XP Expert

Perspectivas, emprego, China, Jap√£o e Google | ūüĆé Top 5 temas globais da semana

1. Perspectivas Globais: Da Resiliência à Cautela 2. Emprego permanece resiliente nos EUA 3. Politburo anuncia continuidade de estímulos fiscais para 2024 4. Japão: Aumentam as apostas de subida de juros 5. Alphabet lança Gemini: novo modelo de Inteligência Artificial

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

1. Perspectivas Globais: Da Resiliência à Cautela РPublicamos relatório de perspectivas para 2024, mantemos nossa visão de cautela

2. Emprego permanece resiliente nos EUA – Mercados globais terminam a semana no zero a zero

3. Politburo anuncia continuidade de est√≠mulos fiscais para 2024 – Comit√™ do Partido Comunista Chin√™s anuncia pol√≠tica fiscal “proativa” e pol√≠tica monet√°ria “moderada” para 2024

4. Jap√£o: Aumentam as apostas de subida de juros – Taxas de juros sobem, moeda se valoriza e bolsa cai ante aumento da probabilidade de alta de juros

5. Alphabet lan√ßa Gemini: novo modelo de Intelig√™ncia Artificial – Expectativa pelo lan√ßamento impulsiona a√ß√Ķes da companhia

1. Perspectivas Globais: Da Resiliência à Cautela

O ano de 2023 surpreendeu pela resili√™ncia. Nos mercados ou na economia, o pessimismo, que era consenso um ano antes, foi dando espa√ßo para surpresas, mudan√ßas de narrativas (recess√£o, hard landing, soft landing, reacelera√ß√£o) e busca constante por argumentos que justificassem a performance positiva e surpreendente dos ativos de risco globais. ‚Äč

Continuamos cautelosos em rela√ß√£o a 2024. Muitas das raz√Ķes que justificavam as vis√Ķes mais pessimistas para 2023 seguir√£o presentes no novo ano, que n√£o contar√° com os amortecedores que anularam seus efeitos no passado.‚Äč

Confira o relatório completo

2. Emprego permanece resiliente nos EUA

A semana foi repleta de indicadores de emprego nos Estados Unidos, com sinais de resili√™ncia ainda fortes: apesar das aberturas de vagas (pesquisa JOLTs) e as novas contrata√ß√Ķes (ADP) terem vindo abaixo do esperado, o payroll surpreendeu para cima, e a taxa de desemprego veio menor que o esperado. O Federal Reserve e o mercado esperam uma desacelera√ß√£o mais profunda no emprego para que a trajet√≥ria da pol√≠tica monet√°ria possa come√ßar a se normalizar, uma vez que se encontra atualmente em patamares amplamente contracionistas.

Apesar da resiliência, a abertura dos dados revela que o processo de normalização do perfil do mercado de trabalho no pós-pandemia tem continuado. A taxa de participação no mercado de trabalho subiu para seu nível mais alto desde abril de 2020, e também foi observada uma queda na abertura de vagas, sugerindo que o excesso de demanda por trabalhadores está diminuindo.

A semana foi de cautela para os mercados, que aguardavam a divulga√ß√£o dos dados de emprego. A taxa da treasury de 10 anos ficou praticamente est√°vel, com alta de 1 bp, fechando a semana em 4,23% enquanto a taxa de 30 anos teve queda de 9 bps, encerrando a semana em 4,31%. 

Com isso, os principais √≠ndices de a√ß√Ķes n√£o tiveram movimentos expressivos na semana. O √≠ndice global, ACWI, permaneceu est√°vel (0%), o SPY (ETF representativo do √≠ndice S&P 500) subiu modestos 0,2% e o QQQ (ETF de Nasdaq 100) subiu 0,6%.

3. Politburo anuncia continuidade de estímulos fiscais para 2024

Nesta semana, o ETF FXI, representativo do mercado chin√™s, teve queda de -4,8% ante rebaixamento da perspectiva do pa√≠s pela ag√™ncia Moody‚Äôs. A China atualmente tem rating A1 com perspectiva negativa. A ag√™ncia justificou o corte pela piora do fiscal no pa√≠s, sinalizando o recente movimento de salvamento de governos regionais comprometidos com a perda de arrecada√ß√£o decorrente da crise imobili√°ria (falamos a respeito aqui) e a necessidade de novos est√≠mulos para sustenta√ß√£o da economia do pa√≠s como principais motiva√ß√Ķes.

Ainda nessa semana, o Politburo do Partido Comunista da China anunciou que continuar√° a implementar pol√≠tica fiscal ‚Äúproativa‚ÄĚ ao longo de 2024, e que far√° incrementos ‚Äúmoderados‚ÄĚ nos est√≠mulos a fim de impulsionar economia que ainda se encontra em ‚Äúestado cr√≠tico de recupera√ß√£o‚ÄĚ. A respeito da pol√≠tica monet√°ria, o comit√™ indicou que esta ser√° implementada de forma prudente, e ser√° ‚Äúflex√≠vel, moderada e efetiva‚ÄĚ. O banco central do pa√≠s tem realizado cortes pontuais nas taxas de juros de diversas maturidades com o objetivo de apoiar a economia dom√©stica, que tem registrado demanda interna mais fraca e alta depend√™ncia de est√≠mulos para cr√©dito e consumo.

