XP Expert

Temporada de Resultados, Treasuries, China, Coreia do Sul e Hollywood | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. Temporada de Resultados: Hora de olhar para frente (Parte 2) 2. Treasuries: O leil√£o e o vil√£o 3. Dados mistos e queda de a√ß√Ķes chinesas 4. Coreia pro√≠be short selling 5. Luz, C√Ęmera, A√ß√£o

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. Temporada de Resultados: Hora de olhar para frente (Parte 2) 92% das empresas dos S&P 500 j√° divulgaram seus n√ļmeros do 3T23, e a quantidade de surpresas positivas no lucro chega a 81%

2. Treasuries: O leilão e o vilão Treasuries iniciaram a semana em queda, tiveram forte alta na quinta-feira com discurso duro de Powell e leilão fraco de títulos, e encerraram a semana relativamente estáveis

3. Dados mistos e queda de a√ß√Ķes chinesas Setor imobili√°rio segue enfraquecido, est√≠mulos para ve√≠culos el√©tricos impulsionam vendas

4. Coreia pro√≠be short selling Regulador sul coreano anuncia proibi√ß√£o de vendas a descoberto at√© junho de 2024, a√ß√Ķes locais caem na semana

5. Luz, C√Ęmera, A√ß√£o Atores encerram greve, Warner Bros Discovery e Disney reportam resultados

1. Temporada de Resultados: Hora de olhar para frente (Parte 2)

Chegamos √† reta final da temporada de resultados do terceiro trimestre de 2023. J√° temos 92% das empresas dos S&P 500 com n√ļmeros divulgados e a quantidade de surpresas positivas no lucro avan√ßou um pouco mais e chega aos 81%, n√ļmero que nos faz lembrar os melhores dias de 2021, quando a economia reabria ap√≥s um longo per√≠odo de restri√ß√Ķes. A surpresa m√©dia tamb√©m avan√ßa levemente para +7,6%.

Por outro lado, seguimos vendo n√ļmeros mais modestos na linha de surpresas em receita, que se mant√©m nos 48% com uma m√©dia de +1,0%.

Seis setores j√° chegam aos 100% de empresas reportadas (Materiais B√°sicos, Energia, Comunica√ß√£o, Financeiro, Utilidades P√ļblicas e Imobili√°rio). Na ponta oposta, temos os setores de Bens de Consumo (74%), Consumo Discricion√°rio (83%) e Tecnologia (84%) como os mais atrasados. Nesta pr√≥xima est√£o programadas divulga√ß√Ķes importantes desses tr√™s setores como Walmart, Target, Home Depot e Cisco.

Ao longo desta semana, o fen√īmeno que hav√≠amos chamado aten√ß√£o na √ļltima semana continuou ocorrendo: enquanto os n√ļmeros de lucro por a√ß√£o (LPA) do S&P 500 para o terceiro trimestre foram ajustados para cima, conforme as empresas foram divulgando seus resultados, os n√ļmeros do quarto, e √ļltimo, trimestre de 2023 foram jogadas ainda mais para baixo. Atribu√≠mos esse fen√īmeno aos guidances mais fracos e tom mais cauteloso dos diretores das empresas em seus conference calls.

Alongando um pouco mais o horizonte de an√°lise, come√ßamos a olhar com maior aten√ß√£o para os n√ļmeros do LPA do S&P 500 de 2024 que, embora tenham mostrado pouca oscila√ß√£o recentemente, come√ßam a desenhar uma tend√™ncia de queda, especialmente se os n√ļmeros do quarto trimestre continuarem caindo como v√™m nas √ļltimas duas semanas. O LPA do S&P 500 em 2022 foi de US$ 215,50 e 2023 caminha para uma leve alta de 1,6% A/A, aos 218,85 (n√ļmero 4,2% menor que a estimativa no in√≠cio do ano). J√° para 2024, o mercado espera um LPA de 244,30 ,  que representaria uma alta de 11,6% em rela√ß√£o a 2023. Este n√ļmero, apesar de 2,6% abaixo do que o mercado esperava no in√≠cio do ano, ainda parece bastante alto, tema que abordaremos melhor nas pr√≥ximas semanas.

2. Treasuries: O leil√£o e o vil√£o

As treasuries, t√≠tulos de d√≠vida do governo americano, iniciaram a semana em queda, no que parecia ser uma continuidade do movimento da semana anterior. Relembramos que, ap√≥s a reuni√£o do comit√™ de pol√≠tica monet√°ria dos EUA (FOMC) que n√£o trazer surpresas ou novas indica√ß√Ķes relacionadas aos pr√≥ximos passos da pol√≠tica monet√°ria, as taxas dos t√≠tulos mais longos do governo americano cederam cerca de 25 porntos-base e levaram a uma descompress√£o nos pre√ßos dos ativos de risco globais.

