XP Expert

Tesla vende 75% de suas reservas de Bitcoin – Radar Criptomoedas

Tencent pode encerrar plataforma de NFTs, Integração da Crypto.com com Google Pay e Tesla vende reservas de Bitcoin.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Semana de leve ganhos para os criptoativos. No agregado, o valor das criptomoedas avançou para US$ 1,01 trilhão, registrando uma alta de +14,7% vs. a semana anterior.

Bitcoin chegou ao fundo? O lucro dos investidores de curto prazo sugere que sim

Fonte: Glassnode

O gráfico acima ilustra a queda dos lucros dos investidores de curto-prazo da maior criptomoeda do mercado. O indicador analisa o volume de Bitcoins armazenadas em carteira há menos de 155 dias que estão em lucro/prejuízo. Segundo os dados, houve uma queda severa nos números de Bitcoins adquiridas por investidores de curto prazo que ainda encontram-se em um patamar de preço lucrativo. O gráfico ainda revela que o valor está bem próximo do registrado durante os fundos das grandes correções de 2015 e 2018, sugerindo então que o Bitcoin pode estar próximo do fundo.

Grande parte do movimento de capitulação dos mineradores parece também ter ficado para trás

Fonte: Cambridge University

Dados da Cambridge University apontam que o volume de energia consumido pela rede do Bitcoin já caiu cerca de 40% desde o seu pico em 2022. O menor consumo propõe que os mineradores já se desfizeram de suas atividades mais custosas e menos eficientes já tendo também, provavelmente, queimado suas reservas de Bitcoins para cobrir os custos de operação à medida que a atividade se tornou menos lucrativa. Sendo assim, é possível inferir que talvez não haverá forte pressão baixista no preço da maior criptomoeda do mercado em virtude de realização de reservas por parte dos mineradores.

Mas nem todos os indicadores sugerem o mesmo…

Fonte: Glassnode.

Contudo, o indicador de perdas não realizadas vs. capitalização de mercado do Bitcoin ainda mostra que há espaço para perdas maiores. O total de perdas não realizadas encontra-se em 55% do valor de mercado total da moeda digital, valor este inferior ao registrado em 2018 (78%) e 2015 (114%). Logo, caso a história se repita, a cotação do Bitcoin ainda terá mais espaço para recuar.

Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 21/07/2022

NOTÍCIAS

Tencent pode encerrar plataforma de NFTs

A gigante chinesa da internet, Tencent, planeja encerrar sua plataforma de NFTs, lançada há apenas um ano, já que a proibição estrita do governo para vendas de NFTs em mercados secundários causou uma grande queda nas vendas. Se a plataforma for encerrada, isso marcaria um grande recuo da Tencent do mercado NFT, que está sob forte repressão de Pequim desde o boom crescente no ano passado desencadeou uma corrida para desenvolver novas plataformas de negociação. No aplicativo Huanhe, todos os NFTs atualmente aparecem “esgotados”.

O governo central proibiu estritamente o comércio de criptomoedas na China no ano passado, após anos de repressão. Também tem sido cauteloso com especulações que possam levar a bolhas de ativos no mercado de criptomoedas. Como resultado, os colecionáveis digitais devem ser comprados com yuan e a revenda com fins lucrativos é proibida. Contudo, isso não impediu que outras empresas e organizações entrassem no mercado como Baidu e JD.com.

Integração da Crypto.com com o Google Pay

A plataforma de negociação de criptomoedas Crypto.com lançou um recurso que permite que o Google Pay seja uma opção de pagamento para usuários do Android comprarem criptomoedas. Estima-se que o Google Pay tenha mais de 100 milhões de usuários que podem usar o mais recente gateway de pagamento para os mercados de criptomoedas. Os usuários podem aproveitar esse recurso adicionando seu cartão de crédito ou débito ao Google Pay. A partir daí, eles podem usar a plataforma do Google como uma maneira de comprar mais de 250 moedas no aplicativo Crypto.com.