O Politburo tamb√©m sinalizou que implementar√° novas reformas em setores-chave, o que, ante o hist√≥rico recente de interven√ß√Ķes governamentais em setores como educa√ß√£o e tecnologia, acende um sinal de alerta para o mercado. Apesar disso, seguimos acreditando que existem oportunidades em renda vari√°vel na China, conforme exploramos no nosso relat√≥rio de Perspectivas Globais.  

4. Jap√£o: Aumentam as apostas de subida de juros

Último dos bancos centrais do mundo a manter a taxa de juros negativa (-0,10%), o BoJ enviou sinais ao mercado de que estaria se preparando para subir e acabar com o NIRP (negative interest rate policy) em breve. Ao longo da semana os mercados de futuros chegaram precificar 50% de chances de que essa alta viria já na próxima reunião, dia 19 de dezembro. Na sexta-feira, essas chances voltaram para cerca de 15% mas as curvas dão como quase certo o final dessa política ultra-estimulativa na reunião de 19 de março de 2024.

Na quarta-feira, o vice-presidente do BoJ, Ryozo Himino, afirmou que a economia japonesa estava preparada para juros positivos novamente e minimizou os potenciais efeitos adversos de sair da pol√≠tica monet√°ria atual. J√° o presidente do BoJ, Kazuo Ueda, que na quinta-feira compareceu ao Senado japon√™s, afirmou que as decis√Ķes de pol√≠tica monet√°ria ficariam mais desafiadoras j√° no final de 2023 e durante o ano de 2024. O mercado interpretou ambos os discursos como indicadores de mudan√ßa de curso.

Consequ√™ncias das falas dos membros do BoJ foram sentidas em diversos mercados. As taxas de juros de 10 anos subiram 7 pontos-base, para 0,76%, a moeda japonesa, Yen, valorizou 1,3% e a bolsa de valores, Nikkei 225 caiu 3,4%. Em nosso relat√≥rio de Perspectivas Globais, publicado hoje, destacamos esse risco para justificar uma aloca√ß√£o neutra em a√ß√Ķes japonesas, apesar do bom momento econ√īmico local.

5. Alphabet lança Gemini: novo modelo de Inteligência Artificial

Nesta semana a Alphabet, dona do Google, lançou seu mais novo modelo LLM (Large Language Model) chamado Gemini, para entrar de vez na corrida pela supremacia no mundo da Inteligência Artificial. Com a vantagem de ser multimodal nativo, ou seja, treinado desde sua concepção com imagens, códigos, vídeos e áudios, além de textos, o Gemini (de acordo com a própria Alphabet) é superior ao GPT-4 em 30 de 32 medidas de performance.

O v√≠deo que demonstra as capacidades do Gemini atingiu 2 milh√Ķes de visualiza√ß√Ķes no Youtube (que tamb√©m √© da Alphabet) em dois dias e gerou uma onda de coment√°rios positivos pela alt√≠ssima precis√£o e inova√ß√£o do novo modelo. O buzz em torno da nova ferramenta fez as a√ß√Ķes subirem 5,3% na quinta-feira e impulsionou outras a√ß√Ķes ligadas √† AI no dia. Na sexta-feira, d√ļvidas quanto √† veracidade do v√≠deo foram veiculadas e as a√ß√Ķes da companhia perderam um pouco do √≠mpeto da quinta-feira e ca√≠ram cerca de 1,5%.

O Gemini chegar√° aos consumidores em tr√™s vers√Ķes: i) Gemini Ultra, voltado para grandes corpora√ß√Ķes e com alt√≠ssima capacidade computacional; ii) Gemini Pro, que tem uma ampla gama de aplica√ß√Ķes e servir√° como motor por tr√°s do Bard (interface de di√°logo da Alphabet) e outras aplica√ß√Ķes da companhia, como o Chrome e; iii) Gemini Nano, voltado para dispositivos m√≥veis com uma grande promessa de descentralizar o processamento computacional, ao fazer localmente grande parte do trabalho ao mesmo tempo que promete proteger os dados dos usu√°rios.

Com uma grande capacidade de distribui√ß√£o via Google Chrome (que tem mais de 60% do mercado de navegadores), sistema operacional Android, celulares da linha pixel e outros produtos da Alphabet, acreditamos que a empresa est√° muito bem posicionada para ser uma competidora √† altura da Microsoft (e sua parceria com a OpenAI, dona do ChatGPT) nos pr√≥ximos anos e, sem d√ļvida, ser√° uma das protagonistas desse novo mundo no qual cada vez mais elementos de AI estar√£o presentes no dia-a-dia.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.