O movimento de queda nas taxas foi potencializado por uma s√©rie de eventos como: i) a decis√£o do Tesouro americano de emitir mais d√≠vidas de curto-prazo ao inv√©s de t√≠tulos mais longs; ii) dados de emprego mais fracos nos EUA; iii) n√ļmeros decepcionantes da economia chinesa e; iv) a interven√ß√£o do BOJ na curva de juros do Jap√£o. A sensa√ß√£o era que o inimigo (dos pre√ßos dos ativos) havia sido neutralizado.

Por√©m, como num daqueles cl√°ssicos filmes de terror, o vil√£o ressurgiu! Na quinta-feira, dia 09, quando tudo parecia calmo e tranquilo, duas not√≠cias abalaram os mercados e levaram as taxas a ‚Äúabrir‚ÄĚ cerca de 15 pontos-base ao longo da curva mais longa. Primeiramente, um leil√£o de d√≠vidas com vencimento de 30 anos do Tesouro dos EUA acabou mostrando uma fraca demanda pelos ativos (mais precisamente, o mais fraco desde novembro de 2021 e as taxas sa√≠ram 5,3bps acima de onde estava negociando no mercado). Ap√≥s esse primeiro impacto, as taxas receberam um novo impulso durante a tarde, quando Jerome Powell proferiu um discurso surpreendentemente mais duro, indicando taxas mais altas por mais tempo e incerteza em rela√ß√£o a ter apertado as condi√ß√Ķes financeiras o suficiente para trazer a infla√ß√£o de volta √† meta.

3. Dados mistos e queda de a√ß√Ķes chinesas

Os mercados chineses encerraram a semana em queda. O ETF FXI, representativo das principais empresas do pa√≠s, caiu -2,5%, influenciado por dados de infla√ß√£o ao consumidor piores que o esperado, que sinalizam falta de f√īlego da atividade econ√īmica no pa√≠s.

Para além da inflação, a semana também foi marcada por fortes dados de vendas de veículos, que tiveram alta de 10% em termos interanuais, e foram impulsionadas por veículos elétricos. O mercado chinês de veículos elétricos já representa 59% de todo mercado global, e tem sido o principal foco de estímulos governamentais ao consumo.

Enquanto isso, o setor imobili√°rio, um dos principais vetores de crescimento econ√īmico da China nos √ļltimos anos, segue enfraquecido. Especula√ß√Ķes sobre uma poss√≠vel mudan√ßa de controle da incorporadora imobili√°ria Country Garden, que t√™m passado por problemas de cr√©dito provocaram alta em pre√ßos de min√©rio de ferro, cujo pre√ßo atingiu o maior n√≠vel em sete meses. As not√≠cias indicavam a seguradora Ping An como a escolhida pelo governo chin√™s para a tarefa de assumir a Country Garden, mas a companhia negou. Mesmo com a frustra√ß√£o das expectativas, o setor imobili√°rio n√£o est√° sendo deixado de lado pelo governo da China, que tem promovido apoio ao anunciar novas redu√ß√Ķes nos m√≠nimos de entrada para compra de im√≥veis e incentivos para redu√ß√£o das taxas das hipotecas existentes.

4. Coreia proíbe short selling

No in√≠cio da semana, a Comiss√£o de Servi√ßos Financeiros (FSC), principal regulador do mercado de capitais na Coreia do Sul, anunciou uma proibi√ß√£o do short selling no pa√≠s, v√°lida pelo menos at√© junho de 2024. A medida v√™m ap√≥s per√≠odo prolongado de quedas na bolsa local, desde o √ļltimo pico em 1¬ļ de agosto, quando o √≠ndice KOSPI chegou a atingir 2667 pontos, acumulando cerca de 15% de queda entre o pico e o final de outubro.

O que é short selling?

O short selling, ou venda a descoberto, √© um tipo de opera√ß√£o em que o investidor toma a√ß√Ķes emprestadas em troca do pagamento de uma taxa (aluguel) e vende, a fim de recomprar a um pre√ßo mais baixo e embolsar a diferen√ßa. Clique aqui para entender mais.

O perfil demogr√°fico desfavor√°vel coloca press√Ķes sobre a previd√™ncia e limita o potencial de crescimento econ√īmico do pa√≠s, o que acaba prejudicando as perspectivas de lucros futuros das empresas locais. A queda populacional tem um efeito deflacion√°rio, que pode acabar provocando na Coreia do Sul efeitos similares √† experi√™ncia japonesa, de v√°rios anos lutando contra infla√ß√£o demasiadamente baixa ou mesmo defla√ß√£o. O mercado imobili√°rio coreano passa por per√≠odo de estresse, com taxas elevadas para financiamento concorrendo com pre√ßos de im√≥veis cerca de 14% abaixo do pico recente, ap√≥s prolongado per√≠odo de otimismo que causou significativo aumento na alavancagem das fam√≠lias.