A parceria marca mais um passo importante na expansão da Crypto.com, vale lembrar que no início desta semana, a empresa anunciou que obteve aprovação regulatória do Organismo Agenti e Mediatori da Itália, permitindo distribuir seus produtos e serviços no país. Essa aprovação foi semelhante a outras permissões na Grécia, Cingapura e Dubai. Em maio, a plataforma disse que estava trabalhando com a Shopify para permitir que os comerciantes habilitassem o Crypto.com Pay em suas lojas online, oferecendo aos clientes mais formas de fazer suas compras com criptomoedas.

Tesla vende 75% de suas reservas de Bitcoin

Nessa última quarta-feira a Tesla divulgou seus resultados do segundo trimestre, contudo uma coisa que chamou a atenção foi anúncio de que a empresa havia vendido cerca de 75% do Bitcoin que comprou, pouco mais de um ano depois de investir na moeda digital. A fabricante de veículos elétricos disse que a venda adicionou US$ 936 milhões ao seu balanço no segundo trimestre, mas também informou que teve um prejuízo ligado a criptomoeda. A Tesla passou a investir no Bitcoin no ano passado, divulgando uma participação de US$ 1,5 bilhão quando a criptomoeda estava sendo negociada acima de US$ 28.000. Mas agora, o preço do caiu abaixo de US$ 17.700 em meados de junho, de acordo com a CoinDesk, em meio à uma queda generalizada nos mercados de criptomoedas. A metodologia contábil divulgada pela empresa leva em consideração o menor preço de mercado do Bitcoin desde que o ativo foi adquirido.

O investimento da Tesla em 2021 foi um movimento que ajudou a legitimar o Bitcoin como maior criptomoeda do mundo. Durante a call de resultados, o CEO da Tesla, Elon Musk, observou que a venda “não deve ser considerada um veredito sobre o Bitcoin”, explicando que a mudança se deve a preocupações de liquidez, e devido aos contínuos lockdows do COVID-19 na China que poderiam afetar as operações da empresa. Os investidores também perguntaram para Musk se ele via o Bitcoin como um ativo de longo prazo, e o CEO da Tesla disse que a criptomoeda era um “aspecto secundário” do principal objetivo de Tesla, que é “acelerar o advento da energia estável”, contudo não descartou investimentos futuros no ativo. Na quarta-feira, o preço do Bitcoin caiu aproximadamente 2,6% após o anúncio da Tesla.

DE OLHO NO MERCADO

Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 21/07/2022
Fonte: Coingeck, XP Research. *Os dados acima são até às 15:30 de 14/07/2022

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:
Este material tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo digital, financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas A Xtage não dá O presente material não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os clientes. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer cliente. Os clientes devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Caso os ativos, digitais ou financeiros, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A negociação de ativos digitais envolve riscos inerentes, a exemplo de: risco de segurança cibernética; risco quanto à possível irreversibilidade das transações em rede descentralizada; riscos de mercado, inclusive variação de preços em diferentes mercados, liquidez, volatilidade ou ausência de lastro; risco legal, inclusive de restrições a negociação por ordem de autoridade ou por regulação superveniente, entre outros. Os ativos digitais não são valores mobiliários regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), nem títulos emitidos ou chancelados por qualquer governo, autoridade central ou autoridade monetária, incluindo, mas não se limitando, ao Banco Central do Brasil. Os ativos digitais não possuem qualquer garantia do Fundo Garantidor de Crédito e reclamações a respeito de operações com ativos digitais não estão cobertas pelo Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos administrado pela BSM – Supervisão de Mercados. A Xtage Os autores deste material não se responsabilizam por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados de ativos digitais, podem estar sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para clientes da XChange Intermediação S.A. (“Xtage” ou “XP”) Xtage, sem prejuízo do acesso por clientes do grupo XP Investimentos, podendo também ser divulgado no site do grupo XP. O cliente precisa abrir conta junto à Xtage para operar ativos digitais. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Xtage. Para mais informações ligue para 4003-3710 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-880-3710 (demais localidades). Para clientes no exterior o contato é 55-11-4935-2701. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria: 0800 722 3710. Para deficientes auditivos ou de fala favor ligar para 0800 771 0101 (todas as localidades). Para maiores informações sobre produtos, favor acessar o nosso site: https://lp.xpi.com.br/xtage.

 

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.