XP Expert

🌎RADAR GLOBAL: Um desafio trilionário

Bill Gates ESG, Disney+ desacelera e GM contra o tempo

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem positivos (EUA +0,6% e Europa +0,9%) após a decisão do Federal Reserve americano, mantendo a taxa de juros no patamar atual e sinalizando que poderá começar a retirar a injeção de liquidez na economia em breve. Por outro lado, o dot plot indicou que 9 dos 18 membros do FOMC esperam um aumento da taxa de juros já em 2022. Na Europa, o mercado agora aguarda os dados do PMI da zona do euro e a decisão de política monetária do Banco da Inglaterra. Na China (+0,7%), o mercado encerra em alta após injeção de US$ 17bi do governo chinês na economia, acalmando os investidores e resultando em uma alta de +17,6% das ações da endividada Evergrande.

Coronavírus: Os EUA prometeram comprar mais 500 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 para doar para nações subdesenvolvidas, visto que estão sob pressão da OMS para compartilhar seu suprimento com o resto do mundo. Biden fez o anúncio durante uma cúpula virtual com o objetivo de aumentar as taxas globais de vacinação e reunir esforços dos líderes mundiais. Segundo dados do Our World in Data, 43,7% da população global recebeu ao menos uma dose da vacina.

EMPRESAS

Bill Gates ESG: O bilionário fundador da Microsoft (MSFT34), por meio de sua ONG Breakthrough Energy, assegurou aproximadamente US$ 1 bilhão de grandes corporações, como a BlackRock, General Motors, American Airlines e Bank of America para financiar e produzir novas soluções energéticas para viabilizar uma transição zero-carbono. Para Gates, será necessária uma “nova revolução industrial” para evitarmos danos climáticos, uma vez que o bilionário prevê que 50% da tecnologia necessária para alcançarmos uma economia carbono-neutra é muito cara ou sequer existe.

Olhando para frente: Os principais projetos da Breakthough Energy serão focados na captura de CO2, hidrogênio, armazenamento energético de longa duração e combustíveis de aviação. Para Larry Fink, CEO da BlackRock, serão necessários US$ 50tri em investimentos para que se alcance uma transição energética global.

Crescimento do Disney+ desacelera: O CEO da Disney (DISB34) anunciou que o serviço de streaming da companhia deverá sofrer desaceleração de crescimento na sua base de assinantes. De acordo com o executivo “investidores deverão esperar um crescimento na casa de poucos milhões de usuários” para o Disney+ no próximo trimestre. Como justificativa, ele pontuou que com a reabertura da economia, as pessoas devem utilizar menos os seus serviços de streaming além de limitarem suas quantidades de assinaturas. As ações encerraram em queda de -4% na terça-feira e ainda não devolveram as perdas.

Ponto de inflexão: O serviço lançado pela Disney no final de 2019 foi responsável pela mudança na visão dos investidores sobre a empresa. Com o seu alto potencial de crescimento e competitividade, o mercado passou a olhar a Disney como uma empresa em expansão e não mais como uma empresa consolidada no setor de entretenimento com seus filmes e parques. Logo, se torna imprescindível que a Disney continue desenvolvendo o Disney+ para que a sua ação continue em trajetória de apreciação no futuro. Acreditamos no potencial do serviço e a Disney está em nossa carteira recomendada.

General Motors (GMCO34) contra o tempo: A fabricante de carros americana anunciou estar trabalhando em conjunto a LG Chem para corrigir problemas nas baterias de carros elétricos, que causaram um prejuízo bilionário no modelo Bolt. Para isto, além de resolver erros de fabricação, a empresa está desenvolvendo um sistema de monitoramento wireless para as baterias, capaz de sinalizar problemas de funcionamento. Contextualizando, cerca de 12 veículos Bolt, produzidos pela montadora, sofreram incêndios, forçando a empresa a realizar um recall que deverá gerar um custo total de US$ 1,8bi. Tendo em vista este cenário, a GM tem hoje como objetivo central corrigir os problemas apresentados na bateria do Bolt, para que sua nova linha de baterias não possua os mesmos erros da geração anterior.

Novos lançamentos à vista: A companhia pretende lançar dois novos modelos elétricos, o Hummer e o Cadillac Lyriq, até o final do ano, logo, o acerto das baterias se torna fundamental e urgente. Os novos modelos deverão dar novas pistas se a empresa está no caminho certo para alcançar a sua ambiciosa meta de produzir apenas veículos elétricos até 2035.

ANÁLISES

Fonte: FactSet

Fundamentos fortes nos EUA: O gráfico acima, do FactSet, faz uma comparação de métricas relevantes das empresas que compõem o S&P 500 e o crescimento nominal do PIB do país. Como observado, métricas como receitas, lucro bruto, lucro operacional e líquido, já superam em 16%, 22%, 34% e 36% os valores apresentados em 2019, indicando não só uma recuperação completa das empresas do índice no pós-pandemia, como também um crescimento vs. 2019. Estes indicadores sugerem que a alta da bolsa americana possui suporte nos fundamentos das empresas, que por sua vez também melhoraram. Além disso, a rápida intervenção do banco central americano através de estímulos econômicos, também permitiu que a economia se desenvolvesse como um todo, e o PIB nominal do país, atualmente, revela um crescimento de 7% vs. 2019.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.