte pressão de venda no ativo e poderá impactar negativamente sua cotação.

Walmart aposta no streaming para acelerar adesão ao Walmart+: O Walmart chegou a um acordo para oferecer o serviço de streaming da Paramount Global como uma vantagem de seu programa de assinatura Walmart+, confirmaram as empresas na segunda-feira. A partir de setembro, os clientes que pertencem ao programa da varejista terão acesso gratuito a um plano suportado por anúncios no Paramount +, que inclui filmes e programas como “O poderoso chefão” e ”Bob esponja”. O acordo com o Walmart também dará à Paramount+ um novo canal de distribuição para adicionar assinantes, bem como um impulso de marca.

O Walmart (NYSE: WMT | BDR: WALM34) lançou o Walmart+ há quase dois anos para impulsionar as vendas e aprofundar o engajamento e consumo dos clientes. O programa custa US$ 98 por ano, ou US$ 12,95 por mês, e é a resposta da empresa ao Amazon Prime, mas com um conjunto diferente de vantagens. A assinatura inclui frete grátis para compras on-line, entregas gratuitas de supermercado para pedidos de pelo menos US$ 35 e descontos em prescrições médicas e gasolina. Agora também incluirá acesso ao “nível essencial” do Paramount+, que normalmente custa US$ 4,99 por mês e inclui comerciais. “Com a adição do Paramount+, estamos demonstrando nossa capacidade única de ajudar os membros a economizar ainda mais e viver melhor, oferecendo entretenimento por menos também”, disse Chris Cracchiolo, gerente geral do Walmart+, em um comunicado à imprensa.

HBO anuncia nova rodada de demissões: A Warner Bros anunciou que está demitindo cerca de 70 funcionários que trabalham na HBO e HBO Max, a última rodada de cortes depois que sua controladora se fundiu com a Discovery. Os cortes afetam 14% da equipe do diretor de conteúdo da HBO, Casey Bloys, e recaem fortemente em um grupo que faz programas de ação ao vivo para crianças e famílias, uma área que a empresa agora está dando menos ênfase. Bloys também está consolidando as equipes de desenvolvimento de comédia da HBO e HBO Max em um grupo, informou a empresa na segunda-feira. A Warner Bros Discovery, formada em abril por meio da combinação da Discovery e da divisão WarnerMedia da AT&T Inc., vem cortando custos para reduzir a dívida necessária para financiar o negócio.

Zaslav surpreendeu a indústria da mídia com medidas como o fechamento do recém-lançado serviço de streaming CNN+ e a eliminação de um filme quase finalizado, “Batgirl”, que seria executado no serviço de streaming HBO Max da empresa. Zaslav disse que sua ênfase será em menos filmes e programas de TV de alta qualidade. A HBO passou por várias rodadas de reestruturação nos últimos anos. Seu ex-proprietário, AT&T, criou uma equipe de programação separada para o novo serviço de streaming HBO Max, liderado por Kevin Reilly e Sarah Aubrey. Mais tarde, consolidou a maior parte da programação para HBO e HBO Max sob Bloys. Reilly saiu enquanto Aubrey permaneceu.

Quer ver o calendário de resultados do 2º trimestre das ações internacionais? Clique aqui.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

China lidera gastos globais com transição energética: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que quando combinado investimentos públicos e privados destinados a acelerar a transição energética, a China gastou US$ 297,5 bilhões no ano passado na transição energética, enquanto os países membros da UE dedicaram US$ 155,7 bilhões. A China deve instalar um recorde de 156 gigawatts de turbinas eólicas e painéis solares este ano, de acordo com o Instituto de Engenharia de Energia Renovável da China, que apoia a Administração Nacional de Energia do país. Em comparação, sob a Lei de Redução da Inflação, as adições à capacidade eólica dos EUA podem aumentar de 15 a 39 gigawatts por ano em 2025-2026 e de 10 a 49 gigawatts de energia solar em escala de utilidade, com as taxas de crescimento solar acelerando, de acordo com um estudo análise preliminar por pesquisadores da Universidade de Princeton. Contudo, para reduzir as emissões mundiais de dióxido de carbono relacionadas à energia a zero até 2050, o investimento anual de capital precisa atingir quase US$ 5 trilhões até 2030 e US$ 4,5 trilhões até 2050, de acordo com uma avaliação da IEA, a esse ritmo os planos públicos de gastos climáticos nos EUA, China e UE ainda não são suficientes.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.