O f√īlego que a proibi√ß√£o do short selling prov√™ ao mercado √© curto, como temos podido observar ao longo desta semana. O impacto para o ambiente de neg√≥cios, entretanto, √© negativo √† medida que ocorre redu√ß√£o da liquidez. Al√©m disso, a proibi√ß√£o pode colocar em risco a reclassifica√ß√£o da Coreia do Sul de pa√≠s de emergente para desenvolvido, que o governo tem buscado. A medida √© vista principalmente como um movimento pol√≠tico (o pa√≠s ter√° elei√ß√Ķes em abril de 2024).

A Coreia do Sul j√° baniu o short selling durante a pandemia, e as restri√ß√Ķes para empresas de grande capitaliza√ß√£o de mercado foram retiradas em maio de 2021. O pa√≠s tem um hist√≥rico de movimentos de investidores individuais que pedem este tipo de interven√ß√£o ao regulador como medida para ajudar a ‚Äėnivelar o campo‚Äô em rela√ß√£o aos investidores institucionais, que possuem uma s√©rie de instrumentos adicionais √† disposi√ß√£o.

5. Luz, C√Ęmera, A√ß√£o

Pela primeira vez em seis meses atores e escritores de Hollywood estar√£o de volta ao trabalho! Com o final da greve da SAG-AFTRA, o maior sindicato que representa os atores e artistas de r√°dio e televis√£o), Hollywood pode, finalmente, voltar ao normal.

A greve da SAG-AFTRA foi uma paralisa√ß√£o de trabalho hist√≥rica que durou quase quatro meses, de 14 de julho a 8 de novembro de 2023 e envolveu cerca de 160.000 artistas. A greve foi desencadeada por uma disputa sobre os termos dos novos Contratos de TV/Teatro, que abrangem a remunera√ß√£o e condi√ß√Ķes de trabalho dos atores. As principais quest√Ķes pelas quais o sindicato lutou foram aumento do sal√°rio-base e dos royalties para plataformas de streaming, e prote√ß√£o contra o uso de intelig√™ncia artificial (IA) na produ√ß√£o de filmes e televis√£o.

A disputa terminou com um acordo provis√≥rio entre o SAG-AFTRA e a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP), que representa os principais est√ļdios e redes. O acordo, que ainda precisa ser ratificado pelos membros do sindicato, inclui os seguintes termos:
– Aumento nos sal√°rios m√≠nimos nas contribui√ß√Ķes dos empregadores para os planos de pens√£o e sa√ļde.
– Uma nova f√≥rmula para royalties de servi√ßos de streaming, com base no n√ļmero de assinantes e na dura√ß√£o do per√≠odo de licen√ßa.
РUm limite para o uso de IA para substituir ou alterar a voz, semelhança ou atuação de um ator, e a exigência de divulgação e consentimento do ator.
– O reconhecimento do direito dos atores de negociar coletivamente sobre o uso de seus dados de atua√ß√£o, como express√Ķes faciais, gestos e movimentos, que podem ser usados para criar avatares ou personagens digitais.

A greve teve impactos significativos na ind√ļstria de entretenimento, causando adiamentos, cancelamentos ou mudan√ßas de locais para muitas produ√ß√Ķes, afetando os cronogramas de lan√ßamento e receitas dos est√ļdios e redes. Coincidentemente (ou n√£o), duas das maiores empresas do setor reportaram resultados nesta semana. Warner Bros Discovery (XP Top A√ß√Ķes Internacionais) e Disney.

Ambas reportaram resultados mistos e decepcionaram no crescimento de receitas, evidenciando as dificuldades do mercado de an√ļncios e os impactos da greve em novos lan√ßamentos. No caso da Disney, o lucro e o n√ļmero de assinantes vieram acima do esperado pelo mercado. J√° a WBD mostrou surpresas positivas no EBITDA e gera√ß√£o de caixa, por√©m, durante a confer√™ncia com analistas, o CEO David Zaslav desagradou ao comentar as dificuldades do mercado, um processo de desalavancagem mais lento que o esperado e a possibilidade de fazer aquisi√ß√Ķes oportun√≠sticas dentro do setor num futuro pr√≥ximo.

Confira a agenda de resultados da próxima semana

XPInc CTA

Veja todos os resultados: 3T23 Internacional

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.